BIBLIOTECONOMIA PRODUÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DA INTERPRETAÇÃO

290 visualizações

Publicada em

BIBLIOTECONOMIA PRODUÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DA INTERPRETAÇÃO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BIBLIOTECONOMIA PRODUÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DA INTERPRETAÇÃO

  1. 1. BIBLIOTECONOMIA PRODUÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DA INTERPRETAÇÃO Jéssica Brito Joyce Viana Djalda Muniz Thainara Alves Carla Jeane Barbara Lêdo UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA 2014
  2. 2. O recorte que a autora escolhe para a análise do corpus: 1- Testes que teorizam a leitura praticada pelos bibliotecários (aparato teórico) 2- o resultado desta prática de leitura Como está configurado o discurso biblioteconômico em seu processo de inscrição histórica????
  3. 3. Segundo Pêcheux ((1994) os leitores de arquivo encontram-se entre duas culturas: o A literal o A interpretativa “A existência da língua como materialidade específica é fundamental”. Língua Discursividade É pela análise do discurso que trata da prática de indexação de textos que podemos observar e descrever os gestos de leitura realizados pelo bibliotecário.
  4. 4. Quando tratamos da memória e da leitura, enfatizamos a tendência em tornar administrável e transmissível as reservas de conhecimento acumulados pela humanidade. Operações para circulação da informação: a) Coleta de dados, b) Tratamento dos documentos e c) Difusão dos documentos.
  5. 5. A LEITURA DO BIBLIOTECÁRIO: REPRESENTAÇÃO TEMÁTICA Exemplo 1: Título cartas do cárcere, de Antonio Gramsci • Indexador 1: Comunismo. Gramsci, Antonio. • Indexador 2: Gramsci, Antonio. • Indexador 3: Literatura italiana • Indexador 4: Gramsci, Antonio. Cartas italianas (Literatura) • Indexador 5: Cartas italianas (Literatura)
  6. 6. Na Library of Congress (washington, USA) • Gramsci, Antonio, 1891-1937- Correspondência • Comunistas – Itália- Correspondência
  7. 7. Exemplo 2: Livro Fragmentos de um discurso amoroso, de Roland Barthes • Indexador 1: Amor na literatura. Língua francesa-análise do discurso. Amor- aspectos psicológicos • Indexador 2: Amor na literatura. Literatura -discursos, ensaios e conferências • Indexador 3: Filosofia francesa- século XX. Filosofia moderna- século XX. Amor na literatura. Língua francesa- análise do discurso. Amor- aspectos psicológicos. Linguagem. Psicanálise.
  8. 8. Na Biblioteca de Oxford (Inglaterra) • Língua francesa – termos e frases • Amor – terminologia
  9. 9. Exemplo 3: Título O governo Goulart e o golpe de 64, de Caio Navarro de Toledo • Indexador 1: Brasil- História- Golpe de Estado, 1964 Brasil- Política e governo, 1961-1964 • Indexador 2: Golpes de Estado- Brasil Brasil- Historia- Revolução, 1964 Brasil- Política e governo, 1961-1964
  10. 10. Na Library of Congress (washington, USA) • Goulart, João, 1918 • Classes sociais- Brasil- Atividades políticas- • História- Política e governo- 1954-1964 • Brasil- História – Revolução, 1964.
  11. 11. Orlandi (1988) afirma que a “relação entre as diferentes formações discursivas no texto podem ser de muitas e diferentes naturezas: de confronto de sustentação mútua, de neutralidade aparente, de gradação etc”.

×