Descrição de recursos em wikis semânticos

1.876 visualizações

Publicada em

Descrição de recursos em wikis semânticos: dados em RDF para Linked Data

Jaider Andrade Ferreira
Mestrando em Ciência da Informação
Orientadora: Plácida L. V. A. da C. Santos

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.876
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Descrição de recursos em wikis semânticos

  1. 1. Descrição de recursosem wikis semânticosDados em RDFpara Linked DataJaider Andrade FerreiraMestrando em Ciência da InformaçãoOrientadora: Plácida Santos
  2. 2. ConteúdoO A Ciência da Informação e a atividade de descrição derecursosO A WebO A Web SemânticaO As tecnologias da Web SemânticaO URI, XML, RDF, OWL...O Linked DataO WikisO Wikis semânticosO Semantic MediaWiki (SMW)
  3. 3. A Ciência da Informação e a atividade dedescrição de recursosO “A representação da informação é necessária emqualquer ambiente para proporcionar umarecuperação mais eficiente” (SANTOS; ALVES, 2009)O Qualquer ambiente? Sim: analógico e digitalO Nesse sentido, os desenvolvedores da Web temprocurado construir estruturas e tecnologias quepossibilitem a atribuição de metadados aos recursos,melhorando, desse modo, a recuperação de informaçõesem ambientes digitais
  4. 4. MetadadosO Metadados são informações estruturadasque descrevem, explicam, proveem alocalização ou, de alguma forma, tornammais fácil a recuperação, a utilização ou ogerenciamento de recursos (NISO, 2004, p. 1).
  5. 5. Da Web para...O Nesse contexto, há uma tendência a uma maiorestruturação das informações disponibilizadas naWeb.O Estruturação essa que diz respeito à representação ou àdescrição de recursos (informacionais ou não).O Da necessidade de estruturar e de descreversemanticamente o conteúdo das páginas ou mesmo derepresentar e de descrever semanticamente umaentidade não presente no ambiente digital, surge oprojeto da Web Semântica.
  6. 6. ... a Web SemânticaO Da Web de documentos linkados para a Web de dadoslinkados, ou Web das coisasO Da Web legível por humanos para a Web legível pormáquinasO Dos links sem tipos para os links tipadosO Para que isso ocorra, é necessária a criação de umaestrutura comum (modelos conceituais, tecnologias, práticas,etc.) que permita que os dados sejam compartilhados ereutilizados entre aplicações, empresas e comunidadese para eles que possam ser processados automaticamentepor distintas ferramentas de software.
  7. 7. Tecnologias da Web SemânticaPrincipais tecnologias:O URIO XMLO RDFO RDFSO OWLO SPARQL
  8. 8. Tecnologias da Web SemânticaO As tecnologias da Web Semântica podem ser utilizadasem várias áreas de aplicação, por exemplo:O Na integração de dadosO Na descoberta, na classificação e na busca por recursosO Na catalogação de recursos e em serviços de catalogaçãoO Na análise e na representação do conhecimentoO Na construção de agentes de software inteligentesO Na descrição de direitos de propriedade intelectualO Nas rede sociais(SW-FAQ, 2009)
  9. 9. RDFResource Description Framework[Estrutura de descrição de recurso]
  10. 10. Como o ser humano descreve osrecursos?O A maneira mais comum de descrever um recurso éutilizando-se da linguagem, ou seja, realizandodeclarações, sentenças, afirmações.
  11. 11. Como o ser humano descreve osrecursos?O Assim, classificamos os recursos...O Joãozinho é um ser humanoO Ser humano é um mamíferoO Mamífero é um animalO Etc.(relações hierárquicas do tipo “é um(a)”)
  12. 12. Como o ser humano descreve osrecursos?O ... e atribuímos propriedades a eles:O Joãozinho tem 23 anosO Joãozinho mora em MaríliaO Joãozinho estuda na UnespO Etc.(relações associativas, não hierárquicas)
  13. 13. DeclaraçõesO De um ponto de vista linguístico, podemos considerarque as declarações são constituídas de três partes:O SujeitoO PredicadoO Objeto
  14. 14. Declarações e descriçõesO De um ponto de vista informacional:O Recurso (objeto, coisa, entidade a ser descrita)O Propriedade (atributo, característica, metadado)O Valor (valor da propriedade)
  15. 15. Intercâmbio de (meta)dadosO O RDF é uma infraestrutura que permite a codificação,o intercâmbio e o reuso de metadados estruturados.O Essa infraestrutura permite a interoperabilidade demetadados através da concepção de mecanismos quesuportam convenções comuns de semântica, de sintaxe ede estrutura.(MILLER, 1998)
  16. 16. Resource Description FrameworkO Um mecanismo para a representação semântica que sebaseia em um simples, porém poderoso, modelo dedados.
  17. 17. GrafoO Um documento RDF está estruturado em forma de umgrafo direcionado, isto é, um conjunto de nós que sãoligados por arestas direcionadas (setas).
  18. 18. RDFRecursoValorValorValorValorPropriedadePropriedadePropriedadePropriedade
  19. 19. RDFJaiderUNESPMaríliaFabrícioRDFestuda namora emconhece oensina
  20. 20. TriplaRecurso ValorPropriedadeCibercultura Pierre LévyTem como autorEntidades do mundo real
  21. 21. IdentificadoresO Entidades precisam ser identificadas.O Na Web Semântica os identificadores são os URIsIdentificador X Identificador ZIdentificador Y
  22. 22. URIO URI (Uniform Resource Identifier) é uma sequência decaracteres que identifica (dá nome a) um recursofísico ou abstrato.O Obs.: URL (Uniform Resource Locator) é um tipo de URIque, além de identificar, localiza um recurso disponível naWeb.O URI http://dbpedia.org/resource/BrazilO URL http://dbpedia.org/page/Brazil
  23. 23. URIO É o URI que torna o recurso único e não confundível comoutros recursos.O O RDF pode descrever qualquer objeto que tenha uma claraidentidade no contexto de uma dada aplicação: livros, pessoas,locais, editoras, eventos, relacionamentos entre essas coisas,conceitos abstratos...Enfim, qualquer coisa.O Tais recursos podem, obviamente, não ser recuperados onlinee, portanto, seus URIs são usados exclusivamente para finsde identificação.O Tais URIs são feitos para as máquinas referenciarem algumrecurso, não para humanos buscarem informações
  24. 24. DeclaraçõesO Em RDF podemos fazer dois tipos de declarações.Podemos dizer que:1. Um recurso possui alguma relação com outro recurso:O URI do recurso | URI da propriedade | URI do valorO Ex: Jaider | conhece | Fabrício2. Um recurso possui alguma relação com um valor literal:O URI do recurso | URI da propriedade | Valor literalO Ex: Jaider | tem como idade | 23 anos
  25. 25. Sintaxe para RDFO XML:<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?><rdf:RDF xmlns:rdf="http://www.w3.org/1999/02/22-rdf-syntax-ns#"xmlns:metadado="http://metadado.org/uri#"><rdf:Description rdf:about="http://exemplo.org/uri#jaider"><metadado:nome>Jaider</metadado:nome><metadado:conhece><rdf:Description rdf:about="http://exemplo.org/uri#fabricio"><metadado:nome>Fabrício</metadado:nome></rdf:Description></metadado:conhece ></rdf:Description></rdf:RDF>
  26. 26. VocabuláriosO Adicionalmente, o RDF Schema, uma extensão do RDF,proporciona um meio para a publicação tanto devocabulários legíveis por humanos quanto devocabulários legíveis por máquinas.O Vocabulário, nesse contexto, é definido como umconjunto de propriedades ou termos descritivos, istoé, elementos de metadados, definidos por umacomunidade de descrição de recursos.
  27. 27. VocabuláriosO Exemplos:O DC: http://dublincore.org (descrição geral)O FOAF: http://xmlns.com/foaf/spec (pessoas)O SIOC: http://www.w3.org/Submission/sioc-related (pessoas)O VoID: http://www.w3.org/TR/void (datasets)O Schema.org: http://schema.org/Book (geral)O vCARD: http://www.w3.org/TR/vcard-rdf (contatos)O Geo: http://www.w3.org/2003/01/geo (localizações)O Bio: http://vocab.org/bio/0.1 (biografia)
  28. 28. Vocabulárioshttp://dbpedia.org/resource/Dom_Casmurro http://purl.org/dc/elements/1.1/creator http://dbpedia.org/resource/Machado_de_Assishttp://dbpedia.org/resource/Dom_Casmurro http://purl.org/dc/elements/1.1/date 1900http://dbpedia.org/resource/Dom_Casmurro http://purl.org/dc/elements/1.1/language Portuguêshttp://dbpedia.org/resource/Dom_Casmurro http://purl.org/dc/elements/1.1/publisher http://pt.dbpedia.org/page/Livraria_Garnierhttp://dbpedia.org/resource/Dom_Casmurro http://purl.org/dc/elements/1.1/subject Romance impressionistaDe propriedades: ex. DublinCoreDe valores: ex.DBpedia
  29. 29. Linked DataO Um método de publicação de dados estruturadosinterligados.O Esse método utiliza tecnologias da Web Semântica comoRDF e URIs.O Ao invés de esses dados serem utilizados apenas para avisualização por humanos, eles estão dispostos de ummodo que possibilita a leitura automática porcomputadores.O Isso possibilita que os dados de diferentes fontes sejaminterligados e consultados.
  30. 30. Princípios do Linked Data1. Utilizar URIs para representar coisas2. Utilizar URIs do tipo HTTP para que essas coisaspossam ser referenciadas e lidas por pessoas emáquinas3. Fornecer informações úteis sobre as coisas quando seusURIs são utilizados, e para essa tarefa, utilizar padrõescomo RDF e SPARQL4. Incluir links para outras coisas relacionadas (utilizandoURIs) quando publicar dados na Web(BERNERS-LEE, 2006)
  31. 31. Como publicar dados em RDF?Utilizando wikis semânticos!
  32. 32. WikiO Um software wikicriaO um site wikiO Um site wikié composto porO páginas wikiO Páginas wikisão escritasO de acordo com uma sintaxe wikiO Páginas wikisão criadasO por uma comunidade wikiO Uma comunidade wikisegue umaO prática wikique é embasada em umaO Filosofia wiki...
  33. 33. ExemploO Software wiki: MediaWikiO (mediawiki.org)O Site wiki: WikipédiaO (pt.wikipedia.org)O Página wiki: BrasilO (pt.wikipedia.org/wiki/Brasil)O Sintaxe wiki: BrasilO (pt.wikipedia.org/wiki/Ajuda:Guia_de_edição)O Comunidade wiki: Usuários, Editores, Administradores, etc.O (pt.wikipedia.org/wiki/WP:Portal_comunitário)O Prática wiki: Políticas (para o conteúdo e para a formatação depáginas wiki, para o comportamento dos editores do site wiki, etc.)O (pt.wikipedia.org/wiki/WP:Lista_de_políticas)O Filosofia wiki: Princípios gerais, princípios que remontam a origemdos wikis (1995)
  34. 34. Wikis semânticosO Um wiki semântico pode ser definido comoum software wiki que se utiliza de tecnologias daWeb Semântica para incorporar conhecimento formalizado, conteúdo,estruturas e links nas páginas wiki.O conhecimento formalizado é representado utilizando padrões daWeb Semântica e é, portanto, acessível e reutilizável por aplicações Web.(BUFFA et al., 2007)
  35. 35. Wikis semânticosO AceWiki (2008)O BOWiki (2008)O COW (2006)O Freebase (2005)O Gnowsis Wiki (2006)O Graphingwiki (2006)O IkeWiki (2006)O Kaukolu (2006)O Kawawiki (2005)O KnowWE (2010)O Makna (2006)O MultiMakna (2006)O MewKISS (2005)O OntoWiki (2006)O OpenRecord (2006)O Platypus (2004)O Rhizome (2005)O Semantic MediaWiki (2005)O SemperWiki (2005)O SHAWN (2005)O ShyWiki (2011)O SweetWiki (2006)O SWiki (2005)O Swooki (2008)O TaOPis (2008)O Topincs Wiki (2006)O wikiCalc (2007)O WikSAR (2006)O Ylvi (2006)
  36. 36. Semantic MediaWikiO O Semantic MediaWiki é um softwarelivre, de código aberto, disponível comouma extensão do software MediaWiki.O É um sistema wiki melhorado comtecnologias da Web Semântica quepossibilita aos usuários anotarsemanticamente o conteúdo cominformações explícitas legíveis pormáquinas.O O Semantic MediaWiki coleta os dadossemânticos por meio das anotaçõessemânticas que os usuários, cientes ounão, adicionam ao texto das páginaswiki.
  37. 37. Semantic MediaWikiO ... é um wiki semântico para dados estruturadosO ... é implementado como uma extensão do MediaWikiO ... é um software livre, de código abertoO ... é escrito em PHP e JavaScript e suporta o MySQL comogerenciador de banco de dados além de gerenciadores debanco de dados RDF (triple stores) como umarmazenamento secundário
  38. 38. Semantic MediaWikiO ... está bem estabelecido e estávelO criado em 2005O é utilizado em centenas de sitesO é bem documentado (em inglês)O http://semantic-mediawiki.orgO possui um evento que acontece duas vezes ao ano naEuropa e nos Estados Unidos (SMWCon)O é uma das maiores extensões do MediaWikiO Código, desenvolvedores, usuários, etc.
  39. 39. Semantic MediaWikiPossibilita:O O armazenamento e o gerenciamento de dadosO A navegação e a visualização de dadosO A busca por páginas baseada nos dados armazenadosO A formatação de dadosO A exportação de dados
  40. 40. O modelo de dados doSemantic MediaWikiO Dados: pares de propriedade-valor atribuídas às páginasO Exemplo (página – propriedade - valor)O Brasil | tem capital | BrasíliaO Jaider | nasceu em | 1990O Dom Casmurro | tem autor | Machado de Assis
  41. 41. Utilizando o Semantic MediaWikiO Os dados são registrados na página que representa o quese pretende descrever. Exemplo:O Página: BrasilO Conteúdo da página: [[tem capital::Brasília]]
  42. 42. Extensões do Semantic MediaWikiO Semantic FormsO Formulários para o preenchimento dos dadosO Semantic Result FormatsO Vários formatos de saída para a exibição e o intercâmbio dedadosO Maps e Semantic MapsO Gerencia e consulta dados sobre locais geográficosO Semantic DrilldownO Para a navegação facetada dos dadosO Semantic WatchlistO Para enviar notificações quando os dados são modificadosO ...
  43. 43. Em síntese...O A Ciência da Informação trata da representação e da descrição derecursosO A Web (principal ambiente digital informacional) está passandopor grandes desenvolvimentos, rumo a Web SemânticaO A Web Semântica é composta por várias tecnologias (URI, XML,RDF, RDFS, OWL, RIF, etc.) que visam representar e descrever umarealidade de maneira interoperávelO A Web Semântica é projetada para forncecer “um pouco mais” designificado (semântica) para as máquinasO Linked Data é um conjunto de práticas para a publicação de dadosestruturados na Web SemânticaO Linked Data exige a utilização de RDFO Wikis semânticos fornecem meios para a descrição de recursos epara a publicação de dados estruturados em RDF na Web Semântica.O O wiki semântico mais utilizado é o Semantic MediaWiki.
  44. 44. ReferênciasO BERNERS-LEE, Tim. Linked Data. 2006. Disponível em:<http://www.w3.org/DesignIssues/LinkedData.html>. Acesso em: 20 mar. 2013.O BUFFA, Michel et al. SweetWiki: A semantic wiki. Journal of Web Semantics: Science, Services andAgents on the World Wide Web, [S.l.], Elsevier, v. 6, n. 1, p. 84-97, 2007. Disponível em:<http://dx.doi.org/10.1016/j.websem.2007.11.003>. Acesso em: 25 jun. 2011.O KRÖTZSCH. Semantic MediaWiki - An introduction. Oxford: SMWCon, 2012. Disponível em:<http://semantic-mediawiki.org/wiki/File:20121024_SMWCon_Fall_Markus_Kr%C3%B6tzsch_Semantic_MediaWiki_-_An_Introduction.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2013.O MILLER, Eric. An Introduction to the Resource Description Framework. D-Lib Magazine, v. 4, n. 5, May1998. Disponível em: <http://www.dlib.org/dlib/may98/miller/05miller.html>. Acesso em: 16 set. 2012.O NISO. Understanding Metadata. Bethesda: NISO Press, 2004. Disponível em:<http://www.niso.org/publications/press/UnderstandingMetadata.pdf>. Acesso em: 23 set. 2012.O SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa; ALVES, Rachel Cristina Vesú. Metadados e WebSemântica para estruturação da Web 2.0 e Web 3.0. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 10, n. 6, dez. 2009.Disponível em: <http://www.dgz.org.br/dez09/Art_04.htm>. Acesso em: 25 jun. 2011.O SW-FAQ. W3C Semantic Web Frequently Asked Questions. 2009. Disponível em:<http://www.w3.org/2001/sw/SW-FAQ>. Acesso em: 20 mar. 2013.
  45. 45. ObrigadoJaider Andrade Ferreirajaideraf@gmail.comWikincat.orgEncontro Internacional Dados, Tecnologia e Informação, Marília, 2013

×