Teoria ácido base prevupe

1.011 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.011
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria ácido base prevupe

  1. 1. Bruno Ramos
  2. 2. Teorias ácido-base ARRHENIUS
  3. 3. Arrhenius:Teoria da Dissociação Eletrolítica Ácidos : são substâncias que contêm hidrogênio e produzem o íon H + [ H3O+ ] (íon hidrônio) como único cátion, quando em solução aquosa. Ex.: HCl + H 2 O  H 3 O + + Cl - HNO 3 + H 2 O H 3 O + + NO 3 -
  4. 4.  Bases: são substâncias que liberam íons OH- (íons hidróxido) em solução aquosa. Ex.: NaOH + H 2 O Na + + OH - Ca(OH) 2 + H 2 O Ca 2+ + 2OH -
  5. 5.  Navisão de Arrhenius, a neutralização é definida como sendo a combinação do íon H+ com o íon OH- para formar moléculas de H2O. H + aq + OH - aq H 2 O aqA teoria de Arrhenius aponta para as propriedades de muitos ácidos e bases comuns, mas apresenta importantes limitações .
  6. 6. LIMITAÇÕES: Teoriade Arrhenius está restrita para soluções aquosas; Nãoaponta para a basicidade da amônia (NH3), por exemplo, que não contém grupo OH;
  7. 7. Teoria Protônica                                                                               BRöNSTED LOWRY
  8. 8. TEORIA DE BRÖNSTED- LOWRY Ácido: é qualquer substância (molécula ou íon) que pode transferir um próton (íon H+) para outra substância. Ácidos são espécies doadoras de prótons . Base : é qualquer substância que pode aceitar um próton (H+) . Bases são espécies aceptoras de prótons.
  9. 9.  Reações ácido-base são tidas como reações de transferência de prótons. Na teoria ácido-base de Brönsted-Lowry haverá a formação de um par ácido- base conjugado , isto é, sempre o ácido terá a sua base conjugada e vice-versa, ou seja, a base certamente terá o seu ácido conjugado.
  10. 10. Esquematizando
  11. 11. Ex.:
  12. 12. Ex.:
  13. 13. Força Quanto maior é a tendência em doar prótons, mais forte é o ácido. Quanto maior a tendência em receber prótons, mais forte é a base, e vice-versa. Água substância anfiprótica (espécies que podem ceder ou receber prótons H +).
  14. 14. Teoria Eletrônica LEWIS
  15. 15.  Ácido: é uma espécie química (molécula ou íon) com orbital vazio capaz de receber um par de elétrons em uma reação; Base: é uma espécie química (molécula ou íon) que pode doar um par de elétrons para formar uma ligação covalente coordenada em uma reação.
  16. 16. Em resumo: Ácido é um receptor de par de elétrons. Base é um doador de par de elétrons. Toda reação ácido-base de Lewis consiste na formação de uma ligação covalente coordenada. Neutralização é definida como a formação de uma ligação covalente coordenada.
  17. 17. A teoria de Lewis não depende de prótons, nem de reações com solventes. Amplia a definição para todas as reações químicas.
  18. 18. Ex.:
  19. 19. Ex.:
  20. 20. Ácidos de Lewis Todos os ácidos de Arrhenius e ácidos de Bronsted-Lowry; Moléculas contendo um átomo com deficiência de um par de elétrons (BF 3, AlCl3 , FeBr3). Cátions: H+ , Cu2+ ,
  21. 21. Bases de Lewis Todas as bases de Bronsted-Lowry; Moléculas contendo átomos com um ou mais pares de elétrons não compartilhados (H2O¨ , ¨ NH3 , H3C – ¨NH2 ) ¨ Ânions: OH- , Cl- , CN-
  22. 22. Comparação entre as três teorias   

×