Aula1a4

726 visualizações

Publicada em

Fisica I Semana 1

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
726
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
582
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula1a4

  1. 1. PORTFÓLIO DAS AULAS 1 a 4. Nesse caso, a origem do tempo coincide com a origem dos espaços, sendo, portanto, a posição do projétil no instante t=0 igual a 0. b) Resolvendo 80t – 5t2 = 0 encontramos t = 0 ou t = 16. Como t = 0 é a posição inicial, o outro ponto, chamado de “P” cuja coordenada t = 16 é o que procuramos. Logo, podemos dizer que o projétil passa no ponto “P” no instante 16 segundos. c) Basta substituir t = 20 nas fórmulas x = 60t e y = 80t – 5t2  x = 1200 e y = -400 Assim, as coordenadas do ponto Q são: (1200, -400). d) A distância em linha reta do ponto de origem até o ponto Q pode ser obtida aplicando-se o teorema de Pitágoras.
  2. 2. Chamando essa distância de “d”, temos que d2 = (400)2 + (1200)2  d = 400√10 ≈ 1265m. X b) A equação da velocidade pode ser obtida derivando a equação horária dos espaços. Assim, 2t2 + 10t + 20  v = 4t + 10
  3. 3. c) A aceleração de um móvel pode ser obtida derivando a equação da velocidade. Assim, 4t + 10  a = 4m/s2 d) O movimento descrito pela partícula é uniformemente acelerado, pois possui aceleração constante.

×