Af ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Jú

5.212 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.212
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Af ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Jú

  1. 1. Apresentação do Modelo de Auto-Avaliação
  2. 2. <ul><li>Antes da aplicação do modelo de auto-avaliação deve ser criado um campanha de sensibilização para uma cultura de avaliação da biblioteca, da escola… </li></ul><ul><li>Promover uma aprendizagem interactiva no decurso do processo de auto-avaliação, </li></ul><ul><li>… Criar um ambiente de excelência. </li></ul>Sensibilizar… Modelo de Auto-avaliação das BE’s Júlia Martins
  3. 3. <ul><li>A avaliação apresenta uma: </li></ul><ul><li>Utilidade instrumental - permitindo melhorar a execução, corrigir e ajustar; </li></ul><ul><li>Utilidade estratégica – mobiliza a aprendizagem organizacional e a participação de vários actores e consolida a visão estratégica; </li></ul><ul><li>Utilidade substantiva – a avaliação é um instrumento para melhoria continua, permite a reconceptualização das políticas, projectos e programas. </li></ul>Avaliar é útil? Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  4. 4. <ul><li>Dos vários sistemas de avaliação, a nossa atenção está na auto-avaliação , a qual se caracteriza por ser: </li></ul><ul><li>Interactiva, </li></ul><ul><li>Sumativa, </li></ul><ul><li>Sistémica, </li></ul><ul><li>Processual </li></ul>Sistemas de avaliação: auto-avaliação Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  5. 5. <ul><li>“ Self- evaluation is an integral part of the development planning cycle.” </li></ul><ul><li>E. S. Scott </li></ul><ul><li>A auto-avaliação permite que no final da aplicação do plano de desenvolvimento sejamos capazes de responder a três questões: </li></ul><ul><li>Como fazemos? </li></ul><ul><li>Como sabemos? </li></ul><ul><li>O que é que vamos fazer agora? </li></ul>Etapas do processo…
  6. 6. <ul><li>Num 1ºmomento , o professor bibliotecário deverá, em conselho pedagógico, informar os objectivos do modelo de auto-avaliação: </li></ul>Etapas do processo… “ O Programa Rede e Bibliotecas Escolares desenvolveu um Modelo de Avaliação para as Bibliotecas Escolares, com o objectivo de proporcionar às escolas/ bibliotecas um instrumento que lhes permita identificar as áreas de sucesso e aquelas que, por apresentarem resultados menores , requerem maior investimento, determinando, nalguns casos, uma inflexão das práticas.” in www.rbe.min-edu.pt Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  7. 7. <ul><li>Divulgar… </li></ul><ul><li>os resultados da avaliação diagnóstica ( ex: análise SWOT), </li></ul><ul><li>Explicitar conceitos essenciais… </li></ul><ul><li>evidências, </li></ul><ul><li>indicadores ( quantitativos - os que permitem contagens directas e os qualitativos – incidem sobre o valor dos dados medidos quantitativamente. Ex: não é suficiente indicar o nº de recursos humanos é necessário avaliar a sua relevância, a sua eficácia…), </li></ul><ul><li>benchmarking, entre outros… </li></ul><ul><li>Apresentar…. </li></ul><ul><li>os instrumentos de recolha de dados que vão ser utilizados, como por exemplo: questionários, grelhas de observação, checklists…) </li></ul><ul><li>E ainda… </li></ul>Etapas do processo… Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  8. 8. Etapas do processo… <ul><li>Apresentar os domínios existentes no modelo de auto-avaliação, divulgar qual o domínio seleccionado e a justificação da escolha. </li></ul><ul><li>Apresentar um cronograma das acções decorrentes da implementação do modelo de auto-avaliação… </li></ul>Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  9. 9. Estrutura do Modelo… Cada domínio apresenta a seguinte organização estrutural… Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  10. 10. <ul><li>A avaliação realizada vai articular-se, em cada dominio/subdominio, com os perfis de desempenho que caracterizam o que se espera da biblioteca escolar. Na caracterização dos perfis de desempenho optou-se por uma escala de quatro níveis… </li></ul>Estrutura do Modelo… Os descritores apresentados retratam o tipo de performance da Biblioteca Escolar em cada um dos níveis. Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  11. 11. <ul><li>Num 2º momento …resposta à questão: Como sabemos? </li></ul><ul><li>Para tal, é necessário recolher as evidências, avaliá-las e interpretá-las. </li></ul><ul><li>Há três categorias de evidências : </li></ul><ul><li>da informação que já existe. É uma informação contextual (nº de horas, espaços, …) </li></ul><ul><li>da informação que pode facilmente ser descoberta de informação existente, </li></ul><ul><li>da informação que necessita de ser recolhida especificamente. </li></ul>Etapas do processo… Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  12. 12. <ul><li>“ O conceito de evidence-based pratice traduz-se no desenvolvimento de práticas sistemáticas de recolha de evidências, associadas ao trabalho do dia-a-dia.” </li></ul><ul><li>“ A quantidade e qualidade das evidências recolhidas deverão informar a prática diária ou fornecer informação acerca de determinada questão” como por exemplo: que contributo dá a biblioteca e as suas iniciativas às aprendizagens dos alunos da escola? </li></ul><ul><li>A evidence-based pratice permite demonstrar o impacto e os resultados de uma determinada decisão. </li></ul>Etapas do processo… evidence-based pratice Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  13. 13. <ul><li>Dever-se-á comunicar as várias fases do processo à escola. O objectivo da comunicação pode ser alterado </li></ul><ul><li>No 3º momento …resposta à questão: O que é que vamos fazer agora? </li></ul><ul><li>Este é o momento da divulgação: </li></ul><ul><li>dos resultados da auto-avaliação, </li></ul><ul><li>definição de prioridades, </li></ul><ul><li>das propostas de acções de melhoria, </li></ul>Etapas do processo… Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  14. 14. <ul><li>O papel do professor bibliotecário desempenha um papel essencial no sucesso das aprendizagens dos alunos, este trabalho não é isolado, carece do envolvimento de toda a escola… </li></ul><ul><li>“ trabalhar com alunos, professores, órgãos de gestão e pais de modo a cumprir a missão da escola.” </li></ul><ul><li>Manifesto das Bibliotecas Escolares </li></ul>Que envolvimento? Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  15. 15. Os envolvidos… Conselho Pedagógico Departamentos ESCOLA Conselhos de turma Turmas (professores e alunos) auxiliares, pais e EE Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  16. 16. <ul><li>Propor uma breve reflexão sobre esta metáfora… </li></ul><ul><li>“ Sometimes I sense that we work very, very hard to climb one moutain only to find the rest of the school on a completely different peak” </li></ul><ul><li>Doug Johnson </li></ul>Que envolvimento? Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  17. 17. <ul><li>Não basta TER biblioteca na escola… a biblioteca deve SER…um verdadeiro centro de aprendizagens! </li></ul><ul><li>Deve SER uma estrutura indispensável: </li></ul><ul><li>Para a diversificação e diferenciação das metodologias, técnicas e meios utilizados, </li></ul><ul><li>Para o enriquecimento dos modos de organização do ensino e modalidades de trabalho com alunos e outros docentes, </li></ul><ul><li>Para um desenvolvimento do currículo efectivamente baseado em conhecimentos e competências. </li></ul>Que impactos…? Modelo de Auto-avaliação das BE’s
  18. 18. <ul><li>“ A auto-avaliação é a chave da melhoria …” </li></ul><ul><li>Sarah McNicol </li></ul>Os resultados… Deve permitir a mudança de atitudes e PRÁTICAS Deve cruzar com os resultados da avaliação externa da escola. Modelo de Auto-avaliação das BE’s Júlia Martins

×