A ii guerra mundial

210 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A ii guerra mundial

  1. 1. Consequencias da I- Guerra mundialOs tratados de paz criaram novos focos de tensãoA fim de se estabaelecerem as condições de paz, realizaram-se em Parisvárias conferencias entre 1919 e 1920. As sessões forem inteiramentedominadas pelos « três grandes»: Lloyd George, Georges Clemenceau eThomas W. Wilson. Delas resultou o tratado de Versalhes ( 28 de Junho de1919), o mais importante de todos os tratados de paz, que impôs à Alemanhauma verdadeira humilação, que se traduz no seguinte:perda de váriosterritórios, colónias e viu seu território desmilitarizado.Outros tratados estabeleceram as obrigações dos restantes países derrotados:a Austria teve que reconhecer a independia da Hungria, da Checoslováquia, daJugoslávia e da Polónia, a Bulgária perdeu territórios balcãnicos, a Hungriaperdeu cerca de 70% do seu antigo império, a Turquia teve de entregar àGrécia a maior parte do território europeu. Como consequência traçou-se umnivo mapa mundial, novos estados independentes, modificaram-se fronteiras epor outro lado a Europa de 1919 assistiu ao desmoronar de monarquiasmilitaristas e autocráticas bem como o nascimento de várias repúblicas edemocracias parlamentares, sistemas em que o principal órgao de soberania, oParlamento é constituído através de um processo eleitoral, mantendo-se ogoverno na sua dependência. No entanto, em vez de se estabelecerem umapaz verdadeira, estes tratados vieram criar novos focos de tensão: tratou-se deuma paz imposta, muitas das novas fronteiras geográficas não respeitaramfactores étnicos, fixaram-se indemnizaçõeselevadíssimas ( a Alemanha teriaque pagar 33 bilhões de dólares). Por isso novos conflitos e muito mais gravesnão tardariam a surgir.A SDN não conseguiu atingir os seus grandes objectivosPor iniciativa de Thomas W.Wilson, o presidente dos EUA foi instituída em1919 a Sociedade das Nações (SDN), um organismo encarregado de garantir apaz e a segurança dos estados-membros. Mas para o conseguir foi necessárioceder perante os franceses, que excluíram a Alemanha e a Rússia paraagradar aos japoneses, permitiu-se-lhes que ficassem com as antigasconcessões alemãs na China. Foi de facto, um mau começo e, por ironia dodestino os próprios EUA acabaram por não aderir ao projecto impedidos peloSenado ameicano. Deste modo a Sociedadade das Nações foi um fracasso,não conseguindo evitar graves conflitos entre Estados, nomeadamente aconquista da Manchúria pelo Japão (1931), a conquista da Etiópia pela Itáliaem 1935 e sobre tudo a eclosão da Segunda guerra mundial.
  2. 2. O militarismo agressivo substitui o apaziguamento dos anos 20Na decada de 20, para manter a paz, os países vencedores da Primeira Guerramundial, procuraram criar um clima de apaziguamento e aproximação aospaíses derrotados. Mas,para enfrentar as dificuldades económicas provocadaspela crise de 1929, estes países autoritários e ditatoriais, iniciam uma políticaexpansionista e agressiva.Em 1931, o Japão ocupa a Manchúria, no norte da China para controlar assuas regiões mineiras. A Sociedade das Nações (SDN) exige a retirada dastropas japonesas, mas sem o conseguir. O Japão abandona a SDN em 1933.Com a subida de Hitler ao poder em 1933, também a Alemanha abandona aSDN. Hitler empreende a violação do Tratado de Versalhes ao iniciar, em 1935o rearmamento da Alemanha através da criação de um poderoso exército e deuma aviação moderna. A SDN mostrava-se incapaz de evitar estas agressõesmilitares e de garantir o cumprimento dos tratados assinados no pós-guerra.Os Estados totalitários querem a guerraEntre 1935 e 1939, os regimes ditatoriais da Itália, Alemanha e Japãointensificam as agressões a outros países. É o imperialismo das ditaduras. Em1935, a Itália conquista a Etiópia e forma o Eixo Roma- Berlim (pacto militar)com a Alemanha. Em 1936, a Alemanha ocupa e remilitariza a Renânia. Nomesmo ano a Alemanha e o Japão assinam um acordo anticomunista- o PactoAnti-Komintern e em 1937, o Japão declara guerra à China.Perante esta agressividade dos regimes ditatoriais, as democracias europeias,dominadas pela inércia e pelo pacifismo, não reagiram às constantes violaçõesdo Tratado de Versalhes, o que encorajou os nazis a irem mais longe.Desejoso de alargar o espaço vital alemão e reunir num só império (Reich),todas as populações consideradas alemãs, Hitler empreende uma série degolpes de força destinados a concretizar a sua política. Em 1938, o exércitoalemão anexou a Áustria e em 1939, Hitler ocupa a Checolosvaquia e reclamaconcessões territorias a Polónia.Perante a oposição da França e a Inglaterra Hitler uma aliança ofensiva com aItália o “O Pacto do aço” e em 1939 um pacto não agressão com a URSS, queprevia a partilha da Polónia e dos países Bálticos entre a Alemanha e a URSS.No dia 1 de Setembro de 1939 a Polónia é invadida pela Alemanha, a França eInglaterra declaram guerra a Alemanha iniciando-se a Segunda Guerramundial.A guerra estende-se ao mundo inteiroEntretanto a guerra estende-se ao Mediterrâneo e ao Norte de África, onde ositalianos ao lado dos alemãs combatem os ingleses e os seus aliados. EmJunho de 1941 Hitler rompe o pacto com Estaline e ataca a URSS, apesar das
  3. 3. vitórias alemãs sobre os suviéticos a resistência do exército vermelho tornadificil o avanço das tripas hitlerianas. Em 7 de Dezembro de 1941 o Japãoataca de surpresa a armada norte americana anorada na base de Pearl Harbor,nas ilhas Hawai com o intuito de, em seguida alargar o seu império nosudoeste asiático. Em resposta a esta agressão do Japão os EUA decidementrar em guerra constituindo a força dos aliados.No dia 11 de Dezembro de 1941, a Alemanha e a Itália declaram guerra aosEUA apesar das prmeiras grandes dificuldades para a Alemanha aguerra tinhase mundializado, erfa a guerra total.O nazismo uma politica de exterminio dos judeusA guerra e a ocupação de grande parte da europa e as relações estabelecidascom os povos vencidos levaram Hitler e seus seguidores a abrirem novoscampos de concentração, que foram verdadeiros locais de morte, dor esofrimento. Ai eram encarcerados resistentes e opositores politicos, judeus,ciganos, homossexuais e até mais presos de delito comum.Mas os judeus foram as principais vitimas desta politica. Trazidos em vagõespróprios para o transporte de gados, chegavam aos campos de concentraçãovindo de todo reich. Aí sofria os defeitos da fome,do frio, das epidemias e daviolência. Nos campos de concentração a politica nazi assumiu a sua maximade violência racista. Os nazis puseram em prática um a política de Genosídio,isto é de aniquilamento e extermínio dos judeus de toda a Europa. Os judeuseram submetidos a trabalhos forçados e a experiências médicas, aniquilamentonas câmaras de gás e incinerados nos fornos crematórios ou lançados emvalas comuns. Nestas práticas distiguiram-se especialmente os chefes das SS,que comandavam os campos de concentração. Ao todo terão sidoexterminados cerca de seis milhões de Judeus. Os campos de concentração,como Treblinka, Dachau e Auschwitz tornaram-se o símbolo da barbárie nazi.A ofenciva dos aliados e a revolta dos aliadosNo final do ano de 1942, a guerra tinha se estendido a todo o mundo. Em 1943os exércitos alemãs começavam a experimentar as primeiras dificuldades:expulsão do norte de África pelo exército inglês e derrota em Estalinegrado, nafrente russa,onde o exercito alemão perdeu perto de 300 mil homens.Esta ofenciva dos aliados, sob o comando unificado do general americanoEisenhower, só doi possível com o elevado contributo em armamento dosEstados Unidos.Em 6 de Junho de 1944 dá-se a grande ofenciva adiada. Cerca de 250 milhomens desembarcam de surpresa nas costas da Normandia, e iniciam aocupação da França. Libertada a cidade de Paris, as tropas Anglo-americanas
  4. 4. marcham sobre Hamburgo e Munique, ao mesmo tempo que várias cidadesalemãs são intensamente bombardeadas pelos aliados.Entretanto, as tropas soviéticas tinham avançado na Europa do Leste atéBerlim, que foi conquistada na primavera de 1945.Impossibilitando de continuar a sonhar com a conquista do mundo, Hitlersuicidou-se em 30 de Abril de 1945 e os chefes nazis renderam-se semcondições em 8 de Maio do mesmo ano.A bomba tómica aniquila o JapãoA guerra ainda prosseguiu no extremo Oriente. Era necessário aniquilar oexpansionismo e o militarismo janeses. Por isso, os americanos decidiram aocupação territorial do Japão para pôr fim aos actos suicidas dos pilotosjaponeses contra navios americanos.O presidente Harry Truman, convencido das enormes dificuldades que serianecessário enfrentar para conquistar todo Japão, decidiu então utilizar a bombaatómica. No dia 6 de Agosto de 1945 foi lançada sob a cidade japonesa deHiroxima a primeira bomba atómica. A 9 de Agosto seria lançada outra bombasob a cidade de Nagasáqui.As duas cidades ficaram completamente arrasadas e a sua população quasetotalmente morta ou gravemente ferida e contaminada pela radioactividade.Completamente aniquilado, o Japão capitulou em 2 de Setembro de 1945.A guerra chegava ao fim. Aos cerca de 60 milhões de vida perdidas e dedestruições maciças em vários países, vinha agora juntar-se o efeito defastadorda bomba atómica, cuja as consequências se desconheciam totalmente.Durante a guerra procurou-se a pazA partir de 1943, quando esbolçou a victória dos aliados, os líderes políticosdos EUA da URSS e da Inglaterra reuniram-se em conferência de paz parapreparar o pós guerra. Mas foi na conferência de Teerão(Irão), em 1943, ostrês grandes o presidente americano Roosevelt, o diregente soviético Estaline eo primeiro ministro inglês Winston Churchill, formularam o propósito da criaçãode uma futura organização internacional capaz de garantir uma paz duradoura.Um mundo dividido em dois blocosPerto do fim da guerra, em Fevereiro de 1945 os três grandes reuniram-se naconferência de Lalta, na Crimeia. Ai se traçou o destino político da Alemanha, onovo território da Polónia, a divisão da Corea pelos EUA e pela União soviéticae o futuro dos pais dominados pelo Eixo.
  5. 5. Após a capitulação da Alemanha, realizou-se neste país a conferência dePotsdam, a qual ratificou as decisões da conferência de Lalta e tomou outras,tais como: desnazificação da Alemanha e da Áustria, julgamento doscriminosos de guerra por um tribunal internacional, desmilitarização e divisãoda Alemanha e da Áustria em quatro zonas de ocupação(americana, soviética,francesa, e inglesa) e a aplicação de um estatuto especial a Berlim, tambémela devidida e ocupada. Nestas conferências de paz forjaram-se as bases domundo do pós guerra, dividido em blocos ou aréas de influência liderados pelasduas super potências- os EUA e a URSS.A guerra origina um novo mapa politíco mundialNa europa, as alterações territoriais mais importantes afectaram a Alemanha,Polónia e a URSS. A Alemanha, tal como a Áustria, sujeita à divisão eocupação, perdeu uma grande parte do seu território, a Polónia cedeuterritórios a URSS e recebeu outros da Alemanhã e a URSS anexou asrepúblicas bálticas(Estónia, Letónia e Lituânia). A Jugoslávia foi reconhecidacomo novo país, sob a liderança do presidente Tito.No extremo oriente, o Japão foi também ocupado e reorganizado, sob ocomando do general MacArthur, perdendo todos os territórios que conquistara.O nascimento das Nações Unidas(ONU), em 1945A origem das Organizações das Nacões Unidas (ONU) remotada o pacto deWashington(1942), no qual os delegados de 26 países aliados contra aspotências do Eixo assinaram a declaração das Nações Unidas e secomprometeram a não assinar qualquer armísticio em separado. Mas foi naconferência de São Francisco(EUA) que os delegados de 51 paísesprocederam à assinatura da Carta das Nações Unidas, (26 de Junho de 1945).Este documento, verdadeira constituição da ONU, entrou em vigor em 24 deOutubro de 1945(dia das Nações Unidas), depois de ratificado pelos delegadosdos países fundadores. Nasceu assim, a ONU cuja a sede foi fixada em NovaIorque em 1946.

×