14 prova ce_veterinria_2012

575 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
575
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

14 prova ce_veterinria_2012

  1. 1. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-11VETERINÁRIA VETERINÁRIA 31. Os estabelecimentos produtores ou manipuladores de alimentos que implantam o Sistema de Plano de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC) buscam a inocuidade no produto final. Analise as afirmativas abaixo, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa e, a seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) São alguns dos princípios básicos do APPCC: identificação do perigo; identificação do ponto crítico; estabelecimento do limite crítico e monitorização. ( ) Riscos são as causas potenciais de danos inaceitáveis que possam tornar um alimento impróprio ao consumo e afetar a saúde do consumidor, ocasionar a perda da qualidade e da integridade econômica dos produtos. ( ) Ponto Crítico e Controle (PCC) é qualquer ponto, operação, procedimento ou etapa do processo de fabricação ou preparação do produto que permite controle de perigos. (A) F – V– V. (B) V –F – V. (C) F – V– V. (D) F – V– F. (E) V – F– F. 32. Em relação à biologia dos Ixodidae, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. 1. Ninfa 2. Larva 3. Metalarva 4. Ovo 5. Gonandro 6. Teleógina ( ) Macho fisiologicamente capaz de fecundar as fêmeas. ( ) Estágio juvenil, com três pares de patas, que completou o ingurgitamento. ( ) Estágio juvenil, com quatro pares de patas. ( ) Fêmea fecundada que completou o engurgitamento e desprende-se da pele do hospedeiro para realizar a oviposição. (A) 2 – 5 – 1 – 3 (B) 5 – 2 – 1 – 6 (C) 2 – 3 – 4 – 5 (D) 4 – 6 – 5 – 1 (E) 5 – 3 – 1 – 6 33. O nível de biossegurança animal em laboratórios biomédicos que envolve as práticas adequadas para o trabalho com animais infectados por agentes nativos ou exóticos que apresentem potencial elevado de transmissão por aerossóis e risco de provocar doenças fatais ou sérias é o (A) NBA - 1. (B) NBA - 2. (C) NBA - 3. (D) NBA - 4. (E) NBA - 5. 34. Marque a alternativa correta quanto à resistência dos tecidos orgânicos ao fluxo de corrente elétrica em lesões por eletricidade, da maior resistência (ossos) para a menor (nervos). (A) Ossos – tendões – gordura – pele – sangue – músculos – nervos. (B) Ossos – pele – sangue – gordura – tendões – músculos – nervos. (C) Ossos – músculos – tendões – pele – gordura – sangue – nervos. (D) Ossos – gordura – tendões – pele – músculos – sangue – nervos. (E) Ossos – gordura – pele – tendões – sangue – músculos – nervos. PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
  2. 2. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-12VETERINÁRIA 35. Com relação à vigilância epidemiológica de enfermidades emergentes e reemergentes no Brasil, analise as afirmativas a seguir, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa e, a seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) A atual situação de dispersão e a elevada densidade do Aedes scapularis nos centros urbanos do Brasil aumentam o risco de reurbanização da Febre Amarela. ( ) Na Febre Amarela silvestre, os transmissores são mosquitos com hábitos estritamente silvestres, sendo os gêneros Haemagogus e Sabethes os mais importantes no Brasil. ( ) O Aedes albopictus, já presente nas Américas, com ampla dispersão em todas as regiões do Brasil, é o vetor de manutenção da Dengue na Ásia. (A) F – V – V. (B) V – F – V. (C) F – F – V. (D) F – V – F. (E) V – F – F. 36. Sobre as injeções intraósseas, pode-se afirmar que I. a infusão intraóssea de sangue, fluidos ou medicações será útil sempre que se exigir acesso rápido e direto ao sistema circulatório e for impossível acesso periférico ou central. II. é indicada particularmente em casos de síndromes de choque ou de colapso circulatório. III. as substâncias injetadas na medula óssea alcançam a circulação geral mais rapidamente que as injetadas diretamente nas veias periféricas. IV. seu uso em aves é indicado apenas em caso de queimaduras. V. é contraindicada em ossos fraturados ou em casos de sepse. (A) Somente I, II e IV estão corretas. (B) Somente III e V estão corretas. (C) Somente I, II e V estão corretas. (D) Somente II, III e IV estão corretas. (E) Somente II, IV, e V estão corretas. 37. Em uma hípica, na região Norte do Brasil, morreram dois equinos com sintomas de encefalite. A investigação da situação no entorno indicou, nos últimos dias, a mortandade de aves silvestres na propriedade vizinha e quatro casos humanos suspeitos de meningite. A enfermidade emergente nas Américas que pode ser a causa das epizootias e dos casos humanos é a (A) Influenza Aviária. (B) Febre de Marburg. (C) Síndrome Respiratória Aguda Grave. (D) Febre do Nilo Ocidental. (E) Febre Amarela. 38. Analise as afirmativas sobre conservação in-situ de animais silvestres, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) A área de vida de uma onça pintada (Panthera onca) no Pantanal pode ter a forma de um polígono de até 10 X 50 quilômetros. ( ) No Brasil existem bons exemplos de Unidades de Conservação nas quais algumas espécies estão particularmente protegidas, como é o caso da onça pintada na Reserva Biológica de Poço das Antas, no estado do Rio de Janeiro. ( ) Em circunstâncias normais, é a conservação no habitat natural que ocorre quando animais ou plantas são mantidos nas áreas onde todas as suas atividades podem ser exercidas, incluindo área de vida, espaço domiciliar, home range, submetidos a fatores favoráveis e desfavoráveis: alimento, clima, predadores. (A) V – V – V. (B) F – V – V. (C) F – F – V. (D) V – V – F. (E) V – F – F.
  3. 3. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-13VETERINÁRIA 39. Analise as afirmativas a seguir sobre o controle da Anemia Infecciosa Equina (A.I.E.) e do Mormo no Brasil, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F, quando se tratar de afirmativa falsa e, a seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta: (A) F – V– V. (B) V – F– V. (C) F – F – V. (D) F – V– F. (E) V – F– F. 40. Sobre as fraturas diafisárias da tíbia e da fíbula no cão, pode-se afirmar que: I. a decisão de efetuar uma redução aberta ou fechada é tomada com base na experiência do cirurgião. II. as fraturas simples ou moderadamente cominutivas com fragmentos grandes que podem ser reconstruídos anatomicamente para estabelecer o eixo ósseo são candidatas à redução aberta. III. ser a fratura exposta ou fechada tem mais importância do que o potencial que a fratura tem para ser anatomicamente reconstruída. IV. os sistemas de fixação aplicáveis incluem: pensos; pinos intramedulares com fio de cerclagem ou suporte por fixador externo; hastes bloqueadas; fixadores externos lineares, circulares ou híbridos; e placas ósseas. V. em caso de redução aberta, a linha de incisão deve ser craniomedial na pele paralela à crista ilíaca, devendo ser estendida pelo comprimento inteiro da tíbia. (A) Somente I, II e IV estão corretas. (B) Somente III e IV estão corretas. (C) Somente I, II e V estão corretas. (D) Somente II, III e IV estão corretas. (E) Somente II, IV, e V estão corretas. 41. O Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (R.I.I.S.P.O.A), considera as seguintes fases de fabricação do leite em pó para consumo humano direto: (A) seleção do leite; padronização dos teores de gordura e de sólidos totais; pré- aquecimento; pré-concentração; homogeneização; secagem por atomização e embalagem. (B) seleção do leite; filtração; padronização dos teores de gordura e sólidos totais; pré-aquecimento; secagem por evaporação; condensação e embalagem. (C) seleção do leite; pré-aquecimento; condensação; padronização dos teores de gordura e sólidos totais; pasteurização; desidratação e embalagem. (D) seleção do leite; filtração; refrigeração; padronização dos teores de gordura e sólidos totais; pré-aquecimento; condensação e embalagem. (E) seleção do leite; condensação; padronização dos teores de gordura e sólidos totais; pré-aquecimento; filtração; secagem por atomização e embalagem. ( ) Após a confirmação do foco de A.I.E. a propriedade deverá ser interditada com isolamento dos animais portadores do vírus da doença e liberação controlada para o trânsito dos outros eqüídeos não reagentes a prova sorológica de Imunodifusão em Gel de Agar (IDGA). ( ) A.I.E e Mormo são enfermidades dos eqüídeos consideradas zoonóticas, devendo os animais com diagnóstico positivo serem sacrificados. ( ) Um eqüídeo, sem apresentar sintomatologia para Mormo, que se apresenta reagente à prova de Fixação de Complemento deverá fazer o teste complementar da maleína sob supervisão de Médico Veterinário Oficial do Serviço de Defesa Animal.
  4. 4. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-14VETERINÁRIA 42. Sobre o sistema imunológico dos animais, sabe-se que um isotipo de imunoglobulina é encontrado em grande concentração no plasma e no colostro, possui função de fixação de complemento e está presente em reações de opsonização e de neutralização. Esse isotipo é o (A) IgA. (B) IgD. (C) IgE. (D) IgG. (E) IgM. 43. Analise as afirmativas sobre considerações para a seleção e administração de antibióticos, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) Obter amostras representativas para o corante de Gram, estudos citológicos e testes de cultura e sensibilidade. ( ) Assim que as amostras forem obtidas, iniciar a terapia antibiótica empírica. ( ) Assegurar que o antibiótico chegue ao tecido-alvo: se vários antibióticos forem eficazes, escolher o mais barato, menos tóxico e mais conveniente. (A) V – V – V. (B) F – V – V. (C) F – F – V. (D) V – V – F. (E) V – F – F. 44. No laboratório clínico veterinário, qual o termo empregado para indicar a presença de eritrócitos de vários tamanhos no esfregaço sanguíneo? (A) Plamocitose. (B) Eritroforose. (C) Hemosiderose. (D) Anisocitose. (E) Poiquilocitose. 45. Com relação à potência anti-inflamatória relativa dos corticoides, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. 1. Betametasona. ( ) 0,8 2. Hidrocortisona. ( ) 50,0 3. Prednisolona. ( ) 15,0 4. Dexametasona. ( ) 4,0 5. Flumetasona. ( ) 40,0 6. Cortisona. (A) 6 – 4 – 1 – 3 – 5 (B) 3 – 1 – 6 – 4 – 5 (C) 2 – 3 – 4 – 5 – 1 (D) 6 – 1 – 5 – 3 – 4 (E) 5 – 2 – 1 – 6 – 4 46. Sobre o exame dos nervos cranianos no cão, pode-se afirmar que: I. possuem 12 (doze) pares de nervos cranianos: 01 (um) originando-se no cérebro (diencéfalo); 10 (dez) pares originando-se no tronco cerebral; e 01 (um) par tem origem tanto na medula espinhal como no tronco cerebral. II. todos os nervos cranianos saem através de forames no crânio, daí serem classificados como nervos cranianos. III. o nervo óptico (II nervo craniano) se origina no cérebro (diencéfalo), é sensorial e está ligado à visão e à percepção de luz, sendo testado com resposta à ameaça, que testa a visão, observando-se o tamanho da pupila. IV. como os nervos espinhais, alguns nervos cranianos são exclusivamente sensoriais e outros puramente motores. V. o nervo vago (X nervo craniano) origina-se no tronco cerebral (mielencéfalo). Além de outras funções, regula a motilidade gastrointestinal. É testado observando-se o reflexo do engasgo e o comportamento à deglutição. (A) Somente II, III e V estão corretas. (B) Somente III e V estão corretas. (C) Somente I, II e V estão corretas. (D) Somente II, III e IV estão corretas. (E) Somente II, IV, e V estão corretas.
  5. 5. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-15VETERINÁRIA 47. Associe a 1ª coluna de acordo com a 2ª, considerando o que estabelece o Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (R.I.I.S.P.O.A) sobre pescado e, a seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta : ( ) Pescado em azeite. 1. Produto comestível de pescado 2. Produto não comestível de pescado( ) Pasta de pescado ( ) Farinha de pescado. ( ) Pescado curado. ( ) Óleo de pescado (A) 1 - 2 - 1 - 1 - 2. (B) 1 - 1 - 2 - 2 - 1. (C) 1 - 1 - 2 - 1 - 2. (D) 2 - 1 - 2 - 1 - 2. (E) 2 - 2 - 1 - 2 - 1. 48. Sobre as alterações cadavéricas, pode-se afirmar que I. o rigor mortis aparece, normalmente, cerca de 2 (duas) a 3 (três) horas após a morte e desaparece 12 (doze) horas depois. II. o algor mortis é o resfriamento do corpo do animal em decorrência da cessação dos fenômenos metabólicos e esgotamento gradual das fontes energéticas. Ocorre logo depois do frigor mortis. III. o rigor mortis aparece devido à formação de pontes permanentes de filamentos de actina e miosina, e não devido ao ácido lático. IV. coágulos cruóricos são massas vermelhas e elásticas formadas de coágulos brilhantes e de superfície regular, que se destacam facilmente de sua superfície de contato. São originados a partir da estase do sangue nos vasos após a morte do animal. V. a eliminação de sangue pelas cavidades naturais não pode ser considerado um dos aspectos que caracterizam a putrefação do cadáver. (A) Somente I, II e IV estão corretas. (B) Somente I, III e IV estão corretas. (C) Somente I, III e V estão corretas. (D) Somente II, III e IV estão corretas. (E) Somente II, IV, e V estão corretas. 49. Identifique na figura abaixo a correta subdivisão do ramo de uma ferradura simples de um cavalo atleta e, a seguir, marque a opção correta. (A) 1- ponta; 2 – cantos; 3 – rampão. (B) 1- pinça; 2 – médios; 3 – jarrete. (C) 1- pinça; 2 – quartos; 3 – talão. (D) 1- cabeça; 2 – quartos; 3 – colo. (E) 1- barra; 2 – sulcos; 3 – talão. 50. Com relação aos fatores sistêmicos que interferem nos fenômenos de cicatrização de feridas, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. 1. Desnutrição. 2. Deficiência de Vitamina C. 3. Síndrome urêmica. 4. Hemólises e icterícias. 5. Corticosteróides. 6. Citotóxico e citotástico em geral. ( ) Deprime a síntese de colágeno, o desenvolvimento de fibroblastos e do tecido de granulação. ( ) Deprime a síntese de colágeno. ( ) Deprime a síntese de colágeno, inibe a neovascularização e o tecido de granulação. ( ) Deprime a proliferação celular. ( ) Deprime a formação de fibroblastos e a neovascularização. (A) 3 – 2 – 5 – 6 – 4 (B) 3 – 5 – 6 – 4 – 1 (C) 5 – 3 – 4 – 6 – 1 (D) 4 – 1 – 6 – 5 – 3 (E) 5 – 2 – 1 – 6 – 4 1 2 3
  6. 6. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-16VETERINÁRIA 51. O aumento das enzimas hepáticas observado no exame laboratorial de cães adultos deve ser interpretado de forma integrada com outras evidências, advindas da anamnese e exame clínico. Um aumento de ALT e GGT pode ser induzido pelo uso de substâncias como os (A) antimicrobianos. (B) glicocorticóides. (C) benzodiazepínicos. (D) anticolinérgicos. (E) metilxantínicos. 52. Na anatomia funcional do aparelho locomotor equino, o casco com todas as suas regiões anatômicas protege as estruturas de baixo da pata e inicia a dissipação das forças de concussão quando o mesmo golpeia o solo. Analise as afirmativas abaixo e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. I. A parede do casco é formada por três camadas: estrato externo (stratum tectorium), estrato médio e estrato interno (stratum lamellatum). II. A parede do casco progride a uma taxa de aproximadamente 6 (seis) milímetros por mês, crescendo uniformemente distal à epiderme coronária, de forma que a parte mais nova da parede está nos talões. III. A ranilha é uma massa em formato de cunha do epitélio escamoso estratificado queratinizado, tornada mais macia do que as outras partes do casco por conter 20 (vinte) por cento de água. IV. O cório sensível está imediatamente externo à linha branca que serve como um marcador para determinação da posição e do ângulo dos cravos para fixação das ferraduras. V. Onde o cório é adjacente à falange distal, ele se une com o periósteo ósseo, servindo, particularmente na região laminar, para conectar o casco ao osso. (A) Somente III e V estão corretas. (B) Somente II e III estão corretas. (C) Somente I, II e IV estão corretas. (D) Somente II, III e IV estão corretas. (E) Somente I, II e V estão corretas. 53. Alguns dias após retornar de uma prova de enduro eqüestre, um cavalo macho da raça Árabe apresenta quadro clínico de: inapetência, apatia, desconforto abdominal, edema de ventre e membros, mucosas oculares ictéricas, freqüência cardíaca e respiratória aumentadas, temperatura retal de 39,7ºC e urina escurecida. Observa-se, ainda, a presença de carrapatos em várias partes do corpo. A confirmação diagnóstica poderá ser dada pela (A) citologia do líquido peritoneal. (B) urinálise com contraste. (C) bioquímica sérica. (D) pesquisa de hematozoário. (E) contagem de OPG nas fezes. 54. Sobre o exame de claudicação em equinos, é correto afirmar que (A) é um indicador de distúrbio estrutural ou funcional apenas dos membros locomotores. (B) são causas de claudicação de membro locomotor de apoio: alterações patológicas envolvendo articulações, músculos, tendões (principalmente os extensores), bainhas tendíneas e bursas. (C) a claudicação de membro locomotor de apoio é aparente quando a pata entra primeiro em contato com o solo ou quando sustenta o peso corpóreo. (D) um equino com síndrome do navicular apóia primeiro o talão do casco no solo, o que pode resultar em osteíte podal. (E) são causas de claudicação de membro locomotor em suspensão: lesões a ossos, articulações, ligamentos e tendões flexores, nervos motores ou pata. 55. Uma bactéria de distribuição mundial causa zoonose em humanos e enfermidade grave em diversos herbívoros. Serve, também, de base para a produção de arma empregada em guerra biológica e atentados terroristas, como os ocorridos logo após o “11 de setembro” nos EUA. Nos bovinos, essa bactéria é o agente causal da (o) (A) Tifo murino. (B) Coriomeningite linfocitária. (C) Varíola de Yaba. (D) Febre do vale do Rift. (E) Carbúnculo hemático.
  7. 7. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-17VETERINÁRIA 56. Considerando a anatomia funcional do trato gastrointestinal de um equino de 500 (quinhentos) quilos, analise as afirmativas abaixo e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. I. O estômago comporta de 7 a 10 litros, sendo responsável por parte da digestão de proteínas. II. Os líquidos passam rapidamente a partir do estômago, com 75 (setenta e cinco) por cento sumindo dentro de 30 minutos após a ingestão. Da matéria seca do alimento ingerido, apenas 25 (vinte e cinco) por cento somem do estômago com 30 (trinta) minutos e mais de 98 (noventa e oito) por cento em 12 (doze) horas após a sua ingestão. III. Boa parte das gorduras e das proteínas são digeridas no intestino delgado. IV. O cólon maior é dividido em 04 (quatro) porções e se conecta ao cólon menor pelo cólon dorsal direito. V. O ceco, o cólon maior, o cólon menor e o reto constituem o intestino grosso. (A) Somente II, III e IV estão corretas. (B) Somente I, III e V estão corretas. (C) Somente I, II e IV estão corretas. (D) Somente I, II e III estão corretas. (E) Somente II, III e V estão corretas. 57. O segundo estágio da cicatrização dos ferimentos, no qual os monócitos predominam e após transformarem-se em macrófagos fagocitam os resíduos necróticos, denomina-se (A) epitelização. (B) maturação. (C) reparo. (D) debridamento. (E) granulamento. 58. Considerando os distúrbios do equilíbrio ácido-base nas afecções do aparelho digestivo equino e as mensurações dos gases e pH sanguíneos, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. 1. Acidose metabólica descompensada. 2. Acidose metabólica compensada. 3. Alcalose metabólica descompensada. 4. Alcalose metabólica compensada. ( ) pH aumentado; PaCO2 aumentada ou normal; HCO3 aumentado. ( ) pH diminuído; PaCO2 diminuída ou normal; HCO3 diminuído. ( ) pH normal; PaCO2 aumentada; HCO3 aumentado. (A) 3 – 4 – 1 (B) 3 – 4 – 2 (C) 2 – 3 – 1 (D) 4 – 3 – 2 (E) 3 – 1 – 4 59. Um vírus da família Picornaviridae causa enfermidade de grande impacto econômico com ocorrência epidêmica nas últimas décadas no Brasil e Europa. O agente pode ser transmitido por animais, restos de carne malcozida e ossos, assim como por veículos e aerossóis. Esta enfermidade caracterizada pela elevada morbidade e baixa mortalidade é a (A) Diarréia Viral Bovina. (B) Influenza Aviária. (C) Peste Suína Africana. (D) Febre Aftosa. (E) Doença de Newcastle.
  8. 8. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-18VETERINÁRIA 60. Considerando a anemia infecciosa eqüina (AIE), analise as afirmativas abaixo e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. I. Durante a AIE aguda, trombocitopenia é o primeiro e mais consistente achado laboratorial, havendo também leucopenia com linfocitose e monocitose discretas. II. É uma doença retroviral multissistêmica que se caracteriza por anemia hemolítica com sinais clínicos vistos de 7 a 30 dias após a primeira exposição ao vírus, que incluem febre, depressão, anorexia e hemorragias petequiais nas mucosas. III. Antes da introdução de novos equinos aos plantéis, os mesmos devem apresentar-se soro-negativos para a AIE em dois testes, realizados com um intervalo de 21 dias. IV. A exatidão do teste de Coggins, utilizado para o diagnóstico, deve-se ao fato de que os eqüinos se infectam de maneira persistente com o vírus da AIE: a estimulação antigênica constante mantém a produção de anticorpos. V. O título de vírus dos eqüinos infectados sofre aumento considerável entre os episódios clínicos, momentos em que a sua propensão à doença diminui. (A) Somente I, II e IV estão corretas. (B) Somente I, II e V estão corretas. (C) Somente I, III e IV estão corretas. (D) Somente I, III e V estão corretas. (E) Somente II, III e V estão corretas. 61. Assinale a alternativa que completa adequadamente as lacunas abaixo. Quanto aos fundamentos da epidemiologia descritiva, sabe-se que a ___________ de uma doença corresponde ao estado dessa doença em um dado momento, ou durante um período; enquanto a ______________de uma doença corresponde aos casos surgidos durante o período analisado. (A) previdência ; transcendência. (B) fase crônica ; fase aguda. (C) prevalência ; incidência. (D) latência; progressão. (E) incidência ; prevalência. 62. O hipotireoidismo é o resultado da produção reduzida de hormônios pela tireóide. Sobre o hipotireoidismo é correto afirmar que (A) é o resultado da produção reduzida de tiroxina. (B) os hormônios envolvidos são aminoácidos que contém iodo e são totalmente derivados da tireóide. (C) apenas o hormônio livre entra nas células para produzir efeito biológico e possui efeito de retroalimentação (feedback) positivo sobre a hipófise e o hipotálamo. (D) a síntese e a secreção do hormônio tireóideo são reguladas primariamente por modificações na concentração circulante da tirotropina hipofisária (TSH). (E) os hormônios tireóideos são metabolizados por desiodação progressiva da molécula: a desiodação do anel mais externo da T3 produz T4. 63. Num canil de reprodução encontra-se uma ninhada de uma semana de vida de pastores alemães com: anemia, melena, diarréia, inapetência e hipotermia. Os exames complementares foram negativos para parasitos nos filhotes, mas a mãe apresentava-se com elevada contagem de ovos de ancilostomídeos nas fezes. A conduta clínica mais adequada em relação aos filhotes enfermos é (A) isolar das demais ninhadas e pesquisar leptospirose. (B) pesquisar hematozoários e medicar com sulfas. (C) iniciar medicação de suporte e tratar com anti-helmínticos. (D) vacinar contra parvovirose e prescrever antibiótico. (E) separar filhotes da mãe e fornecer alimentação artificial. 64. Em um zoológico, uma onça pintada de 10 anos exercitando-se no seu recinto sofre um profundo corte na pata posterior direita e perde muito sangue. O veterinário é chamado rapidamente, constatando: taquicardia, taquipnéia, mucosas pálidas, pulso fraco, condições mentais ruins. A categoria funcional e o estágio clínico do choque diagnosticado são, respectivamente, (A) cardiogênico; compensatório. (B) hipovolêmico; descompensatório inicial. (C) obstrutivo; descompensatório terminal. (D) vasogênico; compensatório. (E) hipovolêmico; compensatório.
  9. 9. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-19VETERINÁRIA 65. Analise as afirmativas sobre cirurgia intestinal em equinos, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) O sucesso da cirurgia do intestino delgado depende inicialmente da identificação e correção da causa primária, sendo comum o cavalo ter uma grande lesão concomitante de intestino grosso, como vôlvulo, deslocamento ou compactação. ( ) As técnicas utilizadas normalmente são a laparotomia, a enterotomia, a enterectomia e anastomoses, além de técnicas especiais de by-pass envolvendo o ceco. ( ) Se a lesão do intestino delgado não for rapidamente diagnosticada por um exame superficial do abdômen, o estômago deve ser encontrado, indo em direção ao duodeno, seguido de exame progressivo jejuno e íleo em direção caudal, até encontrar o segmento envolvido . ( ) Raramente um cavalo pode ter duas lesões de estrangulamento do intestino delgado aparentemente independentes. (A) V – F – V – F. (B) F – F – V – V. (C) F – V – F – V. (D) V – F – F – F. (E) V – V – F – V. 66. O uso de telas tipo malha fina em canis individuais ou coletivos, o emprego de coleiras impregnadas com deltametrina a 4% nos cães e a eutanásia de cães que apresentam reação de imunofluorescência indireta com título igual ou superior a 1:40 são recomendações oficiais para a prevenção da zoonose (A) Traqueobronquite infecciosa do cão. (B) Febre maculosa brasileira. (C) Erliquiose canina. (D) Leishmaniose visceral canina. (E) Febre amarela urbana. 67. Um cão da raça Pastor Belga Malinois de trabalho policial foi empregado para localizar vítimas após um grave soterramento numa área de favela, onde havia muito lixo doméstico misturado com lama e escombros. Dias depois o animal apresentou-se ictérico, febril e com uveíte anterior. Com relação à estratégia de confirmação laboratorial da suspeita clinica, coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F, quando se tratar de afirmativa falsa e, a seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) Demonstração do organismo nas fezes por microscopia de campo escuro. ( ) Demonstração do DNA do organismo na urina, sangue ou tecidos por PCR. ( ) Detecção dos altos títulos de anticorpos anti-organismo no teste de aglutinação microscópica. (A) F – V– V. (B) V – F –V. (C) F – F – V. (D) F– V – F. (E) V – F– F. 68. Sobre a lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Anti-Doping, adotada pela Confederação Brasileira de Hipismo/FEI, é correto afirmar que (A) o uso de anestésicos locais contendo adrenalina como vasoconstritor é permitido. (B) clembuterol, zeranol e trembolone são hormônios esteróides anabolizantes androgênicos de uso proibido nas competições. (C) gonadotrofina coriônica e hormônio luteinizante têm seu uso permitido em cavalos castrados. (D) a furosemida, hidroclorotiazida e drosperinone são diuréticos que têm o seu uso proibido. (E) todos os agentes estimulantes são proibidos, fazendo parte desse grupo, dentre outros: adrenalina, cocaína e sibutramina.
  10. 10. Visto: CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC - 2013 PAG-20VETERINÁRIA 69. Considerando as boas práticas em segurança alimentar e o armazenamento sob refrigeração de alimentos, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. 1. Pescados e seus produtos manipulados crus. ( ) até 4º C por 72 horas. 2. Carne bovina, suína e aves e seus produtos manipulados crus. ( ) até 4º C por 24 horas. 3. Hortifrutigranjeiros. ( ) até 8º C por 24 horas. 4. Sobremesas, frios e laticínios manipulados. (A) 2 – 1 – 3 (B) 3 – 1 – 2 (C) 2 – 4 – 1 (D) 4 – 3 – 1 (E) 2 – 1 – 4 70. Analise as afirmativas sobre lesões elétricas em animais, e a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta I. Queimaduras por eletricidade ocorrem quando a corrente elétrica toca um ponto do corpo com um ponto de saída. II. A corrente elétrica de baixa voltagem (< 1000 V – menor que mil volts) percorre o caminho com menor resistência, que normalmente é ao longo dos vasos sanguíneos. III. A necrose tecidual ocorre a partir de trombose vascular e liberação de substâncias vasoativas: o dano tecidual pode ser maciço por causa da profunda extensão do calor gerado nos casos de alta voltagem (> 1000 V – maior que mil volts). IV. Morte imediata pode ocorrer por paralisia respiratória ou fibrilação ventricular, e a tetania pode resultar em fraturas espinhais. V. Os pacientes que sobrevivem do choque devem ser examinados com freqüência quanto a sinais de parada cardíaca. (A) Somente II, III e V estão corretas. (B) Somente II, III e IV estão corretas. (C) Somente I, IV e V estão corretas. (D) Somente II, IV e V estão corretas. (E) Somente I, II e IV estão corretas. FINAL DA PROVA

×