2ª FORMAÇÃO-PNAIC
2º ANO
Caderno 3
CONSTRUÇÃO DO SISTEMA DE
NUMERAÇÃO DECIMAL
Dando sequência ao trabalho com o eixo Número e
Operações, o tema central deste caderno é o Sistema de
Numeração Decimal (...
O objetivo geral do caderno é fornecer subsídios que
permitam ao professor encaminhar a construção do SND
em situações lúd...
REPRODUZIR, EM ATIVIDADES
ORAIS E ESCRITAS, SEQUÊNCIAS
NUMÉRICAS ASCENDENTES E
DESCENDENTES A PARTIR DE
QUALQUER NÚMERO DA...
RELAÇÕES ENTRE O
SISTEMA DE ESCRITA
ALFABÉTICA (SEA) E O
SISTEMA DE NÚMERO
DECIMAL(SND)
Um dos aspectos mais importantes do trabalho com o
letramento na Língua Materna consiste na compreensão,
pelas crianças, d...
o Na Matemática, podemos dizer que há uma certa
analogia entre o SEA e o SND, cuja maneira de registrar
também permite ope...
As crianças devem entender que o que a
escrita alfabética representa sobre o
papel são os sons das partes das
palavras e q...
REFLEXÕES SOBRE SEA e SND
PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 08-09
O USO DO CORPO COMO FONTE DO
CONHECIMENTO MATEMÁTICO
o Contando nos dedos, as crianças começam a construir
uma base simbólica que é essencial neste processo,
assim como na est...
Quando a escola coíbe tal
prática, ela está indo na
contramão do desenvolvimento
da criança e negando esta
ferramenta cult...
Usar o corpo como parte
fundamental do processo de
construção das ideias
matemáticas não obscurece a
necessidade do trabal...
Os objetivos dos jogos nesse caderno, serão centrados na
construção, pelas crianças, das noções estruturantes de
agrupamen...
NAS ATIVIDADES LÚDICAS
Nestas atividades devem ser valorizadas as articulações,
sempre que possível, entre as palavras e e...
CAIXA MATEMÁTICA
Sendo assim, é
importante a existência
da Caixa Matemática
para cada aluno, devendo
conter materiais para...
SUGESTÃO DE MATERIAIS
PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20
PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20
SUGESTÃO DE MATERIAIS
PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20
SUGESTÃO DE MATERIAIS
PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20
SUGESTÃO DE MATERIAIS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CADERNO 3 PNAIC/2014 - ACARAÚ / 2º ANO

1.119 visualizações

Publicada em

CADERNO 3 - PNAIC/MATEMÁTICA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.119
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CADERNO 3 PNAIC/2014 - ACARAÚ / 2º ANO

  1. 1. 2ª FORMAÇÃO-PNAIC 2º ANO Caderno 3 CONSTRUÇÃO DO SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL
  2. 2. Dando sequência ao trabalho com o eixo Número e Operações, o tema central deste caderno é o Sistema de Numeração Decimal (SND). A compreensão desse sistema é fundamental para organizar a abordagem feita para os Números e proporciona a base para o trabalho com as Medidas e Grandezas.
  3. 3. O objetivo geral do caderno é fornecer subsídios que permitam ao professor encaminhar a construção do SND em situações lúdicas de modo que a criança possa investigar as regularidades do sistema de numeração decimal para compreender o princípio posicional de sua organização. OBJETIVO
  4. 4. REPRODUZIR, EM ATIVIDADES ORAIS E ESCRITAS, SEQUÊNCIAS NUMÉRICAS ASCENDENTES E DESCENDENTES A PARTIR DE QUALQUER NÚMERO DADO; QUANTIFICAR COLEÇÕES NUMEROSAS RECORRENDO AOS AGRUPAMENTOS DE DEZ EM DEZ E DEMONSTRAR COMPREENSÃO DE QUE O DEZ ESTÁ INCLUÍDO NO VINTE, O VINTE, NO TRINTA, O TRINTA, NO QUARENTA ETC.; COMPREENDER O VALOR POSICIONAL DOS ALGARISMOS NA COMPOSIÇÃO DA ESCRITA NUMÉRICA, COMPONDO E DECOMPONDO NÚMEROS; RECONHECER REGULARIDADES DO SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL. CADERNO 3 DIREITOS DE APRENDIZAGEM
  5. 5. RELAÇÕES ENTRE O SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA (SEA) E O SISTEMA DE NÚMERO DECIMAL(SND)
  6. 6. Um dos aspectos mais importantes do trabalho com o letramento na Língua Materna consiste na compreensão, pelas crianças, do funcionamento do Sistema de Escrita Alfabética (SEA), sistema este que organiza as disposições e o funcionamento da língua escrita. SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA (SEA)
  7. 7. o Na Matemática, podemos dizer que há uma certa analogia entre o SEA e o SND, cuja maneira de registrar também permite operar com os símbolos. o Maior dificuldade consista na compreensão na sua característica mais importante em relação à escrita: o fato de ser um sistema Posicional.
  8. 8. As crianças devem entender que o que a escrita alfabética representa sobre o papel são os sons das partes das palavras e que o faz considerando segmentos sonoros menores que a sílaba (os fonemas). As crianças precisam entender que a escrita numérica se vale apenas de dez símbolos (do zero ao nove) e que, com estes símbolos, é possível registrar qualquer quantidade, desde as mais simples até aquelas sequer imagináveis. PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 06 REFLEXÕES SOBRE SEA e SND
  9. 9. REFLEXÕES SOBRE SEA e SND PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 08-09
  10. 10. O USO DO CORPO COMO FONTE DO CONHECIMENTO MATEMÁTICO
  11. 11. o Contando nos dedos, as crianças começam a construir uma base simbólica que é essencial neste processo, assim como na estruturação do número no sistema de numeração decimal. o São exemplos disso o uso das mãos para representar a sua idade, desde o primeiro ano de vida, ou, ainda, a aprendizagem social de medir o corpo a partir do palmo. O USO DO CORPO COMO FONTE DO CONHECIMENTO MATEMÁTICO
  12. 12. Quando a escola coíbe tal prática, ela está indo na contramão do desenvolvimento da criança e negando esta ferramenta cultural. Ao contar nos dedos, a criança em alfabetização está efetivamente fazendo Matemática e se constituindo em um ser matemático. CONTAR NOS DEDOS PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 11
  13. 13. Usar o corpo como parte fundamental do processo de construção das ideias matemáticas não obscurece a necessidade do trabalho com os registros feitos pelos alunos. REGISTRO PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 13
  14. 14. Os objetivos dos jogos nesse caderno, serão centrados na construção, pelas crianças, das noções estruturantes de agrupamento decimal e de posicionamento. Por este motivo, serão utilizados diversos materiais: O JOGO
  15. 15. NAS ATIVIDADES LÚDICAS Nestas atividades devem ser valorizadas as articulações, sempre que possível, entre as palavras e enunciação das quantidades que elas retratam, por exemplo: Entre 20 e 90: “TRInta”(do três), “QUArenta” (do quatro), “CINquenta” (do cinco), “SEss enta” (do seis), “SETEnta” (do sete), ou “OITenta” (do oito)... Entre 100 e 900: “Duzentos” (lembrando o dois), “TREzentos” (lembrando o três), “QUATROcentos” (lembrando o quatro), “quin hentos” (lembrando o cinco), “SEIScentos” (lembrando o seis), “SETEcentos” (lembrando o sete)... PNAIC_MAT, Caderno 01 - 2014, p. 16
  16. 16. CAIXA MATEMÁTICA Sendo assim, é importante a existência da Caixa Matemática para cada aluno, devendo conter materiais para representação e manipulação de quantidades numéricas. PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 22
  17. 17. SUGESTÃO DE MATERIAIS PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20
  18. 18. PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20 SUGESTÃO DE MATERIAIS
  19. 19. PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20 SUGESTÃO DE MATERIAIS
  20. 20. PNAIC_MAT, Caderno 03 - 2014, p. 20 SUGESTÃO DE MATERIAIS

×