Sessão camila 22 1.07.13

394 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
394
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sessão camila 22 1.07.13

  1. 1. Abordagem do paciente com Hipertensão e Hipocalemia
  2. 2.  Guideline Sociedade Endócrino 2008  A maioria de anti-hipertensivos pode ser continuados  Estimulo oral não é necessario  Espironolatona – suspender por 6 semanas; impede ativação receptor resulta queda Na, queda volume e aumenta ativ renina plasmatica; se hipoK mesmo com a droga- pode manter  Concentração K serico resulta aumento excrecao urinaria de k
  3. 3.  Teste Supressao da Aldosterona=  Administracao NaCl oral ou venoso – medir a excrecao de aldosterona na urina de 24h ou concentracao aldosterona plasmatica que estara alta.
  4. 4. Hiperaldosteronismo
  5. 5. Hiperaldosteronismo  Primário- produção autônoma de aldosterona, com redução renina (hiporreninemico).  Secundário: aumento da aldosterona por hiperativação do SRAA. Síntese aumentada de renina; redução do volume circulante efetivo e hipoperfusão renal.
  6. 6. Hiperaldosteronismo primário  Tipos:  Mais comuns:  Adenoma∕Carcinoma produtor de aldosterona  Hiperplasia adrenal bilateral  Tumor produtor de aldosterona ectópico  Carcinoma adrenocortical produtor de aldosterona  Hiperaldosteronismo familiar
  7. 7. Hiperaldosteronismo primário  Tríade: Hipertensão Hipocalemia inexplicada ou normocalemia Alcalose metabólica
  8. 8. Hiperaldosteronismo Primário  Screening: Hipertensão com hipocalemia espontanea ou com baixa dose de diurético Hipertensão severa ou resistente Hipertensão e incidentaloma adrenal Hipertensão e história familiar AVC e HAS em jovem Hipertensão e história familiar 1 grau de hiperaldosteronismo
  9. 9. Hiperaldosteronismo Primário  Diagnóstico:  Atividade de renina plasmática ou concentração de renina plasmática – BAIXA  Concentração da aldosterona plasmática- ALTA  PAC/PRA maior ou igual a 20  PAC maior que 15 Exame (13/05/13) Resultado Valor de referência Atividade da Renina Plasmática 0,1 ate 3,4ng/ml/h- deitado; ate 5,2 ng/ml/h – sentado/em pé Concentração de Aldosterona plasmatica 206 3,4 a 27,3 sentado/em pé; 1- 10,5 deitado
  10. 10. Hiperaldosteronismo Primário  Adenoma:  Feminino  Meia idade  Unilateral  HipoK + acentuada  Hiperplasia:  Homem  Idosos  Bilateral  Níveis de aldosterona menores
  11. 11. Hiperaldosteronismo Primário  Tratamento:  Adenoma: Cirúrgico  Obs: a hipocalemia geralmente melhora, mas a hipertensão pode persistir.  Hiperplasia: espironolactona
  12. 12. Referências Bibliográficas  UptoDate 2013  Guideline da Sociedade Americana de Endócrino 2008

×