Capitulo 01 noções de administração

2.137 visualizações
1.867 visualizações

Publicada em

Site com outros materiais http://administeracional.blogspot.com.br/

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.137
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
87
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capitulo 01 noções de administração

  1. 1. Noções de Administração ADM. JESUS MARTINS – Mestrando em administração
  2. 2. Afinal o que é Administração?• ADMINISTRAÇÃO• VAMOS PELA ETMOLOGIA DA PALAVRA?• O QUE SIGNIFICA ADMINISTRAÇÃO? • AD = Direção, Tendência Para • MINISTER = Subordinação, Obediência • ADMINISTRAÇÃO aquele que presta um serviço a outro
  3. 3. Mas a Administração se resumiria só a isto?• Idalberto Chiavenatto, A Administrção é o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar o uso de recursos a fim de alcançar objetivos organizacionais.• Administração em um conceito mais completo • È o processo de planejar, liderar, organizar e controlar, recursos e pessoas com máxima eficácia e eficiência, visando alcançar os objetivos organizacionais em concomitância com os objetivos dos membros da organização.
  4. 4. Pilares da Administração• Planejamento• Liderança• Organização• Controle
  5. 5. Escolas da Administração• 1903 Teoria da Administração Científica - Taylor, Gilberth• 1909 Teoria da burocracia - Weber• 1916 Escola dos Princípios de Administração - Fayol• 1932 Escola das relações Humanas - Mayo e Lewin• 1947 Teoria das decisões - Simon• 1951 Teoria dos Sistemas - Bertalanffy,Kast e Rosenzweig• 1953 Teoria dos Sistemas Sociotécnicos - Emery e Trist• 1954 Teoria Neoclássica da Adm - Newman , Druker• 1957 Escola Comportamental da Adm - McGregor• 1962 Escola do Desenvolvimento Organizacional - Bennis• 1972 Teoria da contingência - Woodward,Laurence e lorsch
  6. 6. Fonte: Chiavaneto, I. Introdução à TGA, Makron Books, 1998. TAREFASESTRUTURA PESSOAS ORGANIZAÇÃO TECNO- AMBIENTE LOGIA
  7. 7. Principais Teorias Administrativas
  8. 8. Ênfase Administração nas Científica Taylor Tarefas Abordagem Clássica daAdministração Ênfase Teoria Fayol na Clássica Estrutura
  9. 9. Administração Científica• Destaque: Frederick Taylor (1903)• Ênfase: Na tarefa• Aspectos Principais • Organização racional • Divisão das tarefas • Simplificação • Especialização • Tempos e movimentos
  10. 10. Administração Científica SELEÇÃO PLANO DE CIENTÍFICA DO INCENTIVO TRABALHADOR SALARIAL DETERMINA TEMPOS E PADRÃO DE SUPERVISÃO MÁXIMA ÇÃO DOMOVIMENTOS PRODUÇÃO FUNCIONAL EFICIÊNCIA “PADRÃO” CONDIÇÕES LEI DA AMBIENTAIS LUCROS E FADIGA TRABALHO SALÁRIOS
  11. 11. Teoria Clássica• Destaque: Henri Fayol (1916)• Ênfase: Na estrutura• Classificação das atividades da empresa: • Funções técnicas, comerciais, de segurança, contábeis, financeiras, e administrativas • Função Administrativa paira sobre todas as outras • Consiste em: prever, organizar, comandar, coordenar, e controlar
  12. 12. Teoria de Recursos Humanos• Década de 30• Ênfase: Nas pessoas• Pressupostos: • Incentivo econômico não é a única forma motivadora • O trabalhador não se comporta como um ser isolado • A especialização funcional não cria necessariamente a organização mais eficiente
  13. 13. Teoria das Relações Humanas Principais Aspectos• Integração social• Comportamento social• Recompensas e punições• Grupos informais• Relações intergrupais• Motivação• Liderança• Comunicação• Organização Informal• Dinâmica de Grupo• Processo Decisório• Mudança Organizacional
  14. 14. Necessidades Humanos Maslow Desenvolvimento INTELECTUAL e AUTO- ESPIRITURALStatus / Prestígio REALIZAÇÃOAfeiçãoPertença PSICOLÓGICASSegurança FISIOLÓGICAS
  15. 15. Avanços da Teoria de R.H.• Confronto das Idéias Clássicas• Crença na possibilidade de superação do conflito• Ingenuidade• Enfoque manipulador: colocar a organização informal a serviço da organização formal
  16. 16. Teoria Neoclássica• Principais Caracteristicas:• Enfâse na prática da Adminstração • Pragmátismo dos resultados• Reafirmação dos postulados clássicos• Enfâse nos princípios gerais de administração• Enfâse nos objetivos e nos resultados• Ecletismo nos conceitos
  17. 17. Modelo Japonês • O Sistema Toyota de Produção também é chamado de Produção enxuta ou Lean Manufacturing. •De acordo fundador da Toyota e mestre de invenções, Sakichi Toyoda O com Taiichi Ohno (1988): Os valores sociais mudaram. Agora, não podemos vender nossos produtos a não ser que nos coloquemos dentro dos corações de nossos consumidores, cada um dos quais tem conceitos e gostos diferentes. Hoje, o mundo industrial foi forçado a dominar de verdade o sistema de produção múltiplo, em pequenas quantidades.
  18. 18. Sitema Toyota de Produção• A base de sustentação do Sistema Toyota de Produção é a absoluta eliminação do desperdício e os dois pilares necessários à sustentação é o just-in-time e a autonomação.• Os 7 desperdícios que o sistema visa a eliminar:• Superprodução, a maior fonte de desperdício.• Tempo de espera, refere-se a materiais que aguardam em filas para serem processados.• Transporte, nunca geram valor agregado no produto.• Processamento, algumas operações de um processo poderiam nem existir.• Estoque, sua redução ocorrerá através de sua causa raiz.• Movimentação• Defeitos, produzir produtos defeituosos significa desperdiçar materiais, mão-de-obra, movimentação de materiais defeituosos e outros.

×