ESPELHOS ESF É RICOS (REFLEXÃO DA LUZ)
ESPELHOS ESFÉRICOS Chamamos de Espelho Esférico toda superfície refletora com a forma de uma calota esférica.  Pode ser Cô...
ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO   é aquele espelho cuja face interna da calota é refletora de luz.
ESPELHO ESFÉRICO CONVEXO   é aquele espelho cuja face externa da calota é refletora de luz.
PRINCIPAIS ELEMENTOS DE UM ESPELHO ESFÉRICO C = centro de curvatura do espelho F = ponto focal do espelho V=v é rtice do e...
RAIOS PARTICULARES I ) Se um raio de luz incidir paralelamente ao eixo principal, o raio refletido passa pelo foco princip...
RAIOS PARTICULARES II ) Se um raio de luz incidir passando pelo centro de curvatura, o raio é refletido passando sobre si ...
RAIOS PARTICULARES III ) Se um raio de luz incidir no vértice do espelho, o raio refletido é simétrico em relação ao eixo ...
CONSTRUÇÃO GEOMÉTRICA DE IMAGENS As imagens fornecidas por um espelho esférico podem ser obtidas utilizando-se apenas dois...
A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 1 o  Caso: Objeto extenso localizado além do centro de curvatura de um espelho esférico côncav...
A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 2 o  Caso: Objeto extenso localizado sobre o centro de curvatura de um espelho esférico côncav...
A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 3 o  Caso: Objeto extenso localizado entre o centro de curvatura e o ponto focal de um espelho...
A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 4 o  Caso: Objeto extenso localizado sobre o ponto focal de um espelho esférico côncavo. CARAC...
A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 5 o  Caso: Objeto extenso localizado entre o ponto focal e o vértice de um espelho esférico cô...
B) ESPELHO ESFÉRICO CONVEXO Caso único: Objeto extenso localizado sobre qualquer ponto do eixo principal do espelho esféri...
Equação de Conjunção de Espelhos Esféricos  Equação de Gaus Relação entre a altura do objeto e da imagem Aumento linear tr...
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Espelhos esfericos

6.693 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.693
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
163
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Espelhos esfericos

  1. 2. ESPELHOS ESF É RICOS (REFLEXÃO DA LUZ)
  2. 3. ESPELHOS ESFÉRICOS Chamamos de Espelho Esférico toda superfície refletora com a forma de uma calota esférica. Pode ser Côncavo ou Convexo.
  3. 4. ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO é aquele espelho cuja face interna da calota é refletora de luz.
  4. 5. ESPELHO ESFÉRICO CONVEXO é aquele espelho cuja face externa da calota é refletora de luz.
  5. 6. PRINCIPAIS ELEMENTOS DE UM ESPELHO ESFÉRICO C = centro de curvatura do espelho F = ponto focal do espelho V=v é rtice do espelho  = ângulo de abertura do espelho Eixo principal F C V 
  6. 7. RAIOS PARTICULARES I ) Se um raio de luz incidir paralelamente ao eixo principal, o raio refletido passa pelo foco principal. V F C V F
  7. 8. RAIOS PARTICULARES II ) Se um raio de luz incidir passando pelo centro de curvatura, o raio é refletido passando sobre si mesmo. F F V V F C C V
  8. 9. RAIOS PARTICULARES III ) Se um raio de luz incidir no vértice do espelho, o raio refletido é simétrico em relação ao eixo principal. V F C V F C
  9. 10. CONSTRUÇÃO GEOMÉTRICA DE IMAGENS As imagens fornecidas por um espelho esférico podem ser obtidas utilizando-se apenas dois dos três raios particulares.
  10. 11. A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 1 o Caso: Objeto extenso localizado além do centro de curvatura de um espelho esférico côncavo. CARACTER Í STICAS DA IMAGEM: <ul><li>REAL </li></ul><ul><li>REDUZIDA </li></ul><ul><li>INVERTIDA </li></ul>V F C
  11. 12. A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 2 o Caso: Objeto extenso localizado sobre o centro de curvatura de um espelho esférico côncavo. CARACTER Í STICAS DA IMAGEM: <ul><li>REAL </li></ul><ul><li>IGUAL </li></ul><ul><li>INVERTIDA </li></ul>V F C
  12. 13. A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 3 o Caso: Objeto extenso localizado entre o centro de curvatura e o ponto focal de um espelho esférico côncavo. CARACTER Í STICAS DA IMAGEM: <ul><li>REAL </li></ul><ul><li>AMPLIADA </li></ul><ul><li>INVERTIDA </li></ul>V F C
  13. 14. A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 4 o Caso: Objeto extenso localizado sobre o ponto focal de um espelho esférico côncavo. CARACTER Í STICAS DA IMAGEM: <ul><li>IMPR Ó PRIA (NO INFINITO) </li></ul>V F C
  14. 15. A) ESPELHO ESFÉRICO CÔNCAVO 5 o Caso: Objeto extenso localizado entre o ponto focal e o vértice de um espelho esférico côncavo. CARACTER Í STICAS DA IMAGEM: <ul><li>VIRTUAL </li></ul><ul><li>AMPLIADA </li></ul><ul><li>DIREITA </li></ul>V F
  15. 16. B) ESPELHO ESFÉRICO CONVEXO Caso único: Objeto extenso localizado sobre qualquer ponto do eixo principal do espelho esférico convexo. CARACTER Í STICAS DA IMAGEM: <ul><li>VIRTUAL </li></ul><ul><li>REDUZIDA </li></ul><ul><li>DIREITA </li></ul>V F
  16. 17. Equação de Conjunção de Espelhos Esféricos Equação de Gaus Relação entre a altura do objeto e da imagem Aumento linear transversal
  17. 18. FIM

×