Palestra sistema cardiovascular 1 [modo de compatibilidade]

1.109 visualizações

Publicada em

Palestra do I Curso Introdutório da Liga Acaêmica de Anátomo-Fiiologia, dada pela Prof.ª Viviane Guimarães.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.109
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra sistema cardiovascular 1 [modo de compatibilidade]

  1. 1. 11/3/2012 Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento De Biomedicina Anatomofisiologica Cardíaca I CURSO INTRODUTÓRIO DA LIGA DE ANATOMOFISIOLOGIA - LAAF Profa. Ms. Viviane M. Castro G. Vieira CoraçãoBomba contrátil-propulsoraÓrgão muscular oco – músculo estriado cardíacoLocalização: cavidade torácica, atrás do esterno, entreos pulmões, acima do diafragma com sua maior porção àesquerda (2/3).Forma: cone – base e ápicePericárdio: membrana que reveste e protege o coração Estruturas Câmaras: 2 átrios e 2 ventrículos Valvas: TRICÚSPIDE E MITRAL (orifícios entre átrios e ventrículos com dispositivos orientadores da corrente sanguínea); AÓRTICA E PULMONAR (vasos sanguíneos – semilunares) Válvulas: folhetos (cúspides) 1
  2. 2. 11/3/2012 Valvas cardíacas Valvas AV - fechadas Valvas AV - abertas Vasos sanguíneosVeia cava: superior e inferior – envia sangue do corpopara o átrio direitoTronco pulmonar: Artérias pulmonares direita e esquerda – enviam sangue do ventrículo direito para os pulmões Veias pulmonares – enviam sangue dos pulmões para o átrio esquerdoAorta: envia sangue do ventrículo esquerdo para todo ocorpo CirculaçãoFunção: levar nutrientes e O2 às células, além deprodutos residuais do metabolismo celularVasos sanguíneos: artérias, arteríolas, capilares, vênulase veiasSangue arterial: ↑ [ ] de O2Sangue venoso: ↓ [ ] de O2 2
  3. 3. 11/3/2012 Substâncias De Para transportadas Tipos de CirculaçãoMateriais que entram no corpoOxigênio Pulmões Todas as célulasNutrientes e água Trato intestinal Todas as células Circulação pulmonar (pequena circulação ouMateriais que se movem de uma célula para outra circulação coração-pulmão-coração):Resíduos Algumas células Fígado para processamento Átrio direito ventrículo direito pulmões (O2)Células do sistema imune, Presentes no sangue Células que necessitem átrio esquerdoanticorpos, proteínas continuamente delascoagulantesHormônios Células endócrinas Células –alvo Circulação sistêmica (grande circulação ou circulaçãoNutrientes armazenados Fígado e tecido adiposo Todas as células periférica ou circulação coração-tecidos-coração):Materiais que deixam o corpo Ventrículo esquerdo aorta tecidos veias cavasExcretas Todas as células Rins átrio direitoCalor Todas as células PeleDióxido de carbono Todas as células Pulmões Fonte: Fisiologia Humana- Silverthorn Músculo cardíaco Estriado, discos intercalares, gap junctions 3
  4. 4. 11/3/2012 Ciclo cardíaco É o período compreendido entre o início de um batimento cardíaco e o início do batimento seguinte. Diástole: período de relaxamento (coração se enche de sangue) Sístole: período de contração Cada ciclo começa pela geração espontânea de um potencial de ação no nodo sinusal Fases do ciclo cardíaco Fases do ciclo cardíaco1ª fase: diástole atrial e ventricular (relaxamento do 2ª fase: sístole atrialcoração) Despolarização do nó sinoatrial Átrios estão se enchendo de sangue Sístole atrial Ventrículos estão entrando em diástole Enchimento ventricular Abertura das valvas AV Enchimento dos ventrículos Fases do ciclo cardíaco Fases do ciclo cardíaco3ª fase: início da sístole ventricular e 1ª bulha cardíaca 4ª fase: ejeção ventricular Sístole ventricular (inicia no ápice do coração) Abertura das valvas semilunares Fechamento das valvas AV – 1ª bulha cardíaca Ejeção do sangue ventricular para os vasos Contração ventricular isovolumétrica (o volume de sangue sanguíneo dentro do ventrículo não se altera) Diástole atrial 4
  5. 5. 11/3/2012 Fases do ciclo cardíaco5ª fase: relaxamento ventricular e 2ª bulhacardíaca Diástole ventricular Fechamento das valvas semilunares – 2ª bulha cardíaca Abertura das valvas AV Fluxo do sangue dos átrios para os ventrículos Reinício de mais um ciclo cardíaco Bulhas cardíacas Débito CardíacoSão vibrações geradas pelo fechamento das valvascardíacas Quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto: 4 a 6 litros (exercício – 41ª Bulha cardíaca: fechamento das valvas AV (tricúspide a 7x mais)e mitral) – início da contração ventricular É um indicador da perfusão tecidual2ª Bulha cardíaca: fechamento das valvas semilunares Débito cardíaco = frequência cardíaca x volume de(aórtica e pulmonar) – fim da contração ventricular ejeção DC = FC x Vol. Ejeção DC = 70 x 70 = 4900 mL/min (≈ 5l/min) Sistema de conduçãoNó sinu-atrial (nodo SA): marcapasso cardíaco – 70 a80x/minNó átrio-ventricular (nodo AV): 40 a 60x/minFeixe átrio ventricular (Feixe de His – Fibras de Purkinje) –15 a 40x/minNó sinoatrial átrios ( retardo de 0,1s – platô) novo AV feixe A-V ventrículosControle pelo nervo vago (inibindo) e sistema simpático(estimulando) 5
  6. 6. 11/3/2012 Frequência Cardíaca Eletrocardiograma (ECG)É a frequência com que ocorrem os batimentoscardíacos É o registro dos potenciais elétricos gerados pelas Taquicardia: aumento da frequência cardíaca correntes elétricas que se espalham pelo coração Bradicardia: diminuição da frequência cardíaca e se propagam até a superfície do corpoÉ determinada pelo nodo sinusal – marcapasso Fornece informações sobre: frequência cardíaca,cardíaco ritmo, velocidade de condução e condições dos tecidos cardíacosÉ regulada pelo SNA e hormônios (adrenalina eacetilcolina) O ECG normal é composto por uma onda P, um complexo QRS e uma onda T.Valores em repouso: 60 a 100 bpm Eletrocardiograma (ECG) ECG normalOnda P: início da sístole atrial (despolarização dosátrios)Complexo QRS: início da sístole ventricular(despolarização dos ventrículos)Onda T: onda de repolarização dos ventrículos 6
  7. 7. 11/3/2012 Pressão arterial É a pressão exercida pelo sangue nas paredes do vasos sanguíneos A pressão arterial reflete a pressão de propulsão (fluxo sanguíneo) criada pela ação de bombeamento do coração. Pressão sistólica: 120mmHg Pressão diastólica: 80mmHg PRESSÃO SISTÓLICA PRESSÃO CATEGORIA (mmHg) DIASTÓLICA (mmHg) Inferior a 130 Inferior a 85 P.A. normal (ótima: 120) (ótima: 80) P.A. normal alta 130 a 139 85 a 89Hipertensão grau I (leve) 140 a 159 90 a 99 Obrigada!!Hipertensão grau II 160 a 179 100 a 109 (moderada) O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura daHipertensão grau III velhice. 180 a 209 110 a 119 (grave) Leonardo Da VinciHipertensão grau IV Igual ou superior a 210 Igual ou superior a 120 (muito grave) Fonte: SBH – VI Diretrizes 2010 7

×