Jornal Paroquia Santa Bernadette - edição 36

1.347 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
560
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Paroquia Santa Bernadette - edição 36

  1. 1. Paróquia Santa Bernadette Região Belém - julho / 2012 - nº 36 Arquidiocese de São Paulo " E disseram um ao outro: Não ardia o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho, quando nos explicava as escrituras?" (Lc 24, 32) Igreja Unida em Defesa da Vida O Cardeal Arcebispo de São Paulo à morte natural, tem o mesmo valor e dig- Dom Odilo Pedro Scherer dis- nidade. O papel único e fundamental da cursou na rio +20 onde sobre família - que a Declaração Universal dos as importantes questões do meio am- Direitos Humanos afirma ser o grupo e a biente e desenvolvimento sustentável unidade fundamental da sociedade - me- realçou como primordiais a defesa da rece aqui uma menção especial, porque, vida e da dignidade humana. enfati- de fato, educação e desenvolvimento hu- zando o radicalismo da igreja contra mano começam na família, onde todos uma movimentação silenciosa de nos- esses princípios são transmitidos e assimi- sos parlamentares a favor da descrimi- lados pelas gerações futuras, de tal modo nalização do aborto em nosso país. que os seus membros assumam as suas responsabilidades próprias na sociedade. Transcrevemos abaixo alguns trechos do documento dessa intervenção. Senhora Presidente, Esta análise não deve incluir simplesmente o estado da saúde SANTA SÉ econômica ou ecológica do planeta, mas exige também enfrentar Intervenção do Chefe da Delegação da Santa Sé a questão da crise moral e cultural, cujos sintomas são agora evi- Sua Eminência O Cardeal Odilo Pedro Scherer dentes em todas as partes do mundo. Este é, sem dúvida, um de- Enviado Especial de Sua Santidade o Papa Bento XVI a Confe- safio complexo, que deve ser enfrentado, mas a Santa Sé salienta rência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável a importância de se passar de um modelo meramente tecnológi- co de desenvolvimento para um modelo integralmente humano, Rio de Janeiro, 22 de junho de 2012 que tenha como ponto de partida a dignidade e o valor de cada pessoa. Cada indivíduo da sociedade é chamado a adotar uma Senhora Presidente, atitude vocacional, assumindo livremente uma responsabilidade, Excelências, genuinamente solidária, de um pelo outro e por toda a criação. Senhoras e Senhores, Minha Delegação agradece vivamente ao Governo brasileiro Senhora Presidente, por sediar esta importante Conferência sobre desenvolvimento Em conclusão, a administração da natureza está confiada aos sustentável, expressando a gratidão ao povo brasileiro pela sua seres humanos, mas como tudo o que é humano, esta adminis- calorosa hospitalidade e tem o prazer de participar neste encontro tração possui necessariamente uma dimensão ética. No exercício que, oportunamente, vê reunidos representantes da comunidade deste direito e dever está sempre implícita uma justa solidarie- internacional, nesta significativa conjuntura da história humana. dade entre os seres humanos, incluindo os que ainda estão por Agora é o momento oportuno para tratar das diversas ameaças à nascer. Isso supõe uma dívida para com as gerações futuras, que família humana e à sua casa terrestre, devidas à persistente injustiça herdarão as consequências das nossas decisões. Mais uma vez, da fome, pobreza e subdesenvolvimento, que continuam atormen- Senhora Presidente, expressamos o nosso agradecimento pela tando as nossas sociedades. A Santa Sé tem a firme esperança de liderança do Brasil, ao sediar esta Conferência, e sinceramente es- que esta oportunidade possa proporcionar a ocasião para abando- peramos que ela ajude a promover o futuro de que todos juntos nar a hermenêutica da suspeita reforçada pelo auto-interesse parti- temos necessidade. dário e o protecionismo, em favor de uma verdadeira solidariedade Deus ilumine a todos! entre nós, especialmente com os pobres. Este é o momento de nos comprometermos com uma distribuição mais justa dos abundantes Nós da Pastoral da Comunicação no cumprimento fiel de nossa bens deste mundo e com a busca de um desenvolvimento mais in- missão enquanto discípulos missionários e comunicadores da igreja tegral, que corresponda à dignidade de todo ser humano. de Nosso Senhor Jesus Cristo queremos ressaltar que não tomamos Para a Santa Sé, isto requer, acima de tudo, manter a relação ade- partido e nem queremos levantar aqui nenhum tipo de bandeira quada dos meios com o seu fim. No centro do mundo criado encontra- política, nosso objetivo é a fidelidade aos mandamentos de Deus, se a pessoa humana - e, portanto, esta também se encontra no centro em especial aqui, ao SEXTO MANDAMENTO – NÃO MATARÁS. do desenvolvimento sustentável, como afirma o First Rio Principle (Primeiro Princípio do Rio). Toda vida humana, desde a concepção até Por Eliane Pimenta julho 2012 | Jornal Bernadette de Loudes 1 Paróquia Santa Bernadette – www.santabernadette.com.br – Av. do Oratório, 4246 – Vila IVG – São Paulo – (11) 2702 1194
  2. 2. Eventos ParoquiaisRetiro Catequistas "Como acontece todos os anos dos dias 20 a 22 de julho tivemos o RetiroAnual dos Catequistas de nossa paróquia. Um momento especial de reflexão epartilha. E neste ano contamos com a generosa participação do Pe Wiliam daParóquia Santo Antonio do Limão."Confira algumas imagensPe José e Catequistas da Paróquia SantoAntonio do Limão. Crédito fotos: Retiro dos Catequistas - Lurdes ValeFesta Junina Crédito fotos: Festa Junina2 Jornal Bernadette de Loudes | julho 2012 Natalia Oliveira e Maria Cristina Duarte
  3. 3. Palavra do PárocoCar ta aos pais palavras do Papa e dos santos nos do- cumentos da Igreja ou ao vivo, me vem um desejo muito grande de fazer com que isto chegue ao conhecimento dedos catequizandos todos os batizados da Paróquia. Por sa- ber que posso encontrar a VIDA somen- te nesta comunhão com a Igreja e quee paroquianos sou chamado a ser um cristão autentico, desejo que esta corrente de graças che- gue também a vocês queridos pais dos catequizandos. Sei que alguns de vocês não tem o habito de participar firme- Q ueridos pais, nossa missão é maravilhosa, pois so- mente das atividades que a Igreja con- mos convidados a participar, com toda a Igreja, do vida, como: missa todos os Domingos, mistério de Cristo. Diante da pergunta que um jo- catequeses para os adultos e assim por vem fez ao Papa Bento XVI, se ficou tudo revelado com a diante. Minha insistência nos convites vinda de Jesus, ele responde: em Jesus Cristo foi o próprio tem uma finalidade e é somente por esta Deus que veio ao mundo, Ele é a ultima palavra de Deus. finalidade, que é apresentar O Cristo, que Ouvindo-O, toda pessoa humana, em todos os tempos, venho convidá-los para os encontros de pode saber quem é Deus e o que é necessário para a sua evangelização que a Paróquia propor- salvação. (CIC 66-67) ciona. Devo lembra-los da carta que vos Disse ainda o Papa: no Evangelho de Jesus Cristo enviei no inicio do ano convocando a está perfeita e completamente disponível a REVELA- todos para a Adoração ao Santíssimo um ÇÃO de Deus. Para que ela nos seja clara, o Espirito Domingo por mês, ou seja, no primeiro Santo nos introduz na Verdade cada vez mais profun- Domingo para os pais dos catequizan-damente. A luz de Deus penetra na vida de algumas pessoas de um modo tão dos da Paróquia e no segundo para osforte, que elas veem o céu aberto (At 7,56). Foi assim que surgiram os grandes lu- pais da comunidade Nossa Senhora dogares de peregrinação, como Guadalupe, no México, Lourdes, em França, ou Fáti- Carmo. Para cumprir minha missão dema, em Portugal. As “revelações privadas” não podem aperfeiçoar o Evangelho de transmitir a fé devo orientá-los em rela-Jesus Cristo; embora não sejam universalmente vinculativas, podem ajudar-nos a ção aos sacramentos (Eucaristia, Crisma,entendê-lo melhor, desde que a sua verdade seja examinada pela Igreja. Alguém Matrimônio e confissão...), tanto o dosfaz outra pergunta ao Papa Bento XVI: Porque Transmitimos a fé? Ele disse: Trans- vossos filhos como os de vocês.mitimos a fé porque Jesus ordenou-nos: << Ide, fazei discípulos todos meus todas Para ajudá-los ainda, vos convidoas nações! >> (Mt 28,19 e CIC 91). E mais: nenhum cristão autentico deixa a trans- para os encontros de espiritualidademissão da fé aos especialistas (catequistas, padres, missionários ou freiras). Somos com os casais ou o pai e a mãe que es-cristãos para os outros. Isto significa que cada cristão autentico deseja que Deus tão separados, solteiro (a) viúvo (a), quechegue também aos outros. O cristão diz para si mesmo: “O Senhor precisa de acontece todos os quartos Domingos demim! Sou batizado, confirmado e responsável para que as pessoas à minha volta cada mês às 10h00. Poderão esclarecerfaçam a experiência de Deus e suas duvidas e se deixar iluminar pelacheguem ao conhecimento da Palavra de Deus. Meu desejo é que Medi-Verdade” (1Tm 2,4). Madre Tere- teis a Palavra de Deus com frequência eza utilizou uma boa metáfora: “É ireis saborear plenamente a alegria quefrequente observares fios elé- transborda da Verdade, pois Deus nostricos ao longo da estrada. Se criou a partir do “excesso” do seu amor.a corrente não passa por eles, Ele queria partilhar a Sua infinita alegrianão há luz. O fio é o que somos conosco, criaturas do Seu amor.você e eu. A corrente elétrica é Vos aguardo nos próximos encontrosDeus. Temos o poder de a deixar do dia 05 às 17h00 para a Adoração aopassar através de nós, permitin- Santíssimo na Igreja e no dia 26 de agos-do, com isso, que a escuridão to de 2012 às 10h00 para o encontro dese alastre” ou acolher e permitir espiritualidade, no centro comunitário.que a luz de Cristo resplandeça. Deus abençoe a você e sua família(YOUCAT, Nº. 10 e 11). com abundantes graças, Sempre que leio ou escuto as Por Pe José Antonio Tejada e catequistas julho 2012 | Jornal Bernadette de Loudes 3
  4. 4. DestaqueA vocação ReligiosaA vocação religiosa nasce da escuta da palavra e aceitação da vontade de Deus: “muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos” (Mt 22,114). Deus co- nhece o coração dos seus servos e sabe o que cada um de nós precisamos, seele nos chama, não significa que seremos irmãs de caridade ou padres e sim queo Senhor tem uma obra gigantesca em nossas vidas. Para isso precisamos aceitar sua vontade dizendo: “Senhor eis aqui seu servo, faça-se em mim segundo a sua vontade”. Aceitar essa vontade não é simplesmente dizer Santa Teresa dos Andesque queremos seguir a Deus e sim amar a Deus, de todo coração, de toda a sua alma ecom todas as suas forças, colocando Ele sempre em primeiro lugar em sua vida. de muitos ideais como: fortuna, família, “Se um homem é capaz de se apaixonar por uma mulher até o ponto de deixar faculdades, entre tantas outras coisas,tudo por ela, não crês, acaso, que Deus é capaz de tornar irresistível o seu chama- que muitas vezes só alcançamos depoisdo?” (Santa Teresa dos Andes). O Senhor é tão irresistível como qualquer outro de muito sofrimento e não reclamamos,homem e quando nos deixamos “cair em seus braços”, nada e nem ninguém po- porque não somos capazes de entregarderá ser capaz de destruir esse amor, viver de uma vida consagrada é se entregar nossas vidas nas mãos de Deus que sónos braços de Deus e se deixar apaixonar por Cristo. nos enche de graça e amor? O Senhor A Vida Consagrada significa ir à raiz do amor de Jesus Cristo com um coração nos ama muito mais do que qualquerindiviso, preferindo nada a que o amor (cf. São Bento, Regra IV, 21), se Deus per- um pode nos amar e a única coisa quemanece fiel, por que nós também não somos fiéis, entregando a vida nas mãos do ele pede em troca é que o amemos an-Senhor, retribuindo tudo o que fez por nós? Se Cristo foi capaz de morrer em uma tes de qualquer bem material ou imate-cruz por amor aos nossos pecados, porque nós também não podemos entregar rial e que entreguemos nossa vida emnossas vidas em suas mãos por amor a Deus? suas mãos, só ele pode nos dar a paz “Não teme nem desanima quem se convence que é mantido pelo poder divino espiritual que tanto procuramos.podendo ter a certeza que Deus o auxiliará em todas as suas necessidades. Quem Raquel de Mello Entreportes é umaama Deus nada lhe faltará.” (Santa Tereza do Menino Jesus). Se olharmos o profundo jovem de dezessete anos de nossa pa-da cruz de Cristo veremos quão grande é o amor presente na mesma e é esse amor róquia que atualmente encontra-se emque se manifesta hoje em todas as vocações tanto nas matrimoniais quanto nas processo de dicernimento da vocaçãoreligiosas. O Senhor não quer o sofrimento de seus servos e sim a felicidade eterna. para a Vida Consagrada. Por isso se somos capazes de amar ao mundo e entregar nossas vidas em vista Por Raquel MelloVocação ao MatrimônioO termo “vocação” vem da língua escolha recíproca, se não se tem pre- palmente, através de nossas ações como latina, e se traduz por “chama- sente a verdade plena da pessoa, ou marido, esposa e pais cristãos. do”. As vocações para o matri- seja, do ser racional e livre? Temos diversas experiências for-mônio, para a paternidade ou para Assim como a família é a base para tíssimas em nossa Paróquia de casaisa maternidade são implícitas na pró- a sociedade, o matrimônio é a base da unidos em matrimônio a quinze, vintepria natureza humana. família, iluminados e sustentados por e cinco, cinquenta, sessenta anos, que Pelo fato de alguém ser criado “ho- Jesus Cristo. são exemplos para todos nós.mem”, em sua natureza está “embutido” Infelizmente, a sociedade moderna Vivamos a vocação do matrimônio,o chamado ao matrimônio e à paterni- prega o bem individual, onde a “felici- deixando que o Senhor nos guie e ilu-dade. Da mesma forma, aquela que é dade pessoal” está acima de tudo e de mine, pois “se Ele é por nós, quem serágerada “mulher” traz em si mesma a vo- todos. As pessoas se casam e “se jun- contra nós”?cação ao matrimônio e à maternidade. tam” sem o verdadeiro compromisso Por Marcio Lério da SilvaAqueles que são chamados ao sacerdó- de se unirem em uma só carne até quecio e à vida consagrada, quer masculina a morte os separe. Bibliografia: Carta do Papa João Pauloquer feminina, trazem sim, em sua na- Dou graças a Deus por ter vivido em II às Famílias – 1994tureza, essa vocação ao matrimônio, à uma família cristão, onde posso ter como Artigo Pe. Alir Sanagiottopaternidade e à maternidade. Se estes exemplo o matrimônio de meus pais, de 30/08/2002 – Canção Novaassumem o celibato, não é por falta da que apesar de tantas dificuldades, sãovocação ao matrimônio, mas sim por capazes de experimentar o perdão e con-uma “opção positiva” diante do chama- sequentemente, o amor incondicional, odo de Cristo para uma vida celibatária. que me faz ter uma ideia da “milionési- A família, constituída por um ma- ma parte” do amor que Cristo tem paratrimônio é a base de nossa sociedade. comigo. Com isto, fui chamado a fazer oO livro do Genesis, ao falar do homem mesmo para com minha esposa e graçasque deixa o pai e a mãe para se unir a a Ele, já pudemos experimentar diversassua mulher (cf. Gn 2, 24), põe em evi- vezes durante os nove anos de casados odência a opção consciente e livre que perdão mútuo. Nossos três filhos são tes-dá origem ao matrimônio, tornando temunhas disto e esta é a maior herançamarido um filho, e esposa uma filha. que deixaremos a eles: a Fé, através doComo entender adequadamente esta anúncio dentro de nossa casa e princi-4 Jornal Bernadette de Loudes | julho 2012
  5. 5. Especial Santo do MêsAssunção de Santa Clara de AssisNossa Senhora C lara de Assis, humilde, branda, dócil, amorosa, amiga, irmã, carinho- sa, valente, perseverante, e tantos outros adjetivos poderíamos atribuir a esta mulher, no entanto, quere- mos destacar o adjetivo que mais a caracterizou, o de ser fraterna. Santa Clara foi alta- mente fraterna, não por ter vivido em fraternidade, que é o modo franciscano de evangelizar, mas por querer viver altamente sua condi- ção seguidora do grande mestre, Jesus Cristo. Seguir a Cristo para Clara significava apreender do próprio Jesus, a ser simples, humilde, pobre, honesto, santo. No entanto, tudo isso não seria possível vivenciar a partir da condição humana. Em relação a isto ela afir- ma: “Não é por nossos méritos, mas é pela Graça do Pai das Misericórdias”.  Clara de Assis ainda hoje nos ensina que é necessário provocar mudanças fortes em nossas vidas e colocar no centro delas o amor, amor este que é a fonte que nutre, con- grega, reúne e anima a caminha. Por Frei Osvaldo Maffei, OFM No dia 11 de agosto, celebramos a memória da jovem inteligente e bela que se tornou a ‘dama pobre’, Santa Clara de AssisM aria, Mãe de Jesus, ao dizer o seu Sim a Deus, desde o primeiro momento já foi preparando Santa Clara nasceu em Assis (Itália), no ano de 1193, seu lugarzinho no céu. A cada dia, a cada mo- e o interessante é que seu nome vem de uma inspiraçãomento em que se dedicava aos planos de Deus em dada a sua fervorosa mãe, a qual [inspiração] lhe revelousua vida, mais perto do céu ela ficava. Até que um dia, que a filha haveria de iluminar o mundo com sua santidade. terminada sua missão aqui na terra, Deus a chamou a Pertencente a uma nobre família, destacou-se desdeviver no céu com Ele.     cedo pela sua caridade e respeito para com os peque- Os anjos vieram buscar a nossa Mãezinha querida, nos, por isso, ao deparar com a pobreza evangélica vi-Deus havia preparado um lugar especial para Ela. Por isso, vida por Francisco de Assis apaixonou-se por esse estiloEla foi subindo, subindo com os anjos até chegar ao céu. de vida. Em 1212, quando tinha apenas dezoito anos, a Isso é Assunção... Subida de Nossa Senhora aos céus. jovem abandonou o seu lar para seguir Jesus mais radi- E não estava terminada assim sua missão. Ela agora calmente. Para isso foi ao encontro de Francisco de Assisassumiu uma nova missão, passou a ser nossa advoga- na Porciúncula e teve seus lindos cabelos cortados comoda, é ela quem intercede por nós, que pede por mim, sinal de entrega total ao Cristo pobre, casto e obediente. por você, por todos nós a Deus. Ao se dirigir para a igreja de São Damião, Clara – junta- E é, sobre todos nós, que ela continua mandando mente com outras moças – deu início à Ordem, contempla-seu amor, sua bênção, sua intercessão. tiva e feminina, da Família Franciscana (Clarissas), da qual Se temos que nos espelhar em alguém para conse- se tornou mãe e modelo, principalmente no longo tempoguirmos chegar ao céu, essa pessoa especial é Maria. de enfermidade, período em que permaneceu em paz e to-Sua simplicidade, sua dedicação, seu amor, elevou-a talmente resignada à vontade divina. Nada podendo con-cada dia mais próxima a Deus e mais perto do céu.  tra sua fé na Eucaristia, pôde ainda se levantar para expul- A festa da Assunção de Maria, dogma da Igreja pro- sar – com o Santíssimo Sacramento – os mouros (homensclamado pelo Papa Pio XII, deu origem a devoção de violentos que desejavam invadir o Convento em Assis) eNossa Senhora da Assunção, que este ano será celebra- assistir, um ano antes de sua morte em 1253, a Celebraçãoda em 19 de Agosto. da Eucaristia, sem precisar sair de seu leito. Por essa razão Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós! é que esta Santa é aclamada como a “Patrona da Televisão”.  Santa Clara, rogai por nós! Por Ivani Coutinho Por Ivani Coutinho julho 2012 | Jornal Bernadette de Loudes 5
  6. 6. ApostoladoAs Quatro Grandes Revelaçõesa Santa Margarida Maria AlacoqueA o longo da história da Igreja, Nos- que agora começavam. Sobrepujando so Senhor tem revelado de ma- as outras em importância, esta do dia neiras diversas os tesouros de seu 27 de dezembro de 1673 acontecia emCoração Sagrado aos homens. A devo- proveito da Igreja e da humanidade in-ção a Ele tornou-se uma luz de miseri- teira. Nesse dia, Nosso Senhor apareceucórdia e de esperança continuamente à santa vidente, menos para consolá-laderramada sobre a face da Terra. e instruí-la, do que para encarregá-la de Uma dessas manifestações divinas, apresentar ao mundo os tesouros deentretanto, sobressai pelo extraordiná- misericórdia e de graças acumuladosrio conteúdo de sua mensagem. Ela se em seu Coração Sagrado.deu no abençoado recesso de um con- Continua na próxima edição.vento de Visitandinas, erguido no cen-tro da França, às margens de um rio de Por Dulcino Seraccoáguas límpidas e tranqüilas. No século XVII, um ambiente de fé eausteridade era habitado pelas religio-sas da Ordem da Visitação, fundada porSão Francisco de Sales e Santa Joanade Chantal. de modo particular a IrmãMargarida-Maria Alacoque, cuja vidafora marcada por experiências místicas as maravilhas de seu amor e os inson-e visionárias. dáveis segredos de seu Coração Sagra- Entre essas aparições, quatro se desta- do. Ele o fez de maneira tão efetiva ecam pela importância das palavras e pro- sensível que não me deixou nenhumamessas que encerram. A primeira delas possibilidade de dúvida. Disse-me: “Meuocorreu no dia 27 de dezembro de 1673, divino Coração encontra-se tão repletofesta de São João Evangelista. A data pa- de amor pelos homens e por ti em par-rece ter sido escolhida com cuidado pela ticular, que, não podendo mais conterProvidência, a fim de conferir a essa visão as labaredas de sua ardente caridade,um significado especial. sente-se forçado a difundi-las por teu Encontrava-se a Irmã Margarida- intermédio. Cumpre que ele se manifes-Maria na capela do convento, ajoelha- te aos homens, para enriquecê-los comda junto à grade do coro, em profunda esses preciosos tesouros que te revelo,adoração ao Santíssimo Sacramento portadores de graças santificantes eexposto sobre o altar-mor. De súbito, salvadoras, necessárias para resgatá-lossentiu-se assumida por essa divina pre- das vias da perdição. E Eu escolhi a ti,sença, de maneira tão forte que se es- abismo de indignidade e de ignorância,queceu de todo o resto, do tempo e do para a realização desse grande desígnio,lugar onde estava, não vendo senão o a fim de que todos vejam de modo claroEspírito que havia envolvido e cativado que tudo isso é feito por Mim”.sua alma. E assim arrebatada em êxtase, Sob o influxo dessa visão, a Irmãouviu Nosso Senhor que a convidava Margarida-Maria penetrou mais fundopara tomar ao lado d’Ele o lugar que que nunca nos mistérios do SagradoSão João tinha ocupado na Santa Ceia. Coração de Jesus, manifestados a ela “Jesus me fez repousar longamen- em anteriores aparições, por assim dizerte sobre seu peito, desvendando-me preparatórias das grandes revelações6 Jornal Bernadette de Loudes | julho 2012
  7. 7. Vocação? INDICAÇÕES Santidade? Estes livros poderão ser encontrados no site: WWW. Armazém Católico.com, lá você encontraVocê já pensou nisso? também,diversos artigos religiosos. Neste mês em que nossa Igreja celebra as voca-ções, este Espaço convida você jovem, a refletir so- Título: Caminho para a Santidadebre a sua primeira vocação, a Vocação à santidade. Autor: Monsenhor Jonas Abib Vocês e todos nós recebemos este chamado (Versão atualizada)quando fomos batizados. São Paulo começa quase todas as suas cartaslembrando os cristãos do seu tempo, de que sãochamados à santidade, como uma grande vocação. “Dirigimo-nos àqueles que foram santificados em Título: Namoro, tempo ou Passatempo?Jesus Cristo e chamados a ser santos,...” (I Cor 1,2). Autor: Italo J. Passanezi Fasanella Mas o que é ser santo? E como ser santo nos dias "Escrita para jovens que namoram ou irão namo-de hoje, numa sociedade corrompida, onde os va- rar. Trata também do casamento alicerçado em Deus, na verdade, na confiança, no respeito e emlores contrários a proposta de Cristo são chamati- sentimentos reais e mútuos."vos e sedutores? O Papa João Paulo II, que foi um pregador incan-sável da santidade, disse certa vez: “Fazer-se significa recusar tudo o que de nega- Título: Carta aos jovens de todos os tempos.tivo vos é oferecido e pôr a vossa criatividade e o Autor: São João Boscovosso entusiasmo ao serviço de Cristo, nisto consis- "Uma das obras deste Santo, que foi um ver-te a santidade.” dadeiro amigo da juventude, ao qual escreveu Portanto, é possível ser jovem sem deixar de muitas obras. Relata verdades eternas, ade-ser santo, pois santo é aquele que está no mundo, quadas aos jovens de todos os tempos."vive no mundo, sem, no entanto ser do mundo, esim ser de Deus, buscando Sua face na imitaçãodo Seu Filho Jesus. Título: Jovem, levanta-te Na mesma carta o Papa João Paulo II ainda diz: Autor: Prof. Felipe Aquino “Queridos jovens, fazei-vos, vós mesmos, promo- "Trata com clareza e coragem os problemas quetores de uma revolução pacífica, capaz de testemu- hoje afetam e fazem sofrer a juventude: drogas,nhar o amor de Cristo para com todos, a partir dos violência, namoro, falsas religiões, etc."mais necessitados e sofredores.” Com esta afirmação, só podemos entender queo caminho a santidade de cada jovem é o amor e a Cruz Jornada Mundial Da Juventudeprática deste amor, para assim revolucionar a histó- Rio - 2013ria do mundo, revelando a alegria de ser amado e Feita em zamak com banho de niquel fosco acompanha cordão de fio encerado.escolhido desde toda a eternidade. Foi lançada na ExpoCatólica e estará nas E você, como vive sua santidade? melhores lojas de artigos religiosos, ou Qual tem sido sua postura diante dos valores que também, online pelo site do Mercadoo mundo te oferece? Livre, com preço de R$12,00+frete. Por Ivani Coutinho Por Ivani Coutinho julho 2012 | Jornal Bernadette de Loudes 7
  8. 8. Cantinho da Criança Acupuntura Solidária Livre-se das dores e das doenças com Acupuntura!!! Tratamento em: Coluna, Enxaqueca, Sinusite, Rinite, Artrite, Reumatismo, Artrose, Gastrite, Bronquite, Bursite, Ansiedade, Obesidade entre outros... A técnica se baseia em energias que percorrem o corpo. Esses trajetos, me- ridianos ou canais de energia, passam pelos órgãos e visceras, e se exterio- rizam na pele e estruturas proximais, como, tecido subcutâneo, músculos, tendões e outros... Toda terça-feira das 10:30 as 12:00 Fone: 2456-7472/7235-6276 Acupunturista: Marcos Local: Paróquia Santa Bernadette, Av. do Oratório, 4246 Bazar/Brechó das Arteiras Noite do Caldo Quente 12 de agosto Há quem faça nariz torto para um caldo Local: Paroquia Santa Bernadette ou uma sopa, mas neste friozinho não tem coisa melhor, MAIORES principalmente se o objetivo é ajudar... INFORMAÇÕES Então, não percam... NA SECRETARIA Sábado - 11 de agosto - a partir das 18:30hs, na Paróquia Santa BernadetteOs benefícios do leite de soja mais pessoas procuram investir em alimen- Receita de Leite de Soja tos de qualidade, com propriedades interes- (Receita fornecida pelo santes para a saúde e, de preferência, livre Padre José Antonio Tejada) de interferências químicas. Entre eles está o leite de soja, rico em cálcio e vitaminas D Ingredientes: um copo de soja em grãos. e B12. Pesquisas também comprovam que Modo de fazer: deixar infuso na água por, o leite de soja contém grande quantidade ao menos tres horas (pode colocar à noite e de genisteína, um fitoestrógenio que atua de manhã continuar), retirar uma parte da na produção de antioxidantes, favorecendo pele da soja e bater no liquidificador com uma vida mais longa e saudável. Além dis- um pouco de água, em seguida ferver com so, afirma-se também que o consumo do um litro de água. no momento em que ferver leite de soja inibe o desenvolvimento da colocar mais um litro de água e continuar me- osteoporose e de doenças cardiovasculares xendo, ao ferver novamente acrescentar um nas mulheres no período da menopausa. A terceiro litro de água, permanece no fogo até partir desta edição o Boletim Bernadette de ferver pela terceira vez. já está pronto para o Lourdes trará para a comunidade além de próximo passo. pode esperar esfriar um pou- dicas de nutrição e saúde, também dicas co para coar. de conscientização da preservação da vidaH Tempero: para cada um litro de leite acres- oje em dia existe uma preocupação e do meio ambiente. o cuidado pela vida centa três colheres de sopa de açúcar e uma com alimentação saudável muito também é uma forma de louvar e bendizer colher de chá de sal, pode acrescentar canela maior que há alguns anos. Cada vez ao Deus Criador. ou cravo a gosto. está pronto para tomar Horário das Missas e Atendimentos Atendimento da Secretaria Paroquial: Colaboradores: Elis Oliveira (Cantinho da Criança) Missas aos Domingos: às 07h00, às 08h30, às de terça a Domingo das 08h00 às 12h00. Pe. José Antônio Tejada Felipe Evangelista (site) 10h00 e às 18h30. De terça a sexta feira das Pe. José Eduardo Caetano – Vigário Graziela Leite (Espaço Jovem) Na semana: Terça feira às 19h00, quarta e sexta feira 14h00 às 19h00 e aos sábados das Rose – Secretária Paroquial Gustavo Pereira (site) às 08h00 e na quinta feira às 20h00. 14h00 às 17H00. Juvenal – Assistente Administrativo Ivani Coutinho (Cantinho da Criança) Adoração ao Santissimo: todas as quintas feiras às Missas na Capela Nossa senhora do Sr. Sérgio – Zelador Paroquial Luciana de Carvalho (Coordenação) 19h00 e no 1º Domingo de cada mês às 17h00. Carmo: todos os Domingos às 08h30 Luciana de Carvalho – Coordenador PasCom Lurdes Valle (Fotos) Confissões e outros atendimentos dos Padres: às e na 1ª 6ª feira às 20h00. Adoração Eliane Pimenta – Coordenadora Editorial Marcio Lerio (Coordenação)8 Jornal Bernadette terças e quintas feirasde 09h00 às 12h00 e julhoao Santíssimo todos os 2ºs Domingos 15h00 às 18h00. das Loudes | das 2012 às17h00. Dulcino Seraco (Apostolado) Eliane Pimenta – Coordenação Marlene Avelino (Divulgação e Patrocínio) Natália Oliveira (Publicidade)

×