Colégio Estadual Professor MantovaniT:21bComponentes: Felipe, Brenner, Mateus T., Valéria e Cassiane                      ...
disponíveis no mercado teodolitos automáticos que, por meio de dispositivoseletrônicos, fazem a leitura dos pontos e os ar...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Astrolábio e teodolito diferenças e utilidades

1.993 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.993
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Astrolábio e teodolito diferenças e utilidades

  1. 1. Colégio Estadual Professor MantovaniT:21bComponentes: Felipe, Brenner, Mateus T., Valéria e Cassiane Astrolábio O astrolábio é um instrumento naval antigo, usado para medir a alturados astros acima do horizonte. Convenciona-se dizer que o surgimento do astrolábio é o resultadoprático de várias teorias matemáticas, desenvolvidas por célebres estudiososantigos: Euclides, Ptolomeu, Hiparco de Nicéia e Hipátia de Alexandria. Era usado para determinar a posição dos astros no céu e foi por muitotempo utilizado como instrumento para a navegação marítima com base nadeterminação da posição das estrelas no céu. Mas nunca foi substituído. Também era utilizado para resolver problemas geométricos, comocalcular a altura de um edifício ou a profundidade de um poço. Era formado porum disco de latão graduado na sua borda, num anel de suspensão e numamediclina (espécie de ponteiro). O astrolábio náutico era uma versãosimplificada do tradicional e tinha a possibilidade apenas de medir a altura dosastros para ajudar na localização em alto mar. Não existem vantagens nem desvantagens entre os instrumentosantigos de navegação; de certa forma são instrumentos perfeitos que atendemsuas funções para onde foram projetados, nesse sentido a função do astrolábioé uma e o quadrante é outra. A única diferença (interpretada como vantagem) éo fato de ser um instrumento terrestre, portanto fixo ao solo, para se usar numailha ou num continente e mirar uma determinada estrela próxima ao póloEstrela Polar e o outro um instrumento de bordo, portatil, mais pesado e propriopara medir a passagem meridiana com a sombra do sol. Sob a precisão,ambos funcionavam bem tanto no hemisfério sul como no hemisfério norte masprincipalmente o astrolábio pelo seu peso era capaz de permanecer na verticalapesar do balanço do navio portanto, indicado para funcionar embarcado. Teodolito O teodolito é um instrumento óptico de medida utilizado na topografia, nageodésia e na agrimensura para realizar medidas de ângulos verticais ehorizontais, usado em redes de triangulação. Basicamente é um telescópio com movimentos graduados na vertical ena horizontal, e montado sobre um tripé centrado (norteado) e verticalizado,podendo possuir ou não uma bússola incorporada , entretanto o teodolito foiinventado pelo italiano Ignazio Porro, em torno de 1835. E conforme otelescópio, o mesmo instrumento que permitia a medição de distância,elevação e direção, reduzindo significativamente o tempo usado para umlevantamento topográfico aumentando a precisão. Existe uma diversidade de teodolitos para diversos tipos de usos,precisões e alcances. Originalmente apenas um aparelho óptico, hoje, estão
  2. 2. disponíveis no mercado teodolitos automáticos que, por meio de dispositivoseletrônicos, fazem a leitura dos pontos e os armazenam na memória, sendopossível exportá-los por software para confecção de mapas com ascaracterísticas topográficas do local medido. Uma estação total é um instrumento óptico usado em inspeção moderna.É uma combinação de um teodolito eletrônico (trânsito), um dispositivo demedição eletrônica de distância (EDM) e software que correm em umcomputador externo. Com uma estação total a pessoa pode determinar ângulose distâncias do instrumento para pontos a serem inspecionados. Com a ajudada trigonometria, pode-se usar os ângulos e distâncias para calcular ascoordenadas de posições atuais (X, Y e Z ou northing, easting e elevação) depontos inspecionados ou a posição do instrumento de pontos conhecidos, emcondições absolutas. Os dados podem ser carregados do teodolito para umcomputador e lido por um software de aplicação gerará um mapa da áreainspecionada. Algumas estações de totais também têm uma interface de GPS.

×