Metodologia para Análise dos Impactos Técnico-comerciais e Socioambientais da Implantação de Tecnologias Antifraude na Dis...
<ul><li>Objetivos do projeto </li></ul><ul><li>Metodologia da pesquisa </li></ul><ul><li>Estudo de caso Ampla Chip </li></...
<ul><li>Avaliar  os diversos  benefícios  decorrentes da implantação de novas tecnologias no combate às perdas comerciais ...
<ul><li>Metodologia da pesquisa </li></ul>2. Pesquisas de campo  –  benefícios técnico-comerciais 3. Quantificação dos ben...
<ul><ul><li>Meses de referência (Implantação): Ago/2005 a Set/2007. </li></ul></ul><ul><ul><li>CO’s: Niterói, São Gonçalo,...
<ul><li>“ Menores Compras” e “Maiores Vendas” </li></ul><ul><li>Arrecadação de Impostos </li></ul><ul><li>Eficiência Energ...
Volume de Compra de Energia = Consumo de energia medido + Perda comercial + Perda técnica A metodologia tem como base a qu...
<ul><li>Definição dos períodos pré e pós Ampla Chip: </li></ul><ul><li>Períodos pré e pós-instalação do “Ampla Chip”.  </l...
<ul><ul><li>b)  Consumo zerado nos primeiros 12 meses e contínuo nos 12 últimos </li></ul></ul>Base: 4.768 consumidores Am...
<ul><li>Premissas de ajustes dos períodos pré e pós </li></ul><ul><li>Existência de variáveis externas (e.g.: temperatura ...
<ul><ul><li>Gráfico da curva de consumo com e sem correção das variáveis externas </li></ul></ul><ul><li>Estimação das “Ma...
<ul><li>Premissas de ajustes dos períodos pré e pós </li></ul><ul><li>Verificou-se a existência de uma tendência de cresci...
<ul><li>Tratamento das perdas técnicas e comerciais nos períodos pré e pós. </li></ul><ul><ul><li>Período pré- </li></ul><...
<ul><ul><li>Resultados finais: </li></ul></ul><ul><ul><li>Com investimentos em clientes com consumo médio mensal de  149,8...
<ul><li>Benefícios para a Ampla : </li></ul><ul><ul><li>(R$) </li></ul></ul><ul><ul><li>2009 – 300.000 Ampla Chip: R$ 59.3...
<ul><li>Participação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” por Município </li></ul>
<ul><li>Projeções   das parcelas “Maiores Vendas” e “Menores Compras”, em GWh/ano, em relação ao número de instalações da ...
<ul><li>Foram estimados o impacto dos principais impostos e encargos que incidem sobre a conta de energia abrangendo as tr...
<ul><li>Correção monetária: </li></ul><ul><ul><li>Entre os 2 períodos: Atualização monetária dos valores arrecadados no pe...
<ul><ul><li>Com investimento na tecnologia Ampla Chip em clientes com consumo médio mensal de  149,81 kWh : </li></ul></ul...
<ul><li>Benefícios para o Governo : </li></ul><ul><li>Arrecadação de Impostos </li></ul>
Ganho com EE = ∑ (% adoção da medidas de economia x redução do consumo (kWh) x núm. domicílios Ampla Chip) <ul><li>Quantif...
<ul><li>Foram realizadas pesquisas de campo com os seguintes objetivos: </li></ul><ul><ul><li>Identificar a percepção dos ...
<ul><li>Principais mudanças de hábitos realizadas: </li></ul>Base = 217 <ul><li>O Chuveiro elétrico e o ventilador de teto...
<ul><li>Como os consumidores classificam as mudanças de hábito após a implantação do Ampla Chip: </li></ul><ul><li>Resulta...
<ul><li>Lâmpadas Eficientes:  Quase a totalidade dos consumidores (89%) já utilizou ou utiliza esse tipo de lâmpadas. </li...
<ul><li>O ganho médio anual com as medidas de eficiência energética foi de aproximadamente  180 kWh  por domicílio por med...
<ul><li>Impactos na Tarifa (premissas) </li></ul><ul><li>1. Valor do Investimento (Base Bruta) </li></ul><ul><li>Considero...
<ul><li>Impactos na Tarifa Média da Ampçla </li></ul>Resultados da comparação da receita líquida gerada nos projetos com a...
<ul><li>Impactos na Tarifa  </li></ul><ul><li>(para diferentes WACC) </li></ul>15,8%  12%  11%  10%  WACC
<ul><li>A  redução de emissões de GEE  pela implementação das técnicas antifraude ocorre devido à redução do volume de com...
<ul><li>Premissas adotadas: </li></ul><ul><ul><li>Considerando o ano base o ano de 2008, o Fator de emissão do SEB é de  0...
<ul><li>Postergação de Investimento em geração e transmissão </li></ul><ul><ul><li>Exemplo: uma economia de  78 GWh/ano  c...
<ul><li>Os resultados foram estimados de forma conservadora  de modo a evitar a supervalorização dos ganhos, principalment...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

17.ago topázio 14.15_475_ampla

298 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
298
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

17.ago topázio 14.15_475_ampla

  1. 1. Metodologia para Análise dos Impactos Técnico-comerciais e Socioambientais da Implantação de Tecnologias Antifraude na Distribuição de Energia Elétrica - AMPLA-CHIP Reinaldo Castro Souza Equipe de desenvolvimento: Reinaldo Castro Souza (PUC-Rio) Cristina Vidigal (PUC-Rio) Jacques Musafir (PUC-Rio) Lucio de Medeiros (ICF International)
  2. 2. <ul><li>Objetivos do projeto </li></ul><ul><li>Metodologia da pesquisa </li></ul><ul><li>Estudo de caso Ampla Chip </li></ul><ul><ul><li>3.1. Quantificação dos principais benefícios </li></ul></ul><ul><ul><li>3.2. Outros Benefícios </li></ul></ul><ul><li>Considerações Finais </li></ul><ul><li>Outlook da apresentação </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Avaliar os diversos benefícios decorrentes da implantação de novas tecnologias no combate às perdas comerciais de energia. </li></ul><ul><li>Levantar e quantificar os benefícios técnicos, econômicos, ambientais e sociais da recuperação de 1 MWh de desvio de energia para: </li></ul><ul><ul><li>a sociedade </li></ul></ul><ul><ul><li>para o setor elétrico </li></ul></ul><ul><ul><li>para o consumidor na região onde foi implantada a tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>para o consumidor fora da região onde foi implantada a tecnologia. </li></ul></ul><ul><li>Estimar : </li></ul><ul><ul><li>a parcela de energia adicional que deixa de ser desperdiçada e passa a fazer parte do mercado da distribuidora (“ Maiores Vendas ”) </li></ul></ul><ul><ul><li>a parcela de energia que deixa de ser adquirida pela concessionária (“ Menores Compras ”) </li></ul></ul><ul><li>Objetivos do projeto </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Metodologia da pesquisa </li></ul>2. Pesquisas de campo – benefícios técnico-comerciais 3. Quantificação dos benefícios técnico-comerciais 6. Transferência de Tecnologia e Relatório Final 5. Quantificação dos benefícios sócio-ambientais 4. Pesquisas de campo – beneficios socioambientais 1. Identificação qualitativa dos benefícios da implantação das tecnologias antifraudes
  5. 5. <ul><ul><li>Meses de referência (Implantação): Ago/2005 a Set/2007. </li></ul></ul><ul><ul><li>CO’s: Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Saracuruna, Magé e Macaé. </li></ul></ul><ul><ul><li>Total de consumidores da base de dados: 197.746 </li></ul></ul><ul><ul><li>Total de clientes analisados: 117.926 </li></ul></ul><ul><ul><li>Participação dos clientes analisados na base de dados: 59,6%. </li></ul></ul><ul><li>Estudo de caso: Ampla Chip </li></ul>Light CENF Ampla
  6. 6. <ul><li>“ Menores Compras” e “Maiores Vendas” </li></ul><ul><li>Arrecadação de Impostos </li></ul><ul><li>Eficiência Energética </li></ul><ul><li>Impactos na Tarifa </li></ul><ul><li>Redução na Emissão de Gases de Efeito Estufa </li></ul><ul><li>Outros Benefícios </li></ul><ul><li>Principais Benefícios Obtidos com o Ampla Chip </li></ul>
  7. 7. Volume de Compra de Energia = Consumo de energia medido + Perda comercial + Perda técnica A metodologia tem como base a quantificação das parcelas que totalizam o volume de energia adquirido pela Ampla, tendo como ponto de partida a consumo lido de cada cliente. “ Maiores Vendas” e “Menores Compras”
  8. 8. <ul><li>Definição dos períodos pré e pós Ampla Chip: </li></ul><ul><li>Períodos pré e pós-instalação do “Ampla Chip”. </li></ul><ul><ul><li>12 meses (ciclo anual completo) para cada período, sendo o mês de referência o primeiro mês do período pós Ampla Chip. </li></ul></ul><ul><li>Comportamento do consumo para cada um dos dois períodos (pré e pós) </li></ul><ul><ul><li>a) 24 meses contínuos de consumo </li></ul></ul>Base: 113.158 consumidores <ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  9. 9. <ul><ul><li>b) Consumo zerado nos primeiros 12 meses e contínuo nos 12 últimos </li></ul></ul>Base: 4.768 consumidores Ampla Chip <ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Premissas de ajustes dos períodos pré e pós </li></ul><ul><li>Existência de variáveis externas (e.g.: temperatura e economia) que influenciam o consumo, independentemente da instalação do “Ampla Chip”, quando se comparam dois períodos distintos no tempo. </li></ul><ul><ul><li>Foram desenvolvidos modelos estatísticos para correção do consumo dos consumidores “Ampla Chip”. </li></ul></ul><ul><ul><li>Foram testadas 57 variáveis explicativas e o modelo final é composto por 8 variáveis: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Consumo dos Clientes Ampla Chip em t-1 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Consumo dos Clientes Ampla Chip em t-12 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Quantidade de Clientes Ampla Chip em t </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Temperatura Média em t </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Temperatura Média em t-1 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>IGP-DI em t </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Arrecadação de ICMS (Fluxos) do Setor primário do Rio de Janeiro em t-1 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilização da capacidade instalada da indústria do Rio de Janeiro em t-1 </li></ul></ul></ul><ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  11. 11. <ul><ul><li>Gráfico da curva de consumo com e sem correção das variáveis externas </li></ul></ul><ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Premissas de ajustes dos períodos pré e pós </li></ul><ul><li>Verificou-se a existência de uma tendência de crescimento do consumo de energia entre os dois períodos analisados </li></ul><ul><ul><li>Esta tendência foi estimada tendo como base a variação do consumo per capta residencial total da Ampla nos períodos de 12 meses pré e pós ao mês de referência. </li></ul></ul><ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Tratamento das perdas técnicas e comerciais nos períodos pré e pós. </li></ul><ul><ul><li>Período pré- </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Adotou-se as perdas totais sem AT do CO dos clientes Ampla Chip, desmembradas em perdas técnicas e comerciais. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilizou-se as perdas técnicas de média e baixa tensão da Ampla. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Período pós- </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Perdas técnicas pós: 50% da perda técnica adotada no período pré. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Perdas comerciais pós: 10% da perda comercial adotada no período pré. </li></ul></ul></ul><ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  14. 14. <ul><ul><li>Resultados finais: </li></ul></ul><ul><ul><li>Com investimentos em clientes com consumo médio mensal de 149,81 kWh , tem-se ganhos com “Menores Compras” e “Maiores Vendas” de aproximadamente 61,04 kWh/mês/cliente. </li></ul></ul><ul><li>Estimação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Benefícios para a Ampla : </li></ul><ul><ul><li>(R$) </li></ul></ul><ul><ul><li>2009 – 300.000 Ampla Chip: R$ 59.337.000 </li></ul></ul><ul><ul><li>2011 – 500.000 Ampla Chip: R$ 98.895.000 </li></ul></ul><ul><ul><li>2014 – 700.000 Ampla Chip: R$ 138.453.000 </li></ul></ul><ul><ul><li>(GWh) </li></ul></ul><ul><ul><li>2009 – 300.000 Ampla Chip: 219,9 GWh </li></ul></ul><ul><ul><li>2011 – 500.000 Ampla Chip: 366,5 GWh </li></ul></ul><ul><ul><li>2014 – 700.000 Ampla Chip: 513,1 GWh </li></ul></ul><ul><li>“ Maiores Vendas” e “Menores Compras” </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Participação das “Maiores Vendas” e “Menores Compras” por Município </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Projeções das parcelas “Maiores Vendas” e “Menores Compras”, em GWh/ano, em relação ao número de instalações da tecnologia “Ampla Chip”: </li></ul><ul><li>Projeções das parcelas “Maiores Vendas” e “Menores Compras </li></ul>Ampla Chip Instalados GWh
  18. 18. <ul><li>Foram estimados o impacto dos principais impostos e encargos que incidem sobre a conta de energia abrangendo as três esferas governamentais: </li></ul><ul><ul><ul><li>Federal: PIS e COFINS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estadual: ICMS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Municipal: CIP </li></ul></ul></ul><ul><li>Dados reais de faturamento e os respectivos valores de impostos foram usados no cálculo </li></ul><ul><li>Período Pré e Pós de 12 meses e padrão de consumo com 24 meses contínuos e 0 pré/12 pós </li></ul><ul><li>Análise do mesmo grupo de consumidores das “Maiores Vendas” e “Menores Compras”. </li></ul><ul><li>Existência de variáveis que influenciam o consumo, quando se comparam dois períodos distintos no tempo. </li></ul><ul><ul><ul><li>Variáveis de mercado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tendência de crescimento </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Correção monetária </li></ul></ul></ul><ul><li>Quantificação do Impacto da Tecnologia nos Impostos e Encargos </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Correção monetária: </li></ul><ul><ul><li>Entre os 2 períodos: Atualização monetária dos valores arrecadados no período pré- para o período pós, é feita de acordo com a variação da tarifa média desses dois períodos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para o ano vigente: Atualização dos ganhos obtidos com o “Ampla Chip” para o período atual (2009), é feita de acordo com a variação da tarifa média de 2009 sobre o do período pós correspondente a cada mês de referência. </li></ul></ul><ul><ul><li>Premissas de ajuste para comparação dos dois períodos não mudam a estrutura tarifária dos consumidores e do cálculo dos impostos. </li></ul></ul><ul><li>Quantificação do Impacto da Tecnologia nos Impostos e Encargos </li></ul>
  20. 20. <ul><ul><li>Com investimento na tecnologia Ampla Chip em clientes com consumo médio mensal de 149,81 kWh : </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Aumento médio de impostos/ano/cliente: R$ 108,00 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Aumento médio de receita/ano/cliente: R$ 159,00 </li></ul></ul></ul><ul><li>Quantificação do Impacto da Tecnologia nos Impostos e Encargos </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Benefícios para o Governo : </li></ul><ul><li>Arrecadação de Impostos </li></ul>
  22. 22. Ganho com EE = ∑ (% adoção da medidas de economia x redução do consumo (kWh) x núm. domicílios Ampla Chip) <ul><li>Quantificação dos Ganhos com as Medidas de Eficiência Energética </li></ul>Pesquisa de Mercado SINPHA
  23. 23. <ul><li>Foram realizadas pesquisas de campo com os seguintes objetivos: </li></ul><ul><ul><li>Identificar a percepção dos consumidores sobre as vantagens e desvantagens do Ampla Chip; </li></ul></ul><ul><ul><li>Levantar as Medidas de economia adotadas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Verificar o conhecimento sobre os produtos agregados ao Ampla Chip; </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificar o conhecimento sobre as consequências de se furtar energia. </li></ul></ul><ul><li>Ganhos com as Medidas de Eficiência Energética </li></ul>São Gonçalo
  24. 24. <ul><li>Principais mudanças de hábitos realizadas: </li></ul>Base = 217 <ul><li>O Chuveiro elétrico e o ventilador de teto são os equipamentos que tiveram uma maior redução de uso. </li></ul><ul><li>A geladeira foi o equipamento mais substituído por outro mais eficiente. </li></ul><ul><li>Resultados da pesquisa relacionados às Medidas de Eficiência Energética </li></ul>Base = 217
  25. 25. <ul><li>Como os consumidores classificam as mudanças de hábito após a implantação do Ampla Chip: </li></ul><ul><li>Resultados da pesquisa relacionados às Medidas de Eficiência Energética </li></ul>
  26. 26. <ul><li>Lâmpadas Eficientes: Quase a totalidade dos consumidores (89%) já utilizou ou utiliza esse tipo de lâmpadas. </li></ul><ul><li>Resultados da pesquisa relacionados às Medidas de Eficiência Energética </li></ul>
  27. 27. <ul><li>O ganho médio anual com as medidas de eficiência energética foi de aproximadamente 180 kWh por domicílio por medida. </li></ul><ul><ul><li>Participação das Medidas de Eficiência Energética nas “Menores Compras”: 45,33% </li></ul></ul><ul><li>Ganhos com as Medidas de Eficiência Energética </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Impactos na Tarifa (premissas) </li></ul><ul><li>1. Valor do Investimento (Base Bruta) </li></ul><ul><li>Considerou-se o investimento completo para a instalação da Rede DAT e Ampla Chip em 501.297 consumidores. </li></ul><ul><li>Projeção do investimento total para a instalação do Ampla Chip: </li></ul><ul><ul><ul><li>Custo Unitário da Rede DAT: R$ 844,63 por consumidor </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Custo Unitário do Ampla Chip: R$ 479,75 por consumidor </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Investimento total Rede DAT e Ampla Chip: R$ 664.742.402 </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Investimento somente no Ampla Chip: R$ 240.799.478 </li></ul></ul></ul><ul><li>3. Valores de Tarifa: </li></ul><ul><li>Adota-se os mesmos valores da revisão tarifária. </li></ul><ul><ul><li>Tarifa média de venda: R$ 275,00/MWh </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarifa residencial: R$ 370/MWh </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarifa média de compra: R$ 88,45/MWh </li></ul></ul><ul><li>2. WACC e Depreciação: </li></ul><ul><li>Dados estipulados pela ANEEL para a formação da Parcela B da composição tarifária. </li></ul><ul><ul><li>WACC: 15,08%. </li></ul></ul><ul><ul><li>Depreciação: 4,6% </li></ul></ul><ul><li>4. Base Líquida de Investimento: </li></ul><ul><li>Base bruta menos o valor da depreciação acumulada até 2008. Considerou-se o a realização do investimento adicional em 2008. Logo, não houve depreciação nessa parcela. </li></ul><ul><ul><li>Base Líquida Total: R$ 607.776.970 </li></ul></ul><ul><ul><li>Base Líquida Ampla Chip: R$ 229.009.470 </li></ul></ul>5. Mercado total da Ampla: o mesmo valor da Revisão Tarifária: 8.861.554 MWh <ul><li>4. Menores Compras e Maiores Vendas: </li></ul><ul><li>Ampla Chip </li></ul><ul><ul><li>Menores Compras: 396,90 kWh/cliente/ano x 501.297 clientes = 198.963 MWh/ano. </li></ul></ul><ul><ul><li>Maiores vendas: 335,53 kWh/cliente/ano x 501.297 cliente = 168.198 MWh/ano. </li></ul></ul><ul><li>Rede DAT </li></ul><ul><ul><li>Os mesmos ganhos apresentados no relatório da Revisão Tarifária 2008: </li></ul></ul><ul><ul><li>Menores Compras: 81,13 KWh/cliente/ano = 40.670 MWh/ano </li></ul></ul><ul><ul><li>Maiores Vendas: 127,88 KWh/cliente/ano = 64.108 MWh/ano </li></ul></ul>
  29. 29. <ul><li>Impactos na Tarifa Média da Ampçla </li></ul>Resultados da comparação da receita líquida gerada nos projetos com a receita total da Ampla após a implantação dos projetos.
  30. 30. <ul><li>Impactos na Tarifa </li></ul><ul><li>(para diferentes WACC) </li></ul>15,8% 12% 11% 10% WACC
  31. 31. <ul><li>A redução de emissões de GEE pela implementação das técnicas antifraude ocorre devido à redução do volume de compra de eletricidade em virtude da redução das perdas . </li></ul><ul><li>Uma estimativa da redução de emissões em um dado ano pode ser feita através da Equação a seguir: </li></ul>O fator de emissão de CO2 é calculado conforme a ferramenta metodológica “ Tool to calculate the emission factor for an electricity system ” aprovada pelo Conselho Executivo do MDL. <ul><li>Ganhos com a Redução dos GEE </li></ul>Redução de Emissão em um ano y (tCO2e/ano) Diferença entre volume de eletricidade comprado pela concessionária sem e com a implementação das técnicas antifraude em um ano y (MWh) Fator de CO2 do Sistema Elétrico Interligado (tCO2e/MWh)
  32. 32. <ul><li>Premissas adotadas: </li></ul><ul><ul><li>Considerando o ano base o ano de 2008, o Fator de emissão do SEB é de 0,311 tCO2/MWh </li></ul></ul><ul><ul><li>Ganho com as Menores Compras dos 197.746 clientes de 78 MWh </li></ul></ul><ul><ul><li>Potencial de redução de CO2 em um ano com o Ampla Chip de 24.274 tCO2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Valor da Redução das Emissão de 15 U$/tCO2 ou R$ 30/tCO2 </li></ul></ul><ul><ul><li>O que leva à: </li></ul></ul><ul><ul><li>Ganhos financeiros advindos de um eventual projeto de MDL de R$ 728.220 </li></ul></ul><ul><ul><li>Ganho por consumidor/ano de R$ 3,68 </li></ul></ul><ul><li>Ganhos com a Redução dos GEE </li></ul>
  33. 33. <ul><li>Postergação de Investimento em geração e transmissão </li></ul><ul><ul><li>Exemplo: uma economia de 78 GWh/ano com as “Menores Compras” para 197.746 consumidores equivale à: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Geração anual de uma termelétrica a diesel com capacidade de 11,2 MW. Exemplo: UTE Brasília de 10 MW de capacidade e 20% de disponibilidade anual. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Cerca de 20% da geração de energia anual de uma termelétrica a carvão. Exemplo: UTE Charqueadas, que possui 72 MW de capacidade e 26% de disponibilidade anual . </li></ul></ul></ul><ul><li>Outros Impactos do Uso das Novas Tecnologias </li></ul><ul><li>Planejamento urbano </li></ul><ul><ul><ul><li>A tecnologia “Ampla Chip” pode dificultar (embora não evite) a entrada de consumidores em áreas de risco ou áreas de proteção ambiental. </li></ul></ul></ul>APA de Guapimirim
  34. 34. <ul><li>Os resultados foram estimados de forma conservadora de modo a evitar a supervalorização dos ganhos, principalmente para as “Menores Compras” e “Maiores Vendas” que não apresentavam o consumo real (faturado + perdas) antes da implantação do Ampla Chip. </li></ul><ul><li>Para aperfeiçoar este cálculo sugere-se utilizar o consumo real dos futuros usuários do “Ampla Chip” antes de sua instalação, o que permitirá obter um valor mais preciso do percentual das perdas técnicas e comerciais desses consumidores. </li></ul><ul><li>O uso da eficiência energética como instrumento de adequação de consumo e combate as perdas se mostrou bastante significativo. Dentre as práticas que mais foram adotadas pelos consumidores, o uso de lâmpadas eficientes se destaca e apresenta uma excelente relação benefício x custo. </li></ul><ul><li>Considerações finais </li></ul>

×