Um olhar sobre a
Surdez
O mundo atual vive um momento de transformações
e de grande instabilidade, em que as bases da
sociedade são questionadas e...
Nesse contexto, são
observadas no Brasil
algumas mudanças
significativas em
relação à educação
para surdos, mesmo
que paul...
Ao olharmos a história dos surdos, iremos perceber constantes
lutas, dissabores e opressões ao longo dos tempos. Na
Antigü...
FAMILIA E CRIANÇA SURDA
• É na família que se inicia a sociedade, nela os indivíduos organizam
conceitos e buscam a maturi...
FAMILIA E CRIANÇA SURDA
• No processo de interação social, a comunicação favorece a
compreensão das dúvidas, a demonstraçã...
Afamíliaenfrentamuitasdificuldadesparaaceitaradeficiência.Éuma
descobertatraumáticaeconfusa,emqueamesmabuscajustificativas...
FAMILIA E CRIANÇA SURDA
• Uma boa aliança familial, segundo Brito e Dessen (1999), é
fundamental para a aceitação do defic...
Famosos Surdos
REFERÊNCIAS
• file:///C:/Users/Cliente/Downloads/5146-15243-1-PB%20(1).pdf
• http://criandocondicoesaliberdade.blogspot.co...
UNEB:Universidadedo EstadodaBahia
POLO:UAB Itamaraju
ACADÊMICA: JeaneSantosdaCruz
Trabalhoaserapresentadoatutorapresencial...
Apresentação libras
Apresentação libras
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação libras

800 visualizações

Publicada em

Libras

Publicada em: Internet
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
800
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação libras

  1. 1. Um olhar sobre a Surdez
  2. 2. O mundo atual vive um momento de transformações e de grande instabilidade, em que as bases da sociedade são questionadas e (re)pensadas, surgindo novas propostas, novas culturas e novas identidades.
  3. 3. Nesse contexto, são observadas no Brasil algumas mudanças significativas em relação à educação para surdos, mesmo que paulatinamente, pelas quais os educadores adquirem consciência do que é a cultura surda, respeitando a identidade dos surdos.
  4. 4. Ao olharmos a história dos surdos, iremos perceber constantes lutas, dissabores e opressões ao longo dos tempos. Na Antigüidade, segundo registros, os surdos, considerados deficientes, eram mortos. No Judaísmo e no Cristianismo, a surdez adquire certa significação e os surdos são tratados como outras pessoas quaisquer. A partir do Renascimento e do Iluminismo, os surdos, designados como ‘anormais’, são isolados da sociedade. Vejamos algumas historias que chamou minha atenção.
  5. 5. FAMILIA E CRIANÇA SURDA • É na família que se inicia a sociedade, nela os indivíduos organizam conceitos e buscam a maturidade por meio de trocas entre seus membros. Por esse motivo, as maneiras de • educar são incessantes. Trata-se de um processo que vai do nascer ao morrer, sendo a família considerada, via de regra, a principal responsável pela formação do caráter de uma • Pessoa • Gomes (1994) considera a família como agente primário de socialização, possuindo cada uma delas regras que regulam o seu • funcionamento. As primeiras relações de afeto dos filhos são provenientes dos pais, e esse convívio será responsável por futuros • comportamentos no meio social, permitindo ou não a sua adaptação. Esse papel da família contribuirá para que o filho tenha uma aprendizagem mais humana, forme uma personalidade única, • desenvolva sua auto-imagem e se relacione com a sociedade.
  6. 6. FAMILIA E CRIANÇA SURDA • No processo de interação social, a comunicação favorece a compreensão das dúvidas, a demonstração de carinho e amor, entre outras coisas, uma vez que para adquirir essas informações é necessário estabelecer-se uma mesma linguagem (QUADROS, 2000). Ao identificar a importância da • comunicação na qualidade da interação familiar, e por conseguinte na formação dos indivíduos, preocupamo-nos em desvelar como isto ocorre nos casos de crianças surdas. É importante nos reportarmos à idéia de Quadros (2000), o qual esclarece que a deficiência não é um problema da pessoa que a tem, mas sim de quem a vê. Isto é de suma importância, pois a problemática que envolve esses indivíduos está intimamente relacionada com o preconceito e a aceitação dessa condição.
  7. 7. Afamíliaenfrentamuitasdificuldadesparaaceitaradeficiência.Éuma descobertatraumáticaeconfusa,emqueamesmabuscajustificativassobre porquêseremelesos escolhidos(ALMEIDA,1993). • Para melhor compreender o papel da família no cuidado a uma criança surda, é necessário considerarmos os vários subsistemas componentes da família, que são independentes e desenvolvem relações únicas, e que todos os membros, • inclusive a criança, influenciam e alteram esse sistema. Ela, portanto, não é mera receptora dos padrões sociais oriundos do meio ambiente
  8. 8. FAMILIA E CRIANÇA SURDA • Uma boa aliança familial, segundo Brito e Dessen (1999), é fundamental para a aceitação do deficiente no seio familiar. Mas para que isto ocorra faz-se necessário o estabelecimento de uma interação efetiva, o que é favorecido pelo estabelecimento do diagnóstico precoce da surdez e conseqüentemente da adoção, o mais cedo possível, de um correto processo de comunicação entre a família e a criança surda.
  9. 9. Famosos Surdos
  10. 10. REFERÊNCIAS • file:///C:/Users/Cliente/Downloads/5146-15243-1-PB%20(1).pdf • http://criandocondicoesaliberdade.blogspot.com.br/2013/01/uma- viagem-ao-mundo-dos-surdos.html • http://acessibilidadeparasurdos.blogspot.com.br/2011_05_01_archi ve.html • http://www.youtube.com/watch?v=E_rXeXyhHyM • http://www.ava1.uneb.br/file.php?file=%2F550%2Fmodulo_libras_ UAB_2011.pdf • STROBEL, Karin; FERNANDES, Sueli. Aspectos lingüísticos da Língua Brasileira de sinais. Curitiba: Secretaria da • Educação. Superintendência de Educação. Departamento de Educação Especial, 1998. • VILHALVA, Shirley. Despertar do silêncio. Petrópolis: Arara • azul, 2004
  11. 11. UNEB:Universidadedo EstadodaBahia POLO:UAB Itamaraju ACADÊMICA: JeaneSantosdaCruz Trabalhoaserapresentadoatutorapresencial ÂngelaLacerda. “Avidaémúsicaparaquemésurdo”

×