Construtivismo      &Construcionismo                  Carlos Nogueira Fino, 2004
Jean Piaget (1896-1980)       Psicólogo construtivista
Seymour Papert (n. 1928 )        Pedagogo construcionista
O conceito de construcionismo expande o conceito de     construtivismo. Os modelos construtivistas da psicologia do desenv...
Em termos educacionais, este modelo contraria a ideia do     estudante como tabula rasa e o professor como aautoridade que...
Os construtivistas acreditam que todas as criançasestão empenhadas na criação de uma vasta cadeia de estruturas intelectua...
O pensamento construcionista acrescenta algo ao ponto de vista construtivista. Onde o construtivismo indica o   sujeito co...
“We understand ‘constructionism’ as including, but going beyond, what Piaget would call ‘constructivism’.The word with the...
 Se olharmos a criança como um construtor, escreve Papert(1980) estamos no caminho de uma resposta. E, como qualqueroutro...
“O Piaget da teoria dos estádios é essencialmenteconservador, quase reaccionário, enfatizando o que ascrianças não podem f...
Semelhanças e diferenças entre as posições de Piaget e          de Papert segundo Edith Ackermann*.    Distinção entre a “...
Piaget e Papert são ambos construtivistas porque     partilham a opinião de que as crianças são asconstrutoras das própria...
Piaget e Papert, são desenvolvimentistas no sentido em que  partilham uma visão incrementadora do desenvolvimento cognitiv...
 Piaget descreve como as crianças se tornam progressivamenteseparadas do mundo dos objectos concretos e das contingências...
 A criança de Piaget é uma espécie de Robinson Crusoe naconquista de uma ilha rica e deserta. A sua conquista é solitária...
 A criança de Papert é um dominador suave. Como a dePiaget gosta de descobrir novidades, mas por sua vez preferemanter-se...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Power point piaget-papert

4.413 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.413
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
119
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
86
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Power point piaget-papert

  1. 1. Construtivismo &Construcionismo Carlos Nogueira Fino, 2004
  2. 2. Jean Piaget (1896-1980) Psicólogo construtivista
  3. 3. Seymour Papert (n. 1928 ) Pedagogo construcionista
  4. 4. O conceito de construcionismo expande o conceito de construtivismo. Os modelos construtivistas da psicologia do desenvolvimento vêm o sujeito como um activo construtor de conhecimento. Através do construtivismo, teóricos como Jean Piaget, tentam descrever como é que esse processo de construçãoacontece para melhor se entenderem a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças.
  5. 5. Em termos educacionais, este modelo contraria a ideia do estudante como tabula rasa e o professor como aautoridade que leva o estudante a aprender, vertendo-lhe oconhecimento. Pelo contrário, o construtivismo argumenta que os professores devem compreender a natureza activa do processo de aprendizagem, no qual os estudantes já estão empenhados, de modo a estarem aptos a poderem facilitar e enriquecer esse processo, ao invés de tentarem impor-lhes experiências que não fazem sentido.
  6. 6. Os construtivistas acreditam que todas as criançasestão empenhadas na criação de uma vasta cadeia de estruturas intelectuais para darem ordem aomundo em que vivem, e que essas estruturas devem suportar níveis de complexidade cada vez mais elevados, à medida que a criança cresce e se desenvolve.
  7. 7. O pensamento construcionista acrescenta algo ao ponto de vista construtivista. Onde o construtivismo indica o sujeito como construtor activo e argumenta contramodelos passivos de aprendizagem e de desenvolvimento, o construcionismo dá particular ênfase a construçõesparticulares do indivíduo, que são externas e partilhadas.
  8. 8. “We understand ‘constructionism’ as including, but going beyond, what Piaget would call ‘constructivism’.The word with the v expresses the theory that knowledge is built by the learner, not supplied by the teacher. The word with the n expresses the further idea that this happens especially felicitously when the learner isengaged in the construction of something external or atleast shareable ... a sand castle, a machine, a computerprogram, a book. This leads us to a model using a cycleof internalization of what is outside, then externalization of what is inside and so on”* *Papert (1990), in “Introduction”. Idit Harel (Ed.), Constructionist Learning. Cambridge, MA: MIT Media Laboratory, p. 3.
  9. 9.  Se olharmos a criança como um construtor, escreve Papert(1980) estamos no caminho de uma resposta. E, como qualqueroutro construtor, a criança necessita de matéria-prima para aconstrução do seu conhecimento. Piaget e Vygotsky, por exemplo, indicariam o meio culturalenvolvente como fonte desse material cognitivo em bruto. Para Papert, a barreira encontra-se mais no exterior que nointerior das crianças, e se o exterior for enriquecido com osnutrientes cognitivos adequados, e as crianças expostas a essesnutrientes, elas poderão lidar, sob determinadas condições, comconceitos cuja abordagem puramente formal lhes estaria vedada.
  10. 10. “O Piaget da teoria dos estádios é essencialmenteconservador, quase reaccionário, enfatizando o que ascrianças não podem fazer. Eu me empenho em revelar um Piaget mais revolucionário, cujas ideias epistemológicas podem expandir as fronteirasconhecidas da mente humana” (Papert, 1980, p. 189).
  11. 11. Semelhanças e diferenças entre as posições de Piaget e de Papert segundo Edith Ackermann*. Distinção entre a “criança” de um e a “criança” de outro:* Ackermann, E. (1990). From Decontextualized to Situated Knowledge: Revisiting Piaget´s Water- Level Experiment. Epistemology and Learning Group Memo Nº 5. Cambridge: Massachusetts Institute of Technology.
  12. 12. Piaget e Papert são ambos construtivistas porque partilham a opinião de que as crianças são asconstrutoras das próprias ferramentas cognitivas bem como das suas realidades exteriores. Para ambos, o conhecimento e o mundo são construídos e constantemente reconstruídos através da experiênciapessoal, em que cada qual ganha existência através da construção do outro.
  13. 13. Piaget e Papert, são desenvolvimentistas no sentido em que partilham uma visão incrementadora do desenvolvimento cognitivo. Ambos definem inteligência como adaptação, oucomo a habilidade de manter um equilíbrio entre estabilidade e mudança, entre fechar-se e abrir-se, continuidade e diversidade. Na perspectiva de Piaget entre assimilação e acomodação.
  14. 14.  Piaget descreve como as crianças se tornam progressivamenteseparadas do mundo dos objectos concretos e das contingênciaslocais, e gradualmente se tornam capazes de manipularmentalmente objectos simbólicos no interior de um reino demundos hipotéticos. Papert dá ênfase ao polo oposto: a sua maior contribuição érecordar-nos que a inteligência deve ser definida e estudada insitu, que ser inteligente é ser situado, ligado e sensível às variaçõesdo envolvimento. Tornar-se um com o fenómeno em estudo - eis achave para a aprendizagem.
  15. 15.  A criança de Piaget é uma espécie de Robinson Crusoe naconquista de uma ilha rica e deserta. A sua conquista é solitáriaainda que extremamente excitante desde que o explorador sejaguiado interiormente, muito curioso e de carácter independente.O principal objectivo da sua aventura não é a exploração pelaexploração mas a alegria de, ao dar um passo atrás, ser capaz deconstruir mapas e outras ferramentas úteis para melhor controlare dominar o território sob exploração.
  16. 16.  A criança de Papert é um dominador suave. Como a dePiaget gosta de descobrir novidades, mas por sua vez preferemanter-se em contacto com as situações (pessoas e coisas) naprocura do sentimento de se sentir una com elas. Gosta deestar vinculada às situações sem ter que recuar delas. Preferecompreender, ainda no contexto, a fazer uma retrospectivada experiência. É uma praticante reflexiva.

×