Aprendizagem baseada em projectos

497 visualizações

Publicada em

Aprendizagem baseada em projectos

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
497
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aprendizagem baseada em projectos

  1. 1. i Aprendizagem Baseada em Projectos A Aprendizagem Baseada em Projectos refere-se aos conceitos e princípios de uma disciplina, envolve os alunos em acções de investigação a fim de resolverem problemas, possibilita que estes trabalhem livremente a fim de construírem o seu próprio conhecimento, e termina em resultados concretos. As características que definem este tipo de Aprendizagem abrangem conteúdos, condições, actividades e resultados. Resumidamente, iremos apresentar quatro razões que conduzem os professores a empregarem, nas suas aulas, a Aprendizagem Baseada em Projectos: Primeira Razão O conteúdo é apresentado da mesma forma que na vida real a fim de estimular o interesse dos alunos. Os conteúdos são apresentados da seguinte maneira: realista; de forma holística em vez de fragmentados; estudados em profundidade; relevantes em termos pessoais. Este tipo de Aprendizagem possibilita que os alunos formem as suas próprias representações de assuntos e temas complicados e, que construam os seus conhecimentos a partir da sua própria experiência. Segunda Razão As actividades são uma estratégia segura e aliciante. São estimulantes porque os alunos debatem-se com assuntos e problemas difíceis e, dão a estes várias possibilidades como: apreender ideias complicadas e adquirir aptidões em contextos reais; aplicar essas aptidões a contextos diferentes; combinar saberes, realizando tarefas complexas, relacionadas com deveres profissionais, de desempenho em contexto de trabalho ou de situações da vida real; resolver problemas. As actividades são construtivas porque os alunos fazem a sua própria gestão de conteúdos construindo o seu próprio conhecimento, tornando, assim, mais fácil transferirem e deterem informação. Ao mesmo tempo, incutem nos alunos o dever de reconhecer problemas, procurar soluções, conduzir a pesquisa, analisar, seleccionar e
  2. 2. ii integrar informação e relacioná-la com conhecimentos previamente alcançados. Esta Aprendizagem estimula a criatividade, a iniciativa, a avaliação crítica. As actividades adaptam-se às diferenças individuais ao integrarem vários tipos de abordagem da aprendizagem como: os alunos podem participar de várias formas a fim de mostrarem os seus conhecimentos; aceita diversos estilos de aprendizagem como aprender pessoalmente através da leitura e revisão ou aprender em grupo através da leitura e discussão; os projectos que são apresentados aos alunos fazem com que estes tenham várias experiências pois dá-lhes a possibilidade de evitarem fazer apenas aquilo a que estão habituados; proporciona aos pais informação acerca dos vários tipos de desempenho dos alunos. Terceira Razão As condições fomentam o desenvolvimento de competências pessoais, interpessoais e sociais. Esta aprendizagem faz com que os alunos evitem e resolvam os seus conflitos, permite que estes ganhem confiança a fim de desenvolver as suas próprias competências. Oferece uma aprendizagem que determina que as ideias e os esforços repartidos por vários indivíduos os ajuda, a fim de desenvolverem competências sociais relacionadas com trabalhos de grupo, estabelecendo um clima não competitivo entre os alunos. Estes desenvolvem novas capacidades, explicam e defendem a sua posição de uma forma não agressiva e faz com que alunos que, normalmente não participam, o façam. As condições estimulam a utilização de novas tecnologias, como a tecnologia informática, contribuindo para alargar os horizontes dos alunos, os seus interesses e as suas preferências vocacionais. Quarta Razão Os resultados incluem certas competências, disposições e valores, conseguindo determinados objectivos que são difíceis de atingir com outros modelos de ensino. A Aprendizagem Baseada em Projectos ajuda a incrementar competências como: competências de método em grupo; competências vivenciais, tecnológicas, cognitivas de processo (pensamento crítico, resolução de problemas, etc.) e competências de auto- gestâo (organização de tarefas, gestão do tempo, etc.). Desenvolve atitudes como
  3. 3. iii motivação para a aprendizagem contínua; disposições como auto-controle e valores como auto-eficiência. Diferenças relativamente ao ensino tradicional Em relação ao chamado ensino tradicional a Aprendizagem Baseada em Projectos manifesta as seguintes diferenças: os projectos mudam a relação entre professores e alunos; reduzem a competição nas aulas, contribuindo para que os alunos colaborem uns com os outros; os alunos constroem, sintetizam a informação; contribuem para novas opiniões; os projectos podem transferir o enfoque do ensino da memorização de factos (tradicional) para a exploração de ideias; … As aulas ditas “tradicionais”, baseadas no manual, na exposição do professor, onde os alunos trabalham isoladamente, competindo uns com os outros, memorizando, repetindo factos e onde o conhecimento é baseado na quantidade e não na qualidade marcam, em resumo, aquilo a que chamamos de diferenças entre o ensino tradicional e a Aprendizagem Baseada em Projectos. Mudanças na Aprendizagem Baseada em Projectos, à medida que os alunos se tornam mais experientes À medida que os alunos se tornam mais experientes verificam-se alterações na Aprendizagem Baseada em Projectos como: no conteúdo (conceitos abstractos difíceis, discutíveis, etc.); a nível cognitivo (compreensão e integração de novos conceitos e princípios, gestão autónoma de operações de investigação, inclusão de princípios complexos, etc.); contexto de aplicação (a nação e o mundo, o mundo da imaginação, inovação, abstracção e da especialização profissional e do trabalho); duração (mais longa ou permanente ao longo do processo); fonte (professor e em colaboração com os alunos ou alunos em colaboração com o professor); materiais (material simbólico, electrónico, informações, opiniões); instrumentos tecnológicos (folhas de cálculo, software avançado de programas de design, realização de filmes, telecomunicações); articulação com o currículo (projectos começam a ser ou são a forma pela qual são aprendidos conceitos, ideias e saberes complexos); supervisão (o papel do professor é
  4. 4. iv ajudar os alunos a definir etapas ou ajudar a fazer o controlo/registo do processo e garantir o acesso às fontes); agrupamento de alunos (domínio das competências, conhecimento focalizado no currículo, hábitos de auto-gestão, aplicação autónoma dos processos de pesquisa e de compreensão, competências de informação, manipulação, processamento, apresentação e comunicação de dados). Desvantagens e vantagens da Aprendizagem Baseada em Projectos A Aprendizagem Baseada em Projectos apresenta algumas desvantagens como por exemplo os projectos podem ocupar muito tempo envolvendo, apenas, uma parte dos conteúdos curriculares. É difícil recolher certezas de que os alunos alcançaram os objectivos apontados. Há quem afirme que os alunos passam mais tempo a realizar determinadas tarefas consideradas fúteis, como desenhar, construir e que não são consideradas novas aprendizagens. A maior vantagem da Aprendizagem Baseada em Projectos consiste no facto de estimular o espírito investigativo dos alunos e, destes, aprenderem a relacionar conceitos e a utilizá-los em novas situações, aprenderem a trabalhar em grupo e a saber utilizar instrumentos e recursos de forma criativa, espontânea e independente.

×