Igreja nossa senhora do carmo da antiga sé

540 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
540
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Igreja nossa senhora do carmo da antiga sé

  1. 1. Igreja NossaSenhora do Carmo daAntiga Sé.
  2. 2. ► Logo que chegou ao Brasil, em 1808, o príncipe D. João requisitou a então Igreja de Nossa Senhora do Carmo – localizada na atual Praça XV – para ser Capela Real.
  3. 3. Agora, o templo - hoje conhecido comoAntiga Sé.Foi devolvido à cidadeamplamente. A igreja, monumento-símbolo das Comemorações dos 200anos da Chegada de Dom João ao Rio deJaneiro, foi re-inaugurada na data dacomemoração da chegada da corteportuguesa ao Rio, em 08 de março de2008. No dia 11 de agosto de 2006, foiassinado um contrato para a revitalizaçãoda igreja.
  4. 4. O projeto, orçado em R$ 11,5milhões, envolveu o restauroartístico do interior e dasfachadas da igreja e arealização de obras de infra-estrutura, além daimplementação de ações quealém do seu caráter educativoe de documentação, irãogarantir recursos para a auto-sustentabilidade do templo: umespetáculo de som e luz,programa de capacitação deprofessores e visitas guiadasde alunos de escolas públicase privadas ao canteiro derestauração; criação de vídeo epublicações educativas;implantação de exposições.
  5. 5. Restauro artístico .A igreja foifechada para obras desde o dia 18 desetembro de 2006, e só foi reabertaem 08 de março de 2008, totalmenterestaurada. Equipes interdisciplinaresde arqueólogos, restauradores,arquitetos, historiadores, educadores,engenheiros, etc. Trabalharam nasdiversas frentes do trabalho derestauração e nas pesquisasrealizadas.
  6. 6. O processo de restauro, que envolveu uma equipe de 40 pessoas, seguiu o seguinte roteiro:► Higienização.► • Limpeza mais detalhada.► • Fixação da camada de ouro que estava solta da madeira.► • Consolidação das partes ocas e afetadas por cupins.► • Aplicação do bolo armênio. (Argila especial que serve de base para o douramento).► • Aplicação das finíssimas folhas de ouro de 22 quilates. (Foram usadas, ao todo 22.500 folhas).► • Por fim, foi feito o polimento de alguns detalhes dos ornatos.
  7. 7. As paredes receberam tintaesmalte a base de água na corbege claro. A tonalidade foiescolhida depois de mais de cemprospecções estratigráficas –camadas de tinta são retiradasem diversos locais da igreja parase descobrir quais eram as coresque ficavam por baixo das muitasrepinturas que o local recebeu.
  8. 8. Também foram restauradas as 12 telas com pinturas a óleo que decoram o interior da Antiga Sé, além da pintura em madeira no teto da Capela Mor e a tela retrátil do altar-mor.
  9. 9. Restauro das fachadas. Do lado de fora,um outro grupode restauradoresse dedicou arecuperar asfachadas.
  10. 10. Tecnologia moderna.   As obras incluíram ainda toda a estrutura para o funcionamento do som e luz. E a tarefa não foi fácil. Especialmente porque nenhuma fiação ou outro equipamento moderno pode descaracterizar o interior do templo.
  11. 11. Arqueologia na Antiga Sé.Enquanto osrestauradores seapoiavam nosandaimes quetomaram conta detodo o templo,embaixo doassoalho, umaoutra equiperealizou seu
  12. 12. Os arqueólogos, comandados pelo ProfessorOndemar Dias, do Instituto de ArqueologiaBrasileira, escavaram diversas áreas da igreja. Ali,descobriram vestígios de cinco construçõesdiferentes. A primeira delas, batizada de “capelavermelha” é provavelmente do século XVI ou XVII eganhou seu apelido por conta do barrado vermelhona parede.Os arqueólogos descobriram ainda que aconstrução foi feita sobre a areia e encontraramvestígios de mangue no local e muitoprovavelmente, o mar chegava até aquele ponto.
  13. 13. Também foi encontrada outra construção com uma escadaria. Acredita-se que ela seja imediatamente posterior à igreja vermelha. Além dessas duas, é possível distinguir estruturas pertencentes a três outros períodos, provavelmente, dos séculos XVIII, XIX e XX.
  14. 14.   As descobertas foram tão importantes que justificaram a criação do Museu de Sítio Arqueológico da Antiga Sé, deixando parte dos locais escavados aberto à visitação, sem, no entanto, conflitar com as atividades religiosas realizadas no local.
  15. 15.   A Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé foi a única igreja das Américas que serviu de palco para a sagração de um rei e a coroação de dois imperadores. Também foi lá que D. Pedro I e D. Pedro II se casaram. Por esse motivo, o templo é o centro das comemorações dos 200 anos da chegada da família real ao Rio de Janeiro. Construído em 1761, o templo passou por diversas modificações na fachada, sendo que a última intervenção aconteceu no início do século XX. Seu interior guarda ainda os resíduos mortais de Pedro Álvares Cabral e os restos mortais do primeiro cardeal da América Latina, D. Joaquim Arcoverde, localizados na Cripta, que entrou no roteiro de visitações.

×