• Sensível aos apelos do Concílio Vaticano II
que na Exortação Apostólica Lumen Gentium
convoca a todos os cristãos a busc...
• CONCEITO TEOLÓGICO
• A SANTIDADE NA SAGRADA ESCRITURA: PARTICIPAÇÃO NA

VIDA DE DEUS
• A SANTIDADE NA TRADIÇÃO DA IGREJA...
Visão teológica:
• “ A santidade dos cristãos decorre de sua
união com Cristo, através da fé e do batismo”
(BARREIRO. Álva...
• “O cume da santidade consiste em realizar a
vontade de Deus” (CHEVROT. G.)
• O verdadeiro santo é aquele que vive sua vi...
• Jesus é Modelo de Santidade na Vida
dos Fiéis
• Na comunidade Filipense, cada
cristão era convidado a ter em si os
mesmo...
• Santo Agostinho em seus
argumentos, dizia que
fomos chamados por
Deus para sermos,
por sua graça,
santos. E não que Deus...
São Tomás, ao falar do estado
de perfeição em geral, afirma
que a perfeição da vida
cristã, a vida de

santidade, se funda...
• CONCÍLIO VATICANO II: TODO
O POVO DE DEUS É
CHAMADO À SANTIDADE
• O Concílio Vaticano II, na Constituição Lumen Gentium, fez
uma síntese de toda a doutrina bíblica da “vocação
universal ...
• O Concílio Vaticano II procurou superar o
conceito que perdurou por muito
tempo, de que a santidade era privilégio
somen...
Correspondência ao Dom da Santidade

• A santidade não é para o cristão uma posse
pacífica, pois ele é inserido dentro da ...
A VOCAÇÃO À SANTIDADE NOS

ESCRITOS DO PAPA JOÃO PAULO II
Santidade dos Bispos e Sacerdotes
• Evidencia a importância do
empenho espiritual na vida, no
ministério e no caminho do
B...
• A menção à Constituição
Lumen Gentium, declara que
de modo especial os
sacerdotes são chamados não
só enquanto batizados...
A PALAVRA
DE DEUS

ORAÇÃO

ASCESE

COTIDIANO
DA VIDA

CONVERSÃO

AMOR
• “A santidade é a meta do caminho de
conversão, visto que esta não é o fim
em si própria, mas itinerário para
Deus, que é...
• É preciso redescobrir também os meios
ascéticos, típicos da tradição espiritual da
Igreja e do próprio Instituto. Eles f...
O Quotidiano da Vida.
• Percebendo a grandeza das atividades da
vida quotidiana, como caminho para a
santidade. Estas são ...
6. O Amor
• A santidade se expressa na união do homem
com Deus, no poder do amor, que se
desenvolve por meio de múltiplas ...
• O próprio Jesus nos ensina
que o núcleo da santidade é
o amor, um amor que dá a
vida pelos demais (Jo 15,13).
• Quando J...
CONSIDERAÇÕES

• O ser humano é incapaz de perceber a
santidade de Deus, porém, a Sua
manifestação, o santifica e o faz
pa...
Itinerário de Madre Clélia

renúncia

Confiança

Amor
Humildade
REFERÊNCIAS
AGOSTINHO, santo. Tratado sobre o Evangelho de São João. Ofício das
Leituras. Liturgia das Horas Vol I. Rio de...
CENCINI. Amedeo. A arte de ser Discípulo: Ascese e Disciplina: Itinerário de Beleza.
São Paulo: Paulinas, 2011.
Convergênc...
João Paulo II.Discurso às Religiosas. Insegnamenti,
Vol. II-2, 1979.
______________________.Discurso aos
participantes na ...
• João Paulo II. Encíclica Veritatis Splendor n.20. São Paulo: Paulinas, 1993.
•
• ___________________.Carta Apostólica No...
_____________________,Exort. Apost. Ecclesia in América n.30. .São Paulo:
Paulinas,1999.

_____________________, Exort. Ap...
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Santidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Santidade

602 visualizações

Publicada em

Material produzido pela Ir. Aparecida de Lourdes Romani, ascj.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
602
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Santidade

  1. 1. • Sensível aos apelos do Concílio Vaticano II que na Exortação Apostólica Lumen Gentium convoca a todos os cristãos a buscarem a santidade, juntamente com o apelo de João Paulo II, esse trabalho, quer recordar que a santidade é a primeira vocação à qual todo cristão batizado é chamado a corresponder. E que a essência da vontade de Deus em nossa vida é a santificação.
  2. 2. • CONCEITO TEOLÓGICO • A SANTIDADE NA SAGRADA ESCRITURA: PARTICIPAÇÃO NA VIDA DE DEUS • A SANTIDADE NA TRADIÇÃO DA IGREJA • CONCÍLIO VATICANO II: TODO O POVO DE DEUS É CHAMADO À SANTIDADE • A VOCAÇÃO À SANTIDADE NOS ESCRITOS DO PAPA JOÃO PAULO II • O ITINERÁRIO DA SANTIDADE NOS ESCRITOS DE JOÃO PAULO II
  3. 3. Visão teológica: • “ A santidade dos cristãos decorre de sua união com Cristo, através da fé e do batismo” (BARREIRO. Álvaro) • É fundamental na vida do cristão, descobrir o segredo de como viver a santidade. O segredo consiste na “conformidade à vontade de Deus, expressa no contínuo e exato cumprimento do dever generoso e constante”. (MACHADO, O. G.)
  4. 4. • “O cume da santidade consiste em realizar a vontade de Deus” (CHEVROT. G.) • O verdadeiro santo é aquele que vive sua vida em plenitude, que é entusiasmado, disponível, sem deixar de ser realista. É capaz de unir liberdade e responsabilidade, para atuar diretamente nos destinos da história, causando transformações no mundo e na sociedade. (José Lisboa M. de Oliveira)
  5. 5. • Jesus é Modelo de Santidade na Vida dos Fiéis • Na comunidade Filipense, cada cristão era convidado a ter em si os mesmos sentimentos de Cristo. • “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”(Mt 11,29). • Cristo é o protótipo daquilo que cada pessoa humana é chamada a ser.
  6. 6. • Santo Agostinho em seus argumentos, dizia que fomos chamados por Deus para sermos, por sua graça, santos. E não que Deus nos chamou à santidade porque previu que seríamos santos. • Somos chamados ao estado de perfeição, dentro da nossa liberdade.
  7. 7. São Tomás, ao falar do estado de perfeição em geral, afirma que a perfeição da vida cristã, a vida de santidade, se funda especialmente na caridade. São Tomas De Aquino
  8. 8. • CONCÍLIO VATICANO II: TODO O POVO DE DEUS É CHAMADO À SANTIDADE
  9. 9. • O Concílio Vaticano II, na Constituição Lumen Gentium, fez uma síntese de toda a doutrina bíblica da “vocação universal à santidade”. • A santidade consiste, sobretudo, em viver a vida centrada em Cristo, em levar à plenitude a vida de Cristo, que nos foi comunicada pelo Espírito Santo no batismo, e em praticar os preceitos supremos do amor (Jo 3,5; Tt, 5; 2 Pd 1,4; Mc 12,30; Jo 13,34).
  10. 10. • O Concílio Vaticano II procurou superar o conceito que perdurou por muito tempo, de que a santidade era privilégio somente do clero e de religiosos. Sendo assim, a Lumen Gentium, declara que todos os batizados são chamados a vocação à santidade, reconhecendo que a dignidade da vida cristã procede do batismo, e não de um estado de vida específico.
  11. 11. Correspondência ao Dom da Santidade • A santidade não é para o cristão uma posse pacífica, pois ele é inserido dentro da dinâmica da mesma. A pessoa vai crescendo gradualmente, no caminho de santidade, segundo a sua correspondência a
  12. 12. A VOCAÇÃO À SANTIDADE NOS ESCRITOS DO PAPA JOÃO PAULO II
  13. 13. Santidade dos Bispos e Sacerdotes • Evidencia a importância do empenho espiritual na vida, no ministério e no caminho do Bispo e a urgência de um testemunho de santidade.
  14. 14. • A menção à Constituição Lumen Gentium, declara que de modo especial os sacerdotes são chamados não só enquanto batizados, mas especialmente enquanto presbíteros, à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade. Os sacerdotes têm a obrigação de buscar a perfeição, pelo fato de serem consagrados de forma particular a Deus, pelo sacramento da Ordem, que os torna instrumentos vivos do sacerdócio eterno de Cristo.
  15. 15. A PALAVRA DE DEUS ORAÇÃO ASCESE COTIDIANO DA VIDA CONVERSÃO AMOR
  16. 16. • “A santidade é a meta do caminho de conversão, visto que esta não é o fim em si própria, mas itinerário para Deus, que é santo *...+”. • Esse caminho de conversão exige de nós a rejeição do modo de pensar e agir do mundo, que busca de alguma forma, condicionar nossa existência.
  17. 17. • É preciso redescobrir também os meios ascéticos, típicos da tradição espiritual da Igreja e do próprio Instituto. Eles foram, e continuam a sê-lo, um auxílio poderoso para um autêntico caminho de santidade. Ajudando a dominar e a corrigir as tendências da natureza humana ferida pelo pecado, a ascese é verdadeiramente indispensável para a pessoa consagrada permanecer fiel à própria vocação e seguir Jesus pelo caminho da cruz.
  18. 18. O Quotidiano da Vida. • Percebendo a grandeza das atividades da vida quotidiana, como caminho para a santidade. Estas são oportunidade preciosa de união com Deus e de cumprimento de sua vontade. Podem tornar-se não só lugar, mas matéria de santificação.
  19. 19. 6. O Amor • A santidade se expressa na união do homem com Deus, no poder do amor, que se desenvolve por meio de múltiplas obras de caridade, realizado pela pessoa no decorrer de sua caminhada: ‘Deste-Me de comer... desteMe de beber...recolheste-Me...deste-Me de vestir...visitaste-Me...foste ter comigo.’(Mt 25,35-36).
  20. 20. • O próprio Jesus nos ensina que o núcleo da santidade é o amor, um amor que dá a vida pelos demais (Jo 15,13). • Quando Jesus diz “Eu sou o caminho, a verdade e a vida ( Jo 14,6)”, mostra-se como o único caminho que conduz à santidade.
  21. 21. CONSIDERAÇÕES • O ser humano é incapaz de perceber a santidade de Deus, porém, a Sua manifestação, o santifica e o faz participante da mesma.
  22. 22. Itinerário de Madre Clélia renúncia Confiança Amor Humildade
  23. 23. REFERÊNCIAS AGOSTINHO, santo. Tratado sobre o Evangelho de São João. Ofício das Leituras. Liturgia das Horas Vol I. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 1995. __________________, A Graça (II); tradução Agustinho Belmonte. São Paulo: Paulus, 1999. ALDAY S. C. O Espírito Santo em nossa vida. São Paulo: Paulinas, 1991. AQUINO, Tomas de. Suma Teológica. Tradução de Alexandre Corrêa. 2 Ed. Caxias do Sul: Livraria Julina, 1980. Itinerário pessoal BARREIRO. Álvaro. Povo Santo e Pecador. São Paulo: Loyola, 2001. BAUER. J. B. Dicionário de teologia bíblica, São Paulo: Loyola, 1988.
  24. 24. CENCINI. Amedeo. A arte de ser Discípulo: Ascese e Disciplina: Itinerário de Beleza. São Paulo: Paulinas, 2011. Convergência, Revista mensal da conferência dos religiosos do Brasil – CRB, TEIXEIRA, V. A. R. Vocação à santidade: dom, compromisso e profecia, Ano XLIV – n 420 – abril, 2009. Constituição Dogmática sobre a Igreja.Lumen Gentium.São Paulo: Paulinas,1990. CNBB.Texto integral:Todos os pronunciamentos do Papa no Brasil. São Paulo: Edições Loyola. 1980. CHEVROT. G. Em Segredo. São Paulo: Quadrante, 1991. GRUN. A. O céu começa em você: A sabedoria dos padres do deserto para hoje. Trad. De Renato Kirchner. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. HUGHES. T., Confêrencia, Haja entre vós o mesmo sentir e pensar que no Cristo Jesus, 2009, XLIV, n. 419, p.169.
  25. 25. João Paulo II.Discurso às Religiosas. Insegnamenti, Vol. II-2, 1979. ______________________.Discurso aos participantes na Sessão Plenária da Sagrada Congregação para os Religiosos e os Institutos Seculares. L’Osservatore Romano. 16/03/1980. _______________________.Discurso aos fiéis da Paróquia São José de Roma (18/01/1981), 4: L’Osservatore Romano,01/02/1981.
  26. 26. • João Paulo II. Encíclica Veritatis Splendor n.20. São Paulo: Paulinas, 1993. • • ___________________.Carta Apostólica Novo Milennio Ineunte n.30.São Paulo: Paulinas, 2001. • • ____________________Laborem Exercens n.27. Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/encyclicals/documents/h f_jp-ii_enc_14091981_laborem-exercens_po.html. Acesso em: 09/10/2012. • • _____________________,Exort. Apost. Pós- Sinodal. Ecclesia in Europa. Disponível em:http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/apost_exhortations/d ocuments/hf_jp-ii_exh_20030628_ecclesia-in-europa_po.htm. Acesso em:15/07/12.
  27. 27. _____________________,Exort. Apost. Ecclesia in América n.30. .São Paulo: Paulinas,1999. _____________________, Exort. Apost. Pós- Sinodal. Christifideles Laici. _____________________.Exort. Apost. Pós-Sinodal. PASTORES GREGIS. N.12. Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/apost_exhortations/documents/ hf_jp-ii_exh_20031016_pastores-gregis_po.html. Acesso em: 15/07/12. _____________________.Exort. Apost. Pós-Sinodal. Pastores Dabo Vobis.São Paulo: Paulinas,1992. _____________________. Exort. Apost. Redemptionis Donum. N.04 – Disponível em:ttp://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/apost_exhortations/docume nts/hf_jp-ii_exh_25031984_redemptionis-donum_po.html. Acesso em:: 30/06/2012 __________________. Exort. Apost. Pós-sinodal. Vita Consecrata.São Paulo: Edições Loyola, 1996.

×