Técnico de Design
Disciplina História das artes
Tema: Maneirismo
Maneirismo
Foi um estilo e um movimento artístico que se desenvolveu na Europa
aproximadamente entre 1515 e 1600 como uma ...
Arquitetura:
Com prioridade á construção de igrejas de plano longitudinal, com espaços
mais longos do que largos, com a cú...
Principais características:
Nas igrejas: Naves escuras, coros com escadas em espiral, guirlandas de
frutas e flores, balau...
Maneirismo
Rafael –
A Transfiguração (1516-20)

A Transfiguração é a última e uma das mais
importantes obras de Rafael Sánzio (148315...
Pintura
É na pintura que o Maneirismo se manifesta. São os pintores da 2ª
década do século XV que, afastados dos renascent...
Pintura maneirista

• esta primeira fase do Maneirismo seguiu-se outra
menos emotiva mas distante do mundo racional e
está...
Pintura maneirista
Pintura maneirista
Rosso Fiorentino
• Rosso Fiorentino ("Ruivo Florentino", em italiano), ou
simplesmente Il Rosso ("O Ruivo"), nascido Giova...
Escultura
Repetem-se as características da arquitetura e da pintura. Não faltam as
formas caprichosas as proporções estran...
Maneirismo
Maneirismo
Maneirismo
Maneirismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Maneirismo

1.249 visualizações

Publicada em

História das Artes

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Maneirismo

  1. 1. Técnico de Design Disciplina História das artes Tema: Maneirismo
  2. 2. Maneirismo Foi um estilo e um movimento artístico que se desenvolveu na Europa aproximadamente entre 1515 e 1600 como uma revisão dos valores clássicos e naturalistas prestigiados pelo Renascimento. O Maneirismo é mais estudado em suas manifestações na pintura, escultura e arquitectura da Itália, onde se originou, mas teve impacto também sobre as outras artes e influenciou a cultura de praticamente todas as nações europeias, deixando traços até nas suas colónias da América e no Oriente. Tem um perfil de difícil definição, mas em linhas gerais caracterizou-se pela deliberada sofisticação intelectualista, pela valorização da originalidade e das interpretações individuais, pelo dinamismo e complexidade de suas formas É marcado pela contradição e o conflito e assumiu na vasta área em que se manifestou variadas feições.
  3. 3. Arquitetura: Com prioridade á construção de igrejas de plano longitudinal, com espaços mais longos do que largos, com a cúpula principal sobre o transepto, deixando de lado as de plano centralizado, típicas do renascimento clássico. Mas podemos dizer que as verdadeiras mudanças não estão somente na construção, mas na iluminação e decoração. .
  4. 4. Principais características: Nas igrejas: Naves escuras, coros com escadas em espiral, guirlandas de frutas e flores, balaustradas povoadas de figuras, caracóis, conchas e volutas cobrem muros e altares, lembrando uma exuberante selva de pedra. Nos ricos palácios e casas: Formas convexas que permitem o contraste entre luz e sombras, a decoração de interiores ricamente adornada e os afrescos das abóbadas coroam esse caprichoso e refinado estilo
  5. 5. Maneirismo
  6. 6. Rafael – A Transfiguração (1516-20) A Transfiguração é a última e uma das mais importantes obras de Rafael Sánzio (14831520), baseada na Transfiguração de Cristo. Foi encomendada em 1517, pelo Cardeal Giulio de Medici, posteriormente Papa Clemente VII. A obra desvia de seu estilo sereno e apresenta uma nova sensibilidade de um mundo turbulento e dinâmico
  7. 7. Pintura É na pintura que o Maneirismo se manifesta. São os pintores da 2ª década do século XV que, afastados dos renascentistas criam esse novo estilo, procurando deformar uma realidade e principalmente inovar. Principais características: Uma multidão de figuras se comprime em espaços arquitetônicos reduzidos. Resultando em planos paralelos, completamente irreais. No corpo, as formas alongadas substituem os membros bem-torneados do renascimento. Os músculos agora contorções impróprias para o ser humano. Rostos melancólicos e misteriosos surgem entre as vestes e cores brilhantes.
  8. 8. Pintura maneirista • esta primeira fase do Maneirismo seguiu-se outra menos emotiva mas distante do mundo racional e estático do Renascimento. Os principais pintores italianos desta época foram Parmigianino -1503-1540e Agnolo Bronzino- 1503-1572.Profundamente influenciado por Rafael, Parmigianino afastou-se do conceito de beleza da realidade observável e natural. Criou obras de uma beleza artificial como A Senhora do Pescoço Longo de 1534-1540.
  9. 9. Pintura maneirista
  10. 10. Pintura maneirista
  11. 11. Rosso Fiorentino • Rosso Fiorentino ("Ruivo Florentino", em italiano), ou simplesmente Il Rosso ("O Ruivo"), nascido Giovan Battista di Jacopo (Florença, 1494 Fontainebleau, 1540), foi um pintor italiano, um dos principais expoentes do maneirismo na pintura. • Nascido em Florença, ruivo (a origem de seu apelido), Rosso foi aprendiz de Andrea del Sarto, junto com Pontormo. Depois de 1527, foi para França. Permaneceu lá até sua morte. Junto com Francesco Primaticcio, era um dos principais mestres da Escola de Fontainebleau, no Castelo de Fontainebleau. A reputação de Rosso era desfavorável em relação a seus contemporâneos, que seguiam uma arte mais graciosa e naturalista. Mas sua arte tem sido revisitada nos séculos seguintes. • Sua obra-prima é considerada a Descida da Cruz, em Volterra, Itália.
  12. 12. Escultura Repetem-se as características da arquitetura e da pintura. Não faltam as formas caprichosas as proporções estranhas e principalmente o exagero nos detalhes. Principais características: Um grupo de figuras dispostas umas sobre as outras, num equilíbrio aparentemente frágil e exagerado alongamento de músculos. Atribui às figuras uma infinidade de posturas impossíveis possibilitando reduzir à base e dar uma maior graciosidade a peça. Principais artistas: Bartolomeu Ammanati; Giorgio Vasari; Palladio.
  13. 13. Maneirismo
  14. 14. Maneirismo

×