Escola Secundária C/ 3ºCiclo Serafim Leite<br />Forças de Atrito<br />Físico-Química<br />9ºAProfessora: Manuela Correia<b...
Introdução<br /> A Força de Atrito é uma força de importância indiscutível, pois ela está presente em praticamente todos o...
O atrito é provocado ela aspereza, ou seja, pelas rugosidades existentes nas superfícies em contacto. Enquanto as superfíc...
O que é:<br />4<br /><ul><li>Força de Atrito Estático?
Força de Atrito Cinético?</li></li></ul><li>Força de Atrito Estático<br />Chama-se de força de atrito estático a força que...
Força de Atrito Cinético<br />O atrito cinético surge como a força que se opõe ao movimento quando o corpo se move. A forç...
O atrito é prejudicial no momento em que ele desgasta as superfícies que rolam uma sobre a outra, aumenta a força necessár...
Se não fosse o atrito um carro não sairia do lugar porque os pneumáticos deslizariam surge a superfície. Em uma superfície...
9<br />Elsa Monteiro 9ºA<br />Juliana Ribeiro 9ºA<br />João Almeida 9ºA<br />Tânia Valente 9ºA<br />Jorge Pimenta 9ºA<br /...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Forças de Artrito - Fisico-Química - 9º Ano

19.103 visualizações

Publicada em

Trabalho pedido na disciplina de 'Físico-Química'.
Trabalho realizado por: Elsa Monteiro, João Almeida, Jorge Pimenta, Juliana Ribeiro e Tânia Valente.
ESSL.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.103
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
314
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Forças de Artrito - Fisico-Química - 9º Ano

  1. 1. Escola Secundária C/ 3ºCiclo Serafim Leite<br />Forças de Atrito<br />Físico-Química<br />9ºAProfessora: Manuela Correia<br />1<br />
  2. 2. Introdução<br /> A Força de Atrito é uma força de importância indiscutível, pois ela está presente em praticamente todos os momentos do nosso dia-a-dia. Sem ela, seria impossível tu estares agora sentado a ler este texto, pois tu já terias escorregado da cadeira. O simples acto de andar também seria inviável, pois sem o atrito tu não terias apoio nem para ficar de pé.<br />2<br />
  3. 3. O atrito é provocado ela aspereza, ou seja, pelas rugosidades existentes nas superfícies em contacto. Enquanto as superfícies são juntas uma com a outra tendem a se interpenetrarem, oferecendo resistência ao movimento relativo.<br />3<br />A que se deve as Forças de Atrito<br />
  4. 4. O que é:<br />4<br /><ul><li>Força de Atrito Estático?
  5. 5. Força de Atrito Cinético?</li></li></ul><li>Força de Atrito Estático<br />Chama-se de força de atrito estático a força que se opõe ao início do movimento entre as superfícies, ou ao atrito de rolamento de uma superfície sobre outra. Por exemplo, pode-se citar o atrito entre o pneu de um carro quando este não está a escorregar sobre a superfície (o que não implica que o pneu não possa estar a andar). Chama-se força de atrito estático máxima à máxima força de atrito estático que pode existir entre duas superfícies sem que estas entretanto deslizem uma sobre a outra.<br />5<br />
  6. 6. Força de Atrito Cinético<br />O atrito cinético surge como a força que se opõe ao movimento quando o corpo se move. A força de atrito cinético é menor do que a força de atrito estático máximo.<br />6<br />
  7. 7. O atrito é prejudicial no momento em que ele desgasta as superfícies que rolam uma sobre a outra, aumenta a força necessária para mover um corpo e produz calor.Para estes malefícios do atrito fazem-se superfícies super planas e lisas, usa-se metais duros, o uso de lubrificantes entre as superfícies para que não haja tanto atrito e fiquem mais escorregadias e para que também não haja tanto desgaste das superfícies.<br />7<br />Força de Atrito Prejudiciais<br />
  8. 8. Se não fosse o atrito um carro não sairia do lugar porque os pneumáticos deslizariam surge a superfície. Em uma superfície lamacenta é preciso que haja correntes no pneu do carro para que o carro saia do lugar, são as correntes que fazem com que o atrito aumente. Sem o atrito as correntes não poderiam mover as máquinas e os pregos não ficariam fixos na parede. Em uma lomba, um carro parado só não desliza porque existe atrito. <br />8<br />Forças de Atrito Úteis<br />
  9. 9. 9<br />Elsa Monteiro 9ºA<br />Juliana Ribeiro 9ºA<br />João Almeida 9ºA<br />Tânia Valente 9ºA<br />Jorge Pimenta 9ºA<br />Trabalho Elaborado Por:<br />

×