CAMELÓDROMO DA PRAÇA XV: IMPROVISO, COMUNICAÇÃO E  AUTO-ORGANIZAÇÃO
ROTEIRO <ul><li>2  A LEITURA DA CIDADE 2.1  A CIDADE CONTEMPORÂNEA 2.2 O MÉTODO POLIFÔNICO </li></ul><ul><li>3 A CIDADE E ...
MÉTODO POLIFÔNICO
 
PORTO ALEGRE, PRAÇA XV 2006 1950 1940 1920
CENTRO POPULAR DE COMPRAS
O CORPO DE  CAMELÔS
CAMELÔ
CARREGADORES
CAVALEIROS
CAIXINHAS
 
A GRANDE INSTALAÇÃO
A FORMA
ARQUITETURA MÓVEL
 
 
 
 
DIARIAMENTE
MERCADORIAS
ALIMENTAÇÃO: O CAMELÔ E A VENDA
 
A LEI DA PEDRA: NA PALAVRA E NO RESPEITO
CONSIDERAÇÕES FINAIS
“ E é assim, nosso dia-a-dia é esse. Daqui a pouco, se abrir um solzinho a gente tá aqui. Se chover, a gente põe uma lona....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Camelódromo da Praça XV - improviso, comunicação e auto-organização

1.217 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Camelódromo da Praça XV - improviso, comunicação e auto-organização

  1. 3. CAMELÓDROMO DA PRAÇA XV: IMPROVISO, COMUNICAÇÃO E AUTO-ORGANIZAÇÃO
  2. 4. ROTEIRO <ul><li>2 A LEITURA DA CIDADE 2.1 A CIDADE CONTEMPORÂNEA 2.2 O MÉTODO POLIFÔNICO </li></ul><ul><li>3 A CIDADE E A PEDRA 3.1 PORTO ALEGRE, PRAÇA XV 3.2 ANOS DE PEDRA 3.3 O CAMELÓDROMO E A LEI </li></ul><ul><li>4 A VIDA TODA É AQUI: AS VOZES DO CAMELÓDROMO 4.1 O CORPO DE CAMELÔS 4.2 O CLÃ E SUAS FUNÇÕES 4.2.1 CAMELÔ 4.2.2 CARREGADORES 4.2.3 CAVALEIRO 4.2.4 CAIXINHA 4.3 A GRANDE INSTALAÇÃO 4.3.1 A FORMA 4.3.2 ARQUITETURA MÓVEL </li></ul><ul><li>4.3.3 MERCADORIAS 4.3.4 DIARIAMENTE 4.4 ALIMENTAÇÃO: O CAMELÔ E A VENDA 4.5 A LEI DA PEDRA: NA PALAVRA E NO RESPEITO </li></ul>
  3. 5. MÉTODO POLIFÔNICO
  4. 7. PORTO ALEGRE, PRAÇA XV 2006 1950 1940 1920
  5. 8. CENTRO POPULAR DE COMPRAS
  6. 9. O CORPO DE CAMELÔS
  7. 10. CAMELÔ
  8. 11. CARREGADORES
  9. 12. CAVALEIROS
  10. 13. CAIXINHAS
  11. 15. A GRANDE INSTALAÇÃO
  12. 16. A FORMA
  13. 17. ARQUITETURA MÓVEL
  14. 22. DIARIAMENTE
  15. 23. MERCADORIAS
  16. 24. ALIMENTAÇÃO: O CAMELÔ E A VENDA
  17. 26. A LEI DA PEDRA: NA PALAVRA E NO RESPEITO
  18. 27. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  19. 28. “ E é assim, nosso dia-a-dia é esse. Daqui a pouco, se abrir um solzinho a gente tá aqui. Se chover, a gente põe uma lona. E a gente vai indo, vai envelhecendo, e um dia quem sabe, outras pessoas estarão em nosso lugar. Mas camelô nunca vai deixar de existir, por que a primeira profissão do mundo é o camelô. Não é verdade? A primeira profissão do mundo é o camelô. Acho que lá antes de Cristo, 3, 4 séculos antes de Cristo, já existia camelô, já existia a pedra , e a pedra sempre vai existir”. (SEU BRASIL, 2007)

×