Apresentação Hiperatividade

926 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
926
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Hiperatividade

  1. 1. Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) u Transtorno neurobiológico, de causas genéticas u Infância u Fase adulta
  2. 2. TDAH Histórico u 1902- George Still: descrição dos sintomas u 1920–1950 – Lesão cerebral mínima u 1960- Disfunção Cerebral Mínima u 1980 – TDA/H
  3. 3. TIPOS DE TDAH: - TDAH com predomínio de desatenção. - TDAH com predomínio de hiperatividade. - TDAH do tipo combinado.
  4. 4. TDAH u Tende a melhorar com o amadurecimento cerebral u Em média 3% a 5% u Proporção– três meninos para uma menina u TDAH – sintomas e sinais decorrentes principalmente de disfunções nas áreas de associação
  5. 5. CAUSAS MAIS COMUNS u Pré-natais: radiação, drogas, alcoolismo materno, infecção intra- uterina, etc. u Natais: prematuridade, hipóxia, partos difíceis u Pós-natais: desnutrição, doenças infecciosas, traumatismos, intoxicações, alimentos com aditivos, fatores ambientais, entre outros
  6. 6. Causas mais comuns u Genéticas: agrupação familiar, gêmeos homozigotos, histórico familiar u Componente genético na etiologia da hiperatividade u TDAH- Natureza funcional – origem orgânica – os elementos orgânicos interatuam com os elementos psicológicos
  7. 7. Características clínicas a. Inicio antes dos 7 anos b. Presença em dois ou mais ambientes c. Duração de pelo menos seis meses. d. Comprometimento da função social, acadêmica ou ocupacional e. Não associados a distúrbio global do desenvolvimento, psiquiátricos ou afecções mentais
  8. 8. Critério Diagnóstico Desatenção- 4 critérios a. Falta de atenção a detalhes, erros por descuidos em tarefas escolares, trabalho ou outras atividades b. Não mantém atenção em tarefas ou brincadeiras c. Não escuta quando lhe falam diretamente d. Não segue instruções e não termina tarefas
  9. 9. Critério Diagnóstico Desatenção – 4 critérios e. Desorganização de tarefas e atividades f. Evita ou reluta em começar tarefas que exigem esforço mental g. Perde objetos com freqüência h. Distrai facilmente com estímulos externos i. Esquece das atividades diárias.
  10. 10. Critério diagnóstico Hiperatividade - 3 critérios a. Agita as mãos ou pés b. Não permanece sentado c. Corre ou escala objetos excessivamente
  11. 11. Critério Diagnóstico Hiperatividade – 3 critérios d. Dificuldade de manter silêncio em atividades de lazer ou brincadeiras e. Está sempre em movimento: “ a mil” ou “a todo vapor” f. Melhora na relação um a um
  12. 12. Critério Diagnóstico Impulsividade - 3 critérios a. Respostas precipitadas b. Dificuldade para aguardar sua vez em jogos ou situações de grupo c. Interrompe e/ou intromete nas atividades dos outros d. Fala excessivamente e. Muda constantemente de atividade f. Grita e faz ruído na classe
  13. 13. Critérios adicionais a. Inicio antes dos 7 anos b. Presença em dois ou mais ambientes c. Comprometimento da função social acadêmica ou ocupacional d. Não associados a distúrbio global do desenvolvimento, psiquiátricos ou afecções mentais
  14. 14. Áreas predominantemente afetadas u Condutas u Falha no controle da atenção u Hiperatividade u Falha no controle dos impulsos u Labilidade emocional u Baixa tolerância a frustrações u Transtorno do sono e irritabilidade no primeiro ano u Melhora na relação um a um
  15. 15. Áreas predominantemente afetadas u Motricidade u Hipotonia muscular u Dificuldade para relaxar (distonia) u Movimentos involuntários leves u Sincinesias (movimentos parasitários) u Falhas no equilíbrio estático e dinâmico
  16. 16. Motricidade u Déficit nas atividades esportivas u Dificuldades de repetir ritmos com o corpo u Dificuldades gráficas u Reflexos normais
  17. 17. Linguagem verbal u Transtornos da articulação da palavra u Transtornos na aquisição da linguagem verbal u Transtornos na produção da linguagem verbal
  18. 18. Aprendizagem- leitura e escrita u Podem apresentar dislexia, disgrafia, disortografia, discalculia e dislalia Diagnóstico u Avaliação neurológica u Avaliações específicas u EGG – lentificação - imaturidade
  19. 19. Tratamento u Medicação u Metilfenidato, anfetaminas (estimulantes) u Atomoxetina (não estimulantes) u Orientação à família e à escola u Acompanhamento terapêutico
  20. 20. Diagnóstico u Avaliação neurológica, avaliações específicas u EGG- lentificação - imaturidade
  21. 21. Tratamento u Medicação u Orientação à família e à escola u Acompanhamento terapêutico
  22. 22. Tipos de tratamento u Hiperatividade – psicoterapia e medicação u Transtornos motores – psicomotricidade u Transtornos da linguagem – fonoaudiólogo u Transtornos da aprendizagem - psicopedagogo
  23. 23. Evolução e prognóstico u Tende a melhorar com a idade u As manifestações leves podem ser superadas espontaneamente
  24. 24. CO-MORBIDADES u30 a 50% - Transtorno de Conduta e Transtorno Desafiador de Oposição. u 25% - Transtornos de Ansiedade. u 15 a 20% - Depressão. u Dependência de drogas na adolescência.
  25. 25. O prognóstico depende: u Da intensidade do quadro u Do tempo de evolução até o diagnóstico u Da atuação da família, escola e meio social u Da ausência ou presença de outras alterações neurológicas u Da persistência na terapia u Da adequada indicação terapêutica
  26. 26. Intervenções J Sala de aula estruturada J Início do dia J Rotina de estudo J Ambiente escolar previsível J Atividade física
  27. 27. Intervenções J Tarefas curtas e definidas J Atendimento individualizado e acompanhado J Reforço e recompensa imediata J Reforço do conteúdo J Acompanhamento psicopedagógico
  28. 28. Orientações pedagógicas u Planejamento de um ambiente adequado u Anotações dos progressos do aluno u Preparar um canto da sala onde o aluno possa se isolar u Atividades com expressão corporal, sugerir que a criança fale o que está fazendo
  29. 29. Orientações pedagógicas u Atenção e supervisão freqüente u Lições significativas u Quando fora de controle, deixá-la em um local sossegado até que se acalme u Reforço das condutas positivas u Desfrutar de momentos calmo e relaxantes com o aluno

×