protocolo nos jogos olímpicos

683 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
683
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

protocolo nos jogos olímpicos

  1. 1. Instituto Superior Miguel TorgaProtocolo Alexandre Martins nº8277 João Ribeiro nº8458 Pedro Bastos nº8459 Rui Sousa nº8248
  2. 2. • Introdução• Protocolo em eventos internacionais• Protocolo nos jogos olímpicos• Os jogos olímpicos de Londres (2012)
  3. 3. • Evento é um acontecimento previamente planeado, com objectivos claramente definidos e tem um perfil marcante: • Desportivo • Social • Cultural • Filantrópico • Religioso • Entre outros.
  4. 4. • A sua realização obedece a… • Um cronograma • Uma das suas metas é a interacção entre seus participantes, público, personalidade e entidades.• A organização de um evento internacional reveste-se da maior importância para o país que o organiza e que quer transmitir uma imagem de excelência.
  5. 5. Instituto Superior Miguel TorgaProtocolo Alexandre Martins nº8277 João Ribeiro nº8458 Pedro Bastos nº8459 Rui Sousa nº8248
  6. 6. • Protocolo • Vem do grego protókollon, sendo proto, com significado de primeiro e kollon, de cola. • Protocolo é a padronização de: • Leis, • Regras, • Procedimentos, • Comportamentos, • Costumes • e ritos de uma sociedade que visa organizar determinados acontecimentos.
  7. 7. • O protocolo, como matéria universal está presente desde os aspectos mais simples: • Cumprimento da pontualidade e o acto de cumprimentar • Recebimentos oficiais • Ordenação e colocação de bandeiras • Precedências oficiais • “seating” em encontros de trabalho e em refeições • Selecção de menus • Segurança (que num evento internacional com Chefes de Estado e de Governo, tem um papel central e de relevo).
  8. 8. • Há um conjunto de tarefas transversais: • Definição de datas • Estruturação do(s) programa(s) e sua aprovação • Eventuais condecorações a trocar • Visitas a monumentos emblemáticos • Assinatura em livros de honra • Encontros paralelos a nível oficial ou empresarial • Banquetes • Ofertas várias • Conferências de imprensa…
  9. 9. • Ao país que recebe, no seu papel de anfitrião compete: • Convidar, receber e dispor bem os convidados • Cabe-lhe informar-se previamente sobre a cultura, os hábitos, os costumes de quem o visita, porque uma falha pode susceptibilizar as relações diplomáticas entre esses Estados. • O objectivo é tornar a permanência do convidado memorável • As refeições assumem um grande protagonismo, em especial em eventos com um vasto número de países/culturas/religiões, que condicionam a composição dos menus.
  10. 10. • O visitante tem também um papel esperado e que passa: • Obtenção de informação sobre o país a visitar, considerando-se fundamental agir com prudência face à cultura visitada • Conhecer o sistema político • Deve… • Dominar os factos históricos mais relevantes ou temas da actualidade • Saber quais são as principais cidades e onde se localizam geograficamente • Inteirar-se sobre a religião professada • Identificar os temas de natureza delicada e que não devem ser mencionados.
  11. 11. • Ao nível do protocolo internacional é fundamental que: • Exista entre anfitrião e convidados uma predisposição natural que facilite o encontro, através da adaptação mútua de culturas, que tornam o evento um momento a recordar com satisfação.
  12. 12. Instituto Superior Miguel TorgaProtocolo Alexandre Martins nº8277 João Ribeiro nº8458 Pedro Bastos nº8459 Rui Sousa nº8248
  13. 13. • Os Jogos Olímpicos foram os primeiros eventos desportivos com critérios organizacionais detalhados • Servindo, desse modo, de modelo para várias festas desportivas da época e padrão técnico e organizacional para a maioria dos eventos antigos e contemporâneos.• O protocolo desportivo nasceu junto com a primeira edição dos Jogos em 776 a.C., na cidade de Olímpia, na Grécia.
  14. 14. • A Carta Olímpica • Actualizada pela última vez em 11 de Fevereiro de 2010 • Adoptada pelo Comité Olímpico Internacional • Conjunto de regras e guias para a organização dos Jogos Olímpicos: • Os artigos destacam e sumarizam os itens considerados mais importantes para a organização dos Jogos, do Movimento Olímpico e de seus três componentes principais.
  15. 15. • A Carta Olímpica • O capítulo V refere-se à: • Celebração dos Jogos Olímpicos, à eleição da cidade-sede, quais os desportos que compõem o programa dos Jogos, à cobertura da imprensa, à publicidade, entre outros assuntos. • A Seção 3 deste capítulo discute o protocolo aplicado às funções olímpicas nos eventos. • Isso inclui as regras de uso da Bandeira Olímpica, da chama e das cerimónias de abertura e encerramento. • A bandeira olímpica • Consta de fundo branco sem orla e do símbolo olímpico, nas suas cinco cores, situado ao centro. • A chama olímpica • Chama que se acende em Olímpia, sob a autoridade do CIO.
  16. 16. • A organização dos Jogos Olímpicos será confiada pelo CIO ao CON do país da cidade anfitriã, assim como à própria cidade anfitriã.• O COJO deve: • Instalar uma vila olímpica • Para reunir num mesmo lugar os competidores, o pessoal oficial e o resto do pessoal das equipas • Programas de manifestações culturais • “Guia para a comunicação social”.
  17. 17. • Convites • Enviados pelo CIO um ano antes da cerimónia de abertura • Termos para a redacção dos convites (norma 64)• Utilização da bandeira olímpica • Içada durante a cerimónia de abertura e arriada durante a cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos • Deverá estar presente, desde o começo até ao final dos Jogos Olímpicos em todos lugares que estejam sob a responsabilidade do COJO• Utilização da chama olímpica • O COJO será responsável pela condução da chama olímpica ao estádio olímpico • A chama olímpica deverá situar-se numa posição elevada, claramente visível desde o interior do estádio principal
  18. 18. • Cerimónias de abertura • Celebrada, no máximo, um dia antes do início das competições dos Jogos da Olimpíada • Procedimentos 1. Os Jogos Olímpicos serão declarados abertos pelo chefe de Estado do país anfitrião. 2. O chefe de Estado será recebido à entrada do estádio pelo Presidente do CIO e pelo presidente do COJO. 3. Os dois presidentes conduzirão o chefe de Estado ao camarote na tribuna de honra 4. Imediatamente após, começará o desfile dos participantes, cada delegação, em uniforme oficial, desfilará precedida por um cartaz com o seu nome e bandeira, levada por um membro da delegação 5. As delegações desfilarão por ordem alfabética da língua do país anfitrião, com excepção da Grécia, que abrirá o desfile
  19. 19. • Cerimónias de abertura (cont.) 6. As delegações saudarão o chefe de Estado e o Presidente do CIO ao passarem diante do seu camarote. 7. Depois de desfilar no estádio, cada delegação será instalada nos locais que lhe tenham sido reservados para assistir à cerimónia, com excepção dos portadores das bandeiras, que permanecerão no terreno de jogo 8. O Presidente do CIO, acompanhado do presidente do COJO, dirigir- se-á até ao estrado situado no terreno de jogo frente à tribuna de honra 9. O chefe de Estado declarará inaugurados os Jogos. 10. Ao soarem os acordes do hino olímpico, será introduzida no estádio abandeira olímpica desdobrada horizontalmente e será içada no mastro situado no terreno de jogo
  20. 20. • Cerimónias de abertura (cont.) 12. A tocha olímpica será trazida para o estádio por corredores que se tenham revezado uns aos outros. • O último corredor dará uma volta completa à pista antes de acender a chama olímpica, que arderá ininterruptamente até ao encerramento dos Jogos Olímpicos. 13. Os competidores e um juiz do país anfitrião farão o juramento solene 14. Por fim soará então o hino nacional do país anfitrião • e os porta-bandeiras dirigir-se-ão aos lugares que lhes tenham sido reservados para assistir ao programa artístico
  21. 21. • Cerimónias de encerramento • A cerimónia de encerramento deverá celebrar-se no estádio, no final das provas. • Procedimentos • Entrada em fila no terreno de jogo dos porta-bandeiras das delegações participantes e os portadores de cartazes • (…) • Discurso de encerramento dos Jogos Olímpicos (presidente do CIO) • Ouvir-se-á uma fanfarra, apagar-se-á a chama olímpica, arriar-se-á lentamente do mastro a bandeira olímpica
  22. 22. • Cerimónias dos vencedores, medalhas e diplomas • Desenvolvem-se conforme o protocolo fixado pelo CIO • As medalhas e os diplomas serão apresentados pelo COJO para distribuição do CIO a quem pertencerem• Precedência • Membros e os membros honorários do CIO, por ordem de antiguidade, com o Presidente e os vice-presidentes à cabeça • Membros do COJO • Presidentes das FI e os presidentes dos CON
  23. 23. Instituto Superior Miguel TorgaProtocolo Alexandre Martins nº8277 João Ribeiro nº8458 Pedro Bastos nº8459 Rui Sousa nº8248
  24. 24. • Jogos da XXX Olimpíada • Realizados na cidade de Londres, de 27 de Julho a 12 de Agosto de 2012• Manifestações culturais • Museu olímpico • Olimpíada Cultural de Londres 2012 • Ponto mais alto é o Festival de Londres 2012
  25. 25. • Voluntariado (“Game Makers“) • Vertentes fundamentais: • Gestão das zonas de chegada, lounge e áreas de apoio na aldeia olímpica e paraolímpica. • A equipa de serviços de intérprete irá apoiar nessa área, a Família Olímpica e Família Paraolímpica (FO/FP), bem como executar tarefas protocolo local. • A equipa de bandeiras irá garantir que o protocolo da bandeira olímpica é cumprido e dará apoio e assessoria à equipa de cerimónias. • A equipa do aeroporto será responsável pelas boas vindas às FO/FP, nos portos oficiais de entrada.
  26. 26. • Vídeo promocional • http://www.youtube.com/user/london2012?blend=1&ob=5
  27. 27. Instituto Superior Miguel TorgaProtocolo Obrigado !

×