Ata n.º1

275 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
275
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ata n.º1

  1. 1. ASSOCIAÇÃO DE PAIS DOS ALUNOS EB1/JI DE CASALDELO ATA N.º1 Ano Letivo 2013/2014 Ao quarto dia do mês de Novembro do ano dois mil e treze, na Escola EB1/JI de Casaldelo, em São João da Madeira, pelas vinte e uma horas reuniram-se os elementos dos Órgãos Sociais eleitos no passado dia vinte e um para a Associação de Pais e Alunos da Escola EB1/JI de Casaldelo, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto um: Apresentação Ponto dois: Tomada de posse dos Órgãos eleitos. Ponto três: Aprovação de Plano de Atividades para o ano letivo 2013/2014. Ponto quatro: Outros assuntos de interesse. Ponto um: Após o início da sessão, usou da palavra a Presidente da Assembleia Geral e o Presidente da Direção sobre o ano letivo 2013/2014 para os Órgãos Sociais eleitos. Ponto dois: Relativamente a este ponto, foi redigido Auto de Tomada de Posse dos Órgãos Eleitos e o qual é parte integrante desta ata em anexo. Ponto três: Neste ponto, não se aprovou qualquer tipo de Plano de Atividades em virtude de ele não existir, ficando assim esta aprovação para uma próxima reunião da Direção. Ponto quatro: Neste ponto, o Presidente da Direção usou da palavra para enumerar vários assuntos de interesse que julgou serem debatidos entre todos os Órgãos Eleitos. Em primeiro lugar foi debatido um evento comunicado pela Coordenadora da Escola à Associação de Pais sobre a comparticipação de cinco euros por aluno numa ida ao teatro Rivoli no Porto num dia a definir, tendo os elementos presentes julgado que ainda que seja uma atividade diferente e até educativa para os alunos, neste momento do ano letivo e não tenho bases monetárias suficientes para comparticipar, ajuizou-se que a Associação de Pais não poderia comparticipar por unanimidade. Em segundo lugar foi debatido qual o património da Associação de Pais, tendo o Presidente do Conselho Fiscal bem como o Vice Presidente da Direção e a Vice Presidente da Assembleia Geral informado que Órgãos Sociais de outros anos adquiriram vários bens ao longo dos anos, nomeadamente máquina fotográfica, impressora, soprador de folhas, máquina de lavar roupa, armário, televisão, guilhotina, quadro interativo, aparelhagem de som completa. Associação de Pais de Casaldelo Ata n.º1
  2. 2. Informaram ainda que estes bens foram adquiridos após solicitação de professores que passaram ali ao longo dos anos e que eram necessidades fortuitas, pelo que os mesmos ainda deverão se encontrar na Escola. O Vice Presidente da Direção informou que a televisão se encontra avariada e estava colocada num armário em madeira anteriormente situado num espaço comum para o alunos visualizarem filmes/programas educativos e que após a avaria, foi colocada na sala seis da escola. Posto isto, julgou-se necessário fazer um inventário de bens pertencentes à Associação de Pais, pois embora seja para uso escolar, será sempre propriedade da Associação de Pais. O Presidente da Direção colocou para discussão a compra de um computador e de uma impressora, bem como uma extensão elétrica para uso da aparelhagem, tendo sido informado pelo Presidente do Conselho Fiscal de que a Associação de Pais possui uma e que a mesma se encontra nas arrumações escolares. Quanto à compra de um computador e de impressora, foi julgado entre todos discutir sobre isto numa próxima reunião de Direção. Em terceiro lugar foi debatido o Magusto 2013, uma vez que a data estipulada de 11 de Novembro estaria próxima e ainda nada tinha sido decidido. Sobre isto, o Presidente da Direção informou que em reunião com a coordenadora, esta disse que o magusto seria na tarde do dia 11 de Novembro e que solicitava o auxilio da Associação de Pais para a organização desta atividade, nomeadamente na oferta e confeção das castanhas e colocação de musica ambiente. Sobre esta atividade, o Presidente da Direção informou que a titulo particular ofereceria 15 kg de castanhas e que iria tentar arranjar um grupo de musica popular para estar a atuar na escola no dia da atividade, contudo esta situação do grupo musical poderia não ser possível. Foi julgado que a Associação de Pais poderia entrar em contato com um assador de castanhas para este estar na escola no dia da atividade a confecionar castanhas mediante um pagamento monetário, ficando a Associação de Pais encarregue de lhe fornecer bens necessários para a sua confeção. Em quarto lugar debateu-se sobre o concurso da rotunda de Natal do ano de 2013 e possíveis projetos, tendo ficado acordado que nos iriamos concentrar na ideia de um Natal Global, onde arranjaríamos forma de tentar demonstrar o Natal nos mais diversos pais e continentes espalhados pelo mundo. Após algumas ideias, foi julgado que as professoras bem como os alunos e respetivos Pais/Encarregado de Educação devem ter um papel ativo no arranjo da rotunda de Natal, para que desta forma possamos dizer que foi com o contributo de todos. Então, o Presidente da Direção informou que iria contatar a coordenadora e informar a mesma sobre as ideias e desejos da Associação de Pais. Em quinto lugar debateu-se formas como aproximar os Pais e Encarregados de Educação à Associação de Pais, virtude de só existir contato nas Assembleias Gerais e em algumas atividades. Associação de Pais de Casaldelo Ata n.º1
  3. 3. Julgou-se ser necessário elementos da Associação de Pais se encontrarem ao dispor dos associados no dia estipulado para Atendimento aos Pais por parte dos professores, para desta forma esclarecer dúvidas ou outro assunto pertinente. Decidiu-se colocar uma caixa de reclamações/sugestões na entrada da Escola Básica e do Jardim de Infância para que os Pais e Encarregados de Educação exponham as suas opiniões. Decidiu-se elaborar uma carta de apresentação dos Órgãos Sociais da Associação de Pais e enviada individualmente pelos alunos. Em sexto lugar debateu-se as quotas cobradas pela Associação de Pais no Jardim de Infância e Escola Básica, nomeadamente os seus valores, a regularidade com que são pagas, a forma como são recebidas pela Direção, bem como para que servem. Foi debatido que as quotas no Jardim de Infância seriam de 60 euros anuais e na Escola Básica 20 euros anuais, acrescidos de 15 euros mensais de prolongamento no caso do Jardim de Infância e 10 euros anuais para a Caixa Escolar no caso da Escola Básica. Foi debatido sobre a forma de pagamento das quotas alterar, tendo sido julgado que deverá permanecer como está, isto é, as professoras continuarão a receber as quotas uma vez que neste momento são as mais próximas dos Pais e Encarregados de Educação e conseguem sensibilizar os mesmos para o seu pagamento. Foi julgado por unanimidade que derivado das enumeras duvidas e desconhecimento sobre a realidade de muitos assuntos relativos no relacionamento da Associação de Pais na Escola, se deverá procurar respostas a:  O valor de 15 Euros referente ao pagamento do prolongamento no Jardim de Infância, entram nas contas da Associação e será esta a responsável pela sua gestão?  Quem elabora o respetivo recibo?  O seguro escolar faz cobertura do horário do prolongamento/ATL?  Quantas funcionárias laboram no Jardim de Infância? Em sétimo lugar debateu-se a conta que a Associação de Pais possui no banco Santander e sobre a possibilidade de anular a conta e abrir uma outra na Caixa Geral de Depósitos. Sobre isto e por unanimidade, depois de verificadas as condições e custos que a Caixa Geral de Depósitos tinha apresentado, concordou-se em efetuar o levantamento da conta do banco Santander e após anulação da conta, abrir uma nova conta na Caixa Geral de Depósitos, ficando desde logo nomeados como os elementos em que as assinaturas são exigidas como sendo: O Presidente da Direção: José Francisco Rodrigues Adegas O Vice Presidente da Direção: Valter Bruno de Almeida Silva pinho A Tesoureira: Filipa Jorge de Carrasco Lima. Associação de Pais de Casaldelo Ata n.º1
  4. 4. Julgou-se ainda que uma vez que as quotas dos Associados não se encontram em regularizadas, deve-se sensibilizar os pais para efetuar o pagamento e advertir os mesmos que caso não tenham as quotas regularizadas, todos os custos de atividades desenvolvidas e que envolvam a Associação de Pais, irão pagar a totalidade dos seus valores. Nada mais havendo a acrescentar, foi encerrada a reunião de trabalhos da qual se lavrou a presente ata, que depois de lida e aprovada, vai ser assinada pela Presidente da Assembleia Geral. A PRESIDENTE __________________________________ Associação de Pais de Casaldelo Ata n.º1

×