Quer publicar artigos no LinkedIn? Agora já pode!

302 visualizações

Publicada em

Publicar artigos no LinkedIn deverá tornar-se uma parte importante da estratégia de conteúdo de qualquer empresa - Aprenda já como tirar partido disto!

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quer publicar artigos no LinkedIn? Agora já pode!

  1. 1. communitymanager.pt http://www.communitymanager.pt/publicar-artigos-no-linkedin/ Quer publicar artigos no LinkedIn? Agora já pode! Para todos podermos publicar nesta rede, basta preenchermos um formulário e esperar que nos disponibilizem o acesso antecipado a esta funcionalidade. Eu já publiquei o meu primeiro artigo no LinkedIn - e agora vou mostrar-lhe como é que os criadores de conteúdos e bloguers podem publicar artigos no LinkedIn para construir a sua influência. Porquê publicar no LinkedIn? Para construirmos a nossa influência online devemos contribuir para a nossa comunidade, partilhar experiências e criar conteúdos valiosos e úteis que demonstrem a nossa liderança em determinada área. Publicar artigos no LinkedIn dá-nos a oportunidade de expandirmos o nosso alcance de forma decisiva. Tendo em conta que todos os utilizadores do LinkedIn têm acesso à plataforma, é fundamental criarmos conteúdo de elevada qualidade e que nos diferencie. Agora, além de podermos seguir personalidades influentes, podemos também construir a nossa própria base de seguidores. E, enquanto estes seguidores podem ler os nossos artigos no LinkedIn, não têm, necessariamente, de ser nossas conexões.
  2. 2. Qualquer artigo que publiquemos no LinkedIn irá aparecer no topo do nosso perfil – o que significa que qualquer pessoa que visite o nosso perfil irá ler (ou pelo menos poderá fazê-lo) sobre os nosso ideais e/ou conhecimentos de determinada área. Boas práticas para publicar artigos no LinkedIn? 1- Criar conteúdos que acrescentem valor e sejam atrativos Antes de começar a publicar, elabore um plano, respondendo a questões como: O conteúdo é útil para o seu público? O seu artigo é demasiado comercial? Embora não haja nenhum processo editorial formal, o LinkedIn deixou claro que conteúdos direcionados para vendas não serão tolerados – afinal de contas, é para isso que a rede oferece uma plataforma de publicidade. Existem algumas linhas orientadoras na Central de Ajuda sobre o que publicar. Esta é uma boa referência para a compreensão de como enquadrar o seu conteúdo para que possa acrescentar valor tanto para o seu público já existente como para o potencial – que agora será ainda maior do que a sua rede LinkedIn existente. Algumas das dicas que tenho lido recomendam escrever entre 400 a 600 palavras e publicar semanalmente. Contudo, deve experimentar estas dicas e analisar o que melhor se adequa à sua estratégia. Assim como em outras redes sociais, as pessoas querem consumir informação de forma rápida – por isso torne esta tarefa fácil, criando principalmente conteúdos atrativos. Algumas das melhores práticas incluem criar títulos atrativos, complementar o texto com uma imagem atraente no topo dos artigos, utilizar negritos no texto mais importante e não redigir parágrafos muito longos. Utilize vídeos do Youtube e conteúdos do Slideshare para tornar os artigos mais interessantes e úteis para os leitores. Quando estiver pronto para escrever um artigo para publicar no LinkedIn, vai ver que é uma tarefa muito fácil. Basta ir à página principal do seu LinkedIn e procurar o ícone do lápis na caixa na parte superior onde normalmente partilha uma atualização. Quando clica no ícone do lápis, será enviado para um editor de texto – e é aqui que irá criar os seus artigos. O editor de artigos no LinkedIn é muito simples de utilizar – e é muito semelhante ao do Microsoft Word e ao do WordPress. Contudo, o editor não contém uma seção de biografia do autor – por isso deverá criar uma no final de cada artigo. A sua biografia deverá incluir uma ou duas frases sobre quem é, o que faz, uma hiperligação para o seu website ou blogue e até mesmo uma call-to-action. Na imagem em baixo, pode ver que eu criei uma hiperligação no meu nome para o meu perfil no Google+ (e no meu perfil do Google+ adicionei o LinkedIn à lista de websites para a qual sou colaboradora – o que garante que
  3. 3. o Google associe o meu perfil ao meus artigos no LinkedIn). Antes de publicar, por favor, certifique-se de rever o artigo para verificar a ortografia e a gramática através da opção de visualização. Mas não se preocupe que se detetar erros mesmo depois de publicar, poderá editar o artigo a qualquer momento. 2 – Partilhe o artigo – em todo o lado Para maximizar o seu alcance – dentro e fora do LinkedIn – partilhe-o no LinkedIn, Twitter, Facebook e Google+. Se tiver uma página de empresas no LinkedIn, partilhe lá também (assumindo que o seu artigo é relevante para os seguidores de página da sua empresa). Este tipo de rede social agregada aumenta a credibilidade e incentiva mais ações e interações em toda a internet. Por outro lado, todas as interações com o artigo são reconhecidas pelo algoritmo de pesquisa do Google, o que pode ajudar a aumentar a sua visibilidade nas pesquisas online! 3 – Controle os comentários ao artigo Agora que já redigiu um artigo útil e atrativo, que já o promoveu em todas as redes e que as pessoas o estão a ler – não se esqueça de verificar os comentários! Na seção de comentários do seu artigo, pode responder e interagir com os membros que estão a deixar comentários. Em muitos casos, aqueles que irão comentar são membros que não estão conectados consigo – o que significa que o seu artigo está a ser visualizado por pessoas além das suas conexões de 1º grau. Como em todas as plataformas, infelizmente, não estamos livres de spam. Mas caso isso aconteça, poderá sempre esconder e sinalizar como spam esses comentários. 4 – Avalie a performance do conteúdo Após publicar o artigo, o LinkedIn começa imediatamente a mostrar o número de visualizações, as ações de partilha e comentários que o artigo está a gerar. Se for tão viciado quanto eu em estatísticas, irá de
  4. 4. certeza ficar extasiado com as métricas a mudarem diante dos seus olhos – em tempo real! Utilize as métricas do artigo para determinar se o seu conteúdo está em ressonância (ou não) com o seu público. Assim que construir uma biblioteca de conteúdos profissionais, compare todos os comentários deixados para saber que artigo teve maior alcance e gerou maior interesse aos leitores. Faça também uma pesquisa aos temas sobre os quais os influencers e os seus concorrentes estão a escrever. Avalie de quanto em quanto tempo escrevem, quais os temas abordados e tenha, principalmente, em conta os artigos com mais interações – e considere utilizar táticas semelhantes para o seu próprio sucesso. Aprender com os influenciadores do LinkedIn que vieram antes de nós pode ajudar-nos a criar uma estratégia de conteúdo mais bem- sucedida e da nossa preferência! Devemos acabar com o nosso blogue? Claro que não! É imperativo termos sempre em mente que escrever artigos no LinkedIn não deve ser substituto de escrever artigos noutras plataformas. É sim mais uma oportunidade de divulgarmos e distribuirmos os nossos conteúdos a partir do nosso blogue. Lembre-se que não possui a sua presença no LinkedIn ou o conteúdo associado a esta. Eu recomendo publicar o artigo original no próprio blogue em primeiro lugar e, em seguida, publicá-lo no seu perfil do LinkedIn na sua totalidade. No entanto, deverá variar a abordagem aos dois artigos. Talvez escrever no seu blogue para o seu público ou um nicho específico, e quando publicar no LinkedIn, alterá-lo para atrair um público mais amplo. Publicar artigos no LinkedIn deverá tornar-se uma parte importante da estratégia de conteúdo de qualquer empresa. Vai ser interessante assistir ao crescimento da rede como um destino de conteúdo online para profissionais. O que acha? Que tipo de conteúdo está a publicar? Por favor, partilhe seus pensamentos comigo nos comentários abaixo! Copyright © 2014 Community Manager Portugal. Todos os direitos reservados.

×