O Teatro e a Tecnologia

6.038 visualizações

Publicada em

Este trabalho foi a pedido da disciplina de 'Oficina de Teatro'.
Realizado por: João Almeida.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.038
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Teatro e a Tecnologia

  1. 1. 3<br />2<br />1<br />O Teatro e a Tecnologia<br />Realizado por:João Almeida | Nº 347Disciplina:Oficina de TeatroProfessora:Teresa Soares<br />
  2. 2. As peças teatrais, antigamente, eram realizadas em espaços amplos, e não tinha nada. Eram feitas à luz do dia, ou com luz artificial (lamparinas de azeite, velas, etc.).<br />2<br />
  3. 3. Afinal, ver e ouvir bem, são os principais requisitos de um espectador para uma peça de teatro onde o trabalho do actor seja falar e expressar-se através do corpo, e da face, podendo também ser a apresentação de uma peça de teatro, de mímica ou de sombras.<br />3<br />
  4. 4. Trocaram as ruas pelas salas escuras com um maior conforto para os actores e espectadores, e foi necessário arranjar de algum modo, iluminar a sala. Foram sempre tentando, através da projecção de sombras sobre cenários pintados (fig. 1), actuação junto ao proscénio para serem bem vistos e ouvidos, rivalizar-se com o que se passava numa sala não obscurecida, para não falar da duração dos espectáculos condicionados à duração das fontes de luz.<br />4<br />
  5. 5. Figura 1<br />
  6. 6. Passado anos, introduziu-se a Tecnologia, no século XX, que trouxe como novidades, os palcos rotativos, mobilidades na disposição do palco em relação à colocação dos espectadores, os chamados “nevoeiros” ou “fumos” (fig. 2), entre outros.<br />6<br />
  7. 7. Figura 2<br />
  8. 8. Porém, a música, não se pôde pôr de parte, havia alguns espectáculos de «vaudeville» (fig. 3), melodrama, ópera, entre outros que, necessitavam de se produzir na hora, para que esse fosse contextualizado com o momento certo da peça. Esses mesmos sons, foram substituídos pelas gravações, tais como o som dos trovões, da chuva, do vento, do piar dos pássaros, entre outros animais. <br />8<br />
  9. 9. Figura 3<br /> Vaudeville foi um gênero de entretenimento de variedades predominante nos Estados Unidos e Canadá do início dos anos 1880 ao início dos anos 1930. Ao fim da noite, eram levados ao palco, músicos (tanto clássicos quanto populares), dançarina(o)s, comediantes, animais treinados, mágicos, imitadores de ambos os sexos, acrobatas, peças em um único acto ou cenas de peças, atletas, palestras dadas por celebridades, cantores de rua e filmetes.<br />
  10. 10. Para concluir com a tecnologia, inventaram também os microfones, que damos uso com alguma frequência, que felizmente, deu ao som aplificado que temos de hoje em dia, e uma boa acústica,mas isso só surgiu após a guerra, em pleno século XX. No que toca a imagens produzidas, os actores tinham uma vontade de interpretar a acção de corpos ao vivo, logo, em directo em presença ao nosso acarinhado público. <br />10<br />
  11. 11. FIM<br />

×