Os vikings

1.003 visualizações

Publicada em

Os vikings - sociedade e história

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.003
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
81
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os vikings

  1. 1.  Os povos Vikings são originários da Escandinávia, região no norte da Europa, que atualmente corresponde aos países: Dinamarca; Suécia e Noruega.  Os vikings se fizeram conhecidos como habilidosos carpinteiros, construtores de embarcações versáteis e poderosas, ferozes guerreiros saqueadores e também como grandes artistas, comerciantes e colonizadores.  Criaram colônias, fizeram saques e conquistas em várias partes do mundo: na Inglaterra; Escócia; França; Groelândia; Rússia e até na América do Norte.  Não se sabe exatamente quando a cultura Viking floresceu, mas se tem certeza que são originários da Escandinávia
  2. 2.  O termo “Viking” significa Homem do norte. Eram temidos pelos reinos cristãos europeus, e forma chamados também de castigo de Deus, pois atacavam e saqueavam mosteiros e escravizavam padres e monges.  A sociedade Viking surgiu na Escandinávia e alcançou seu auge entre os séculos VIII e XI.  Os Vikings se organizavam em pequenas vilas, geralmente cercadas por muros de pedra e composta por algumas casas, criavam alguns animais, plantavam e mantinha escravos domésticos.  As habitações dos vikings eram bastante simples. Madeira, pedras e relva seca eram os principais elementos utilizados na construção das residências. Além disso, observamos que a distribuição espacial do lar era bem simples, tendo, muitas vezes, a presença de um único cômodo.
  3. 3.  Em razão das baixas temperaturas, os vikings tinham a expressa necessidade de uma vestimenta que pudesse suportar as baixas temperaturas do norte europeu. Geralmente, combinavam peças de tecido com couro e peles grossas que pudessem manter o seu corpo aquecido. Além disso, podemos ainda destacar que toda a população apreciava a utilização de acessórios em metal e pedra.  A organização familiar viking tinha claros traços patriarcais, sendo o homem o grande responsável pela defesa da família e a realização das principais atividades econômicas. Dedicada aos domínios domésticos, a mulher era responsável pela preparação dos alimentos e também auxiliava em pequenas tarefas cotidianas. A educação das crianças era delegada aos pais, sendo eles que repassavam as tradições e ofícios vikings. Sendo os principais: a navegação e a metalurgia.  O rei era a principal autoridade política entre os vikings. Logo em seguida, os condes e chefes tribais também desfrutavam de grande prestígio e poder de mando entre a população. O poder de decisão entre os locais tinha certa presença entre os vikings. Reunidos ao ar livre, discutiam a elaboração de suas leis próprias e as punições a serem deferidas contra os criminosos.  A escravidão era domestica, ou seja, os escravos eram utilizados apenas em tarefas cotidianas e nunca representaram uma atividade comercial. Em sua maioria eram obtidos durante saques e invasões a cidades e mosteiros.
  4. 4.  Na esfera religiosa, os vikings eram portadores de uma rica mitologia povoada por vários deuses sistematicamente adorados em eventos coletivos. Várias histórias envolvem a luta entre os deuses nórdicos ou o conflito entre as divindades e os gigantes. Odin era adorado como “o Deus dos deuses”. Thor era a divindade de maior popularidade e tinha poder sobre os céus e protegia povo viking.  Com o processo de cristianização da Europa, ao longo da Idade Média, os vikings foram paulatinamente convertidos a essa nova religião. A dissolução da cultura viking acontece entre os séculos XI e XII. Os vários conflitos contra os ingleses e os nobres da Normandia estabeleceram a desintegração desta civilização, que ainda se encontra manifesta em algumas manifestações da cultura europeia.
  5. 5.  Na mitologia viking, se acreditava que a terra era formada por um enorme disco liso. Asgard, onde os deuses viviam, se situava no centro do disco e poderia ser alcançado somente atravessando um enorme arco-íris (a ponte de Bifrost). Os gigantes viviam em um domicílio equivalente chamado Jotunheim (Casa dos Gigantes). Uma enorme ábade no subsolo escuro e frio formava o Helheim, que era governada pela deusa Hel. Este era a moradia eventual da maioria dos mortos. Situado em algum lugar no sul ficava o reino impetuoso de Musphelhein, repouso dos gigantes do fogo. Outros reinos adicionais da mitologia nórdica incluem o Alfheim, repouso dos elfos luminosos (Ljósálfar), Svartalfheim, repouso dos elfos escuros, e Nidavellir, as minas dos anões. Entre Asgard e Niflheim estava Midgard, o mundo dos homens  Com o processo de cristianização da Europa, ao longo da Idade Média, os vikings foram paulatinamente convertidos a essa nova religião. A dissolução da cultura viking acontece entre os séculos XI e XII. Os vários conflitos contra os ingleses e os nobres da Normandia estabeleceram a desintegração desta civilização, que ainda se encontra manifesta em algumas expressões da cultura européia.

×