2Nuno Correia 10/11
3     A Alimentação do Morcego              VampiroO morcego vampiro, Desmodus rotundus, é um pequeno mamífero que se alim...
4    Nuno Correia 10/11
5A digestão do sangue ingerido pelo morcego vampiro é …(A) intracelular e dela resultam, essencialmente,   monossacarídeos...
6Assim que o morcego inicia a ingestão do sangue, a concentração de   hormona antidiurética (ADH) no plasma sanguíneo…(A) ...
7            Osmorregulação Todos  os animais possuem uma percentagem  elevada de água em relação ao peso total do  seu o...
8    Nuno Correia 10/11
9    Nuno Correia 10/11
10     Nuno Correia 10/11
11     Nuno Correia 10/11
12              Seres VivosOsmoconformantes        Osmorreguladores                                   Nuno Correia 10/11
13     Nuno Correia 10/11
14     Nuno Correia 10/11
15     Nuno Correia 10/11
16     Nuno Correia 10/11
17Etapas do Sistema Excretor                     Nuno Correia 10/11
18     Nuno Correia 10/11
19     Nuno Correia 10/11
20     Nuno Correia 10/11
21     Nuno Correia 10/11
22     Nuno Correia 10/11
23     Nuno Correia 10/11
24Glândulas de sal                   Nuno Correia 10/11
25     Nuno Correia 10/11
26     Nuno Correia 10/11
27     Nuno Correia 10/11
28     Nuno Correia 10/11
29     Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
32     Nuno Correia 10/11
33     Nuno Correia 10/11
34     Nuno Correia 10/11
35     Nuno Correia 10/11
36     Nuno Correia 10/11
37     Nuno Correia 10/11
38     Nuno Correia 10/11
39     Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
41     Nuno Correia 10/11
42     Nuno Correia 10/11
43     Nuno Correia 10/11
44     Nuno Correia 10/11
45     Nuno Correia 10/11
46     Nuno Correia 10/11
47     Nuno Correia 10/11
48     Nuno Correia 10/11
49     Nuno Correia 10/11
50     Nuno Correia 10/11
51O camelo é um animal herbívoro, dócil e bem adaptado a ambientes desérticos. Estas  características facilitaram a sua do...
52     Nuno Correia 10/11
53Seleccione a única alternativa que permite obter uma afirmação   correcta. A temperatura corporal normal em C. dromedari...
54Seleccione a única alternativa que contém os termos que preenchem,   sequencialmente, os espaços seguintes, de modo a ob...
55Quando exposta ao sol, a superfície da pelagem de C. dromedarius pode alcançar temperaturas superiores a 70 ºC, enquanto...
B25 - Regulação Nervosa e hormonal em animais - osmorregulação
B25 - Regulação Nervosa e hormonal em animais - osmorregulação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

B25 - Regulação Nervosa e hormonal em animais - osmorregulação

720 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
720
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

B25 - Regulação Nervosa e hormonal em animais - osmorregulação

  1. 1. 2Nuno Correia 10/11
  2. 2. 3 A Alimentação do Morcego VampiroO morcego vampiro, Desmodus rotundus, é um pequeno mamífero que se alimenta do sangue de outros mamíferos de grande porte, enquanto estes dormem. Se o morcego vampiro encontrar uma presa, ingere todo o sangue que puder, no menor período de tempo possível, antes que a vítima acorde. Após o início da refeição, a água do sangue ingerido é rapidamente absorvida e transportada para o sistema renal. Assim que a refeição termina, o morcego vampiro começa a digerir o sangue concentrado no tubo digestivo. Como este sangue é composto, essencialmente, por proteínas, é produzida uma grande quantidade de resíduos azotados, os quais são excretados sob a forma de ureia numa urina muito concentrada, conforme se ilustra no gráfico da Figura 1. Quando o morcego já não se alimenta há várias horas, produz pouca urina, muito concentrada, de forma a evitar a perda de água do corpo. Nuno Correia 10/11
  3. 3. 4 Nuno Correia 10/11
  4. 4. 5A digestão do sangue ingerido pelo morcego vampiro é …(A) intracelular e dela resultam, essencialmente, monossacarídeos.(B) extracelular e dela resultam, essencialmente, monossacarídeos.(C) intracelular e dela resultam, essencialmente, aminoácidos.(D) extracelular e dela resultam, essencialmente, aminoácidos.Comparando a condição que se regista no gráfico da Figura 1 duas horas após a ingestão de alimentos com a que se regista dez minutos antes desta ingestão, verifica-se que o morcego vampiro elimina(A) maior volume de urina com maior quantidade de solutos.(B) maior volume de urina com menor quantidade de solutos.(C) menor volume de urina com maior quantidade de solutos.(D) menor volume de urina com menor quantidade de solutos. Nuno Correia 10/11
  5. 5. 6Assim que o morcego inicia a ingestão do sangue, a concentração de hormona antidiurética (ADH) no plasma sanguíneo…(A) reduz-se, o que diminui a quantidade de urina produzida.(B) reduz-se, o que diminui a permeabilidade do tubo colector.(C) eleva-se, o que aumenta a permeabilidade do tubo colector.(D) eleva-se, o que aumenta a quantidade de urina produzida.O plasma sanguíneo do morcego vampiro transporta nutrientes para as células onde, na fase final que decorre na mitocôndria, é produzido ATP, por via …(A) catabólica, ocorrendo redução de oxigénio.(B) anabólica, ocorrendo redução de dióxido de carbono.(C) catabólica, ocorrendo oxidação da água.(D) anabólica, ocorrendo oxidação de compostos orgânicos.Justifique a alteração verificada no fluxo de urina excretada nos dez minutos iniciais da refeição do morcego. Nuno Correia 10/11
  6. 6. 7 Osmorregulação Todos os animais possuem uma percentagem elevada de água em relação ao peso total do seu organismo. A desidratação pode provocar a morte, sendo, por isso, fundamental manter o equilíbrio hídrico. Nuno Correia 10/11
  7. 7. 8 Nuno Correia 10/11
  8. 8. 9 Nuno Correia 10/11
  9. 9. 10 Nuno Correia 10/11
  10. 10. 11 Nuno Correia 10/11
  11. 11. 12 Seres VivosOsmoconformantes Osmorreguladores Nuno Correia 10/11
  12. 12. 13 Nuno Correia 10/11
  13. 13. 14 Nuno Correia 10/11
  14. 14. 15 Nuno Correia 10/11
  15. 15. 16 Nuno Correia 10/11
  16. 16. 17Etapas do Sistema Excretor Nuno Correia 10/11
  17. 17. 18 Nuno Correia 10/11
  18. 18. 19 Nuno Correia 10/11
  19. 19. 20 Nuno Correia 10/11
  20. 20. 21 Nuno Correia 10/11
  21. 21. 22 Nuno Correia 10/11
  22. 22. 23 Nuno Correia 10/11
  23. 23. 24Glândulas de sal Nuno Correia 10/11
  24. 24. 25 Nuno Correia 10/11
  25. 25. 26 Nuno Correia 10/11
  26. 26. 27 Nuno Correia 10/11
  27. 27. 28 Nuno Correia 10/11
  28. 28. 29 Nuno Correia 10/11
  29. 29. Nuno Correia 10/11
  30. 30. 32 Nuno Correia 10/11
  31. 31. 33 Nuno Correia 10/11
  32. 32. 34 Nuno Correia 10/11
  33. 33. 35 Nuno Correia 10/11
  34. 34. 36 Nuno Correia 10/11
  35. 35. 37 Nuno Correia 10/11
  36. 36. 38 Nuno Correia 10/11
  37. 37. 39 Nuno Correia 10/11
  38. 38. Nuno Correia 10/11
  39. 39. 41 Nuno Correia 10/11
  40. 40. 42 Nuno Correia 10/11
  41. 41. 43 Nuno Correia 10/11
  42. 42. 44 Nuno Correia 10/11
  43. 43. 45 Nuno Correia 10/11
  44. 44. 46 Nuno Correia 10/11
  45. 45. 47 Nuno Correia 10/11
  46. 46. 48 Nuno Correia 10/11
  47. 47. 49 Nuno Correia 10/11
  48. 48. 50 Nuno Correia 10/11
  49. 49. 51O camelo é um animal herbívoro, dócil e bem adaptado a ambientes desérticos. Estas características facilitaram a sua domesticação, desde há 4500 anos. Porque resiste facilmente ao calor e à secura, é utilizado como meio de transporte de pessoas e bens, em pleno deserto. A produção de uma urina escassa, que pode atingir duas vezes a concentração normal da água do mar, e a produção de fezes muito desidratadas são adaptações que levam à retenção de água no meio interno, aumentando a capacidade de sobrevivência nestas condições extremas. O camelo também só começa a transpirar quando a temperatura corporal atinge os 40 ºC. O calor armazenado durante o dia é perdido à noite, quando o ar está mais frio, não havendo perda de água por evaporação. Apesar dessas adaptações, se passar uma semana sem comer nem beber perde até 25% do seu peso, condição que seria letal para a maioria dos animais. Após um período sem acesso a água, a manutenção do volume sanguíneo, à custa do fluido intersticial, não compromete a circulação. Os eritrócitos são pequenos e ovais, podendo, em condições ainda mais extremas, continuar a circular se ocorrer um aumento de viscosidade do sangue. Em contrapartida, quando tem água disponível, pode ingerir uma grande quantidade sem daí resultarem problemas osmóticos. Isto só é possível, porque a água é absorvida lentamente ao nível do estômago e do intestino, dando tempo a que se estabeleça o equilíbrio do meio interno. Além disso, os eritrócitos podem aumentar até 240% o seu volume, enquanto, na maioria das espécies, a lise dos eritrócitos ocorre com um aumento de 150% do seu volume. Para melhor compreender os mecanismos envolvidos na adaptação ao deserto, uma equipa de cientistas desenvolveu uma investigação em Camelus dromedarius, durante a qual foram comparadas as taxas de perda de água por transpiração, em animais tosquiados e em animais não tosquiados. Os resultados obtidos encontram-se no gráfico da Figura 1. Nuno Correia 10/11
  50. 50. 52 Nuno Correia 10/11
  51. 51. 53Seleccione a única alternativa que permite obter uma afirmação correcta. A temperatura corporal normal em C. dromedarius possibilita a tolerância às temperaturas extremas do deserto, porque oscila entre os 34 ºC e os 40 ºC, e está associada a um aumento…(A) do volume de água retido por adiamento da regulação térmica.(B) do consumo de energia metabólica ao serviço da regulação.(C) da necessidade de ingerir maior quantidade de alimentos.(D) da quantidade de água perdida pela superfície corporal.Seleccione a única alternativa que contém os termos que preenchem, sequencialmente, os espaços seguintes, de modo a obter uma afirmação correcta. No camelo, para que não seja comprometida a circulação do sangue, o volume sanguíneo é mantido à custa _______ da pressão osmótica do _______, garantindo, no entanto, uma hidratação mínima dos tecidos.(A) da diminuição ... fluido intersticial(B) do aumento ... sangue(C) do aumento ... fluido intersticial(D) da diminuição ... sangue Nuno Correia 10/11
  52. 52. 54Seleccione a única alternativa que contém os termos que preenchem, sequencialmente, os espaços seguintes, de modo a obter uma afirmação correcta. No camelo, a absorção lenta de água ao nível do tubo digestivo _______ o aumento brusco da diferença de concentrações entre o plasma e os eritrócitos, atingindo-se a isotonia com a _______ destas células.(A) impede ... plasmólise(B) permite ... turgescência(C) permite ... plasmólise(D) imede ... turgescênciaSeleccione a única alternativa que permite obter uma afirmação correcta. O objectivo da experiência, descrita no texto, realizada em C. dromedarius, foi investigar…(A) como se processa a termorregulação.(B) a importância dos pêlos na conservação da água.(C) como se processa a transpiração.(D) a importância da pele na conservação da temperatura. Nuno Correia 10/11
  53. 53. 55Quando exposta ao sol, a superfície da pelagem de C. dromedarius pode alcançar temperaturas superiores a 70 ºC, enquanto ao nível da pele a temperatura corporal não ultrapassa os 40 ºC. Explique, a partir dos dados fornecidos, de que modo a investigação realizada permitiu relacionar a adaptação a elevadas temperaturas com os níveis de transpiração apresentados por C. dromedarius. Nuno Correia 10/11

×