Oswaldo Cruz - Vida e Obra

930 visualizações

Publicada em

Quem é Oswaldo Gonçalves Cruz?
O que fez?
Últimos anos de vida.
Esse são os temas abordado nesse slide.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
930
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oswaldo Cruz - Vida e Obra

  1. 1. Por: JPFWEB
  2. 2. Oswaldo Gonçalves Cruz
  3. 3. Quem é?  Nascido no dia 5 de agosto de 1872, na cidade de São Luiz do Paraitinga, foi criado na Gávea, bairro da zona sul do Rio de Janeiro.  A primeira vez que observou microrganismos ao microscópio, apaixonou-se por eles.  Aos 20 anos de idade casou-se com Emília da Fonseca, sua namorada de adolescência, com quem teve seis filhos.
  4. 4. O que fez?  Em 1896, conseguiu um estagio no prestigiado Instituto Pasteur. Para sustentar sua família na cidade francesa, Oswaldo empregou-se em uma clínica de urologia.  O único tratamento para a doença, era o soro antipestoso, não era produzido no Brasil. Fora então criados dois institutos soroterápicos, um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro.  O Rio de Janeiro era assolado por doenças como varíola e febre amarela. Os cortiços eram numerosos e as primeiras favelas já surgiam.  A imunização obrigatória, juntamente à reforma urbana que derrubou cortiços e favelas gerou uma grande revolta na população. As manifestações contra a vacina evoluíram para uma rebelião
  5. 5. Últimos anos de vida  No ano de 1916, Oswaldo deixou o Instituto devido a problemas de saúde que havia previsto. Nove anos antes, já com os primeiros sintomas da nefrite, examinara a própria urina e encontrara albumina, o que não era um bom sinal.  Oswaldo mudou-se para Petrópolis. Foi o primeiro prefeito da cidade, mas sua gestão foi curta, pois a piora de sua saúde o levou a pedir demissão do cargo. Em 11 de fevereiro de 1917 cercado de amigos, morria Oswaldo Cruz. Falecia o sanitarista, mas a semente deixada por ele estava germinando: o Instituto de Manguinhos.

×