Tcc não é bicho papão

9.369 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Muito bom! Recomendo também um curso que fiz pra acelerar meu TCC que deixei pra última hora e não tinha a ajuda do meu orientandor pra elaborar, só fazia dizer pra corrigir isso e aquilo e não ajudava em nada. Vou deixar o link pra quem ficou desesperado como eu e tá sem tempo. ... http://www.cursosebooks.net/tcc-em-1-semana/tcc-sem-drama
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • muito bom esse material ao terminar ber tive outra impressão do tcc.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.369
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
256
Comentários
2
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tcc não é bicho papão

  1. 1. TCC não é BICHO-PAPÃO Itamar Teodoro de Faria
  2. 2. O que é o TCC <ul><li>T.C.C - TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO </li></ul><ul><li>Pode ser em forma de monografia, dissertação, apresentação de seminário, tese, estudo de caso, projetos, documentários. Vai depender da regulamentação da Instituição de Ensino (ou de comissões de TCC, do orientador, da sua criatividade ...) </li></ul><ul><li>Os tipos de TCC para Graduação e/ou Especialização (pós): MONOGRAFIA - DISSERTAÇÃO - ESTUDO DE CASO - PROJETO DE NEGÓCIO </li></ul><ul><li>Para Mestrado: DISSERTAÇÃO </li></ul><ul><li>Para doutorado: TESE ou EXPERIMENTO </li></ul><ul><li>Pode ser também uma dramatização, um documentário, um filme, uma peça teatral ou publicitária... Enfim, o Trabalho de Conclusão de Curso pode se apresentar das mais variadas formas. </li></ul><ul><li>A monografia é a requisição mais universal e mais simples, embora seja trabalhosa tanto ou mais que as já citadas. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>MONOGRAFIA- Mono (um), grafia (escrita) = escrita sobre um tema sem misturar assuntos. Trabalho científico que aborda um tema até a sua exaustão. O desenvolvimento deve estar relacionado com o curso a que se destina. Deve ser original e criativa, apresentando ocorrências inéditas. </li></ul><ul><li>Para não fugir do foco, deverá determinar onde, quando, porque, quem (estado civil, gênero, faixa etária, escolaridade, renda, profissão) para que não se perca o fio. Entretanto, esses dados são necessários e adotados de acordo com o curso e o tipo de pesquisa a ser elaborada. Em educação e saúde, normalmente se exige o gênero, faixa etária, e localização geográfica para melhor clareza de idéias e resultados das análises sociais e/ou laboratoriais. </li></ul><ul><li>As fontes deverão constar detalhadamente para confiabilidade das informações. Assim, também o leitor não se perderá na leitura. Esse tipo de trabalho pode ser feito com consulta bibliográfica, observações, entrevistas, questionários. Pode ser misto, juntando informações de várias fontes. </li></ul><ul><li>Qualquer dos trabalhos mencionados devem ter a mesma propriedade de originalidade e inovação. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>O TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) tem como uma de suas especificidades demonstrar, através do estudo científico, o conteúdo do que foi assimilado durante o período de graduação do aluno. </li></ul><ul><li>Através de um tema bem estabelecido e centrado no campo de abrangência da carreiracurtso, o TCC consiste numa prática de aprofundamento, investigação, incursão em bibliografias criteriosamente selecionadas, apontamento de diretrizes e conclusões próprias, tendo como embasamento o conhecimento figurante na contemporaneidade acerca da temática eleita. </li></ul><ul><li>Obstante da consideração errônea que classifica o TCC como um trabalho de pesquisa “mais extenso”, a verdadeira concepção do Trabalho de Conclusão de Curso está ligada à profundidade de estudo e investigação do tema, sua comparação com a literatura vigente, a emissão de conclusões e apontamentos que direcionam a novas descobertas e caminhos para o viés da continuidade de tais estudos por terceiros.. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>A execução de um TCC exige planificação pormenorizada, pesquisa aprofundada, levantamento bibliográfico, coleta de dados, desenvolvimento textual pertinente e estritamente ligado ao tema eleito. É recomendável que seja precedida por um projeto, requisito que além de efetuar a prospecção do futuro trabalho, auxilia na fragmentação e execução de suas partes, ainda que estas, como resultado final, apresentem congruência e fluidez em seqüência, refletindo em um trabalho homogêneo e consistente. </li></ul><ul><li>O Trabalho de Conclusão de Curso costuma causar apreensão e ansiedade nos estudantes, em função da normatização de sua apresentação, e das técnicas pormenorizadas para sua elaboração. </li></ul><ul><li>Um TCC deve, para seu pleno sucesso, estar em consonância com as normas ABNT de produção científica, que primam por uma padronização com relação à redação empregada e com relação à disposição textual no papel em termos de espaçamentos, componentes pré-textuais (como capa, folha de rosto, resumo, sumário, epígrafe, dentre outros), além de outros quesitos referentes à elaboração de um trabalho acadêmico. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>O TCC elaboração científica em consonância direta com a obtenção do bacharelado/licenciatura em qualquer área do conhecimento humano, deve ser constituído e elaborado de forma minuciosa e seqüencial, centrando seu foco no tema selecionado, ainda que discorrendo brevemente acerca de assuntos circundantes a ele. </li></ul><ul><li>Assim como a construção de todo e qualquer trabalho científico, a confecção do TCC deve obedecer aos requisitos primordiais a fim de uma produção original e com base em renomados conhecimentos já figurantes na atualidade, para em conclusão final, apresentar de alguma forma, progressos e novas informações pertinentes ao progresso social, científico e tecnológico do País. </li></ul><ul><li>A forma estrutural do TCC adotado na FESP é a da monografia, O importante é frisar que todo tipo de produção científica tem por finalidade impulsionar progressos tangíveis e trazer contribuições ao avanço social, científico e tecnológico, seja em nível de graduação ou pós-graduação. </li></ul>
  7. 7. Para que serve um TCC? <ul><li>Um TCC representa a expressão da perícia, do senso investigativo, do conhecimento absorvido por um aluno ao longo de seu ofício acadêmico, portanto, deve estar ligado a um tema de suma importância na carreira escolhida, de preferência sobre um assunto proeminente, em desenvolvimento, de interesse da classe. </li></ul><ul><li>Além da disposição normativa consoante às normas ABNT de produção científica, um TCC deve essencialmente ser funcional, ou seja, abordando uma temática que de forma consistente possa contribuir ao crescimento da área acadêmica na qual o aluno está enveredando. </li></ul><ul><li>Desse modo, e como objeto de postulação e de diretrizes a serem seguidas na melhoria do campo de atuação pertinente, um Tcc deve figurar como uma semente que produzirá importantes e vigorosos frutos, tanto no presente, quanto no futuro, ou seja, como porta aberta a novos estudos, ramificações e aprofundamento por outros estudantes ou cientistas ligados à temática. </li></ul><ul><li>O que de importante há em um TCC é toda a sua natureza, ou seja, desde a coleta e catalogação de fontes, até a produção de uma redação cujas postulações pode, e muito, auxiliar no progresso da área temática abordada. </li></ul>
  8. 8. Como proceder? <ul><li>Como trabalho que se submete aos padrões da produção científica, o TCC deve respeitar seus parâmetros. </li></ul><ul><li>Assim, ele envolve três etapas: a de formulação de um projeto, sua execução na forma de uma investigação e a apresentação de seus resultados de maneira a ser julgada pela própria comunidade científica. </li></ul><ul><li>Estas três etapas conjugadas e sujeitas ao crivo da lógica de procedimento da Ciência asseguram ao TCC um caráter diferente dos trabalhos normalmente desenvolvidos pelos estudantes em suas respectivas disciplinas. </li></ul><ul><li>O TCC é, portanto, um trabalho de síntese que articula o conhecimento global do aluno no interior de sua área de formação. Como tal, o TCC deve ser concebido e executado como uma atividade científica, não como forma de avaliação de seu desempenho no domínio e/ou avaliação de um conteúdo disciplinar específico. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Tomando como base o caráter de iniciação científica subjacente à monografia, o TCC compreende, em sua primeira etapa, a elaboração de um projeto de trabalho: O PROJETO DE PESQUISA </li></ul><ul><li>Como critérios básicos para esta fase, o projeto terá que atender a quatro requisitos: a escolha do tema, sua definição, delimitação e problematização. Junto a este processo somam-se os métodos e técnicas a serem utilizados, bem como o estabelecimento de etapas de trabalho expressos na forma de um cronograma. </li></ul><ul><li>A segunda etapa - execução -, corresponde à realização do projeto propriamente dito. É imprescindível que o aluno, no decorrer desta etapa, aplique os conhecimentos científicos de sua área de conhecimento, bem como efetue as atividades dentro de parâmetros mínimos de cientificidade. </li></ul><ul><li>Para cumprimento desta etapa o aluno deve valer-se de métodos e técnicas universalmente aceitas pela comunidade cientifica que incluem pertinência, consistência, manipulação de variáveis e de hipóteses, mensuração de dados primários e/ou secundários de acordo com padrões de representatividade e generalização compatíveis com seu tema, seu problema/hipótese de trabalho e sua área de conhecimento ou de exercício profissional. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Finalmente, como toda investigação que possui caráter científico, o TCC deve ser submetido ao crivo da crítica da comunidade. </li></ul><ul><li>De fato, para lograr sua aprovação final, terá que ser levado à apreciação de uma banca de avaliadores composta de três professores: o orientador e dois outros professores escolhidos de acordo com sua habilitação técnica em relação ao tema de investigação. </li></ul><ul><li>A banca de exame final é um mecanismo que possibilita a avaliação da monografia sob a ótica de diferentes perspectivas. </li></ul><ul><li>Nesse sentido, a banca deverá avaliar a consistência lógica da investigação, a coerência entre problema de investigação, hipóteses e nível de demonstração ou de validade argumentativa na correlação entre pressupostos, postulados e corroboração empírica. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A subsunção do TCC à discussão pública e dos pares articula-se em torno de dois propósitos: sua submissão à crítica racional e averiguação de sua capacidade de refutação . </li></ul><ul><li>Sujeito à crítica, na multiplicidade de perspectivas representadas pelos avaliadores, o trabalho de conclusão de curso estará cumprindo estes dois propósitos e atendendo, integralmente, a seu papel de atividade de iniciação científica . </li></ul><ul><li>Do ponto de vista do aluno, a defesa diante de uma banca examinadora significa a possibilidade de testar sua competência discursiva, de exercitar sua capacidade argumentativa e de defender sua perspectiva frente a outras diferentes ou concorrentes . </li></ul><ul><li>Ao mesmo tempo, permitir-lhe-á esclarecer elementos de seu trabalho que possam ter ficado obscuros ou frágeis do ponto de vista de sua consistência ou pertinência científica. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Neste sentido, a defesa da monografia exercitará a capacidade lógico-dedutiva, de análise e de síntese do aluno, sua fluência em termos de expressão e defesa de suas idéias, bem como sua capacidade de resposta diante de argumentos distintos daqueles que desenvolveu. </li></ul><ul><li>A necessidade de defesa diante de uma banca justifica-se, então, como inerente ao próprio caráter de iniciação científica do trabalho de conclusão de curso, como mecanismo de ensino-aprendizagem do próprio discente e como fator que exercita as faculdades discursiva e argumentativa. </li></ul>
  13. 13. Elementos componentes do TCC <ul><li>PRÉ-TEXTUAIS </li></ul><ul><li>Capa – Obrigatório </li></ul><ul><li>Folha de rosto – Obrigatório (Verso: Ficha de Catalogação) </li></ul><ul><li>Errata – Opcional </li></ul><ul><li>Folha de Assinatura dos Alunos - Obrigatório </li></ul><ul><li>Folha de aprovação - Obrigatório </li></ul><ul><li>Dedicatória - Opcional </li></ul><ul><li>Agradecimentos - Opcional </li></ul><ul><li>Epígrafe - Opcional </li></ul><ul><li>Resumo – Obrigatório </li></ul><ul><li>Sumário - Obrigatório </li></ul><ul><li>Lista de Gráficos, Tabelas, Figuras, Abreviaturas e Siglas – Opcional </li></ul>
  14. 14. <ul><li>TEXTUAIS </li></ul><ul><li>Introdução – Obrigatório </li></ul><ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Justificativa </li></ul><ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Estrutura do trabalho - Opcional </li></ul><ul><li>Desenvolvimento – Obrigatório </li></ul><ul><li>Fundamentação teórica </li></ul><ul><li>Aplicação prática, resultados. </li></ul><ul><li>Etc. </li></ul><ul><li>Conclusão ou Considerações finais - Obrigatório </li></ul>
  15. 15. <ul><li>PÓS-TEXTUAIS </li></ul><ul><li>Referências – Obrigatório </li></ul><ul><li>Apêndices – Opcional </li></ul><ul><li>Anexos - Opcional </li></ul>
  16. 16. A questão do plágio <ul><li>O plágio é caracterizado no ato de copiar, imitar obra alheia, apresentando como seu, um trabalho intelectual advindo, de fato, de outra pessoa. </li></ul><ul><li>Reproduzir, ainda que em pequenas partes, um texto, sem citar sua fonte, é considerado plágio. </li></ul><ul><li>Havendo citação, porém sendo esta incompleta, há caracterização de irregularidade, de descumprimento das normas pertinentes à citação e às referências bibliográficas. </li></ul><ul><li>A Lei de direitos autorais (Lei n. 9.610) estabelece que reproduzir um texto, ainda que indicando sua fonte, mas sem autorização do autor, pode constituir crime de violação de direitos autorais. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>É conveniente na elaboração de todo e qualquer trabalho acadêmico, a existência de uma redação própria, autômoma, livre de reprodução indiscriminada do potencial intelectual alheio, podendo porém, buscar o aluno, inspiração conceitual, doutrinária e ideológica em distintas fontes . </li></ul><ul><li>Entretanto, na confecção de uma pesquisa científica é essencial um estudo profundo que possa embasar conclusões próprias, diretrizes que de alguma forma, possam contribuir no avanço social e científico . </li></ul><ul><li>É bom saber, que a caracterização de plágio em trabalhos acadêmicos pode acionar o rigor da Lei n. 9.610, sujeitando o infrator à punição, e no mínimo sua expulsão da Instituição de Ensino Superior à qual encontra-se vinculado . </li></ul><ul><li>Em suma, origininalidade é imprescindível em todo e qualquer trabalho acadêmico, mas em caso do aproveitamento de citações alheias, estas devem estar corretamente sinalizadas e identificadas . </li></ul>
  18. 18. Orientador... Compete ao orientador sugerir , propor , orientar e avaliar o trabalho para que atenda aos critérios da pesquisa científica e zele pela correção da língua portuguesa, desde a elaboração do projeto até a apresentação e a defesa do trabalho de conclusão de curso na área específica ou afim.
  19. 19. Orientador... O que fazer?
  20. 20. Responsabilidades do orientador a) avaliar a relevância, a originalidade e as condições de execução do tema proposto pelo aluno; b) acompanhar a elaboração da proposta do projeto, bem como as etapas de seu desenvolvimento; c) orientar o aluno, quando necessário, na re-elaboração de projeto de pesquisa e sugerir, se for o caso, indicações bibliográficas e as fontes de dados disponíveis em instituições públicas ou particulares ou da produção de dados oriundos de trabalho de campo; d) atender, individualmente, cada aluno para orientação e avaliação do trabalho de pesquisa com a finalidade de preservar a articulação teórica-prática para a produção de um novo conhecimento; e) freqüentar as reuniões convocadas pelo professor/comissão de TCC; f) atender periodicamente seus alunos orientados, em horário previamente fixado; g) participar das defesas de seus orientandos, cujas bancas presidirá; assinar, com os demais membros das bancas examinadoras, fichas de avaliação de TCC e as atas finais das sessões de defesa; h) cumprir e fazer cumprir o Regulamento; i) ser responsável pela adequação às Normas do Comitê de Ética e Pesquisa em Seres Humanos (CEP) ou às Normas do Comitê de Experimentação Animal, quando o tipo de pesquisa assim o fizer necessário.
  21. 21. Quem vai ser autor do trabalho? <ul><li>A responsabilidade pela elaboração do TCC é do aluno, sob orientação do professor da disciplina de TCC e o orientador da pesquisa. </li></ul><ul><li>A responsabilidade pela elaboração do TCC é do aluno, o que não exime o professor orientador de desempenhar adequadamente , dentro das normas definidas no regulamento do TCC , as atribuições decorrentes de sua atividade de orientação . </li></ul>
  22. 22. O que fazer? <ul><li>Definir linha de pesquisa ou linha de estudo; </li></ul><ul><li>Seguir o regulamento de TCC da Instituição; </li></ul><ul><li>Participar das reuniões de TCC; </li></ul><ul><li>Manter contato com o professor de TCC do(s) curso(s) em que trabalha; </li></ul><ul><li>Documentar conduta do aluno ao professor de TCC e ao Coordenador; </li></ul><ul><li>Trocar idéias com outros professores, Comitê de Ética, Coordenador, professor de TCC, e outros; </li></ul><ul><li>Estabelecer que tipo de orientador deseja ser... bonzinho, companheiro, do tipo que faz para o aluno, carrasco ou do tipo “não está nem aí”... </li></ul>
  23. 23. Orientador... Como fazer?
  24. 24. <ul><li>Ter conversa franca com seus orientandos: </li></ul><ul><ul><ul><li>combinar limites, prazos, deveres e obrigações, estabelecer regras, deixando claro que o trabalho é do aluno; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>explique que se não tiver lido previamente o trabalho, não autorizará a submissão à banca e/ou Cep; </li></ul></ul></ul><ul><li>Definir o horário e local de encontro/orientação </li></ul><ul><ul><ul><li>(casa, biblioteca, ambiente de trabalho); </li></ul></ul></ul>Orientador... Como fazer?
  25. 25. <ul><li>Estimular o aluno a desenvolver o trabalho </li></ul><ul><li>(puxões de orelhas de vez em quando, estar atento aos prazos estabelecidos previamente pelo curso e/ou professor de TCC); </li></ul><ul><li>Antipatia x amizade x Respeito x Compromisso </li></ul><ul><li>Aceite do aluno/ pré-projeto / esclarecer pontos positivos e negativos do trabalho </li></ul><ul><li>parte prática é custeada pelo pesquisador; </li></ul><ul><li>submissão ao Comitê de Ética da FESP; </li></ul><ul><li>consultoria de outras áreas específicas como análise estatística; </li></ul><ul><li>busca e compra de artigos científicos; </li></ul>Orientador... Como fazer?
  26. 26. FICHA DE FREQÜÊNCIA E DE ATIVIDADES DO (A) ORIENTANDO (A) TEMA/TÍTULO DO TCC : ____________________________________________________________________________________________________ ALUNO(A): ______________________________________________________________________________________________________________ ORIENTADOR (A): ________________________________________________________________________________________________________ Passos, _____ de _______________ de ________. __________________________________________ Assinatura do Orientador(a) SUGESTÃO DE FICHA DE ACOMPANHAMENTO Rubrica do aluno(a) Rubrica do Professor(a) Resumo da Orientação Data
  27. 27. <ul><li>Projeto : etapa crucial para um o bom andamento do trabalho prático; </li></ul><ul><li>Perguntas e respostas que tem que ficar claras com a elaboração do projeto(aluno/orientador) </li></ul><ul><li>Qual a relevância da pesquisa? </li></ul><ul><li>Qual o prazo a ser cumprido? </li></ul><ul><li>Quais são os conhecimentos e as habilidades que precisa ter ou adquirir para fazer a pesquisa? </li></ul><ul><li>Conversar sobre o método que será utilizado </li></ul><ul><li>“ usaremos o método... (expor o tipo de estudo, o local, a amostra,os procedimentos, as variáveis a serem estudas e o método estatístico)”; </li></ul><ul><li>“ ainda não temos um método disponível, mas vamos fazer uma revisão sistemática da literatura para determinar o melhor método”; </li></ul>Orientador... Como conduzir o TCC?
  28. 28. <ul><li>Conhecer os componentes de um projeto de pesquisa </li></ul><ul><li>vamos estudar as normas, métodos e técnicas de redação e execução </li></ul><ul><li>vamos verificar com o comitê de ética em pesquisa; </li></ul><ul><li>Conhecer o prazo a ser cumprido </li></ul><ul><li>Datas acertadas na reunião de colegiado, com professor de TCC, datas do Comitê de Ética... </li></ul><ul><li>Definir logo no primeiro encontro qual o prazo para entrega final do projeto de pesquisa; </li></ul>Orientador... Como conduzir o TCC?
  29. 29. CRONOGRAMA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO Até 30 dias após defesa <ul><li>Entrega do TCC corrigido e encadernado junto à secretaria. </li></ul>IV Out/nov 8º período <ul><li>Entrega do TCC para banca </li></ul><ul><li>Defesa (apresentação) do TCC </li></ul>III 7º e 8º períodos <ul><li>Desenvolvimento da pesquisa, conforme cronograma estabelecido </li></ul><ul><li>Entrega dos relatórios parciais </li></ul>II Ago/nov 6º período <ul><li>Inscrição no TCC, com indicação de Temas e Orientadores </li></ul><ul><li>Aprovação da indicação de orientação </li></ul><ul><li>Elaboração do Projeto de Pesquisa </li></ul><ul><li>Entrega do projeto </li></ul>I DATA (S) ATIVIDADES ETAPAS
  30. 30. <ul><li>“ é um tema interessante”; </li></ul><ul><li>“ vai fazendo aí, depois a gente vê”; </li></ul><ul><li>“ iremos descobrir com o andamento da pesquisa”; </li></ul><ul><li>“ a gente não precisa definir isso (metodologia) agora; </li></ul><ul><li>“ na hora de escrever a gente vê”. </li></ul><ul><li>“ a gente sabe fazer e não precisa de projeto”; </li></ul><ul><li>Projeto ? “para que isso?” </li></ul><ul><li>“ escreve aí qualquer coisa para a gente mostrar para a direção”. </li></ul>Orientador... Como não conduzir o TCC ?
  31. 31. Orientador... Será que compensa? <ul><li>Remuneração ? </li></ul><ul><li>Compromisso enquanto professor ? </li></ul><ul><li>Obrigação e falta de outros que orientem ? </li></ul><ul><li>Crescimento profissional e pessoal; </li></ul><ul><li>Produção científica </li></ul><ul><li>Fomentar iniciação científica </li></ul>
  32. 32. Responsabilidades do aluno <ul><li>Comparecer às orientações de TCC. </li></ul><ul><li>Prestar informações periodicamente ao Professor Orientador de TCC sobre o andamento do trabalho, apresentando as novas etapas e as correções requisitadas realizadas. </li></ul><ul><li>Entregar as etapas estabelecidas em cronograma nas datas previstas para avaliação. </li></ul><ul><li>Apresentar o TCC à banca avaliadora no final do 8º semestre letivo, conforme calendário a ser divulgado pela comissão de TCC, desde que tenha obtido autorização do professor orientador para tal (a falta de conteúdo, seja qualitativo ou quantitativo, que impeça a sua correção até a data marcada, implicará em suspensão da apresentação e imediata reprovação). </li></ul>
  33. 33. O acadêmico poderá receber advertências se: <ul><li>Faltar com o respeito e a ética no processo de orientação, em qualquer fase do trabalho (ou outra sugestão: desrespeitar, desacatar ou ofender ética e moralmente, em razão de críticas ao trabalho e/ou reprovação, o orientador, professor, membro de banca, funcionário ou colega de curso). </li></ul><ul><li>descumprir as normas e as obrigações que lhe cabem; </li></ul><ul><li>ausentar-se das reuniões com o professor orientador e professor de TCC sem justificativa prévia adequada; </li></ul><ul><li>desligar-se das atividades de pesquisa sem comunicar por escrito ao orientador e ao professor de TCC; </li></ul><ul><li>invadir ou entrar sem ser autorizado formalmente , por meio de carta de consentimento emitida pelo profissional responsável, pelos pacientes ou familiares dos mesmos, em escolas, clínicas, hospitais, academias ou outras instituições desta localidade, ou fora desta região para coletar dados de pesquisa. </li></ul>
  34. 34. <ul><li>um bom orientador com um mau aluno é tolerável </li></ul>mas um mau orientador com um mau aluno é uma combinação que não vai funcionar Um bom orientador com um bom aluno é o ideal
  35. 35. <ul><li>“ O nosso conhecimento começa na dúvida e caminha na incerteza”. (Hilton Japiassu) </li></ul><ul><li>“ Se seus sonhos estão nas nuvens, estão no lugar certo. Resta agora erguer os alicerces”. (William Shaskespeare) </li></ul>Um ótimo trabalho e SUCESSO!!!

×