Implantação Faturamento em Tempo Real Hospital Memorial

3.647 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.647
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Implantação Faturamento em Tempo Real Hospital Memorial

  1. 1. Av. Visconde de Albuquerque, 603 Madalena, Recife - PE CEP: 50610-090 Fone/Fax: (81) 3227-1699 www.berconsultoria.com.br [email_address] <ul><li>Agilidade </li></ul><ul><ul><li>Criatividade </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Competência </li></ul></ul></ul>
  2. 2. Soluções <ul><li>Consultoria </li></ul><ul><ul><li>Capital Humano </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Administração de Pessoal </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Auditoria </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Consultoria Tributária </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  3. 3. A B&R Consultoria Empresarial é uma empresa comprometida em oferecer as melhores soluções aos seus clientes , contando com uma experiência de 18 anos de atuação no mercado nacional em empresas de pequeno, médio e grande porte, nos diversos segmentos . Na B&R Consultoria Empresarial, encaramos os negócios com firmeza de propósito, seriedade, compromisso e ética , atendendo assim, de forma personalizada as necessidades dos nossos Clientes. Temos como nosso principal objetivo: disseminar conhecimento e boas práticas à sua empresa. Quem Somos
  4. 4. ESCOPO DO TRABALHO <ul><li>I dentificar oportunidades de melhorias que reduzam a possibilidade de ocorrência de riscos relevantes nos processos referentes aos aspectos operacionais e os sistemas informatizados utilizados em todo o Hospital nos locais de atendimento ao paciente (nas Recepções, no Centro Diagnóstico, no Bloco Cirúrgico, na UTI, nas Alas Clinicas e Cirúrgicas), finalizando no Faturamento. Realizamos as seguintes atividades principais: </li></ul><ul><li>Entendimento dos processos a serem revisados; </li></ul><ul><li>Levantamento dos principais riscos identificados nos processos; </li></ul><ul><li>Levantamento dos controles atualmente utilizados; </li></ul><ul><li>Discussão das observações levantadas em conjunto com os coordenadores; </li></ul><ul><li>Implantação de todos os processos e controles de forma informatizada. </li></ul>
  5. 5. MODELO PROPOSTO
  6. 6. Implantação Faturamento Tempo Real
  7. 7. DE QUE FORMA
  8. 8. 1ª. Etapa – Reuniões Apresentação
  9. 9. 2ª.Etapa – Reunião Equipe Planejamento Elaborar planejamento
  10. 10. 3ª. ETAPA – Mudanças de Atitudes na Forma de Negociar
  11. 11. 3ª.Etapa – Mudanças de Atitudes das Pessoas
  12. 12. 4ª.Etapa – Participação do Conhecimento Para Todas as Unidades de Negócios
  13. 13. Através de Treinamentos Corporativos – COMO FUNCIONA? Programa Motivacional
  14. 14. Matriz de Operacionalização das Atividades Atividade Responsáveis Detalhamento Prazo Analisar os Contratos e Distribuir Gestores Regras Médica Regras Enfermagem Regras Farmácia Cobrança produtos Médicos, Farmácia e Enfermagem Cobrar efetivamente o consumo real em tipo, marca e quantidade e verificar se tudo que foi usado está cobrado Cobrança serviços Médicos e Enfermagem Realizar, justificar, relatar, evoluir e verificar se tudo que foi feito está cobrado Tempo permanência Médico Obter mecanismos de controle na Unidade de Negócio Checagem Enfermagem Realizar, checar, verificar
  15. 15. Matriz de Operacionalização das Atividades Atividade Responsáveis Detalhamento Prazo Prescrição Médicos Verificar a padronização e cumprir regras da empresa Comprar mat/ med Compras Farmácia Verificar a padronização Distribuição Farmácia De acordo com horário da medicação real Cobrança diária Hotelaria e Enfermagem De acordo com permanência real Evolução, Relatos e Justificativas Médicos e Enfermagem Cumprir regras do Conselho pelo qual se regem
  16. 16. PARA FATURAR É preciso vender algo para alguém e receber
  17. 17. E O QUE É FATURA? É a soma dos valores dos insumos através de documento reconhecido, preenchido e assinado pelo comprador e o vendedor.
  18. 18. QUE É FATURAMENTO? É a soma dos valores das faturas emitidas em determinado período comercial.
  19. 19. O QUE É FATURAMENTO EM TEMPO REAL É a formalização da venda efetuada pelo vendedor ao cliente, no momento da disponibilização do produto e/ou realização do serviço na Unidade de Negócio onde se concretizou a venda.
  20. 20. QUEM BOTA PARA FAZER EM TEMPO REAL
  21. 21. O QUE MUDA? Quem sabe fazer ensina e a partir de então o aprendizado passa a ser permanente
  22. 22. Para Que o Faturamento Possa
  23. 23. Assim o Faturamento poderá projetar para Contas a Receber em tempo real
  24. 24. E Contas a Receber rastrear as causas do não pagamento em tempo real
  25. 25. QUEM PRODUZ A VENDA?
  26. 26. <ul><li>De acordo com o tipo de atendimento prestado ao Cliente de Saúde: </li></ul><ul><li>a) Internados – após alta médica e/ou período parcial; </li></ul><ul><li>b)Urgência, Emergência ou Unidade Pronto Atendimento – após alta médica; </li></ul><ul><li>c) Centro Diagnóstico Imagem, Laboratório, Ambulatório - Consultórios– após realização dos exames e/procedimentos. </li></ul>QUANDO SE CONCRETIZA A VENDA NO SERVIÇO DE SAÚDE?
  27. 27. <ul><li>Diária de Apto. da Enfermaria e da UTI; </li></ul><ul><li>Materiais; </li></ul><ul><li>Medicamentos; </li></ul><ul><li>Taxas de Sala em CC/CO; </li></ul><ul><li>Taxas de Sala fora do CC/CO; </li></ul><ul><li>Taxas de Serviços; </li></ul><ul><li>Taxas de Uso de Equipamentos; </li></ul><ul><li>Procedimentos/Honorários; </li></ul><ul><li>Gasoterapia (ar comprimido, oxigenio, nebulização, etc) </li></ul><ul><li>Taxas de Serviço de Governança/ Hotelaria (café da manhã acompanhante, frigobar, refeição acompanhante, telefone, etc). </li></ul><ul><li>Consultas </li></ul><ul><li>Exames </li></ul>O QUE SE VENDE?
  28. 28. <ul><li>“ ...não apenas anamnese do paciente, mas todo acerto documental padronizado, organizado e conciso referente ao registro dos cuidados médicos e de enfermagem prestados, assim como aos documentos pertinentes a essa assistência.” </li></ul>Demais empresas= Pedido, Orçamento, COM BASE NO PRONTUÁRIO MÉDICO DO PACIENTE
  29. 29. <ul><li>Verificar se está sendo dispensado, lançado em sistema informatizado em conformidade com o prescrito? </li></ul>FARMÁCIA DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  30. 30. <ul><li>Verificar permanência de estoque parado nos Pontos de Estoques Flutuantes (Leitos e Farmácias Satélites)? </li></ul>FARMÁCIA DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  31. 31. <ul><li>Verificar se foram registrados relatos, evolução, justificativas e prescrição em conformidade com o que foi realizado e/ou acordos contratuais padronizados pela empresa? </li></ul>MÉDICOS E ENFERMAGEM DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  32. 32. <ul><li>Verificar se o mat/ med recebido foi utilizado (checado) e, se não foi utilizado, se foi feita a devolução? </li></ul>ENFERMAGEM e FARMÁCIA DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  33. 33. <ul><li>Verificar se o exame solicitado foi prescrito e lançado em sistema informatizado ? </li></ul>CENTRO DIAGNÓSTICO DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  34. 34. <ul><li>Lançar no sistema informatizado Taxas, Gasoterapia, Equipamentos, Honorários, Diarias? </li></ul>FATURAMENTO DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  35. 35. <ul><li>Verificar se o procedimento previsto para ser realizado está autorizado? </li></ul>Quem realiza e/ou fornece: Médicos, Enfermagem, Farmácia, Recepções DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  36. 36. <ul><li>Verificar se o que foi realizado está autorizado? </li></ul>Quem realiza e/ou fornece: Médicos, Enfermagem, Farmácia, Recepções DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  37. 37. <ul><li>Verificar se a equipe de trabalho está fazendo o que deveria ser feito? </li></ul>AUDITORIA MÉDICA E ENFERMAGEM DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  38. 38. DE QUE FORMA A AUDITORIA DEVE VERIFICAR? <ul><li>Metodologia: </li></ul><ul><li>1. Realizando o “controle da qualidade assistencial através dos registros e uso”; </li></ul><ul><li>2. Verificando a “manutenção da ordem mantida” ; </li></ul><ul><li>3. Registrando as “não conformidades” e passando para os responsáveis; </li></ul>
  39. 39. <ul><li>Verificar se tudo que foi feito e/ou utilizado para a recuperação do Cliente de Saúde enquanto da sua permanência na instituição, ocorreu de forma correta respeitando os Códigos de Ética das Classes e do Consumidor ? </li></ul>Gestores de cada Unidade de Negócio Produtiva DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  40. 40. <ul><li>Quem deve assegurar que os valores dos produtos e/ serviços vendidos estão corretos? </li></ul>Área responsável pela comercialização contratual. DEVEMOS COMPARAR: QUEM DEVE FAZER, QUEM ESTÁ FAZENDO, QUANDO ESTÁ SENDO FEITO?
  41. 41. Então, porque existe um grande contingente de Enfermeiros e Faturistas realizando atividades que não lhes compete como: evoluindo, prescrevendo, checando, relatando, alterando, incluindo, etc?
  42. 42. Indicadores de correção feito pelo faturamento em um Serviço Médico percentual de 92% sobre o total do atendimento. Por que ? Setor Período A Período B Período C Período D Ala 1 38 41 62 73 Ala 2 46 52 80 60 Ala 3 55 69 63 58 UTI 63 71 42 75 Centro Cir 46 36 52 76 Emergência 155 128 216 198 Total 403 397 515 540
  43. 43. COMPARE: <ul><li>TECNOLOGIA FIM-DE-TUBO: Não foca na identificação da causa do problema na fonte, atuando apenas no final do processo produtivo = Modelo Faturamento Atual. </li></ul><ul><li>FATURAMENTO EM TEMPO REAL: Estratégia de prevenção focando os serviços e processos, trazendo benefícios econômicos para a empresa. Eliminando as não conformidades DURANTE O PROCESSO DE PRODUÇÃO = Modelo Faturamento Sustentável. </li></ul>
  44. 44. QUAL MODELO DE TRABALHO DEVEREMOS APLICAR PARA O MOMENTO ATUAL? <ul><li>Faturamento em Tempo Real? </li></ul><ul><li>Tecnologia Fim-de-Tubo? </li></ul>Na economia atual, toda empresa precisa ser veloz. Neste contexto a integração de dados melhora a eficiência operacional, traz vantagens competivivas e aumenta a lucratividade.
  45. 45. <ul><li>Redução ou minimização dos impactos pós. </li></ul><ul><li>Disseminação das Práticas de Produção Mais Limpa. </li></ul><ul><li>Fortalecimento de ações integradas entre aspectos de qualidade assistencial e segurança. </li></ul>OBJETIVOS DE SER FEITO O FATURAMENTO EM TEMPO REAL?
  46. 46. PRINCIPIO BÁSICO DA METODOLOGIA DA EXECUÇÃO DO FATURAMENTO EM TEMPO REAL Eliminar as não conformidades durante o processo de produção e não no final.
  47. 47. <ul><li>Muitas empresas resolveram melhorar seu desempenho, desaparece então a figura do responsável único e tem inicio uma fase em que todos os profissionais da empresa são responsáveis. Surgem assim as certificações das empresas pela ISO. </li></ul><ul><li>Após a certificação as empresas começaram a perceber que o custo para tratar as não conformidades, aumenta na proporção do crescimento da produção. </li></ul>EVOLUINDO
  48. 48. <ul><li>Comprometimento da direção da empresa, colaboração dos funcionários, curiosidade, persistência e vontade de romper paradigmas. </li></ul>O QUE É PRECISO
  49. 49. PONTOS DE CONTROLE A SER IMPLANTADO
  50. 50. BENEFICIOS DA EXECUÇÃO DO FATURAMENTO EM TEMPO REAL Economias diretas Redução de pessoal Redução de demora nos processos Ganhos de produtividade Redução de estoques Ganhos mensuráveis Maior eficiência nos processos Maior qualidade nos trabalhos Maior flexibilidade Ganhos não mensuráveis Maior rapidez na tomada de decisões Maior eficácia na tomada de decisões

×