A cor aplicada aos sistemas digitais

155 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A cor aplicada aos sistemas digitais

  1. 1. A cor aplicada aos sistemas digitais
  2. 2. Modelo aditivo  Este modelo de cor, tal como o modelo subtrativo, permite-nos identificar uma determinada cor, ou seja, uma cor específica;  Para descrever as cores emitidas ou projectadas é utilizado o modelo aditivo;  A ausência de cor, no modelo aditivo, corresponde à cor preta, no entanto, quando as misturamos (cores) essas indicam a sua presença;  Resumindo: O modelo aditivo explica a mistura dos comprimentos de onda de qualquer luz emitida.
  3. 3. Modelo Subtrativo  No modelo subtrativo, a mistura de cores dá uma cor mais escura, devido ao facto de serem absorvidos mais comprimentos de onda, oprimindo a luz.  Este modelo é utilizado para descrever cores impressas  A ausência de cor corresponde à cor branca, o que significa que nenhum comprimento de onda é absorvido, mas sim refletido.  Resumindo: O modelo subtractivo explica a mistura de pinturas e tintas para criarem cores que absorvem alguns comprimentos de onda da luz e reflectem outros.
  4. 4. O Modelo CMYK  Este modelo CMYK é baseado no modelo CMY, só que foi acrescentada a cor preta ( o “K” é de “black”).  O mesmo é um modelo subtrativo, que descreve uma combinação das três cores primárias, com a adição da cor preta, pois assim é mais fácil obter essa cor em papel em vez de recorrer à mistura de cores
  5. 5. Aplicações do modelo CMYK  Este modelo utiliza-se em impressoras, fotocopiadoras, pintura e fotografia, onde os pigmentos de cor das superfícies dos objectos absorvem certas cores e reflectem outras.
  6. 6. Modelo HSV  O modelo HSV é definido pelas grandezas tonalidade de (Hue), saturação e valor, onde este último representa a luminosidade ou o brilho de uma cor;  Este baseia-se na percepção humana da cor do ponto de vista dos artistas plásticos;

×