Nj aula 13 ppt

16.839 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.839
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15.493
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nj aula 13 ppt

  1. 1. PROFESSORA: ROSEMERI COVRE
  2. 2.  Extraído de fatos reais contidos no relatório. Deve ser o primeiro argumento a compor a fundamentação. Estrutura: TESE + PORQUE + E TAMBÉM + ALÉM DISSO Fatos distintos favoráveis à tese escolhida
  3. 3.  O hospital foi negligente porque utilizou água contaminada no tratamento da hemodiálise de pacientes renais, e também não comunicou o fato à secretaria de saúde. Além disso, mesmo após ter conhecimento do alto índice de contaminação por bactérias, continuou a utilizá-la, colocando, pois, em perigo iminente a vida dos pacientes.
  4. 4.  Invoca o prestígio dos atos ou juízos de uma determinada pessoa ou grupo a partir do qual a informação ganha relevância. Utiliza como base as fontes do Direito e pesquisas científicas comprovadas. A autoridade precisa de legitimidade. A polifonia (PARÁFRASE ou CITAÇÃO) é um recurso que deve ser usado apropriadamente e sem exageros.
  5. 5. ARGUMENTO DE AUTORIDADE: OPINIÃO FUNDAMENTADA DE ESPECIALISTAS LEGISLAÇÃO, DOUTRINA E JURISPRUDÊNCIA. DISCIPLINAS DE FUNDAMENTO. VOZES DA MÍDIA, DA IGREJA, DA FAMÍLIA.
  6. 6.  Serve como estratégia discursiva eficiente para a redação de uma boa fundamentação. Compõe-se da introdução de uma perspectiva oposta ao ponto de vista defendido pelo argumentador, admitindo- o, para depois apresentar, como argumento decisivo, a perspectiva contrária. Conjunções Adversativas: mas, porém, todavia, entretanto, no entanto, senão, não obstante, contudo, etc. Conjunções Concessivas: embora, muito embora, conquanto, ainda que, mesmo que, posto que, bem que, se bem que, apesar de que, nem que, a despeito de, não obstante etc
  7. 7.  Embora haja quem argumente ser impossível pensar a afetividade como valor jurídico, pois não existe lei que obrigue alguém a ser pai, nem garanta reaproximações indesejadas, a Justiça pode, sim, fazer valer o direito de um filho em relação aos cuidados paternais, por meio de uma reparação afetiva. Essa reparação André Júlio deve a Alexandre, por sua luta inglória desde quase os sete anos de idade, a fim de reaver o afeto do pai. Falta de carinho, de atenção e de presença não se quantifica, mas pode ser compensada para amenizar o sofrimento de Alexandre, por ter tido um pai ausente.
  8. 8.  PRODUZA FUNDAMENTAÇÃOSIMPLES PARA O CASO CONCRETO COM OS 3 ARGUMENTOS ESTUDADOS.

×