Jesus e as Parábolas

1.001 visualizações

Publicada em

Palestra realizada no Centro Espírita André Luiz.
Imperatriz-MA.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.001
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jesus e as Parábolas

  1. 1. CEAL Centro Espírita André Luiz Reunião Pública “Jesus e as parábolas” Isnande Barros Imperatriz - MA 2013
  2. 2. JESUS E AS PARÁBOLAS A CANDEIA Lucas, 8; 16-18 16. Ninguém acende uma lâmpada e a cobre com um vaso ou a põe debaixo da cama; mas a põe sobre um castiçal, para iluminar os que entram. 17. Porque não há coisa oculta que não acabe por se manifestar, nem secreta que não venha a ser descoberta. 18. Vede, pois, como é que ouvis. Porque ao que tiver, lhe será dado; e ao que não tiver, até aquilo que julga ter lhe será tirado. www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-lucas/8/#ixzz2n5Ixfb00
  3. 3. JESUS E AS PARÁBOLAS O BOM SAMARITANO Lucas, 10; 30-37 30. Jesus então contou: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto. 31. Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante. 32. Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante. 33. Mas um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão.
  4. 4. JESUS E AS PARÁBOLAS 34. Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele. 35. No dia seguinte, tirou dois denários e deu- os ao hospedeiro, dizendo-lhe: Trata dele e, quanto gastares a mais, na volta o pagarei. 36. Qual destes três parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões? 37. Respondeu o doutor: Aquele que usou de misericórdia para com ele. Então Jesus lhe disse: Vai, e faze tu o mesmo. www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-lucas/10/#ixzz2nC3aa3pz
  5. 5. JESUS E AS PARÁBOLAS A SAMARITANA João 4; 1-30 1. O Senhor soube que os fariseus tinham ouvido dizer que ele recrutava e batizava mais discípulos que João 2. (se bem que não era Jesus quem batizava, mas os seus discípulos). 3. Deixou a Judéia e voltou para a Galiléia. 4. Ora, devia passar por Samaria. 5. Chegou, pois, a uma localidade da Samaria, chamada Sicar, junto das terras que Jacó dera a seu filho José. 6. Ali havia o poço de Jacó. E Jesus, fatigado da viagem, sentou-se à beira do poço. Era por volta do meio-dia. 7. Veio uma mulher da Samaria tirar água. Pediu-lhe Jesus: Dá-me de beber.
  6. 6. JESUS E AS PARÁBOLAS A SAMARITANA 8. (Pois os discípulos tinham ido à cidade comprar mantimentos.) 9. Aquela samaritana lhe disse: Sendo tu judeu, como pedes de beber a mim, que sou samaritana!... (Pois os judeus não se comunicavam com os samaritanos.) 10. Respondeu-lhe Jesus: Se conhecesses o dom de Deus, e quem é que te diz: Dá-me de beber, certamente lhe pedirias tu mesma e ele te daria uma água viva. 11. A mulher lhe replicou: Senhor, não tens com que tirá-la, e o poço é fundo... donde tens, pois, essa água viva? 12. És, porventura, maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu este poço, do qual ele mesmo bebeu e também os seus filhos e os seus rebanhos?
  7. 7. JESUS E AS PARÁBOLAS A SAMARITANA 13. Respondeu-lhe Jesus: Todo aquele que beber desta água tornará a ter sede, 14. mas o que beber da água que eu lhe der jamais terá sede. Mas a água que eu lhe der virá a ser nele fonte de água, que jorrará até a vida eterna. 15. A mulher suplicou: Senhor, dá-me desta água, para eu já não ter sede nem vir aqui tirá-la! 16. Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e volta cá. 17. A mulher respondeu: Não tenho marido. Disse Jesus: Tens razão em dizer que não tens marido. 18. Tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu. Nisto disseste a verdade. 19. Senhor, disse-lhe a mulher, vejo que és profeta!...
  8. 8. JESUS E AS PARÁBOLAS A SAMARITANA 20. Nossos pais adoraram neste monte, mas vós dizeis que é em Jerusalém que se deve adorar. 21. Jesus respondeu: Mulher, acredita-me, vem a hora em que não adorareis o Pai, nem neste monte nem em Jerusalém. 22. Vós adorais o que não conheceis, nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. 23. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja. 24. Deus é espírito, e os seus adoradores devem adorá-lo em espírito e verdade. 25. Respondeu a mulher: Sei que deve vir o Messias (que se chama Cristo); quando, pois, vier, ele nos fará conhecer todas as coisas.
  9. 9. JESUS E AS PARÁBOLAS A SAMARITANA 26. Disse-lhe Jesus: Sou eu, quem fala contigo. 27. Nisso seus discípulos chegaram e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher. Ninguém, todavia, perguntou: Que perguntas? Ou: Que falas com ela? 28. A mulher deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: 29. Vinde e vede um homem que me contou tudo o que tenho feito. Não seria ele, porventura, o Cristo? 30. Eles saíram da cidade e vieram ter com Jesus. www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-joao/4/#ixzz2nCP8DD8d
  10. 10. JESUS E AS PARÁBOLAS PARÁBOLA  Narrativa alegórica que transmite uma mensagem indireta, por meio de comparação ou analogia.  Narrativa alegórica que encerra um preceito religioso ou moral, especialmente as encontradas nos Evangelhos. Exemplo, a parábola do “Filho Pródigo”. Houaiss  Narração alegórica que contém algum preceito moral: “As parábolas de Cristo encerram ensinamentos admiráveis”. Michaelis
  11. 11. JESUS E AS PARÁBOLAS As Parábolas são divididas em 3 classes:  Parábolas verídicas - a ilustração é tirada da vida diária, portanto seu ensino pode ser reconhecido de forma universal. A Ovelha Separada do Rebanho.  Parábolas em forma de histórias - refere-se a acontecimentos passados que são centralizados diretamente em uma pessoa. O Mordomo Infiel.  Ilustrações - são histórias que focalizam exemplos a serem imitados. Parábola do Bom Samaritano. Fonte: Wikipédia
  12. 12. JESUS E AS PARÁBOLAS Por que lhes falas em parábolas? Mateus, 13; 11-17 11. Respondeu Jesus: Porque a vós é dado compreender os mistérios do Reino dos céus, mas a eles não. 12. Ao que tem, se lhe dará e terá em abundância, mas ao que não tem será tirado até mesmo o que tem. 13. Eis por que lhes falo em parábolas: para que, vendo, não vejam e, ouvindo, não ouçam nem compreendam. 14. Assim se cumpre para eles o que foi dito pelo profeta Isaías: Ouvireis com vossos ouvidos e não entendereis, olhareis com vossos olhos e não vereis,
  13. 13. JESUS E AS PARÁBOLAS Por que lhes falas em parábolas? Mateus, 13; 11-17 15. porque o coração deste povo se endureceu: taparam os seus ouvidos e fecharam os seus olhos, para que seus olhos não vejam e seus ouvidos não ouçam, nem seu coração compreenda; para que não se convertam e eu os sare (Is 6,9s). 16. Mas, quanto a vós, bem-aventurados os vossos olhos, porque veem! Ditosos os vossos ouvidos, porque ouvem! 17. Eu vos declaro, em verdade: muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não o viram, ouvir o que ouvis e não ouviram.
  14. 14. JESUS E AS PARÁBOLAS Por que lhes falas em parábolas? Mateus, 13; 34-35 34. Tudo isto disse Jesus à multidão em forma de parábola. De outro modo não lhe falava, 35. Para que se cumprisse a profecia: Abrirei a boca para ensinar em parábolas; revelarei coisas ocultas desde a criação.
  15. 15. JESUS E AS PARÁBOLAS AS PARÁBOLAS E A SUA INTERPRETAÇÃO CAIRBAR SCHUTEL  “Parábola é uma narrativa que tem por fim transmitir verdades indispensáveis de serem compreendidas”.  “Parábola é uma narrativa que tem por fim transmitir verdades indispensáveis de serem compreendidas”.  “Jesus... tinha por fim esclarecer melhor seus ensinos, mediante comparações do que pretendia dizer com o que ocorre na vida comum e com os interesses terrenos”.  Aos que o ouviam ansiosamente, procurando compreender seus discursos, a parábola tornava-se-lhes excelente meio elucidativo dos temas e das dissertações do grande pregador.
  16. 16. JESUS E AS PARÁBOLAS AS PARÁBOLAS E A SUA INTERPRETAÇÃO CAIRBAR SCHUTEL  Mas os que não buscavam na parábola a figura que compara, a alegoria que representa a ideia espiritual, e se prendiam à forma, desprezando o fundo, para estes a doutrina nem sequer aparecia, mas conservava-se oculta, como a noz dentro da casca.  “...os fariseus e a maioria dos judeus, em ouvindo a exposição da parábola, só viam a figura alegórica que lhes era mostrada, assim como, quem não quebra a noz, só lhe vê a casca”.  “...seus discípulos não acontecia a mesma coisa; eles viam e ouviam o ensino, o sentido espiritual que permanece para sempre; não se prendiam à figura ou à palavra sonora, que se extingue e desvanece”.
  17. 17. JESUS E AS PARÁBOLAS AS PARÁBOLAS E A SUA INTERPRETAÇÃO CAIRBAR SCHUTEL  “... uma coisa é ver e ouvir com os olhos e ouvidos do corpo, e outra coisa é ver e ouvir com os olhos e ouvidos do Espírito”.  “As parábolas têm pouca importância para os que as tomam como foram escritas; demais, o sentido nunca deve ser desnaturado ou transviado, sob pena de prejudicar a ideia cristã”.  “A inteligência dos Evangelhos explica perfeitamente a interpretação espiritual que Jesus dá aos seus ensinos”.
  18. 18. CEAL Boa Noite!!! Sigamos com a paz do Nazareno.

×