UNIVERSIDADE PAULISTA

                                  CURSO DE ENFERMAGEM

                                     CAMPUS ...
Exposição a agentes químicos , transportes, e Exposição do solo e Água

16/04             1º avaliação (NP1)
23/04        ...
BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CARVALHO R, BIANCHI et al. Enfermagem em Centro Cirúrgico e Recuperação Anestésica. São
Paulo: Manole...
I – LIXO HOSPITALAR – COLETA DESTINO E
REFLEXOS AO MEIO AMBIENTE;
II – RECICLAGEM DO LIXO E SUA IMPORTANCIA AO
MEIO AMBIEN...
( RECURSOS DATA SHOW, EXPOSIÇÃO, TEATRO....)
2 - ENTRGA DE MATERIAL DIDÁTICO ESCRITO E A
APRESENTAÇÃO EM NORMAS METODOLÓGI...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cronograma2010

1.070 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.070
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cronograma2010

  1. 1. UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE ENFERMAGEM CAMPUS TATUAPÉ CRONOGRAMA Disciplina: SAUDE AMBIENTAL/VILÂNCIA SANITÁRIA Profª Resp: Prof. Ms Benedito dos Santos Data Conteúdo 19/02 Apresentação da disciplina Apresentação das Diretrizes de Atividades Introdução e comentários da Disciplina Aspectos gerais 26/02 1ª aula Apresentação da disciplina Apresentação das Diretrizes de Atividades Introdução e comentários da Disciplina Aspectos gerais 05/03 2ª aula Processo de saúde e ambiente e agentes causais ao meio ambiente Conferências Internacionais e o Protocolo de Kyoto. Acordos internacionais e metas dos países nas questões ambientais. 12/03 2ª aula – quantidade = 02 Princípios de humanização voltado a processo de trabalho universal. Aplicações de recursos metodológicos e estatísticos para realizações de ações preventivas e ou judiciárias voltadas as atividades ambientais e sanitárias. 19/03 3ª aula – quantidade = 04 Divisão de grupos e temáticas para o seminário Apresentação dos princípios éticos para o meio ambiente Apresentação dos princípios éticos para ações de vigilância Ações epidemiológicas, exemplos e citações da atualidade 26/03 4ª aula – quantidade = 02 Conceituando ANVISA; COVISA; e Vigilância Sanitária “ Ações “ Apresentação de material sugestivo para estudos dirigidos e atividades 02/04 FERIADO - nacional – sexta feira santa 09/04 Educação em Saúde ambiental, poluição e doenças respiratórias, acidentes Repercussões das mudanças climáticas, enchentes, pragas e outros Gerenciamento de resíduos, saneamento básico, tratamento do esgoto 1
  2. 2. Exposição a agentes químicos , transportes, e Exposição do solo e Água 16/04 1º avaliação (NP1) 23/04 Vistas as provas e orientações finais para apresentação dos seminários 30/04 5ª aula – quantidade = 04 Organização de Saúde ambiental o SUS Instrumentos de controle de Saúde Ambiental e Social Saúde e segurança dos trabalhadores – NR- EPIS – Turismo e Saúde Ambiental de quem é a responsabilidade. 07/05 6ª aula – quantidade = 02 Apresentação de seminários GRUPOS; III E VII 14/05 7ª aula – quantidade = 04 Apresentação de seminários GRUPOS; IV; V ; ; VI; ; II; 21/05 8ª aula – quantidade = 02 Apresentação de seminários GRUPOS; I ; VIII; 28/05 9ª aula – quantidade = 04 2ª avaliação (NP2) 04/06 2ª avaliação (NP2)- CONFIRMAR – PÓS - FERIADO 11/06 Prova Substitutiva e vistas de provas 18/06 Exame 25/06 Vista de provas • A presença será avaliada por meio de chamada, no início ou no final da aula, conforme necessidade da aula. • Serão realizados exercícios em sala no final de cada aula, e a entrega correta dos mesmos poderá compor a nota bimestral. • As atividades de classe serão computadas para nota complementar • Será realizado sorteio e o aluno responderá a argüição do docente sobre a temática da aula, e será registrado como atividade de classe, objetivo aproveitamento e avaliação o contínua do aprendizado 2
  3. 3. BIBLIOGRAFIA BÁSICA CARVALHO R, BIANCHI et al. Enfermagem em Centro Cirúrgico e Recuperação Anestésica. São Paulo: Manole, 2007. HUDAK, CM.; GALLO, B.M. Cuidados intensivas de enfermagem – uma abordagem holística. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1997. KNOBEL, E. et aI Condutas no paciente grave. São Paulo, Atheneu, 1994. Capra, F Alfabetização ecológica – A Educação das Crianças para um mundo sustentável. Editora: Cultrix, 2003. Atlas Ambiental do Município de São Paulo – O verde, o território, o ser humano. Secretaria do Verde e do Meio Ambiente do Município de São Paulo; 2004. MORIN, Edgar Educar na era planetária: o pensamento complexo como método de aprendizagem pelo erro e incerteza humana. São Paulo: Cortez, 2003. VIII – BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR MORIN, Edgar. Os Sete Saberes e outros ensaios. São Paulo: Cortez, 2002. Subsídios para Construção da Política Nacional de saúde Ambiental. Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde, 2007. Geo Cidade de São Paulo – Panorama do Meio Ambiente Urbano. Secretaria do Verde e do Meio Ambiente do Município de São Paulo; Instituto de Pesquisas tecnológicas do Estado de São Paulo; PNUMA; 2004. Brasil. Lei nº 4281 de 25 de junho de 2002. Regulamenta a Lei 9.795, de 27 de abril de 1999, que institui a Política de Educação Ambiental e da outras providências. Diário Oficial da União; Brasília 26 de junho de 2002. Brasil. Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos hídricos, cria o Sistema nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Diário Oficial da União. Brasília, 9 de janeiro de 1977. Temas dos Seminários 3
  4. 4. I – LIXO HOSPITALAR – COLETA DESTINO E REFLEXOS AO MEIO AMBIENTE; II – RECICLAGEM DO LIXO E SUA IMPORTANCIA AO MEIO AMBIENTE; III – ARMAZENAMENTO E CONSERVAÇÃO DOS ALIMENTOS NO CUIDADO SANITÁRIO; IV – AÇÕES DOS FATORES CLIMATIOS E O MEIO AMBIENTE E A SAÚDE; V – FATORES DE INTOXICAÇÕES EXÓGINAS E AS AÇÕES DE VIGILANCIA SANITÁRIA; VI – A UTILIZAÇÃO DOS AGRO-TÓXICOS NA AGRICULTURA E A RELAÇÃO AMBIENTAL E A SAÚDE HUMANA; VII – A IMPORTÂNCIA DO PROFISSIONAL NA REDE DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA, MEIO AMBIENTE E PEREFERIA; VIII - INFLUENCIAS DAS PRAGAS URBANAS NAS QUESTÕES DE SAÚDE; NORMAS DE APRESENTAÇÃO; 1 - APRESENTAÇÃO EM SALA EM 20 MINUTOS; 4
  5. 5. ( RECURSOS DATA SHOW, EXPOSIÇÃO, TEATRO....) 2 - ENTRGA DE MATERIAL DIDÁTICO ESCRITO E A APRESENTAÇÃO EM NORMAS METODOLÓGICAS, DE VANCOUVER, EM CD PARA AVALIAÇÃO FINAL DO DOCENTE; 3 - SERÁ DISPONIBILIZADO MATERIAL NO E-MAIL DA SALA, MATERIAL DE ESTUDO PARA REALIZAÇÃO DE P-2; 4 - AVALIAÇÃO SERÁ AVALIADO PELO DOCENTE, COM ARBUIÇÃO SOBRE A TEMÁTICA E TODOS OS COMPONENTES,DEVERÃO RESPONDER; 5 - SERÁ ADOTADO IMPRESSO PRÓPRIO DE AVALIAÇÃO; 6 – AS DATAS PRÉ – ESTABELECIDAS SEGUEM A CITADAS NO CRONOGRAMA E EVENTUAL NECESSIDADE PODERÁ SER ADOTADO A TROCA EM OS GRUPOS, A NÃO APRESENTAÇÃO ACARRETARÁ A PERDA DO CONCEITO CITADO PARA A AVALIAÇÃO P2. 5

×