Pré barra mundo feudal

1.207 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré barra mundo feudal

  1. 1. 1 | P á g i n aCIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PRÉANTIGUIDADE OCIDENTALFEUDALISMO – TEXTO & QUESTÕESUNIVERSITÁRIOPRÉ UNIVERSITÁRIO – PÓLO BARRAJOSÉ FRANKLINANO BASE20131. Definição.Foi um tipo de organização política, social eeconômica que caracterizou a Europa em boa parte daIdade Média. No século X o feudalismo atingiu o seuauge tornando-se uma forma de organização vigente emboa parte do continente europeu. O feudalismo secaracteriza pelas relações de vassalagem (dependênciapessoal) e de autoridade e posse da terra.2. Antecedentes As invasões bárbaras e a queda do Império Romanodo Ocidente, provocam uma êxodo urbano. Ascidades se tornam perigosas. As “vilas”, deram origem aos feudos medievais. Busca de proteção e trabalho. Os senhores da terra,em troca, pediam parte da produção agrícola. Estarelação de trabalho ficou conhecida como colonato. O poder - concentrado nas mãos dos senhores deterra, que administravam suas vilas. A agricultura era praticamente a única atividadeeconômica.3. Elementos formadores.O feudalismo foi um sistema criado a partir dafusão dos costumes dos povos romanos e germânicos.Dos romanos herda a descentralização administrativa, avilla e o sistema de Colonato. Dos Bárbaros Germanos,o Benefícium, Comitatus (fidelidade), a economiaagropastoril e o direito consuetudinário.4. Economia.As atividades comerciais sofreu uma retração, asmoedas perderam seu espaço de circulação e a produçãoagrícola ganhara caráter subsistente. Eraessencialmente Agrária, não exclusivamente.Tecnologia Rudimentar gerando uma BaixaProdutividade. As trocas de produtos e mercadorias(trocas in natura) eram comuns na economia feudal.5. O feudo.Era a unidade de produção feudal. Estava sob odomínio de um senhor feudal. Seu tamanho variavaentre 120 e 150 hectares. Era dividido em: Manso senhorial - era de uso exclusivo do senhorfeudal; Manso servil - era a parte arrendada aos servos e; Manso comunal - terras comuns a todos, comobosques, pastos e prados.6. Sociedade – Estamental.No discurso, considerado ideológico, que diziaque cada grupo tinha um papel específico na sociedade.A posição social não dependia totalmente donascimento. Estrutura social estática e hierarquizada.A sociedade feudal era composta de três gruposprincipais: O clero (oratores). A Igreja Católica detinha 2/3 dasterras medievais, sendo considerada a grandeproprietária de terras. Exerceu grande poder políticae social. A Igreja nesse período assume a posição deúnico poder centralizado. Deve-se considerar aenorme importância da Igreja na sociedade feudaluma vez que naquela época toda a formação moral,social e ideológica era fortemente influenciada peloclero. O alto clero era composto pelos seguintesmembros: papa, arcebispos e bispos. O baixo cleroera composto pelos padres, e monges. Cabia ao clerorezar e assegurar a salvação. A nobreza (belatores). A nobreza era compostapelos senhores feudais. A nobreza era tambémhierarquizada estando dividida em alta e baixanobreza. Alta nobreza: duque, marquês e conde.Baixa nobreza: visconde, barão e cavaleiro. Cabia ànobreza lutar para defender a população e; Os camponeses (laboratores). Eram chamados deservos. Para viver no feudo, ofereciam sua força detrabalho aos senhores. Cabia ao camponês trabalharpara o sustento de todos. Vilões – Camponeses descendentes dos pequenosproprietários romanos de terras e que não estavam
  2. 2. 2 | P á g i n apresos à terra. Entregavam suas terras aos senhoresfeudais, em troca de proteção.7. A servidão.O servo tinha uma série de obrigações com ossenhores e a Igreja. A servidão era transmitida dos paispara os filhos. Os servos não tinham a propriedade daterra e estavam presos a ela. Não podiam ser vendidoscomo se fazia com os escravos, nem tinham liberdadede abandonar as terras onde nasceram. Entre asprincipais, podemos destacar: Corveia: consistia em trabalhar alguns dias porsemana na terra do senhor feudal. Talha: consistia em entregar parte da produção parao senhor feudal. Banalidade: consistia em pagar uma taxa para usarequipamentos do feudo. Capitação - pagamento relativo ao número de servosque moravam nos feudos, e era cobradoindividualmente, "por cabeça" (ou em latim percapita). Censo – imposto pago pelos vilões e homens livres.Era baseado no número de indivíduos quecompunham essa população livre. O censo era pagoem dinheiro.8. Suserania e vassalagem.Solenidade de InvestiduraO sistema feudal funcionava através daconcessão de terras entre nobres. Um senhor de terra,chamado suserano, concedia a terra a outro, chamadovassalo.As relações entre o suserano e o vassalo eram deobrigações mútuas, estabelecidas através de umjuramento de fidelidade. Quando um vassalo erainvestido na posse do feudo pelo suserano, juravaprestar-lhe auxílio militar. O suserano, por sua vez, seobrigava a dar proteção jurídica e militar ao vassalo.Suseranos e vassalos estavam ligados porobrigações. Os vassalos deviam serviço militar aosuserano. Este, por sua vez, oferecia proteção militar aovassalo. Um grande proprietário de terras (Suserano)podia ter vários vassalos.A cerimônia de entrega das terras do suseranopara o vassalo era chamada de homenagem.Abaixo dos vassalos estavam os camponeses,que recebiam terra e proteção. Oferecia, em troca, seutrabalho.No momento da Investidura – na assinatura dotermo de doação de terras ou concessão de favores dosuserano ao vassalo um beijo entre os dois poderia selaro acordo, além de o vassalo ajoelhar-se perante osuserano. As investiduras funcionavam como símbolodas terras que a eles estavam sendo concedidas.9. Política - DescentralizaçãoO Senhor Feudal era responsável desde aadministração de um feudo até pela cobrança de taxasou a proteção militar de uma determinada propriedade.A autoridade exercida pelo senhor feudal, na prática, erasuperior a dos reis, que não tinham poder deinterferência direta sobre as regras e imposições de umsenhor feudal no interior de suas propriedades.10. Declínio do sistema feudalDepois de quase mil anos, o sistema feudalentrou em declínio. Dentre os fatores que contribuírampara este declínio, podemos destacar: Melhoria das técnicas, permitindo a melhoria naprodução, gerando excedentes comercializáveis; Redução da quantidade de terras a serem doadascomo beneficio; Multiplicação e complexidades nas relações feudo-vassálicas; Renascimento das cidades e do comércio. Com oressurgimento das cidades, os camponeses passarama vender mais produtos. Assim, acumulavamdinheiro que podia servir para comprar a liberdade.Outros, simplesmente, fugiam para as cidades embusca de melhores condições de vida. Estas cidadeseram denominadas burgos e seus habitantes,burgueses. Aparecimento das monarquias nacionais, queaumentou o poder dos reis e diminuiu o poder dossenhores feudais. A descentralização deu lugar acentralização politica. A unificação politica seguiu aunificação econômica, jurídica, tributária, etc.11. AtividadesATIVIDADE PROPOSTA1. "O domínio da fé é uno, mas há um triplo estatutona Ordem. A lei humana impõe duas condições: onobre e o servo não estão submetidos ao mesmoregime. Os guerreiros são protetores das igrejas.Eles defendem os poderosos e os fracos [...]. Osservos por sua vez têm outra condição. Esta raçade infelizes não tem nada sem sofrimento. Quempoderia reconstituir o esforço dos servos, o curso
  3. 3. 3 | P á g i n ade sua vida e seus numerosos trabalhos? Fornecera todos alimento e vestimenta: eis a função doservo. A casa de Deus que parece una é portantotripla: uns rezam, outros combatem e outrostrabalham. Todos os três formam um conjunto enão se separam: a obra de uns permite o trabalhodos outros dois e cada qual por sua vez prestaapoio aos outros." Bispo Adalberon de Laon,século XI. In: FRANCO JR, H. O Feudalismo. SãoPaulo: Brasiliense, 1983.O fragmento de texto citado acima sintetiza, de formaadmirável, a concepção de ordem social prevalecente nasociedade feudal europeia. A respeito dessa ordemsocial, assinale a alternativa correta.[A] O feudalismo possuía uma estrutura social aberta eflexível, caracterizada por grande mobilidadesocial.[B] O feudalismo pode ser caracterizado como umasociedade de tipo estamental ou sociedade deordens, cujas leis e costumes tendiam a fixar osindivíduos em estruturas sociais rígidas, poucopermeáveis ao princípio do mérito individual.[C] O individualismo foi um traço marcante dasociedade feudal. Nesse sentido, odesenvolvimento do feudalismo confunde-se coma libertação do indivíduo dos fortes laçoscomunitários e paternalistas que caracterizavam asociedade escravista romana.[D] No feudalismo, a primeira ordem social erarepresentada pelos servos, já que, nas palavras doarcebispo Adalberon, "nenhum homem livre podeviver sem eles".[E] O senhor feudal desfrutava de inúmerosprivilégios, entre os quais o de comprar livrementeos servos de que necessitava para cultivar suasterras.2.De acordo com a figura podemos AFIRM AR que umadas características marcantes da sociedade feudal foi[A] a inexistência de um governo central forte quecontribuiu para a decadência e o empobrecimentoda nobreza;[B] a mobilidade social era baseada nas tradições e aposição social de cada individuo dependia de seupróprio esforço.[C] a soberania estava vinculada a laços de ordempessoal, tais como a fidelidade e a lealdade aosuserano;[D] a nobreza responsável pela guerra e pelasegurança, obtinha seus recursos através deestreitas ligações com o rei.[E] os servos na base da pirâmide contribuíam para ocrescimento do feudo de forma aleatória.3. Politicamente, o feudalismo se caracterizava pela:[A] atribuição apenas do Poder Executivo aossenhores de terras;[B] relação direta entre posse dos feudos e soberania,fragmentando-se o poder central;[C] relação entre a vassalagem e suserania entremercadores e senhores feudais;[D] absoluta descentralização administrativa, comsubordinação dos bispos aos senhores feudais;[E] existência de uma legislação específica a reger avida de cada feudo.4. (UNIP) O feudalismo:[A] deve ser definido como um regime políticocentralizado;[B] foi um sistema caracterizado pelo trabalho servil;[C] surgiu como consequência da crise do modo deprodução asiático;[D] entrou em crise após o surgimento do comércio;[E] apresentava uma considerável mobilidade social.5. (PUC) A característica marcante do feudalismo,sob o ponto de vista político, foi oenfraquecimento do Estado enquanto instituição,porque:[A] a inexistência de um governo central fortecontribuiu para a decadência e o empobrecimentoda nobreza;[B] a prática do enfeudamento acabou por ampliar osfeudos, enfraquecendo o poder político dossenhores;[C] a soberania estava vinculada a laços de ordempessoal, tais como a fidelidade e a lealdade aosuserano;[D] a proteção pessoal dada pelo senhor feudal a seussúditos onerava-lhe as rendas;[E] a competência política para centralizar o poder,reservada ao rei, advinha da origem divina damonarquia.Gabarito: 01. B, 02. B, 03. C, 04. E, 05. B
  4. 4. 4 | P á g i n aATIVIDADE COMPLEMENTAR1. (UNIP) Sobre o feudalismo, assinale a alternativacorreta:[A] A economia era dinâmica, monetária e voltadapara o mercado.[B] A sociedade era móvel, permitindo a ascensãosocial.[C] O poder político estava centralizado nas mãos deum monarca absolutista;[D] A mão-de-obra básica era formada portrabalhadores escravos.[E] As principais obrigações devidas pelostrabalhadores eram a corveia e a talha.2. A Alta Idade Média (séculos V - XI) tem comouma de suas características singulares, que a definehistoricamente:[A] o desaparecimento dos reinos germânicos doOcidente;[B] a consolidação e generalização do trabalho servil;[C] a organização das Cruzadas para combater osinfiéis do Islão;[D] o desenvolvimento - com posterior centralização -do poder real;[E] o Renascimento Comercial, que reestruturou a vidaeconômica feudal.3. Marque a correspondência errada[A] Corveia - imposto em trabalho.[B] Talha - imposto em produtos.[C] Banalidades - imposto em produtos.[D] Vintém - imposto em produtos.[E] Mão-morta - imposto em produtos.4. Quanto às relações entre suseranos e vassalos:[A] O senhor e servo eram categorias semelhantes asuseranos e vassalos;[B] o servo prestava homenagem ao senhor feudal;[C] o senhor feudal concedia o benefício ao vassalo;[D] as obrigações entre vassalos e suseranos eramrecíprocas;[E] o juramento de fidelidade podia ser rompido aqualquer momento.5. Os acontecimentos abaixo constituem ascaracterísticas principais do feudalismo, exceto:[A] Ausência de poder centralizado.[B] As cidades perdem sua função econômica.[C] Instauração da relação vassalagem / suserania.[D] Comércio internacional intenso.[E] Organização do trabalho com base na servidão.Gabarito: 01. A, 02. D, 03. D, 04. C, 05. DATIVIDADE DESAFIO1. O período histórico comumente designado comoTransição do Feudalismo para o Capitalismocaracterizou-se por[A] mão-de-obra escrava, grandes extensões de terrasdedicadas à monocultura e produção estabelecidapela demanda do mercado interno.[B] escravismo antigo, terra de propriedade estatalcom usufruto da elite agrária e comércio externodeterminado pelo Estado.[C] proletariado urbano, concretização dos "trustes" eprodução industrial estabelecida por uma demandaartificial.[D] acumulação primitiva do capital, liberação da mão-de-obra do campo para a cidade e crescenteprogresso da técnica aplicada à produção.[E] produção de subsistência, propriedade comunaldos campos e comércio estabelecido por rotasdomésticas.2. Entre os fatores que explicam o renascimento docomércio, a partir do século XI na Europaocidental, podemos apontar:I. A invasão da Europa por diversos povos bárbarosque estimularam as trocas comerciais.II. Uma renovação das práticas agrícolas com adifusão de instrumentos de trabalho como o aradode ferro, a foice e a enxada.III. O movimento das cruzadas que, ao reabrir oMediterrâneo, intensificou os contatos com oOriente.Quais estão corretos?[A] Apenas I[B] Apenas I e II[C] Apenas I e III[D] Apenas II e III[E] I, II e III3. “Diante da crise agrária fazia-se necessária aconquista de novas áreas produtoras. Diante dacrise demográfica fazia-se necessário o domíniosobre as populações não-européias. Diante da crisemonetária fazia-se necessária a descoberta denovas fontes de minérios. Diante da crise socialfazia-se necessário um monarca forte, controladordas tensões e das lutas sociais. Diante da crisepolítico-militar fazia-se necessária uma forçacentralizadora e defensora de toda a nação. Dianteda crise clerical fazia-se necessária uma nova
  5. 5. 5 | P á g i n aIgreja. Diante da crise espiritual fazia-se necessáriauma nova visão de Deus e do homem. Começavamos novos tempos.” Fonte: FRANCO JR.,Hilário. O Feudalismo, São Paulo: Brasiliense. p.93As crises que são referidas no texto caracterizaram:[A] a transição do feudalismo para o capitalismocomercial, na Europa, no início da Idade Moderna.[B] a formação do feudalismo, na Europa Ocidental,no início da Idade Média.[C] a substituição do escravismo clássico pelaservidão, na área geográfica correspondente aoantigo Império Romano.[D] o pleno domínio econômico, político e social daburguesia européia durante a Revolução Industrial.[E] a manutenção da hegemonia da Igreja Católica e arevitalização do poder político dos senhoresfeudais na Europa renascentista.4. (FAAP) Durante grande parte da Idade Média, aEuropa Ocidental viu definhar lentamente asatividades comerciais, a ponto de quasedesaparecerem. Cite dois fatores que causaram oatrofiamento do comércio nesse período:5. (FUVEST)"Empunhando Durandal, a cortante,O rei tirou-a da bainha, enxugou-lhe a lâmina,Depois cingiu-a em seu sobrinho RolandoE então o papa a benzeu.O rei disse-lhe docemente, rindo:Cinjo-te com ela, desejandoQue Deus te dê coragem e ousadia,Força, vigor e grande bravuraE grande vitória sobre os infiéis."(La Chanson dAspremont)A que ritual medieval se refere o texto? Qual osignificado desse ritual?Gabarito:1. D, 2. D, 3. A4. Resposta: Ruralização da economia, em decorrênciada crise do escravismo romano e da estruturação dosistema feudal; isolamento econômico e insegurançaprovocados pelas invasões sarracenas(árabes), normandas (vikings), magiares (húngaras)e eslavas.5. Resposta: Ao ritual em que um jovem nobre eraarmado cavaleiro, ritual de adubamento. Seusignificado era vincular o nobre guerreiro a umaconduta ética baseada na honra, lealdade, proteçãoaos fracos e defesa do cristianismo.

×