In Nomine Dei

1.804 visualizações

Publicada em

PowerPoint destinado aos alunos do 7º ano de escolaridade tendo como tema a importância do Clero Medieval.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.804
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

In Nomine Dei

  1. 1. In Nomine Dei
  2. 2. “ “ Aquele que vive só”
  3. 3. A Cristianização da Europa <ul><li>Apesar da queda do Império Romano, o Cristianismo irá estender-se a todos os reinos do Ocidente, constituindo um factor de unidade da civilização europeia ocidental. A Igreja Católica foi-se organizando e procurou converter os povos bárbaros ao Cristianismo. </li></ul><ul><li>Entre os séculos V e VIII desenvolveu-se uma progressiva evangelização dos povos bárbaros, que, até então, eram pagãos ou arianos. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>O processo de cristianização foi desenvolvido através de: </li></ul><ul><li>. Movimentos de missionação impulsionados pelo Papa Gregório Magno, por exemplo, a evangelização da Irlanda por S. Patrício; </li></ul><ul><li>. Baptismo do rei Clóvis que marcou o início da conversão dos Francos; </li></ul><ul><li>. Monges das ordens religiosas, salientando-se os Beneditinos, ordem fundada por São Bento de Núrsia. </li></ul>
  5. 5. Os Monges Medievais <ul><li>Tal como referimos anteriormente, os principais agentes de cristianização dos povos bárbaros foram os monges dos mosteiros. </li></ul><ul><li>O s primeiros mosteiros fundaram-se no século IV, mas foi no século VI que o monaquismo se organizou através do estabelecimento de uma regra . Os Beneditinos foram a primeira ordem religiosa a formar uma regra. </li></ul>
  6. 6. O Clero Regular
  7. 7. O Monaquismo <ul><li>O chamado movimento monástico ou monaquismo iniciou-se nos primeiros tempos do Cristianismo. O termo monaquismo, bem como a palavra monge, derivam do grego monakhos (solitário). De facto, os monges isolam-se do mundo para se consagrarem ao serviço de Deus. Alguns monges viviam longe de tudo e completamente sós (eram os eremitas). Outros organizaram-se, a partir do século IV, em comunidade, nos mosteiros, como se fossem uma grande família. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>O clero regular era constítuido pelos monges que viviam em comunidade nos mosteiros, seguindo a Regra da ordem religiosa a que pertenciam. </li></ul><ul><li>A Regra é o conjunto de normas estabelecidas pelo fundador de um mosteiro, estas normas estabelecem a organização da vida monástica. </li></ul><ul><li>Para além do clero regular, havia o clero secular, formado pelos arcebispos, bispos e padres, que viviam junto da população. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>A vida no Mosteiro </li></ul>
  10. 10. <ul><li>O mosteiro era organizado como se os seus ocupantes fossem uma família. O abade – palavra que vem do grego abbas, que significa pai – dirigia os monges que se obrigavam a prestar voto de pobreza, castidade e obediência. </li></ul><ul><li>Para além dos períodos diários dedicados às orações, os monges faziam os trabalhos agrícolas e trabalhos de copistas (copiavam obras religiosas e de autores da Antiguidade Clássica). Muitos destes textos eram ilustrados com pinturas – as Iluminuras </li></ul>
  11. 11. Os trabalhos dos monges <ul><li>A Escrita </li></ul>
  12. 12. Monges Copistas <ul><li>Os monges tinham períodos diários dedicados à cópia de livros. Copiavam obras religiosas e de autores da Antiguidade Clássica ( gregos e Romanos). Muitos destes textos eram ilustrados com pinturas – as Iluminuras </li></ul>
  13. 13. Iluminura Medieval
  14. 15. <ul><li>Ainda a Escrita </li></ul>
  15. 16. Os trabalhos dos monges <ul><li>O Ensino </li></ul>
  16. 17. Tarefas diárias… <ul><li>Trabalho na Adega </li></ul>
  17. 18. <ul><li>Trabalho Agrícola - Ceifa </li></ul>
  18. 19. <ul><li>A cura de doentes </li></ul>
  19. 20. <ul><li>A oração no Mosteiro </li></ul>
  20. 21. <ul><li>Conversão dos pagãos </li></ul>
  21. 22. Um Mosteiro Medieval
  22. 23. <ul><li>Num período fortemente marcado pela insegurança, os mosteiros e os castelos tornaram-se locais de refúgio para as populações, centros de criação e de difusão de cultura e também unidades económicas agrícolas. Nos mosteiros, vão divulgar-se novas técnicas agrícolas; lá funcionavam também, hospitais, estalagens para os viajantes e escolas para os mais novos </li></ul>
  23. 24. Vejamos o quotidiano dos monges ainda de forma mais pormenorizada….

×