B13 - Transporte nas Plantas

624 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
624
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

B13 - Transporte nas Plantas

  1. 1. As plantas sintetizam compostos orgânicos a nível das folhas Nuno Correia 10/11
  2. 2. As plantas têm de distribuir os compostos orgânicos nos tecidos celulares Nuno Correia 10/11
  3. 3. As árvores mais altas que se conhecem, as sequóias , podem ter cerca de 110 m de altura. Qualquer teoria que pretenda explicar o mecanismo de transporte da água nas plantas deve ter em consideração este facto.Nuno Correia 10/11
  4. 4. Nuno Correia 10/11
  5. 5. Nuno Correia 10/11
  6. 6. Nuno Correia 10/11
  7. 7. Nuno Correia 10/11
  8. 8. Nuno Correia 10/11
  9. 9. Nuno Correia 10/11
  10. 10. Nuno Correia 10/11
  11. 11.  São evolutivamente mais recentes e eficientes, pois apresentam maior diâmetro e as extremidades de contacto entre as células podem ser totalmente dissolvidas, formando um tubo oco mais eficaz no transporte. Nuno Correia 10/11
  12. 12. Nuno Correia 10/11
  13. 13. Nuno Correia 10/11
  14. 14. Nuno Correia 10/11
  15. 15. Nuno Correia 10/11
  16. 16. Nuno Correia 10/11
  17. 17. Nuno Correia 10/11
  18. 18. Nuno Correia 10/11
  19. 19. 1ª Hipótese – a água sobe por bombeamento feito por células vivas.2 ª Hipótese - A pressão radicular é a causa da subida da água.3ª Hipótese - O mecanismo de tensão-coesão- adesão é o principal responsável pelo transporte da seiva bruta? Nuno Correia 09-10 20
  20. 20. Esta hipótese é suportada pela observação de fenómenos deGutação e Exsudação Nuno Correia 10/11
  21. 21.  Estahipótese postula que existe uma pressão formada na raiz (pressão radicular) que impele a seiva bruta para cima.A acumulação de iões nas células radiculares (por transporte activo), faz com que a concentração de solutos aumente pelo que a água entra na raiz por osmose.A acumulação de água na raiz provoca então uma pressão radicular(pressão positiva da raiz) que força a água a subir. Nuno Correia 10/11
  22. 22. Nuno Correia 10/11
  23. 23. a pressão radicular medida em várias plantas não é suficientemente grande para elevar a água até ao ponto mais alto de uma árvore grande; a maioria das plantas não apresenta gutação nem exsudação; as plantas das zonas temperadas não apresentam exsudação nos planos de corte, efectuando até, por vezes, absorção de água; existem determinadas plantas (algumas Gimnospérmicas, denominadas Coníferas) que possuem -uma pressão radicular nula. Nuno Correia 10/11
  24. 24. é uma força que impele a água e os solutos, através do xilema, até às folhas; é criada à custa do transporte activo de iões do solo para o interior da raiz, o que provoca a entrada contínua de água, por osmose; é evidenciada por fenómenos como a gutação e a exsudação caulinar; não explica a ascensão da água e dos solutos em numerosas espécies vegetais, especialmente nas de grande porte. Nuno Correia 10/11
  25. 25. A teoria da tensão-coesão-adesão explica a ascensão da seiva brutadesde a raiz até às folhas com base na existência de umatranspiração estomática ao nível das folhas. Nuno Correia 10/11
  26. 26. Nuno Correia 10/11
  27. 27. Nuno Correia 10/11
  28. 28. Nuno Correia 10/11
  29. 29. Os Afídeos ou Pulgões são insetos que parasitam as plantas. Por meio de seus aparelhos bucais, formados por estiletes compridos, penetram nas partes tenras do vegetal e estabelecem uma comunicação com o líber, passando a extrair a seiva elaborada. Cortes feitos nessas regiões e vistos ao microscópio mostram que os estiletes bucais estão localizados no tecido liberiano.Nuno Correia 10/11
  30. 30. Nuno Correia 10/11
  31. 31. Nuno Correia 10/11
  32. 32. Nuno Correia 10/11
  33. 33. Nuno Correia 10/11
  34. 34. Nuno Correia 10/11
  35. 35. Nuno Correia 10/11
  36. 36. Nuno Correia 10/11
  37. 37. Nuno Correia 10/11
  38. 38. Nuno Correia 10/11
  39. 39. Nuno Correia 10/11
  40. 40. Nuno Correia 10/11
  41. 41. Nuno Correia 10/11
  42. 42. Nuno Correia 10/11
  43. 43. Nuno Correia 10/11
  44. 44. Nuno Correia 10/11

×