“AMAZÔNIA INDÍGENA NOS SÉCULOS XVI E XVII”
*AS INFORMAÇÕES SOBRE OS POVOS
INDÍGENAS DA AMAZÔNIA:

-SÃO PRECÁRIAS;
-VÊM DOS RELATOS DOS CRONISTAS DOS
SÉCULOS XVI E XV...
*EXPEDIÇÕES:
CRONISTAS:
1. FRANCISCO
DE ORELLANA(1542)...........FREI GASPAR
DE CARVAJAL.
2. PEDRO DE URSÚA E
LOPE DE AGUI...
*A EXPEDIÇÃO
DE PEDRO
TEIXEIRA
(1639)

*CRISTÓBAL
DE
ACUÑA

*O OUVIDOR-GERAL
DO ESTADO
DO MARANHÃO(1662)

*MAURÍCIO
DE
HER...
*PROVÍNCIAS

CATEGORIA UTILIZADA NA
DOCUMENTAÇÃO DA
ÉPOCA

*LOCALIZAÇÃO DE
ASSENTAMENTOS DE
GRUPOS HUMANOS
*PROVÍNCIA
DE APARIA

*LOCALIZAÇÃO

OU

ENTRE OS
RIOS JAVARI
E
IÇÁ

*PROVÍNCIA
CARIRI

*AFLUENTES
DO
SOLIMÕES

ESTA PROVÍN...
Aparia
- Atual cidade de São Paulo de Olivença
- Composta por apoximadamente 20 povoados:
aproximadamente 50 casas cada uma
- Pla...
OS OMÁGUAS CHAMARAM A ATENÇÃO DOS EUROPEUS
POR DUAS PARTICULARIDADES

*DEFORMAÇÃO
ARTIFICIAL DO
CRÂNIO
* USAVAM
ROUPAS DE
...
Povoação- 400 aldeias, muito grandes, e as casas são
fortificadas com estacas. No entanto no final desse século
o padre Sa...
*PROVÍNCIA DE MACHIFARO – SÉC. XVI
*NO SÉCULO XVII:
-CURUZIRARI;
-CARAPUNA;
-AISUARI.

LOCALIZAÇÃO:
*DA BOCA DO RIO TEFÉ
A...
O OURO USADO
PELOS AISUARIS

PROCEDENTE DO
ALTO UAUPÉS

PARA O RIO
JAPURÁ

PELOS ÍNDIOS
MANAUS DO RIO
NEGRO

AQUI
NEGOCIAV...
Província de Oníguayal ou Omágua

Localização- No século XVI, começava a Província de
Oníguayal, que também foi chamada pe...
*PROVÍNCIA DE
ONÍGUAYAL

OU

LOCALIZAÇÃO
GEOGRÁFICA

*A MAIOR
ALDEIA DA
PROVÍNCIA

A ALDEIA
DA
LOUÇA

*ARTEFAFOS DE
FIBRAS...
*PROVÍNCIA
DE YORIMAN

*PROVÍNCIA
DOS
SOLIMÕES

o “Tão povoada que em parte alguma vimos
tantos bárbaros juntos como ali” ...
PROVÍNCIA
DE
PAGUANA

Localização: próximo
ao encontro das
águas do Rio Negro
com as do Solimões.

Terra do senhor
Paguana...
*PROVÍNCIA DO “ENCONTRO DAS
ÁGUAS” À ILHA DE TUPINAMBARANA
ENTRE OS RIOS
NEGRO
E URUBU

UMA PROVÍNCIA:
“PICOTAS” (“dos pel...
*PROVÍNCIA DOS
TAPAJÓS

*PROVÍNCIA “SÃO
JOÃO”.

*DA BOCA DO RIO NHAMUNDÁ
ATÉ O RIO TAPAJÓS
“eram gente briosa, e
temida
pe...
“AS MULHERES
GUERREIRAS”

– “Os Tapajós eram súditos e tributários
das Amazonas, que vieram em socorro
dos Tapajós devido ...
*PROVÍNCIA DOS NEGROS
*DA REGIÃO DE MONTE ALEGRE ATÉ O RIO XINGU.
-HOMENS
ENORMES,
MAIS ALTOS QUE OS
SEUS HOMENS
Carvajal
...
*DEMOGRAFIA INDÍGENA:
*O QUE NOS ENSINA O ANTROPÓLOGO, ANTÔNIO PORRO:

“saber quantos e quem eram os índios que estavam no...
Amazônia indígena nos séculos xvi e xvii
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Amazônia indígena nos séculos xvi e xvii

2.050 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.050
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
83
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amazônia indígena nos séculos xvi e xvii

  1. 1. “AMAZÔNIA INDÍGENA NOS SÉCULOS XVI E XVII”
  2. 2. *AS INFORMAÇÕES SOBRE OS POVOS INDÍGENAS DA AMAZÔNIA: -SÃO PRECÁRIAS; -VÊM DOS RELATOS DOS CRONISTAS DOS SÉCULOS XVI E XVII:
  3. 3. *EXPEDIÇÕES: CRONISTAS: 1. FRANCISCO DE ORELLANA(1542)...........FREI GASPAR DE CARVAJAL. 2. PEDRO DE URSÚA E LOPE DE AGUIRRE(1561)....FRANCISCO VÁSQUEZ; *ALTAMIRANO.
  4. 4. *A EXPEDIÇÃO DE PEDRO TEIXEIRA (1639) *CRISTÓBAL DE ACUÑA *O OUVIDOR-GERAL DO ESTADO DO MARANHÃO(1662) *MAURÍCIO DE HERIARTE *PADRE SAMUEL FRITZ(1686) *JESUÍTA (VIVEU NA REGIÃO POR MAIS DE 40 ANOS)
  5. 5. *PROVÍNCIAS CATEGORIA UTILIZADA NA DOCUMENTAÇÃO DA ÉPOCA *LOCALIZAÇÃO DE ASSENTAMENTOS DE GRUPOS HUMANOS
  6. 6. *PROVÍNCIA DE APARIA *LOCALIZAÇÃO OU ENTRE OS RIOS JAVARI E IÇÁ *PROVÍNCIA CARIRI *AFLUENTES DO SOLIMÕES ESTA PROVÍNCIA TINHA UMA EXTENSÃO DE 700 KM.
  7. 7. Aparia
  8. 8. - Atual cidade de São Paulo de Olivença - Composta por apoximadamente 20 povoados: aproximadamente 50 casas cada uma - Plantavam milho e mandioca - Sede (capital): Aparia Grande: Grande senhor de aparia - Costume: “camiseta pintadas com desenhos e cores ao modo do Peru e todos traziam enfeites de ouro muito fino”
  9. 9. OS OMÁGUAS CHAMARAM A ATENÇÃO DOS EUROPEUS POR DUAS PARTICULARIDADES *DEFORMAÇÃO ARTIFICIAL DO CRÂNIO * USAVAM ROUPAS DE ALGODÃO. *EM LÍNGUA GERAL: “CAMBEBA”
  10. 10. Povoação- 400 aldeias, muito grandes, e as casas são fortificadas com estacas. No entanto no final desse século o padre Samuel Fritz nomeou, apenas trinta e oito aldeias e mapeou vinte duas delas somente nas ilhas. Poder Político- Eram chefiadas por chefes locais, enquanto que a chefia da Província estava nas mãos de uma espécie de rei, um chefe divino. Costume- Chamaram a atenção dos primeiros exploradores e missionários por duas particularidades suas: a deformação artificial do crânio, detalhe que levou os colonizadores a chamá-los de Cambeba Séc. XVII – Epidemia - redução populacional Buffer Zone Omáguas
  11. 11. *PROVÍNCIA DE MACHIFARO – SÉC. XVI *NO SÉCULO XVII: -CURUZIRARI; -CARAPUNA; -AISUARI. LOCALIZAÇÃO: *DA BOCA DO RIO TEFÉ ATÉ PRÓXIMO AO COARI. *CRISTÓBAL DE ACUÑA: “ALDEIA DO OURO” OSTENTAVAM PINGENTES DE OURO
  12. 12. O OURO USADO PELOS AISUARIS PROCEDENTE DO ALTO UAUPÉS PARA O RIO JAPURÁ PELOS ÍNDIOS MANAUS DO RIO NEGRO AQUI NEGOCIAVAM: *MANAUS *AISUARIS. Urucum, raladores de mandioca, cestarias, etc
  13. 13. Província de Oníguayal ou Omágua Localização- No século XVI, começava a Província de Oníguayal, que também foi chamada pelos cronistas quinhentistas de Omamga e Omágua. Essa província se estendia, de um pouco acima da barra do rio Coari, até as proximidades da foz do rio Purus. Exceto na região de Codajás, que ocupava também, uma parte da margem esquerda.
  14. 14. *PROVÍNCIA DE ONÍGUAYAL OU LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA *A MAIOR ALDEIA DA PROVÍNCIA A ALDEIA DA LOUÇA *ARTEFAFOS DE FIBRAS VEGETAIS (Braceletes, etc) OMÁGUA ABAIXO DA PROVÍNCIA DE MACHIFARO cerâmicas policrômicas e vitrificadas, que segundo o frei Gaspar de Carvajal (Orellana) era superior a de Málaga. “CASA DOS PRAZERES”: cabana – fins rituais ou festivos.
  15. 15. *PROVÍNCIA DE YORIMAN *PROVÍNCIA DOS SOLIMÕES o “Tão povoada que em parte alguma vimos tantos bárbaros juntos como ali” – Cristóbal de Acuña. o Habitavam casas comunais – 4 ou 5 famílias. o “Nacão mais belicosa do Rio Amazonas”. o Século XVII – Fugiram para o interior da mata (tropas de resgate).
  16. 16. PROVÍNCIA DE PAGUANA Localização: próximo ao encontro das águas do Rio Negro com as do Solimões. Terra do senhor Paguana Havia duas aldeias: - “Aldeia do Bobos” - “Aldeia dos Viciosos” Frei Gaspar de Carvajal “Em cada porto havia uma multidão de índios. Esta aldeia se estendia por mais de duas léguas e meia”. “A terra é muito alegre, bonita e fartade comida” (CARVAJAL)
  17. 17. *PROVÍNCIA DO “ENCONTRO DAS ÁGUAS” À ILHA DE TUPINAMBARANA ENTRE OS RIOS NEGRO E URUBU UMA PROVÍNCIA: “PICOTAS” (“dos pelourinhos”) – cabeças-troféu. Ilha Tupinambarana: muitos índios Tupinambás oriundos da costa leste do Brasil. ALDEIAS FORTIFICADAS E UMA ÚNICA ENTRADA
  18. 18. *PROVÍNCIA DOS TAPAJÓS *PROVÍNCIA “SÃO JOÃO”. *DA BOCA DO RIO NHAMUNDÁ ATÉ O RIO TAPAJÓS “eram gente briosa, e temida pelas demais nações indígenas vizinhas, porque usam em suas flechas um veneno que as faz, tirando o sangue, tirar sem remédio também a vida” Cristóbal de Acuña
  19. 19. “AS MULHERES GUERREIRAS” – “Os Tapajós eram súditos e tributários das Amazonas, que vieram em socorro dos Tapajós devido a nossa chegada” Expedição de Francisco Orellana *NA PROVÍNCIA DOS TAPAJÓS *MULHERES GUERREIRAS DE COÑORI.
  20. 20. *PROVÍNCIA DOS NEGROS *DA REGIÃO DE MONTE ALEGRE ATÉ O RIO XINGU. -HOMENS ENORMES, MAIS ALTOS QUE OS SEUS HOMENS Carvajal -Eram tosquiados pintados de negro - -Comandados pelo senhor de Arripuna (ou Caripuna) e
  21. 21. *DEMOGRAFIA INDÍGENA: *O QUE NOS ENSINA O ANTROPÓLOGO, ANTÔNIO PORRO: “saber quantos e quem eram os índios que estavam no Brasil à chegada dos europeus é importante para uma justa avaliação do seu passado e do presente” *POR QUE ESTE RACIOCÍNIO É IMPORTANTE? -A história colonial da Amazônia: (período: 1500 à 1823). - A história da região não esteve, necessariamente, ligada à do Brasil. *CONFORME JOSÉ RIBAMAR BESSA FREIRE: - O linguista CESTMIR LOUKOTKA(1968): **Para a América do Sul – 1.492 línguas diferentes. **Desse total = 718 eram faladas na Amazônia brasileira.

×