LengalengasA casa do JoãoAqui está a casa que fez o João.Aqui está o saco do grão e feijão,Que estava na casa que fez o Jo...
O que está?O que está na varanda?Uma fita de ganga.O que está na janela?Uma fita amarela.O que está no poço?Uma casca de t...
Tenho um cãozinhoTenho um cãozinho,Chamado totó,Que me varre a casa,E me limpa o pó.Ele também gosta de lamber a mão,Á noi...
A ovelhaA comer no campo,Está uma ovelha.Gosta de ervinhaE coça a orelha.Anda devagar,Também faz mé, mé.E quando está zang...
Gato MaltêsEra uma vez,Um gato maltês,Tocava piano e falava Francês.A dona de casa,Chamava-se Inês,E o número da porta,Era...
A água não quis apagar o fogoO fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele...
O fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não h...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lengalengas

450 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
450
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lengalengas

  1. 1. LengalengasA casa do JoãoAqui está a casa que fez o João.Aqui está o saco do grão e feijão,Que estava na casa que fez o João.Aqui está o rato,Que furou o saco de grão e feijão,Que estava na casa que fez o João.Aqui está o gato,Que comeu o rato,Que furou o saco de grão e feijão,Que estava na casa que fez o João.Aqui está o cão,Que mordeu o gato,Que comeu o rato,Que furou o saco de grão e feijão,Que estava na casa que fez o JoãoSarabico bico bicoSarabico bico bico,Quem te pôs tamanho bico?Foi a chocalheira, que come ovos e manteiga.Os cavalinhos a correr,Os meninos a aprender,Qual será o mais bonito que se há-de esconder?
  2. 2. O que está?O que está na varanda?Uma fita de ganga.O que está na janela?Uma fita amarela.O que está no poço?Uma casca de tremoço.O que está na pia?Uma casca de melancia.O que está na chaminé?Um gato a coçar o pé.O que está na rua?Uma espada nua.O que está atrás da porta?Uma velha morta.O que está no ninho?Um passarinho.Dá-lhe bolachas e deixa-o quentinho!O tempoO tempo perguntou ao tempo,- Quanto tempo o tempo tem?O tempo respondeu ao tempo,Que não tem tempo para dizer,Que o tempo do tempo,É o tempo que o tempo tem.
  3. 3. Tenho um cãozinhoTenho um cãozinho,Chamado totó,Que me varre a casa,E me limpa o pó.Ele também gosta de lamber a mão,Á noite ao deitar,Faz sempre ão, ão. A água– Que é da água?– As patas a beberam.– Que é das patas?– Estão a pôr os ovos.– Que é dos ovos?– Os gatos os comeram.– Que é dos gatos?– Estão com as velhas.– Que é das velhas?– Estão no mato.– Que é do mato?– O lume o acendeu.– Que é do lume?– A água o apagou.
  4. 4. A ovelhaA comer no campo,Está uma ovelha.Gosta de ervinhaE coça a orelha.Anda devagar,Também faz mé, mé.E quando está zangada,Dá-nos um pontapé!Sola do sapatoSola, sapato.Rei, rainha.Foi ao marBuscar sardinhaPara a mulher do juizQue está presa pelo nariz.Sala a pulga, na balançaQue vai ter até à França,Os cavalos a correr,As meninas a aprender,Qual será a mais bonita que se vai esconder?
  5. 5. Gato MaltêsEra uma vez,Um gato maltês,Tocava piano e falava Francês.A dona de casa,Chamava-se Inês,E o número da porta,Era o trinta e três.Era muito bonito,E não era mau,Também cantavaMiau, miau, miau.O CucoEra uma vez um cucoQue não gostava de couvesMandou-se chamar o pauPara vir bater no cucoO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’Mandou-se chamar o fogoPara vir queimar o pauO fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’Mandou-se chamar a águaPara vir apagar o fogo
  6. 6. A água não quis apagar o fogoO fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’Mandou-se chamar o boiPara vir beber a águaO boi não quis beber a águaA água não quis apagar o fogoO fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’Mandou-se chamar o homemPara vir ralhar com o boiO homem não quis ralhar com o boiO boi não quis beber a águaA água não quis apagar o fogoO fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’Mandou-se chamar o policiaPara vir prender o homemO policia não quis prender o homemO homem não quis ralhar com o boiO boi não quis beber a águaA água não quis apagar o fogo
  7. 7. O fogo não quis queimar o pauO pau não quis bater no cucoO cuco não quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves não hei-de comer’Mandou-se chamar a mortePara vir matar o políciaA morte já quis matar o policiaO policia já quis prender o homemO homem já quis ralhar com o boiO boi já quis beber a águaA água já quis apagar o fogoO fogo já quis queimar o pauO pau já quis bater no cucoO cuco já quis comer as couvesE ele sempre a dizer ‘couves já é de eu comer’ Curso técnico de Apoio à Infância Edite Joana Simões Andorinha 11ºH Nº10 2012/2013

×