Design Made in Brasil

587 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
587
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Design Made in Brasil

  1. 1. Madein 1 7 O design brasileiro é multicultural e multifacetado. Da sua imensa diversidade, destacam-se três correntes: nacionais e o caráter original dos produtos são o design vernacular, elege materiais locais e naturais, 7. JUA Mesa de jantar, em os atributos essenciais do design brasileiro. madeira maciça, elementos "A inovação criativa, considerar os aspectos em particular a madeira; o design contemporâneo, de em aço, de Sergio Rodrigues, funcionais dos produtos, mas extrapolando os perfil global, alia função e criatividade; e o design arte, www.sergiorodrigues.com.br seus limites formais, é o principal legado dos 8. MOON GLASS Luminária de 2 conceptual e inusitado. TEXTO: JOANA PINHEIRO encastre, em vidro e alumínio, mestres", preconiza Ana Brum, coordenadora de Daniela Zilinsky, da Blumenox, de projetos do Centro de Design Paraná. em www.blumenox.com 9. LOOSE Bengaleiro, em RETRATO DE UM PAÍS PROMISSOR O madeira, de Jader Almeida, design brasileiro é mestiço, tal como O design brasileiro está em crescendo em em www.jaderalmeida.com o seu povo. Há uma aparente falta de 10. SERBENA Banco, em todas as regiões, porém com especificidades. 1. SOFÁ 50 Em madeira e espuma estilo, que historicamente se reflete polipropileno, de Henrique "Na Bienal Brasileira de Design de 2010, foram de polipropileno, de Zanini de Zanine, da Doïz, em www.doizdesign.com.br na presença constante do ecletismo como Serbena para a Pnaples, selecionados 250 produtos de 22 estados. em www.pnaples.com.br 8 2. RAMOSCELLO Vaso, em resina, estilo, seja no design ou na arquitetura. Num Não há diferenças de criatividade em termos 11. BAHIA Poltrona, em de Fernando e Humberto Campana, país com dimensões continentais, com uma madeira, couro e cordas de geográficos. Contudo, o sul, sudeste e centro da Corsi, em www.corsidesign.it colonização e história recentes, com a mescla PVC, de Rodrigo Almeida, em oeste do País - São Paulo, Rio de Janeiro, 3. JOÃO DE BARRO Saleiros, em cerâmica, de Suzanne Reboh, de imigrantes europeus, asiáticos e africanos e www.rodrigoalmeidadesign.com Belo Horizonte, Curitiba, etc.-, têm um maior em www.rebohdesign.com.br os seus habitantes indígenas, seria temerário desenvolvimento industrial e um produto 4 4. DRESS Torre de iluminação, com afirmar que existe uma unidade no design. interno bruto superior, produzem e consumem 9 grafismos, de Francisco Terroba, da Há diversos designs brasileiros: vernaculares, mais bens, pelo que o design, centrado em Iluminar, em www.iluminar.com.br 3 5. MORINGA#1 Recipiente para kitsch, funcionalistas, contemporâneos, produtos altamente industrializados, assume água, com copo, em porcelana, internacionais. Todos ao mesmo tempo e nos uma maior visibilidade", explica Ken Fonseca. da Jödja, em www.jodja.com.br mesmos lugares", argumenta Ken Fonseca, "Já no norte e nordeste predominam 6. KATITA Poltrona, em madeira professor de design na Universidade Federal maciça, de Sergio Rodrigues, em os produtos de caráter artesanal, www.sergiorodrigues.com.br do Paraná, em Curitiba. feitos com materiais locais", Sergio Rodrigues é, a par de Zanine Caldas, acrescenta Ana Brum. Joaquim Tenreiro, Geraldo de Barros e Oscar Niemeyer, entre outros, um dos mestres do design brasileiro. Aos 84 anos, continua a levar o nome do país além-fronteiras. "Sendo um apaixonado por design e tendo notado a falta de mobiliário condizente com o nível de arquitetura que estávamos atingindo, tive a sorte de me tornar, em meados da década de 50, o primeiro arquiteto brasileiro a aprofundar essa matéria. Os meus modelos têm características de um Brasil primitivo, 11 5 colonial e contemporâneo", conta. Para 6 10 Sergio Rodrigues, o uso de matérias-primas2  • JULHO 2011 • CARAS DECORAÇÃO CARAS DECORAÇÃO • JULHO 2011 •  3
  2. 2. Madein 7 8 9 1 2 3 1. GUEISHA Tapete, tela em plástico PVC e cordões em 7. MIR Poltrona, esculpida poliéster entrelaçados à mão, em sumaúma, de Julia Krantz, design de Rodrigo Almeida, em em www.juliakrantz.com.br www.rodrigoalmeidadesign.com "Atualmente, e embora ainda subsista o 8. BAUHAUS 90 Candeeiro colocará o design brasileiro em equidade 2. AMPHORE LISA Solitários, em entendimento do design como um custo, de mesa, de Fernando Prado, mundial e num nível cada vez maior de materiais reciclados, de Domingos dados estatísticos do Programa Design da Lumini, www.lumini.com.br competição internacional". 9. OMOLU Estante, em Tótora, www.domingostotora.com.br Excellence Brazil mostram que, cada vez mais, madeira, cerâmica e couro, 3. BOSSA Cadeira, em madeira e as indústrias brasileiras acreditam design de Rodrigo Almeida, em PROTAGONISTAS DA ATUALIDADE palhinha, design de Jader Almeida, em www.jaderalmeida.com que podem alavancar os seus www.rodrigoalmeidadesign.com Alfio Lisi, Jader Almeida, Fernando Prado, 4. MOEDA Mesa baixa, em aço negócios, prosperar no mercado 10. EDGE Aplique, design de Fernando e Humberto Campana, Rodrigo Francisco Terroba, da Iluminar, inoxidável, de Zanini de Zanine, da interno e buscar visibilidade internacional Almeida, Domingos Tótora, Zanini de Zanine Doïz, em www.doizdesign.com.br em www.iluminar.com.br através do design, pois já possuem requisitos 11. DEL GARDA Saladeira, em e Julia Krantz estão entre os mais talentosos 5. LOUISE Banco, com assento em madeira e base em metal, de técnicos e capacidade tecnológica", afirma a vidro e aço, de Rubens Simões, designers da atualidade. Alfio Lisi, em www.alfiolisi.com.br responsável do Centro de Design Paraná. da Riva, em www.riva.com.br "Genuinamente brasileiro, com estética 12. TREZ Poltrona, em chapa 6. FINA Candeeiro de chão, em "Entre as empresas que estão a incorporar e técnicas tradicionais, linguagem objetiva alumínio e aço inox, orientável, de aço pintada, design de estrategicamente o design, destacam-se, na Zanini de Zanine, da Doïz, forma/função, equilíbrio entre leveza design de Fernando Prado, da Lumini, em www.lumini.com.br área de interiores, a Bortolini, Schuster e em www.doizdesign.com.br e robustez, informalidade e descontração. Pnaples, que produzem mobiliário, a Lumini, Experimentalista, gosto muito de reinventar". Iluminar e Blumenox, que editam iluminação, É assim que Alfio Lisi define o seu design. a Riva, Jödja e Reboh Design, que fabricam "Considero o meu trabalho global e com 4 acessórios, entre outras. Em 2011, estas foram 10 estética atemporal. Tenho referências do algumas das marcas brasileiras distinguidas Modernismo brasileiro e mundial. As formas com o iF Product Design Award", refere simples, leves e suaves caraterizam o meu Ana Brum. "De facto, o Brasil design", revela Jader Almeida. está hoje entre os 10 países 12 do mundo mais premiados em design, ficando à frente da Dinamarca, Suécia, Inglaterra e do Canadá, países com maior tradição industrial", realça. Ana Brum perpetiva assim a evolução do design brasileiro na próxima década. "Respeitando as suas características criativas, alegres e inusitadas, a sua abrangência 5 será maior. O valor percebido pelas pessoas 11 64  • JULHO 2011 • CARAS DECORAÇÃO CARAS DECORAÇÃO • JULHO 2011 •  5
  3. 3. Madein Estrelas maiores, Fernando e 2 1 Humberto Campana inauguraram uma nova fileira, entre o design e arte, contribuindo decisivamente para o reconhecimento mundial do Made in Brasil. Mencionando o elo entre pré-artesanato e indústria como a essência do design brasileiro, Rodrigo Almeida, que trabalha tanto materiais naturais como sintéticos industrializados, acredita que "o trabalho manual confere alma aos objetos". "O Rodrigo é um exemplar seguidor dos nossos conceitos 1. ANGIOLINA Espagueteira, em de brasilidade, reciclagem e visão atenta de aço inoxidável, de Davide e Gabriele parcelas da sociedade ainda não tocadas pela Adriano, da Riva, www.riva.com.br globalização. Mesmo usando o streetwear 2. LEG 90 Estrutura vertical de iluminação, de Francisco Terroba, como projeto de mobiliário, consegue da Iluminar, em www.iluminar.com.br redefinir códigos visuais que ainda não foram 3. BAUXITA Mesa de centro, em atingidos pela pasteurização atual", afirmou madeira, couro e metal, design de Fernando Campana, ao jornal Alfio Lisi, em www.alfiolisi.com.br 4. ZOE Banco artesanal, em pasta Valor Econômico. de papelão reciclado, de Domingos "O meu trabalho Tótora, www.domingostotora.com.br resume-se a experimentar 5. FAGO Poltrona, em ripas curvas materiais e formas sem a preocupação de madeira, de Mariana Betting Ferrarezi e Roberto Hercowitz, do de seguir um estilo ou uma tendência, 3 ateliê Em2 Design, da Schuster, mas com uma influência toda focada em www.moveis-schuster.com.br no meu país e na minha cidade, o Rio de Janeiro. Enquanto povo, somos grandes improvisadores, aprendemos a dar rápidas soluções às necessidades", desvenda Zanini de Zanine. "As minhas obras refletem uma leitura pessoal do Brasil, as vivências que tive, as 5 águas do mar e das cachoeiras, o movimento das folhas das árvores, a oca dos índios, o teatro, a música. Busco aperfeiçoar os meus conhecimentos sobre a madeira, que escolhi pela sua versatilidade, sustentabilidade e beleza", refere Julia Krantz. "O Brasil mostra-se de verdade no trabalho dos artistas, artesãos e designers que olham para o nosso 4 país com toda a sua grandeza, a natureza exuberante que invade os nossos sentidos, a diversidade de raças e miscigenações, mas também o contraste entre a miséria absoluta e a riqueza suprema, a convivência entre a violência desmedidada e uma alegria sem igual", finaliza.6  • JULHO 2011 • CARAS DECORAÇÃO Consulte a lista de moradas a partir da pág. 110
  4. 4. MadeinENTREVISTA a criar as bases do design no Brasil com produtos icónicos. – O que trouxeram de novo? – Criaram produtos que procuravam materializar a forma de viver do brasileiro, a sua cultura e hábitos locais, através dos materiais, dos processos e dos próprios ambientes, valorizando a luz, as cores e a alegria de viver do Brasil tropical. Reproduzir o estilo de vida da Europa já não satisfazia as necessidades. – O que distingue o design brasileiro do design europeu? – A influência da escola alemã de design , extremamente funcionalista, permaneceu na formação dos designers brasileiros até meados dos anos 80. Mas existiram sempre designers, arquitetos e autodidatas buscando e criando um design com características locais. Podemos dizer que o design brasileiro, divergindo do europeu, não se foca tão fortemente nas questões da inovação tecnológica, mas sim na multiculturalidade. – Quais os designers que mais têm contribuído para a afirmação do Made in Brasil? – Será impossível não deixar de lado nomes importantes! Mas eis alguns: Sergio Rodrigues, Fernando e Humberto Campana, Carlos Motta, Maurício Azeredo, Guilherme Bender, Fernando KEN FONSECA Jaeger, Guinter Parschalk, Guto Índio da Costa, Antonio Bernardo, Luciana Martins e Gerson de Oliveira, Mendes-Hirth Marcenaria, Seragini Farné Design. – Qual o lugar do design brasileiro no mapa mundial? Professor de design na Universidade Federal do Paraná, – O Brasil está hoje entre as sete maiores economias do mestre em Tecnologia, colabora com entidades que mundo. Diferentemente da Europa, o nosso consumo interno promovem o design brasileiro. História, atualidade e é muito grande, daí que grandes empresas brasileiras tenham permanecido somente no mercado interno, buscando pouco o futuro em debate. ENTREVISTA: JOANA PINHEIRO exterior. Mais recentemente, o país tem entrado no mercado internacional como player global de produtos de maior valor agregado, mas usando o design ainda de forma tímida. O Brasil – Quais os momentos mais importantes da história do design exporta aviões, veículos, mobiliário, mas na sua maioria com brasileiro? design "internacional", com pouca referência "brasileira". KEN FONSECA – O período do Barroco, quando o Brasil recebe – Como perspetiva a evolução do design brasileiro na os mestres portugueses e desenvolve mobiliário e construções próxima década? com características próprias. Depois, o Modernismo, que teve – O Brasil tem dois grandes desafios: melhorar as condições de reflexos na arquitetura, na literatura e na produção de móveis e acesso da enorme classe emergente ao mercado de consumo; e objetos. No design, é a época de valorização e uso das madeiras internacionalizar a produção, aumentando a exportação de bens brasileiras, com cores, padrões e texturas únicos. Surge o conceito industrializados, com maior valor agregado. Mas isto não poderá de "antropofagia", as influências culturais que historicamente ser feito com base nos modelos existentes. A sustentabilidade compõem o Brasil foram engolidas, misturadas, digeridas, gerando já não é uma moda, está em causa a sobrevivência do planeta. essa nova cultura brasileira. O Brasil não pode correr o risco de repetir o modelo de – Quem são os grandes mestres? Qual o seu legado? industrialização e consumo da Europa, dos EUA ou da China. – No início do século XX, principalmente no período modernista, Cabe à sociedade brasileira, e por consequência aos designers surgem os mestres que vão influenciar definitivamente o design brasileiros, preocupar-se com a escolha das matérias-primas, brasileiro, como Joaquim Tenreiro, Lina Bo Bardi, Geraldo de os processos produtivos, a durabilidade dos produtos, ect.. A Barros, Sergio Rodrigues, Michel Arnoult, Zanine Caldas, Jean principal questão será "formatar" o consumo, para que a enorme Gillon, Jorge Zalszupin, John Graz e Oscar Niemeyer, entre outros. classe emergente não siga o consumo desenfreado das atuais Alguns não são brasileiros, outros nem tiveram uma produção classes média e alta. Será preciso "educar para o design", formar representativa em termos de volume, mas ajudaram definitivamente consumidores mais conscientes das suas escolhas.7  • JULHO 2011 • CARAS DECORAÇÃO

×