1 cursodegestaoestratgicadenegcios

162 visualizações

Publicada em

Publicada em: Alimentos
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
162
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 cursodegestaoestratgicadenegcios

  1. 1. CURSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS
  2. 2. Prof. Jorge Roberto Pós-Graduado em Planejamento e Gestão Estratégica: Fundação Getulio Vargas – FGV/EBAPE/EPGE. Introdução ao Planejamento Estratégico – FGV/Cademp. Pensamento Estratégico – FGV Online. Inteligência Competitiva – FGV Online. Tutorial de Professores – FGV Online. Metodologia do Ensino Superior – Tutorial – FGV Online. Professor da Fundação Getulio Vargas – FGV/Cademp, no seguinte curso: Como Gerenciar em Pequenos e Médios Negócios (2012). Coordenador Acadêmico do Curso de Pós-Graduação (MBA Executive) de Direito Econômico e Empresarial – FGV/EPGE – ACEI, 1997/1998. Professor de Empeendedorismo e Estratégia Competitiva e Consultor de Micros e Pequenas Empresas. Missão: colaborar com empreendedores na gestão estratégica das micros e pequenas empresas. Contato: www.joroberto.blogspot.com.br E-mail: joroberto2010@gmail.com
  3. 3. CURSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS Programa Pensamento estratégico. Análise do ambiente interno. Análise do ambiente externo. Empreendedorismo estratégico. Implantação da gestão estratégica. Estratégia competitiva. Público Alvo Pessoas que estão ingressando em um mercado globalizado cada vez mais exigente e turbulento, bem como gerentes ou candidatos a gerente de empresas, bem como entidades sem fins lucrativos que tem sob sua responsabilidade a necessidade de estabelecer uma visão mais estratégica para enfrentamento das mudanças constantes no cenário competitivo atual. Metodologia Aulas expositivas em PowerPoint e exercícios, seguidas de debates inspirados na realidade da empresa atual e/ou do grupo participante. Carga Horária 40 horas/aula.
  4. 4. Sun Tzu, também conhecido como Sun Zi ou Sun Wu, natural do estado de Ch'i, viveu durante o período histórico da China conhecido como o dos "Reinos Combatentes" (476-221 a.C.). Arte da Guerra: Obra inserida nos "clássicos marciais", A Arte da Guerra foi estudada por centenas de oficiais chineses e japoneses durante vários séculos, sendo os comentários dos grandes generais acrescentados à cada nova versão, até ser considerada obra padrão por volta do fim do século XVIII. 4
  5. 5. Após 1912: A Harvard Business inclui como disciplina obrigatória a política de negócios. Nesse ambiente destacam-se os professores Roland Christensen e Kenneth Andrews. Década de 1950: Estes desenvolvem a clássica análise Swot 5
  6. 6. “Estratégia é a determinação das metas e dos objetivos básicos de longo prazo de uma empresa e a adoção de cursos de ação e alocação dos recursos necessários para realizar essas metas.” Alfred D. Chandler. Apud : BESANKO D. DRANOVE D. SCHAEFER,S. SHANLEY, M. A economia da estratégia. 5ª ed., Porto Alegre: Bookman, 2011. 6
  7. 7. “O empreendedor é o responsável pelo processo de destruição criativa, sendo o impulso fundamental que aciona e mantém em marcha o motor capitalista, constantemente criando novos produtos, novos métodos de produção, novos mercados e, implacavelmente, sobrepondo-se aos antigos métodos eficientes e mais caro.” SCHUMPETER, J. “Managers and entrepreneurs: a useffill disction.” Administrative science quaterly. V. 42, p. 429-51, 1959. “Teoria do Desenvolvimento economico.” Joseph Alois Schumpeter (1883-1950). 7
  8. 8. “ A estratégia está menos preocupada em garantir uma adequação total entre metas e recursos e mais preocupada em criar metas que superem os limites e desafiam os funcionários a conseguir o aparentemente impossível (...) vai além da locação de recursos escassos e projetos que competem entre si; estratégia é a luta para superar limitações de recursos através de uma busca criativa e infindável da melhor alavancagem de recursos.” C. K. R. Prahalad e Gary Hamel. 8
  9. 9. “O segredo está em competir para ser único, diferente. Ser o melhor não é mais suficiente, porque todos estão empenhados em ser o melhor.” Michael Porter 9
  10. 10. A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL W. Chan Kim e Reneé Mauborne “As empresas que se perderam no oceano vermelho adotaram uma abordagem convencional, empenhando-se para vencer a concorrência por meio da construção de posições defensáveis no âmbito da ordem setorial vigente. Surpreendentemente, as empresas criadoras de oceanos azuis não recorreram aos concorrentes como paradigmas. Em vez disso, adotaram uma lógica estratégica diferente, que denominamos inovação de valor.” Conclusão: Não ficar se digladiando no oceano vermelho, pois melhor seria uma nova abordagem, ou seja, inovar no oceano azul, criando novo bem e novo mercado. 10
  11. 11. COMPARAÇÃO ENTRE A ESTRATÉGIA MILITAR E A ESTRATÉGIA EMPRESARIAL • Objetivo da estratégia militar: conquista de território; • Objetivo da estratégia empresarial: conquista de mercado. • Análise militar: condições do clima e terreno, bem como distribuição de forças e estrutura de comando; • Análise da estratégia empresarial: estudo de mercado, estrutura da indústria, pontos fortes e fracos, bem como organização me liderança. Resultado: • Na área militar – estratégia militar e plano de campanha; • Na área empresarial – estratégia empresarial e plano estratégico. 11
  12. 12. EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ESTRATÉGICO 1950 – 1ª fase: planejamento financeiro/Orçamento/? Miopia 1960: Planejamento empresarial a longo prazo/? Falta de previsão nas surpresas 1970: Estratégia corporativa/planejamento estratégico/? Falta de foco na implementação 1975/85: Análise da indústria e competição/ ? Foco somente nas indústrias 1985/90: Vantagem competitiva/administração estratégica/? Desalinhamento com a filosofia organizacional 1990: Valor da empresa. A gestão estratégica tem como foco a integração entre o planejamento e o controle, na organização estratégica, bem como na coordenação de todos os recursos para atingir o objetivo definido Atualmente: Renovação dinâmica da empresa, bem como inovação, alianças estrangeiras e criação de redes empresariais. 12

×