Catolicismo

3.032 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.032
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
100
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Catolicismo

  1. 1. www.saber.teo.brApresenta Joel Alexandre Mestre em Ciências Sociais da Religião
  2. 2. “O Concílio de Éfesoproclamou, em 431, que Maria se tornou de verdade Mãe de Deuspela concepção humana do filho de Deus em seu seio.”Catecismo da Igreja Católica
  3. 3. Maria foi a mãe de Jesus homem (e ela daráà luz um filho: e lhe chamarás pornome JESUS: porque ele salvará o seu povopecados deles - Mt 1.21/Versão Pe.Figueiredo), o Jesus Deus é eterno, e jáexistia muito antes de Maria e da própriacriação do mundo (No princípio era oVerbo, e o Verbo estava com Deus, e oVerbo era Deus - Jo 1.1/Bíblia deJerusalém).
  4. 4. “Maria foi redimida desde aconcepção. É isso que confessa odogma da ImaculadaConceição, proclamado em 1854pelo papa Pio IX: ‘A beatíssimaVirgem Maria, ... , foipreservada imune de todamancha do pecado original.’ .” Catecismo da Igreja Católica
  5. 5. E não há distinção: todos pecaram eestão privados da glória de Deus -Rm 3.23/Versão Pe. Ivo Storniolo;Rm 5.12) A doutrina da Imaculada Conceição contraria as próprias palavras de Maria que chamou Deus de seu “Salvador” (Lc 1.46,47), admitindo humildemente, que era pecadora.
  6. 6. “O aprofundamento de sua fé namaternidade virginal levou a Igreja aconfessar a virgindade real eperpétua de Maria, mesmo no partodo Filho de Deus feito homem.” Catecismo da Igreja Católica
  7. 7. O primeiro texto a ser considerado –Mt 1.25 – nos informa que José, emrelação a Maria, não a conheceu até odia em que ela deu à luz um filho(Bíblia de Jerusalém). O mesmoversículo, também na tradução do Pe.Matos Soares, chama Jesus deprimogênito de Maria (Lc 2.7também).
  8. 8. No Novo Testamento já há uma distinção entreparente próximo e irmão (Também Isabel, tuaparenta (...). (Lc 1.36,61/BJ)“Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, oirmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão?Não vivem aqui também suas irmãs?” (Mc6.3/Bíblia Ave-Maria).“Estando ele ainda a falar ao povo, eis que suamãe e seus irmãos se achavam fora, desejandofalar-lhe”. (Mt 12.46/Versão Pe. Matos Soares)
  9. 9. “A bem-aventurada VirgemMaria é invocada na Igreja sobos títulos deadvogada, auxiliadora, protetora, medianeira.” Catecismo da Igreja Católica, 969
  10. 10. “Porque há um só Deus, e um sóMediador entre Deus e oshomens, Jesus Cristo homem.” (1Tm 2.5)Disse-lhe Jesus: Eu sou ocaminho, e a verdade e a vida;ninguém vem ao Pai, senão pormim. (Jo 14.6)
  11. 11. “No santíssimo sacramento daEucaristia estão ‘contidosverdadeiramente, realmente esubstancialmente o corpo e osangue juntamente com a almae a divindade de Nosso SenhorJesus Cristo e, por conseguinte, oCristo todo.” Catecismo da Igreja Católica, 1374
  12. 12. “E, tomando o pão, e havendo dadograças, partiu-o, e deu-lhe, dizendo: Istoé o meu corpo, que por vós é dado; fazeiisto em memória de mim.” (Lc 22.19)
  13. 13. “Jesus confiou-lhe uma missão única.Graças a uma revelação vinda do Pai, Pedrohavia confessado: ‘Tu és o Cristo, o Filho doDeus vivo (Mt 16.16)’. Nosso Senhor lhedeclara na ocasião: ‘Tu és Pedro, e sobreesta pedra edificarei a minha Igreja, e asPortas do Inferno nunca prevalecerãocontra ela (Mt 16.18)’. Pedro em razão da féconfessada, permanecerá como a rochainabalável da Igreja”. Catecismo da Igreja Católica, 552
  14. 14. E vós, quem dizeis que eu sou?E SimãoPedro, respondendo, disse: Tu éso Cristo, o Filho do Deus vivo. EJesus, respondendo, disse-lhe:Bem-aventurado és tu, SimãoBarjonas, porque to não revelou acarne e o sangue, mas meuPai, que está nos céus. (Mt 16.15-17)
  15. 15. “E, chegando Pedro àAntioquia, lhe resisti nacara, porque era repreensível.” (Gl 2.11)
  16. 16. Todas as vezes que a Bíblia se refere aofundamento da Igreja, coloca Jesuscomo a Pedra desse alicerce:“Jesus é a pedra quevocês, construtores, rejeitaram, que setornou a pedra angular.”(At 4.11/Edição Pastoral; Ef 2.20; Mt21.42; Rm 9.33; 1Co 10.4)
  17. 17. O próprio Pedro reconhece que a pedra da Igrejaé Jesus Cristo:“E assim para vós, os que credes, épreciosa, mas, para os rebeldes, A pedra que osedificadores reprovaram, Essa foi a principal daesquina” (1Pe 2.7)Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse:Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, Ele éa pedra que foi rejeitada por vós, osedificadores, a qual foi posta por cabeça deesquina. (At 4.8,11)
  18. 18. “O Papa, Bispo de Roma e sucessor deS.Pedro, ‘é o perpétuo e visível princípioe fundamento da unidade, que dosBispos, quer da multidão de fiéis’.” Catecismo da Igreja Católica, 882
  19. 19. a) Pedro era financeiramente pobre (At 3.6);b) Pedro era casado (Mt 8.14,15);c) Pedro não aceitou ser adorado pelocenturião Cornélio: “E aconteceu que, quandoPedro estava para entrar, saiu Cornélio arecebê-lo, e, prostrando-se a seus pés, oadorou. Mas, Pedro o levantou, dizendo:Levanta-te, que eu também sou homem (At10.25,26/Edições Paulinas)”;d) Pedro foi repreensível (Gl 2.11-14).
  20. 20. “Foi a Tradição apostólica que fez aIgreja discernir que escritos deviamser inumerados na lista dos LivrosSagrados. Ela comporta 46 escritospara o Antigo Testamento e 27 para oNovo: (…) Tobias, Judite, (…) os doislivros dos Macabeus, (…) aSabedoria, o Eclesiástico (ouSirácida), (…) Baruc, (…). *Concílio deFlorença (1441); Concílio de Trento(1546)+” da Igreja Católica, 120 Catecismo
  21. 21. 1) nunca foram citados por Jesus epelos apóstolos;2) a maioria dos primeiros pais daIgreja os consideraram como nãoinspirados;3) não aparecem no cânon hebraicoantigo;
  22. 22. Tobias: ensina a feitiçaria (6.7-9); apóia aadoração aos anjos (12.12); contém erroshistóricos, como a suposição de queSenaqueribe era filho de Salmanasar (1.18) emvez de Sargão II; e erros geográficos, comodizer que Nínive foi tomada porNabucodonosor e por Assuero (14.15) em vezde Nabopolassar e por Ciáxeres; o ArcanjoRafael profere mentiras (5.6,7;17-19); citaesmolas com valor expiatório, o que tambémconduz ao livramento da morte (4.10;12.8,9);
  23. 23. 2 Macabeus: apóia doutrinas como a invocaçãoe a intercessão dos santos mortos (deOnias, que tinha sido sumo sacerdote [15.12] ede Jeremias, que tinha sido profeta [15.14]); opurgatório e a redenção das almas depois damorte (12.42-46); a oração pelos mortos(12.44); o sacrifício expiatório pelos mortos(12.43,44); contém discrepâncias históricas(1.16; 9.28 — compare com 1Mac 6.16), osuicídio é louvado (14.41,42); o próprio autornão se julga inspirado (2.25-27; 15.38-40).
  24. 24. Sabedoria: ensina trato cruel aosescravos (33.26,30; 42.1,5); incentiva oódio aos samaritanos (50.27,28); oautor reconhece a falibilidade do seulivro (prólogo).
  25. 25. Eclesiástico: cita o respeito ao pai(3.3); a esmola com poder para expiarpecados (3.30); doutrina estranhasobre a origem e o destino da alma(8.19,20); o corpo como prisão da alma(9.15); salvação pela sabedoria (9.19).
  26. 26. Baruque: é ausente da Bíbliahebraica, e também apóia ainvocação e a intercessão dossantos (3.4).
  27. 27. “A honra prestada às santasimagens é uma veneraçãorespeitosa, e não umaadoração, que só compete aDeus.” Catecismo da Igreja Católica, 2132
  28. 28. • Os querubins da Arca da Aliança tinham a finalidade de adorno e de se fazer sombra sobre a arca (Hb 9.5);• A serpente de bronze para prefigurar a morte sacrificial de Jesus Cristo (Jo 3.14,15/Bíblia de Jerusalém). Tendo, inclusive, Ezequias, rei de Judá, sido enaltecido pelo próprio Deus quando destruiu essa mesma serpente de bronze muitos anos depois, pelo fato do povo estar lhe prestando culto (2Rs 18.4,5 – 4º Reis na Versão Pe. Matos Soares).
  29. 29. “Os seus ídolos são de prata eouro, obra das mãos dos homens. Têmboca, e não falam; têm olhos e nãoveem. Têm ouvidos, e não ouvem; têmnarizes, e não cheiram. Têm mãos, e nãoapalpam; têm pés, e não andam; nãoemitem som com a sua garganta. Serãosemelhantes a ele os que osfazem, todos os que confiam neles (Sl115.4-8 (Sl 113 na Vulgata/Versão Pe.Matos Soares).
  30. 30. “Não vos iludais! (…) nem os idólatras (…)herdarão o reino de Deus”–1 Co 6.9,10/Bíbliade Jerusalém; 1Co 12.2; Gl 5.19-21;“Filhinhos, guardai-vos dos ídolos!”–1Jo5.21/Bíblia Ave-Maria; “Quanto aos (…)idólatras (…) o lugar deles é o lago ardente defogo e enxofre, que é a segunda morte”–Ap21.8/Versão Pe. Ivo Storniolo; “Ficarão de fora(…) os idólatras e todos os que amam oupraticam a mentira”–Ap 22.15/Bíblia deJerusalém)
  31. 31. “Quando Pedro estava para entrar, Cornélio saiu arecebê-lo e prostou-se aos seus pés para adorá-lo.Pedro, porém, o ergueu, dizendo: ‘Levanta-te! Tambémeu sou um homem!’”(At 10.25,26/Bíblia Ave-Maria)“E eu, João, sou o que ouvi e vi estas coisas.E, depois, de as ter visto, prostrei-me aos pés doanjo, que as mostrava, para o adorar; porém ele disse-me: Vê, não faças tal, porque eu sou servo de Deuscomo tu, e como os teus irmãos os profetas, e comoaqueles que guardam as palavras da profecia destelivro. Adora a Deus” (Ap 22.8,9/Versão Pe. MatosSoares)

×