Filo Arthropoda

377 visualizações

Publicada em

Filo Arthropoda

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filo Arthropoda

  1. 1. 27/05/2015 1 FILO ARTHROPODA ARTRÓPODES Características • Pés articulados • Locomoção eficiente • Captura de alimentos • Defesa • Antenas e peças bucais também articuladas
  2. 2. 27/05/2015 2 Características• Exoesqueleto de quitina (armadura) • Adaptação a ambientes terrestres • Invertebrados • Proteção • Evita dissecação • Limita o crescimento Características • Ecdise • Processo de muda de exoesqueleto, quando este torna-se pequeno. • O exoesqueleto que é eliminado é chamado de exúvia.
  3. 3. 27/05/2015 3 Características • Corpo segmentado • Cada segmento é chamado de tagma • Quando dois tagmas se fundem, chama-se tagmose Características • Olhos simples ou compostos • Os olhos compostos são formados por pequenas unidades chamadas omatídeos
  4. 4. 27/05/2015 4 Arthropoda Mandibulata Insecta Crustacea Chilopoda Diplopoda Chelicerata Arachnida Classificação Filo Subfilo Classe Classe Insecta
  5. 5. 27/05/2015 5 • Classe com maior variedade e número de espécies • Cabeça: 1 par de olhos + 1 par de antenas + aparelho bucal • Apresentam 3 pares de pés • Única classe de invertebrados que pode apresentar asas. Insecta InsectaTIPOS DE ASAS Membranosa
  6. 6. 27/05/2015 6 InsectaTIPOS DE ASAS Élitro InsectaTIPOS DE ASAS Hemiélitro
  7. 7. 27/05/2015 7 InsectaAPARELHOS BUCAIS InsectaTIPOS DE DESENVOLVIMENTO *Nem ecdise. Obs.: Ametábolosnão passam por metamorfose, consequentemente,não passam por ecdises. São exceções nos artrópodes. Crescem pouco e lentamente,sem precisar romper o exoesqueleto.
  8. 8. 27/05/2015 8 InsectaTIPOS DE DESENVOLVIMENTO Obs. 1: Apenas adultos se reproduzem. Ovos e larvas não! Obs. 2: Os ovos são resistentesà baixas temperaturas e dessecação.
  9. 9. 27/05/2015 9
  10. 10. 27/05/2015 10
  11. 11. 27/05/2015 11
  12. 12. 27/05/2015 12
  13. 13. 27/05/2015 13 Lanomia obliqua Durante o dia, ficam agrupadas em troncos. Possuem coloração marrom-clara esverdeada com listras longitudinais castanho-escuras e várias formações brancas em forma de “U” distribuídas ao longo do corpo, que é recoberto por espinhos em forma de “pinheiros” verde- claros e extremidades escuras. Sintomas: Em caso de contato, podem surgir um ou mais dos seguintes sintomas: Dor e queimação no local, seguidas de desconforto e dor generalizada pelo corpo; Dor de cabeça, náuseas e vômitos; Sangramentos na gengiva, nariz, urina e feridas recentemente cicatrizadas podem ocorrer até 3 dias após o acidente; Manchas escuras no local ou em outras partes do corpo. • Insetos sociais • Insetos que se organizam em sociedade, onde há uma divisão de classes e tarefas. Exemplos: formigas, cupins e abelhas. Insecta
  14. 14. 27/05/2015 14 InsectaORGANIZAÇÃO DE UM FORMIGUEIRO Classe Crustacea
  15. 15. 27/05/2015 15 Crustacea Crustacea • Dois pares de antenas • Cinco pares de patas • Corpo dividido em cefalotórax e abdômen • Importância ecológica (base alimentação marinha) e econômica (alimentação humana)
  16. 16. 27/05/2015 16 Crustacea • Caranguejo ermitão Devido ao abdômen pouco quitinizado, o ermitão abriga- se em conchas abandonadas por moluscos. Crustacea
  17. 17. 27/05/2015 17 Classe Chilopoda • Corpo dividido em cabeça e tronco • 1 par de pernas por segmento • 1 par de antenas longas • Presença de veneno (em graus variáveis) e garras venenosas (forcípulas) • Não se enrolam Chilopoda
  18. 18. 27/05/2015 18 Chilopoda Pernas anais Chilopoda
  19. 19. 27/05/2015 19 Classe Diplopoda • Corpo dividido em cabeça e tronco • 2 pares de pernas por segmento • 1 par de antenas curtas • Se enrolam como forma de proteção • Podem apresentar glândula tóxica (mau cheiro) Diplopoda
  20. 20. 27/05/2015 20 Classe Arachnida Límulus Caranguejo-ferradura • Grupo mais antigo de animais – 400 M.a. (fósseis vivos) • Habitat: Golfo do México e Costa do Atlântico Norte, além da Ásia • Importância médica • Seu sangue produz uma substância eficaz contra as toxinas de bactérias, utilizada como indicativo de presença de bactérias. (1L = $15.000) Subfilo Chelicerata
  21. 21. 27/05/2015 21 Subfilo Chelicerata Arachnida Geral • Corpo dividido em cefalotórax e abdômen • Quatro pares de pernas • Ausência de antenas • Olhos simples
  22. 22. 27/05/2015 22 Arachnida • Quelíceras • na forma de garra (aranhas) ou pinça (escorpião), ajudam na captura de alimento. Pode finalizar em uma glândula de veneno. • Pedipalpos • Função sensorial e trituração de alimento. Pode auxiliar na reprodução. Geral Arachnida • Todas as aranhas e escorpiões são peçonhentos. • Escorpiões: tamanho dos pedipalpos é inversamente proporcional à ação do veneno. • Aranhas: a periculosidade ao homem está relacionada à posição das quelíceras. Veneno
  23. 23. 27/05/2015 23 Aranhas Caranguejeiras Aranhas Verdadeiras Arachnida Não são nocivas ao homem PODEM ser nocivas ao homem ESCORPIÕES
  24. 24. 27/05/2015 24 • Abundante, abriga-se em ambientes úmidos, de preferência em entulhos • Fartura de alimento (barata e outros insetos) • Hábito noturno • Importância médico- sanitário • Veneno neurotóxico mais forte • Dor intensa, hipotermia, taquicardia e convulsão Escorpião amarelo Arachnida Escorpiões Predadores naturais: corujas, pequenos macacos, quatis, lagartos e sapos Arachnida Escorpiões
  25. 25. 27/05/2015 25 ARANHAS Aranha-pavão Teias Arachnida Aranhas • Nem todas aranhas utilizam a teia para captura de alimento (ex.: Armadeira) mas todas tecem seda e utilizam para alguma finalidade.
  26. 26. 27/05/2015 26 Teias • A aranha possui várias glândulas sericígenas, que produzem vários tipos de fios. Arachnida Aranhas Casulos Proteção / abrigo Fio guia Arachnida Aranhas
  27. 27. 27/05/2015 27 Arachnida Aranhas Aranha caranguejeira • Aranhas calmas e lentas. • Alimentam-se de outras aranhas e insetos. • Picada dolorosa, mas não é fatal. A região deve ser tratada com pomadas anti-inflamatórias e anti- histamínicas. • Apresentam cerdas urticantes que provocam inflamações quando em contato com as mucosas. Arachnida AranhasAranha armadeira • Comportamento agressivo e rápido. • Abrigam-se em bananeiras, lenhas, telhas e tijolos empilhados e terrenos baldios. Nas residências preferem ambientes escuros, como dentro de sapatos e roupas. • Picada com dor intensa. Veneno com ação neurotóxica, provocando queda de pressão, prostração, tontura, vômito, sudorese e espasmos. O corpo mede aproximadamente 3,5 cm e as patas podem chegar a 5 cm de comprimento
  28. 28. 27/05/2015 28 Arachnida Aranhas Aranha marrom • Comportamento manso e noturno. • Abriga-se em ambientes escuros. Convive dentro de residências harmonicamente. • Na natureza vive sob cascas de árvores, pedras, pilhas de telhas ou tijolos. • Picada praticamente indolor, mas com veneno necrosante. A aranha-marrom tem aproximadamente o tamanho de uma moeda de 5 centavos. Arachnida Aranhas Picada de aranha- marrom (Loxosceles sp.)
  29. 29. 27/05/2015 29 Arachnida Aranhas Viúva-negra • Aranha pequena (1cm) e mansa. • Na natureza pode ser encontrada em buracos no chão ou suspensas em teias irregulares com folhas secas. Em ambiente doméstico, prefere locais sombrios. • Picada extremamente dolorosa com efeito neurotóxico (semelhante ao da armadeira). • Não há notificação de óbito ocasionado pela ação do veneno da viúva-negra no Brasil. Lavar o local com água e sabão e procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Não fazer torniquete, sucção ou colocar substância no local. Compressa morna e analgésicos podem aliviar a dor. Escorpiões e aranhas têm hábitos noturnos, por isso abrigam-se em ambientes escuros, como frestas em paredes, dentro de sapatos e roupas. Por isso, aconselha-se balançar roupas e sapatos antes de usar. Manter o quintal e arredores limpos ajudará a não atrair insetos, como as baratas, apetitoso alimento para escorpiões, principalmente. PRIMEIROS SOCORROS PREVENÇÃO Arachnida
  30. 30. 27/05/2015 30 O Instituto Butantan é um dos maiores centros de pesquisa biomédica do mundo, responsável por mais de 93% do total de soros e vacinas produzidas no Brasil, entre elas, vacina contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e influenza sazonal e H1N1. O Instituto é o principal produtor de soro anti-escorpiônico e anti-aracnídico mas, para isso, necessita-se desses animais vivos para a extração do veneno utilizado na produção do soro. Seção de artrópodes peçonhentos do Instituto Butantan Av. Vital Brasil, 1500 – CEP 05503-900 – São Paulo – SP Obs.: O material deve ser identificado com o nome do remetente, endereço para correspondência e o local de captura. INSTITUTO BUTANTAN Arachnida ÁCAROS E CARRAPATOS Escabiose(sarna) provocada por um ácaro. Ácaro Demodex sp. (cravo) Carrapato-estrela, transmissorda febre maculosa
  31. 31. 27/05/2015 31 Febre maculosa • Se não tratada adequadamente, pode levar ao óbito em 2 semanas. • Difícil diagnóstico (sintomas comuns) • Febre alta, dor de cabeça, dor no corpo, máculas (manchas vermelhas) e diarreia • Os sintomas podem levar de 7 a 10 dias para começarem. A partir daí, o tratamento deve iniciar-se no máximo em 5 dias. • Testes laboratoriais levam 14 dias para acusarem a doença. Importância da anamnese. Arachnida Fêmea ingurgitada Apesar da alta letalidade, poucos casos são notificados, o que não viabiliza a produção de vacinas. Observações importantes
  32. 32. 27/05/2015 32 Sistema digestório • Completo Boca e ânus Obs.: Sistema é incompleto quando a boca está presentee o ânus não. Sistema respiratório • Respiração branquial ou cutânea • Classe Crustacea • Respiração filotraqueal ou por pulmões foliáceos • Classe Arachnida • Respiração traqueal • Classe Chilopoda + Diplopoda + Insecta Respiração branquial em crustáceo aquático Respiração traqueal Respiração filotraqueal
  33. 33. 27/05/2015 33 Sistema circulatório • Aberto O sangue circula lentamente em uma cavidade chamada hemocele. É fechado porque o sangue corre o tempo todo dentro de vasos. Ex.: Ser humano O sangue corre parcialmente dentro de vasos.
  34. 34. 27/05/2015 34 Sistema excretor • Túbulos de Malpighi Insecta, Diplopoda, Chilopoda e Arachnida • Glândulas verdes Crustacea • Glândulas coxais Alguns Arachnida Túbulos de Malpighi Glândulas verdes Classificação Classe Corpo Patas Antenas Quelíceras Pedipalpos Mandíbulas Exemplos Insecta Cabeça + tórax + abdomen 3 pares 1 par - - 1 par Barata, borboleta, pernilongo Crustacea Cefalotótax + abdomen 5 pares 2 pares - - 1 par Siri, lagosta Chilopoda Cabeça + tronco 1 par por segmento 1 par (longas) - - 1 par Lacraia Diplopoda Cabeça + tronco 2 pares por segmento 1 par (curtas) - - 1 par Piolho de cobra Arachnida Cefalotórax+ abdomen 4 pares - 1 par 1 par - Aranha, escorpião e carrapato.

×