Imitação em "Os Maias"

528 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado na disciplina de Português sobre os elementos relativos à imita

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
528
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • daniela
  • IVA E DANI, <3 !
  • Imitação em "Os Maias"

    1. 1. A imitação em Os Maias Português - 11ºano • Bruno Couto • Carolina Ferreira • Daniela Silva • Iva Monteiro 11ºB
    2. 2. Representação da imitação no romance Ao longo da obra, são elaboradas constantes imitações ao estrangeiro, ao que se faz lá fora. Eça critica o facto de Portugal importar tudo, desde as ideias, aos trajes, às políticas, à arquitetura. Dentro do tempo histórico d’Os Maias, há uma variação entre o Ultra-Romantismo e o Realismo/Naturalismo.
    3. 3. Excertos elucidativos A corrida de cavalos É uma crítica à ambição de imitar o que se faz no estrangeiro A sociedade da época pensava que o que era chique tinha de vir de fora Esta imitação era reprovada por Afonso da Maia Para ele o verdadeiro patriotismo, talvez « seria, em lugar de corridas, fazer uma boa tourada.»
    4. 4. Sarau no Teatro da Trindade "alma religiosa de um Lamartine!..." Poeta Romantista Francês Arte musical de Cruges - Composição de Beethoven Passeio de Carlos e Ega "(...) tendo abandonado o seu feitio antigo... este desgraçado Portugal decidira arranjar-se à moderna: mas sem originalidade, sem força, sem carácter para criar um feitio seu, um feitio próprio, manda vir modelos do estrangeiro... exagera o modelo, deforma-o, estraga-o até à caricatura."
    5. 5. Personagens relacionadas com a imitação Afonso da Maia Copia alguns dos hábitos ingleses enquanto está em Portugal Educa o seu neto, Carlos Eduardo, com a educação típica de Inglaterra. Gosta de whist, um jogo de cartas inglês Dâmaso Salcede Tenta ser um gentleman, copiando os comportamentos do estrangeiro A sua frase de eleição: “Chique a valer” Palavra francesa
    6. 6. Steinbroken Diplomata e ministro da Finlândia. Representa a impressão dos estrangeiros face à complexidade nacional. Craft É um modelo a seguir e representa a formação e mentalidade britânicas.
    7. 7. Espaços relacionados com a imitação O Ramalhete Arquiteto londrino Jones Bules No pátio: bancos medievais de Espanha e vasos vindos de França A estátua de Vénus parece ter chegado de Versalhes A Toca "A cozinha (...) arranjada à inglesa, toda em azulejos" No salão nobre havia móveis da Renascença italiana Alguns elementos característicos da tourada, influências Espanholas
    8. 8. Relação do tema com o título e subtítulo Realçar o facto de este romance caracterizar a sociedade portuguesa da época, que se limitava a imitar o que vinha de fora Os Maias Visto que estavam inseridos na comunidade lisboeta, imitavam os costumes que vinham de fora tal como os restantes Episódios da vida romântica

    ×