Passo a passo da adaptação
na sala de aula
Apresentação com base na matéria publicada no site da
Revista Nova Escola
http:...
Introdução
• Para flexibilizar o conteúdo, você precisa
sondar o que o aluno já sabe, adaptar o que
for necessário e fazer...
1º Diagnosticar
• Ponto de partido para o estudante
• Sondagem (diagnóstico inicial)
• Laudos médicos
• Focar nas possibil...
2º Adaptar (ou flexibilizar)
• Atividades são planejadas com base no
contexto da sala de aula
• Transformar apenas os obje...
• Deficiência intelectual:
• Conhecer os pontos fracos e fortes dessa criança
• Dificuldades com conteúdos abstratos
• Fle...
• Abuse dos estímulos visuais e táteis, ofereça bons
registros escritos e em imagens e ajude o seu aluno no
dia a dia.
2º ...
3º Avaliar
• Determine metas, intervenções e objetivos de
aprendizagem específicos para os alunos que
apresentam algum tip...
• Observação do aluno em momentos de
aprendizagem ou de atuação coletiva é mais
um instrumento bastante valioso e oferece ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Passo a passo da adaptação

371 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
371
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Passo a passo da adaptação

  1. 1. Passo a passo da adaptação na sala de aula Apresentação com base na matéria publicada no site da Revista Nova Escola http://revistaescola.abril.com.br/inclusao/guia-de-flexibilizacao/passo-a-passo-da- adaptacao.shtml
  2. 2. Introdução • Para flexibilizar o conteúdo, você precisa sondar o que o aluno já sabe, adaptar o que for necessário e fazer uma boa avaliação. Abaixo, veja a descrição de cada uma dessas etapas
  3. 3. 1º Diagnosticar • Ponto de partido para o estudante • Sondagem (diagnóstico inicial) • Laudos médicos • Focar nas possibilidades de aprendizagem • Quando a criança não aprendeu a escrever: • O professor deve investigar o que a criança já sabe em relação à escrita • Estimular o estudante a ampliar se repertório de letras
  4. 4. 2º Adaptar (ou flexibilizar) • Atividades são planejadas com base no contexto da sala de aula • Transformar apenas os objetivos das sequências didáticas • Flexibilizar os meios para realizar certas atividades: • recursos sonoros, visuais ou táteis • Nada de deixar seu aluno com deficiência como “café com leite” da turma.
  5. 5. • Deficiência intelectual: • Conhecer os pontos fracos e fortes dessa criança • Dificuldades com conteúdos abstratos • Flexibilizar o tempo das atividades • Deficiência física: • Membros superiores: oferecer pranchetas com apoios • Lápis e canetas envoltos com espuma • Deficiência auditiva: • Intérprete de Libras na escola é um direito 2º Adaptar (ou flexibilizar)
  6. 6. • Abuse dos estímulos visuais e táteis, ofereça bons registros escritos e em imagens e ajude o seu aluno no dia a dia. 2º Adaptar (ou flexibilizar)
  7. 7. 3º Avaliar • Determine metas, intervenções e objetivos de aprendizagem específicos para os alunos que apresentam algum tipo de deficiência. • Conte com vários instrumentos de avaliação e selecione aqueles que proporcionem maior número e qualidade de informações acerca do desempenho. • os alunos com deficiência precisam passar pelos momentos avaliação ao mesmo tempo que os colegas.
  8. 8. • Observação do aluno em momentos de aprendizagem ou de atuação coletiva é mais um instrumento bastante valioso e oferece a possibilidade de avaliar outros tópicos. • Não se esqueça de fazer bons registros de todas as atividades realizadas com a turma e de guardar as produções dos alunos. 3º Avaliar

×