INDEPENDÊNCIA DO BRASIL
7 de setembro de 1822
(191 anos)
Somos realmente
independentes? Ou somos
reféns da grandes empresa...
FOMOS REFÉNS DA DÍVIDA EXTERNA
ATÉ OS ANOS 90, ANTES DO PLANO
REAL.
A DÍVIDA EXTERNA ATRASOU NOSSO
CRESCIMENTO...
Em 1822, para conquistar a
independência, assumimos uma
dívida de Portugal, da ordem de
1.000.000 de libras esterlinas
Para pagar nossa independência,
o Brasil hipotecou as alfândegas
do Rio de Janeiro, Bahia,
Pernambuco e Maranhão...
Em 1824, para fazer o país
“crescer”, contraímos o 1º
empréstimo externo de 3,7
milhões de libras esterlinas.
Em 1889, na República, a dívida
pulou para 30,9 milhões
Em 1900, 44 milhões
1913, 144 milhões
1931, 237 milhões.
Como a dívida impede o
crescimento econômico, Getúlio
Vargas mandou fazer uma auditoria
e chegou-se à conclusão que 60% da...
Em 1999, pagamos de dívidas mais
de US$ 67 bilhões, sendo que:
Investimento em Educação foi de
US$ 12 bilhões e em saúde f...
Para que fôssemos realmente
independentes, precisaríamos ser
menos desigual, pois possuímos
um volume aceitável de riqueza...
A maioria dos brasileiros não possui uma
qualidade de vida digna, como
água, saúde, educação, alimentação,
moradia, renda ...
Nosso país é um dos primeiros do mundo
em desigualdade social. Aqui, 1% dos mais
ricos se apropria do mesmo valor que os
5...
Acabar com a pobreza em país rico com
grande proporção de pobres requer recursos
financeiros irrisórios. Para se erradicar...
Além da distribuição da renda, outro
fator de desigualdade é a educação.
Uma pessoa com mais anos de
estudo ganha cerca de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Independência do Brasil

240 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Independência do Brasil

  1. 1. INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 7 de setembro de 1822 (191 anos) Somos realmente independentes? Ou somos reféns da grandes empresas, dos poderosos e de alguns políticos inescrupulosos?
  2. 2. FOMOS REFÉNS DA DÍVIDA EXTERNA ATÉ OS ANOS 90, ANTES DO PLANO REAL. A DÍVIDA EXTERNA ATRASOU NOSSO CRESCIMENTO...
  3. 3. Em 1822, para conquistar a independência, assumimos uma dívida de Portugal, da ordem de 1.000.000 de libras esterlinas
  4. 4. Para pagar nossa independência, o Brasil hipotecou as alfândegas do Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e Maranhão...
  5. 5. Em 1824, para fazer o país “crescer”, contraímos o 1º empréstimo externo de 3,7 milhões de libras esterlinas.
  6. 6. Em 1889, na República, a dívida pulou para 30,9 milhões Em 1900, 44 milhões 1913, 144 milhões 1931, 237 milhões.
  7. 7. Como a dívida impede o crescimento econômico, Getúlio Vargas mandou fazer uma auditoria e chegou-se à conclusão que 60% da dívida era ilegal e que os valores reais eram ignorados e que as condições dos empréstimos eram onerosas em excesso.
  8. 8. Em 1999, pagamos de dívidas mais de US$ 67 bilhões, sendo que: Investimento em Educação foi de US$ 12 bilhões e em saúde foi de US$ 9 bilhões. Imagem de escola e hospitais arruinados????.......
  9. 9. Para que fôssemos realmente independentes, precisaríamos ser menos desigual, pois possuímos um volume aceitável de riquezas, no entanto, elas estão mal distribuídas. O Brasil é um país muito desigual...
  10. 10. A maioria dos brasileiros não possui uma qualidade de vida digna, como água, saúde, educação, alimentação, moradia, renda e cidadania. Dentre os países em desenvolvimento, o Brasil possui um dos maiores PIBs, no entanto, a proporção de pobres é enorme.... Isso coloca o Brasil entre os países de alta renda e alta pobreza.
  11. 11. Nosso país é um dos primeiros do mundo em desigualdade social. Aqui, 1% dos mais ricos se apropria do mesmo valor que os 50% mais pobres. A renda de uma pessoa rica é 25 a 30 vezes maior que a de uma pessoa pobre. Na Suécia, a diferença de renda entre ricos e pobres é de no máximo seis vezes. Nos Estados Unidos e no Uruguai, de dez vezes.
  12. 12. Acabar com a pobreza em país rico com grande proporção de pobres requer recursos financeiros irrisórios. Para se erradicar a extrema pobreza brasileira seria necessário não mais que 1% da renda do País. Para se erradicar a pobreza seriam precisos 5%.
  13. 13. Além da distribuição da renda, outro fator de desigualdade é a educação. Uma pessoa com mais anos de estudo ganha cerca de 15 vezes o que ganha uma pessoa sem nenhuma educação.

×