1 
CILP – Curso Isolado de Língua Portuguesa 
EAOF 2015 - Simulado 01 
Professor Jason Lima 
Nome: 
AS QUESTÕES DE 01 A 24...
2 
09 – Em relação à flexão de grau do adjetivo, coloque C (comparativo) e S (superlativo). Em seguida, assinale a alterna...
3 
21 – Assinale a alternativa em que a oração subordinada adverbial destacada está incorretamente classificada. 
a) À med...
4 
I. A solidão é, sem dúvida, o sintoma mais determinante do mal- estar que atinge a sociedade global. 
II. A solidão é u...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Eaof simulado 1 2015

526 visualizações

Publicada em

Simulado I - EAOF 2015

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
526
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Eaof simulado 1 2015

  1. 1. 1 CILP – Curso Isolado de Língua Portuguesa EAOF 2015 - Simulado 01 Professor Jason Lima Nome: AS QUESTÕES DE 01 A 24 REFEREM-SE À LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto com atenção para responder às questões de 1 a 4. Chico Rei (Câmara Cascudo) 5 10 15 20 25 Um Rei africano foi derrotado em combate e feito prisioneiro. O vencedor destruiu aldeias, plantações e celeiros do vencido. Reuniu a rainha e os príncipes- meninos, sacudiu-os na estrada, como um rebanho sem nome, vendendo-os a todos como escravos, para o Brasil. Na travessia do Atlântico, o Rei negro perdeu um filho e viu morrerem seus melhores generais e soldados fiéis, de fome, de frio, de maus-tratos. (...) Um proprietário de minas de ouro, vindo ao Rio de Janeiro adquirir reforço vivo para o trabalho esgotante das lavras, escolheu o Rei, como quem simpatiza com um forte animal que o cansaço definhou. (...) O escravo era Chico Rei. Silencioso, tenaz, obstinado, o negro revolvia terra e balançava a bateia com a regularidade de uma máquina sem repouso e sem pausa. Feitor e amo distinguiam-no pela sua sobriedade, esforço invulgar e natural compostura de modos e de ações. Um dia, Chico Rei apareceu ao amo com o preço de sua mulher em pepitas de ouro. O fazendeiro aceitou o prêmio e assinou a carta de alforria da negra que fora uma rainha. Mais algum tempo, Chico Rei era livre. Vocabulário tenaz e obstinado: perseverante bateia: vasilha de madeira sobriedade: qualidade de sóbrio, moderado 01 – “O vencedor... sacudiu-os na estrada, como um rebanho sem nome...” (linhas 2, 3, 4 e 5). O autor faz essa comparação para expressar a) a desvalorização dos negros africanos, tratados como animais. b) a selvageria dos negros africanos. c) a miséria e ignorância da vida dos africanos em suas aldeias. d) o grande valor dos negros no mercado de escravos. 02 – Mesmo como escravo, Chico Rei não perdeu sua majestade. O trecho que expressa isso com clareza é: a) “Um Rei africano foi derrotado em combate e feito prisioneiro.” b) “Na travessia do Atlântico, o Rei negro perdeu um filho e viu morrerem seus melhores generais e soldados fiéis...” c) “Feitor e amo distinguiam-no pela sobriedade, esforço invulgar e natural compostura de modos e de ações.” d) “O vencedor destruiu aldeias, plantações e celeiros do vencido.” 03 – “Como quem simpatiza com um forte animal que o cansaço definhou.”(linhas 12 e 13). A frase revela que a escolha foi feita a) somente pelo aspecto físico do escravo, forte como um animal, bom para o trabalho duro, apesar do cansaço. b) pela compaixão ao ver o escravo cansado e definhado. c) porque o proprietário das minas era muito rico, por isso não se importava com o aspecto físico dos escravos. d) porque o proprietário das minas sabia que se tratava de um Rei africano. 04 – A reconquista da liberdade revela que Chico Rei a) mostrou-se frágil. b) foi obstinado. c) tornou-se revoltado. d) desprezou o trabalho braçal. 05 – Coloque 1 (Conotação) e 2 (Denotação) e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. ( ) O sol aparecia atrás dos pinheiros de folhas esfiapadas formando milagrosa cortina. ( ) Os pinheiros, pelo fim do ano, ficavam cheios de cigarras cantando a tarde inteira. ( ) O sol já se tinha afundado em um mar cor de laranja, desenhando os irrequietos traços dos pinheiros perfilados. a) 1, 2, 1 b) 2, 1, 2 c) 1, 1, 2 d) 2, 2, 1 06 – Assinale a alternativa correta quanto à grafia das palavras. a) A rua estava repleta de piche. b) O diretor só fazia chingar os funcionários. c) Os xeques emitidos por Lucas estão na gaveta. d) Muitas pessoas gostam de xicória refogada. 07 – Coloque 1 (justaposição), 2 (aglutinação), 3 (prefixação) e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. ( ) embora ( ) sempre-viva ( ) ultravioleta ( ) madrepérola a) 3, 1, 2, 1 c) 1, 2, 1, 3 b) 2, 3, 1, 2 d) 2, 1, 3, 1 08 – Faça a correspondência entre o substantivo e o seu gênero e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. ( ) cônjuge (1) comum-de-dois ( ) servente (2) sobrecomum ( ) governanta (3) feminino ( ) vítima a) 2, 1, 3, 2 b) 2, 1, 2, 3 c) 3, 2, 2, 3 d) 1, 2, 3, 1
  2. 2. 2 09 – Em relação à flexão de grau do adjetivo, coloque C (comparativo) e S (superlativo). Em seguida, assinale a alternativa com a sequência correta. ( ) Estamos mais atentos do que preocupados. ( ) Somos menos egoístas do que eles. ( ) Você é a mais silenciosa de todas. ( ) Estou mais confiante que temerosa. a) C, C, S, C b) S, C, C, S c) C, S, S, C d) S, C, S, S 10 – Complete as lacunas com os pronomes pessoais adequados e assinale a alternativa com a sequência correta. As crianças irão ________________ para a aula. Ela só fala de __________________ mesma. Leonor trouxe um presente para ____________. a) conosco, si, nós b) com nós, ela, nos c) com eles, ela, nós d) consigo, si, nos 11 – Assinale a alternativa que apresenta o advérbio em destaque corretamente classificado. a) As pessoas passam por aqui tranquilamente. (tempo) b) Depois eu devo ligar para ela? (lugar) c) Certamente os alunos desejarão sair mais cedo. (afirmação) d) Saiu da reunião bastante feliz. (modo) 12 – No texto “Tu, que dormes, espírito sereno, Posto à sombra dos cedros seculares, Acorda! é tempo!” Os verbos destacados estão respectivamente no modo a) indicativo – imperativo b) subjuntivo – indicativo c) subjuntivo – imperativo d) indicativo – subjuntivo 13 – Assinale a alternativa em que o período está incorretamente pontuado. a) Juliane, no início da tarde de ontem, encontrou, sua velha amiga. b) Juliane, ontem, encontrou sua velha amiga e conversaram bastante. c) Juliane encontrou sua velha amiga; não conseguiu, porém, conversar com ela. d) Juliane, moça simples e educada, encontrou ontem sua velha amiga. 14 – Assinale a alternativa cujo predicado classifica-se como nominal. a) Os olhos da pobre garota sempre ficavam tristes no Natal. b) A lua ia surgindo solitária e muda no sertão. c) Os torcedores vibraram com o novo time. d) Elas nunca choravam em público. 15 – Assinale a alternativa em que o termo destacado tem função sintática de predicativo do sujeito. a) A flor exala suave aroma ao amanhecer. b) Aquele atleta fez o percurso em vinte minutos. c) Às vezes parece possível o impossível. d) Os jogadores continuam entusiasmados com o campeonato. 16 – Em “O aluno pegou essas revistas e separou as que estavam novas”, o termo destacado exerce a função sintática de a) sujeito. b) adjunto adnominal. c) objeto direto. d) objeto indireto. 17 – Leia: “Nova Jersey, 18 de outubro, 1931 – O americano Thomas Alva Edison, um dos maiores inventores do século, morreu aos 84 anos. A lâmpada elétrica, o fonógrafo e o filme de cinema estão entre suas invenções.” A expressão destacada acima classifica-se como sujeito a) indeterminado. b) composto. c) simples. d) oculto. 18 – Qual alternativa apresenta agente da passiva? a) O fogo destruiu rapidamente a floresta por causa do vento forte. b) O velho mestre ficou rodeado pelos discípulos. c) Vendem-se casas com vista para o mar. d) Pelas ruas escuras, caminhava sem destino. 19 – Em “O Brasil que come ajudando o Brasil que tem fome.”, as orações grifadas classificam-se como subordinadas a) substantivas. b) adverbiais. c) adjetivas. d) reduzidas. 20 – Observe: 1. “Todo dia o sol levanta, e a gente canta ao sol de todo dia.” 2. “Deve haver alegria dentro do peito ou nas ondas do ar.” 3. “Uma parte de mim pesa, pondera, mas a outra parte delira.” Nos textos acima, as orações coordenadas em destaque classificam-se, respectivamente, em a) aditiva, alternativa, adversativa. b) aditiva, adversativa, alternativa. c) adversativa, alternativa, adversativa. d) adversativa, adversativa, alternativa.
  3. 3. 3 21 – Assinale a alternativa em que a oração subordinada adverbial destacada está incorretamente classificada. a) À medida que os convidados chegavam, a festa se animava. (proporcional) b) Ela escreve tão bem quanto fala. (comparativa) c) Só venderei a casa se me ofereceram um bom dinheiro. (condicional) d) Quando você quiser, iremos ao teatro. (causal) 22 – Observe: “Encostei-me a ti, sabendo que eras somente onda. Sabendo bem que eras nuvem, Depus a minha vida em ti.” A oração destaca, no texto acima, classifica-se como subordinada substantiva a) subjetiva. b) objetiva indireta. c) objetiva direta. d) predicativa 23 – Coloque C (certo) ou E (errado) quanto à regência verbal. Em seguida, assinale a alternativa com a sequência correta. ( ) Prefiro jogar vôlei do que futebol. ( ) Ela não obedeceu ao regulamento. ( ) Chegamos ao ponto desejado. ( ) Lembrou do aniversário do irmão. a) E, E, C, E b) C, C, E, C c) E, C, C, E d) C, E, E, C 24 – Quanto ao acento indicador de crase, coloque (1) uso obrigatório, (2) uso facultativo e (3) sem ocorrência. A seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. ( ) Todos se referiam a invasão dos tubarões. ( ) Saíram os dois correndo as gargalhadas. ( ) Convido-vos agora a voltar aos vossos lugares. ( ) Fui até a loja, mas não estava aberta. a) 1, 3, 3, 1 b) 3, 2, 2 ,3 c) 2, 3 ,1, 1 d) 1, 1, 3 ,2 Para responder às questões de 25 a 30, leia o texto abaixo. A Solidão na Sociedade Global No curso dos séculos vimos surgir diversos tipos de homem que, de algum modo, exprimiam os méritos, os valores e também as deficiências das sociedades por eles construídas. Atualmente, é educativo acompanhar o desenvolvimento da nossa espécie por meio de suas obras, atividades, realizações, pensamento, e de sua cultura. A história nos mostra não apenas as capacidades morais e espirituais, mas também as habilidades práticas e a capacidade inventiva, que caracterizam as diversas civilizações que se desenvolveram no curso dos séculos e que ainda oferecem o próprio contributo no caminho do homem. Diante dessa constatação me vem a pergunta: quais as qualidades do homem da sociedade global? Quais as suas características? Em que ele se destaca? Cada um de nós pode fazer uma relação dos dotes do cidadão global: é ativo, livre, veloz, explorador, conquistador. Apresenta-se como um vencedor. Mesmo assim, a nossa sociedade tem todos os sintomas de um ser doente; cuja doença é, segundo especialistas, de difícil diagnóstico. Parece-me que um dos sintomas mais visíveis desse mal-estar seja a solidão na qual vive uma grande parte dos homens e das mulheres do nosso tempo. Estamos falando de uma solidão negativa, fruto da ausência de relacionamentos verdadeiros, profundos, estáveis, com os companheiros de viagem; uma solidão que é fruto da indiferença participativa em relação à coisa pública e ao bem comum, do fechamento no próprio eu individualista e, muitas vezes, egoísta. A solidão do cidadão global cresce à proporção que a sua vida se dilata em uma rede cada vez mais ampla de conhecimentos e informações, de contatos virtuais, de peregrinações de massa aos novos santuários do bem-estar consumista, de aglomerados de multidões barulhentas nos espaços de diversões e de entretenimento. A concha do eu se torna cada vez mais apertada, impedindo a manifestação da sociabilidade e do reconhecimento do outro, que é uma verdadeira fonte de dignidade e liberdade. O remédio para curar essa enfermidade deve ser tomado em doses continuadas, diárias para que o organismo espiritual se acostume de novo à mobilidade e ao interesse. Trata-se quase de um processo de reabilitação. O que significa, em pobres palavras, respeitar as diferenças para unir o corpo social, escrutar a face do outro com simpatia e não com desconfiança, abrir-se ao diálogo sincero sem fechamentos pré-fabricados e cuidar dos relacionamentos interpessoais e cultivar amizades duradouras. Em síntese: romper a solidão vivendo a comunidade. A nossa sociedade sairá dessa circunstância mais rica e menos conflituosa. (ARAÚJO, Vera. Cidade Nova. Exemplar 488 – Ano XLVIII – nº. 11, nov. 2006, p. 25). 25 - Quanto à forma de composição, o texto se caracteriza predominantemente como: a) Narrativo c) Dissertativo-argumentativo b) Descritivo d) Narrativo-descritivo 26 - O texto aborda um dos problemas da sociedade global – a solidão negativa, considerando-a um(a) a) doença incurável, uma vez que não há perspectiva de reabilitação. b) enfermidade que só deve ser tratada com orientação médica. c) mal que acomete todas as pessoas no mundo globalizado. d) fenômeno revelador do mal-estar que atormenta grande parte da sociedade atual. 27 - De acordo com o texto, a globalização a) é um fator responsável pelo fortalecimento dos relacionamentos interpessoais no mundo atual. b) apresenta, também, consequências negativas, como o estímulo ao individualismo e ao egoísmo. c) trouxe apenas benefícios para a sociedade, como o desenvolvimento da economia global. d) é um processo capaz de transformar o homem, dotando-o de qualidades sempre positivas. 28 - Considere o fragmento a seguir: “Parece-me que um dos sintomas mais visíveis desse mal-estar seja a solidão na qual vive grande parte dos homens e das mulheres do nosso tempo.” De acordo com esse fragmento, pode-se afirmar:
  4. 4. 4 I. A solidão é, sem dúvida, o sintoma mais determinante do mal- estar que atinge a sociedade global. II. A solidão é um traço característico da nossa época. III. Os homens e as mulheres no mundo atual são, em número bastante elevado, vítimas do mal da solidão. Está(ão) correta(s) apenas: a) I b) II c) III d) II e III 29 - Todos os fatores abaixo foram apontados pela autora como responsáveis pela solidão negativa, EXCETO: a) Abandono das pessoas por parte dos familiares. b) Atitudes egoístas. c) Distanciamento das pessoas em relação às questões da comunidade. d) Falta de relacionamentos mais duradouros entre as pessoas. 30 - Com base no texto, é correto afirmar que, para vencer a solidão negativa, o homem global precisa a) ampliar a sua rede de informações e de conhecimentos. b) estabelecer, cada vez mais, contatos virtuais. c) frequentar, sempre que for possível, lugares em que se encontre um número elevado de pessoas. d) estar sempre ligado à sua comunidade de forma participativa, sem preconceito e aberto ao diálogo. GABARITO 01. A 02. C 03. A 04. B 05. A 06. A 07. D 08. A 09. A 10. A 11. C 12. A 13. A 14. A 15. D 16. C 17. B 18. B 19. C 20. A 21. D 22. C 23. C 24. D 25. C 26. D 27. B 28. D 29. A 30. D

×